História It's Complicated - Capítulo 3


Escrita por: ~

Exibições 136
Palavras 1.274
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Ficção, Romance e Novela, Universo Alternativo, Violência, Yuri
Avisos: Bissexualidade, Estupro, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Intersexualidade (G!P), Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Good dia meu povo.
Mais um cap, espero que gostem.
NOTAS FINAIS!!

Capítulo 3 - Queimado com Kid Buu


Estava na aula de educação física. E nossa, não vou negar, mas estou adorando ver Camila vestida com esse shortinho colado, dá pra ver o contorno perfeito de sua bunda (e que bunda!).

Não sou muito do tipo de pessoa que pratica esportes. Apesar de gostar, eu não pratico nem aqueles jogos de kinect do Xbox ou aquele de Nintendo. Sim, sou uma sedentária e me orgulho. Acho que todos os gordos deveriam unir forças e lutar contra aqueles que querem nos enfiar uma academia goela abaixo. Se bem que não sou muito acima do peso, graças a dona Clara, porque aquela é a pior nutricionista que existe. E acredite, não tenha como mãe, uma nutricionista. É um pesadelo.

Mas enfim, eis-me aqui, jogando queimado, time azul e time vermelho. Tudo junto e misturado, na minha equipe estão, GG, Chandler, e eu, e claro, mais um monte de gente que eu não conheço.

Chandler é um cara legal, acabei conversando bastante com ele quando o encontrei na biblioteca do centro. Ao contrário do que eu imaginava, não é gay, apesar desse cabelo meio tosco dele. Descobri algumas coisas também sobre o grupinho do Zach. Pelo que ele me falou, Camila tem uma amizade desde a infância com os dois loiros, por isso continua a amizade com eles, apesar de ambos serem uns babacas idiotas. Normani e Chandler, como são realmente muito amigos, acabam indo juntos no bonde, mas não escondem o desgosto de fazerem isso.

Apesar de eu não me considerar uma pessoa muito sociável (não sou eu que faz amizade, são as pessoas que fazem amizade comigo. Muito estranho? Nem tanto), não sou do tipo que gosta de falar com todo mundo; falo se falarem comigo e se eu for com a cara da pessoa.

E há também, aquele problema. Sim, sou bem insegura quanto a minha intersexualidade. Prefiro não contar isso a ninguém, até mesmo porque, esse era o motivo de ter sido horrível o ensino fundamental na minha antiga escola.

Como todo jogo de queimado, quem recebe bolada sai, e quem já saiu pode voltar, a cada membro eliminado da outra equipe. E digamos que a minha não estava indo muito bem. Zach e Jake parecem adorar acertar todo mundo, tanto que não maneiravam na força em que arremessavam a bola. E cara, essa bola já é pesada e pequena, concentra muita massa (por assim dizer) e dói pra caramba quando acerta determinados lugares do corpo.

- Laur! – Estava perdida em pensamentos quando escuto GG me chamar, no susto, acabo olhando pra ele.

E velho, o que foi isso que me acertou em cheio no rosto? Agora estou sentada, com as mãos no rosto e sentindo o gosto de sangue na boca. Caralho! Kid Buu está jogando aqui conosco e eu não percebi? Porque eu recebi uma verdadeira bolada na cara!

- Você está bem? – Chandler veio até onde eu estava não olhei pra ele, tirei minha mão que estava em cima de meus lábios e vi sangue nela. Porra!

- Ai, me desculpa! Eu juro que não queria jogar com tanta força, eu nem mesmo mirei em você! – Ao escutar aquela voz rouca, olho pra frente e vejo Camila ajoelhada perto de mim.

- Porra Camila! Você queria assassinar a Gasparzinho? Era só ter avisado! – Escutei Jake falando risonho.

- Cala a boca, Jake! Foi sem querer! – Ela voltou o olhar pra mim. – Eu juro que não quis acertar você, mas Chand estava me enchendo o saco falando que eu não sabia jogar direito. Mirei nele mas acabei acertando você. Desculpa mesmo.

Ela estava agoniada e entrando em pânico. Não pude evitar de ficar vidrada nela. Cara, como ela conseguia ser tão linda?!

- Tu-tudo bem. – Falei com a voz mais baixa que o normal.

