História It's Confuse - Capítulo 40


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Personagens Originais, Rap Monster, Suga, V
Tags Bangtan Boys, Bts
Visualizações 82
Palavras 1.799
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Hentai, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Violência
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 40 - 40


Jungkook P.O.Vs

ANIVERSÁRIO DO YOONGI

Então, finalmente! Aniversário do Yoongi! Estou tão animado para dizer a ele que vai viajar comigo.

Vou até o estúdio dele, onde ele está trancado há quatro dias. Bom, acho que não devo me preocupar, ele disse que estava tudo bem.

— Hyung?

Sem nenhuma resposta, abro a porta com um grande sorriso no rosto, todo ansioso para dar a novidade.

Levanto os olhos e me deparo com ele caído no chão. Corro até ele, gritando.

— HYUNG? — Balanço seu corpo, mas não tenho nenhuma resposta. — HYUNG!

E aí sim tenho alguma resposta. Ele levanta a cabeça e me olha, com os olhos semi-cerrados.

— J-Jungkook? O que foi...?

— O QUE ACONTECEU?

— Não sei... Só estou me sentindo cansado. Deixe-me dormir...

Quando vai fechar os olhos, balanço seu corpo novamente.

— NÃO DURMA!

— Por quê?

— Eu não sei o que pode acontecer se você dormir, Yoongi — começo a chorar em silêncio. — Eu vou te levar ao hospital. Prometo que cuidarei de você.

Com um pouco de dificuldade, pego ele no colo. Suga não é tão grande e é bem magro, bem... Ele está mais magro do que antes. Eu odeio quando ele faz isso...

— Não quero que me leve pro hospital... Estou bem.

Sua pele está mais branca do que o normal, seus lábios estão roxos. Porra, o que ele fez?

— Cale a boca. Eu vou levar você para o hospital.

Infelizmente, nenhum dos meninos estão por perto. O prédio da BigHit está vazio. Nem o manager está aqui.

Saio do prédio, indo para um beco. Encontro a nossa van. Coloco o hyung no banco do carona e entro na van.

— Você não pode dirigir, Jungkook. Você...

— Foda-se. Me conte o que você fez pra ficar desse jeito!

Começo a dirigir (não me pergunte como sei dirigir) e ir em direção ao hospital.

Yoongi se escora na porta do carro, suspirando.

— Ah, Jungkook... Deu tanta merda... — agora ele começa a chorar em silêncio também. — Eu odeio a Bora... Odeio tanto ela...

— Então você descobriu tudo, não é?

— Por que você não me contou?

— Porque estava esperando para ver se ela teria coragem de contar. Eu te contaria se ela demorasse muito. E se está se perguntando como descobri, aí vai: Taehyung demonstra muita felicidade ultimamente. É meio óbvio.

Ele começa a chorar mais ainda quando paramos em um sinal.

— Ela me trocou e mesmo assim não consigo deixar de amar ela... Sou tão idiota...

— Você não é idiota, Suga. Eu prometo resolver isso. Agora pare de falar, precisa ficar quietinho.

O sinal abre e eu passo na frente todos, indo o mais rápido possível para o hospital.

Chegamos no local em poucos minutos, apoio o braço dele sobre meus ombros e o puxo para dentro do estabelecimento. Achamos uma enfermeira sem muito esforço.

— O que ele tem? — Pergunta ela, me ajudando a carregá-lo.

— Não faço ideia. Por favor, ajude ele...

A médica chega também, com uma maca. Coloco Suga em cima dela e quando vou acompanhá-lo até uma sala, a enfermeira me pára.

— Eu sei que não parece grave agora, mas a situação pode piorar. É melhor você ficar aqui.

Concordo e vou me sentar num banco que há perto da sala.

Era pra ser um dia feliz. Eu e Yoongi viajaríamos e seria tão legal... Ele está tão triste, tão magro e tão branco... Eu nem sei se ele se alimentou bem. Não ando cuidando dele como deveria. Me sinto culpado...

***

— Jungkook!

Ergo a cabeça e vejo os meninos correndo em minha direção. Me levanto e ergo os braços, sendo abraçado por todos eles.

— O que aconteceu com o Yoongi? — Pergunta Jin.

— Não sei, hyung. Quando fui ao estúdio dele, o encontrei caído no chão. Pálido e seco.

— A Bora vai chegar em poucos minutos — diz Taehyung, colocando o celular no bolso e nos olhando. — Ela está por perto.

De repente, um calor sobe pelo meu corpo e eu fico com raiva. Consequência disso: começo a falar qualquer merda que vem à cabeça.