- Acho melhor levarmos você para a enfermaria, Jauregui. - Olhei para cima e vi nosso professor de educação física olhando preocupado, para mim. – Muito bem gente, a aula acabou! Todos para o vestiário enquanto levo a senhorita Jauregui para a enfermaria. – Disse alto e batendo as mãos.

Ele me ajudou a levantar, e direcionei um ultimo olhar para Camila que me olhava com cara de culpada.

[...]

GG está perto de mim, sentado em uma cadeira na enfermaria. Enquanto a senhora já de idade termina o curativo no canto de meus lábios. Acabou que quebrou uma parte do meu dente, mais precisamente um dos pré-molares inferiores.

Até imagino a bronca eu vou levar de minha mãe por conta disso. Solto um longo suspiro quando a senhora rechonchuda termina o que fazia.

- Pronto! Novinha em folha. – O tom de sua voz saiu meio jocoso.

- Obrigada. – Respondi e me despedi dela e sai de lá junto de Grant.

Meu maxilar doía um pouco. Nossa, nunca na vida eu iria imaginar que Camila tivesse alguma força naqueles braços franzinos.

Fomos até meu armário e pegamos minhas coisas que estavam na mochila, não estava muito a fim de trocar de roupa, iria embora com a roupa de educação física.

- Vou te falar, não imaginei que Camila Cabello um dia seria capaz de machucar alguém! – GG disse ainda tão surpreso quanto eu. Acabei rindo de seu comentário.

- Então somos dois! – Acabamos caindo na risada e saímos do colégio.

 Vi o carro de meu pai esperando logo a frente. GG e eu já nos direcionávamos para lá (ele voltava conosco, já que sua casa não era longe e assim os meninos não o pegavam na hora da saída), quando vejo a latina e Normani pararem a nossa frente. Não vou, mentir, me senti um pouco nervosa agora.

- Você está bem? – Foi a mulata quem perguntou primeiro, enquanto Camila deixava a pergunta morrer no fundo de sua garganta.

- Sim! Ahm, só... – Olhei para a pequena a minha frente, parecia um pouco envergonhada, eu diria. – Só machucou um pouco.

- Um pouco?! – Vi um olhar raivoso sair de Camila no mesmo instante. Acabei estremecendo. – Você estava sangrando quando saiu do ginásio!

- Ah, quanto a isso....

- Ela quebrou um dente e cortou um pouco a boca, nada com o que se preocupar Mila. – GG corta minha fala. Vejo Normani arregalar os olhos e sussurrar um: Uau!

- Desculpa, eu... Eu não queria machucar você! - Ela tinha uma expressão de culpa.

- Tudo bem, Camila! Não se precupe, eu sei que você não queria realmente fazer isso. Acredito em você, não precisa se preocupar tanto, eu já estou bem! - Afirmei, segurando em seus ombros e olhando em seus olhos.

A latina corou quando percebeu que estávamos nos encarando além da conta. Soltei um pigarro e tirei minhas maos de onde se encontravam no corpo dela.

- Eu... Eu tenho que ir agora. Meu pai está nos esperando. - Falei rapidamente e segurei GG pela camisa e o puxei para sairmos dali o mais rápido possível.

Não me preocupei em me despedir das meninas. Aliás, nem eu sabia porque estava nervosa daquela forma.

Quando entrei no carro, meu pai olhou para meu rosto e de repente uma feição raivosa se apossou dele.

- O que houve com seu rosto?

- Digamos que a crush da Laur é estabanada e não pode praticar nenhum esporte para o bem da sociedade. - Olhei pars trás e vi GG com um sorriso sarcástico.

- Primeiro: Foi um acidente. Segundo: Ela não é minha crush, nós nem nos falamos direito! - Disse completamente nervosa e me virando para frente e cruzando os braços.

O riso de meu pai preencheu o veículo, logo depois virando uma gargalhada junto a de Grant. Revirei os olhos.

Era só o que me faltava.


Notas Finais


Enton, espero que tenham gostado.
Se caso, achem que estou indo DEVAGAR DE MAIS... avisem, posso aumentar o tamanho dos caps. Até mais pq, nao sei como vcs gostam deles, grandes ou curtos.
Mas calma, que tudo vai se ajeitar kkk
No mais, é isso, até a proxima.
Quem sabe... talvez.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...