— Ela não deveria vim.

— Por quê? — Perguntam todos.

— Ela é a culpada por Yoongi estar aqui. E o Taehyung também!

Avanço pra cima dele, erguendo meu braço, querendo socá-lo. Sou impedido pelo Hoseok. Ele parece muito assustado com a situação.

— E-Ei, Jungkook! Nem o Taehyung nem a Bora têm culpa disso!

— Eles têm sim!

Vejo Namjoon cruzar os braços e me encarar severamente.

— Por que eles teriam culpa?

Porra. Eles também não sabem?

Empurro Hoseok e grito, cheio de raiva.

— PORQUE ELES ESTÃO NAMORANDO!

O silêncio domina o lugar agora. Minha respiração está pesada e acelerada. Provavelmente meu rosto está vermelho pra cacete por conta da raiva.

Olho para Taehyung, que fita o chão, sem falar nada. Os meninos também olham para ele, e então, Jimin pergunta.

— É verdade?

Taehyung confirma com a cabeça e diz.

— O manager não pode saber.

Quando vou avançar pra cima dele novamente, Namjoon segura meu braço e diz calmamente.

— É melhor você ir lá pra fora, Jungkook.

Concordo sem pensar duas vezes. É muito melhor ir para lá do que ficar aqui encarando o culpado por Yoongi estar naquele estado.

Vou para fora do prédio, sozinho e me sento num pequeno muro, bagunçando o cabelo para tentar me acalmar.

Nunca pensei que um dia eu poderia querer bater no Taehyung. Taehyung já foi meu melhor amigo, só paramos de nos falar normalmente por causa de Bora. Ele ficou obscecado por ela e nunca mais falou sobre outro assunto.

— Jungkook! Ainda bem que está aqui!

A pior voz do mundo enche meus ouvidos. Por impulso, ergo a cabeça, mesmo não querendo vê-la. Me levanto, totalmente sério. Ela para de correr até mim e faz uma cara confusa.

— Aconteceu alguma coisa?

— Aconteceu que... — começo a andar até ela com passos firmes. Ela recua, por algum motivo. - Você e o Taehyung são os culpados por Yoongi estar no hospital.

— Por quê?

— Você trocou ele, Bora! Fez ele sofrer, não ter vontade de fazer nada, nem de comer! Você ama fazer isso, não é?

— Eu...

— Você deve ir embora antes que eu conte tudo para o manager e faça ele separar você e o Taehyung, tá me ouvindo?

Ela arregala os olhos e tropeça nos próprios pés, caindo no asfalto do estacionamento e recebendo o olhar de todos por volta. Não é nenhuma novidade ela estar chorando.

— Eu quero que você peça demissão ou eu mesmo vou pedir para tirar você da equipe de maquiagem — respiro fundo, me segurando para não socá-la. E então, faço meu último pedido. — Nunca mais chegue perto do Yoongi!

***

Yoongi P.O.Vs

ANIVERSÁRIO DA BORA

A única coisa que lembro é de falar com Jungkook antes de acordar num hospital.

Não sabia que parar comer e parar de fazer atividade física seria tão grave a ponto de eu acordar quatro dias depois.

Ainda me sinto fraco e estou meio confuso. Quando acordei, nenhum dos meninos estavam por perto. E agora também não estão. Acho que estou acordado há uma hora.

Vejo a enfermeira entrando e tento me levantar, mas ela me impede e dá um sorriso simpático.

— É melhor você ficar deitado. 

— Onde estão os meninos?

Outra enfermeira chega e escuta minha pergunta. As duas se olham e uma delas responde.

— Apenas três por vez, está bem?

Concordo, um pouco animado.

As duas saem e logo entra Jin, Namjoon e Hoseok. Quando me olham, dão sorrisos tristes.

— Como você está, Yoongi?

Que pergunta idiota.

— Pelo o que parece, nada bem — digo com ironia, fazendo eles rirem. — E aí? Alguma novidade?

— Hum... Não. Da nossa parte não. Jungkook tem algo urgente para contar. Jimin ficou conversando com o manager. E... Taehyung está resolvendo alguns problemas.

— Que problemas?

Os três se olham, nervosos.

— Você vai saber, Yoongi.

Fico confuso na hora.

— Como assim?

— Ei, não encha sua cabeça com nada agora. Nos conte. Como que você foi parar aqui?

Tudo o que eu ouvi quando falei com Bora por skype vem à tona em minha mente. Mais rápido do que qualquer outra coisa, meus olhos ficam cheios de lágrimas.

— Yoongi?

— Eu não quero falar do assunto, gente. A enfermeira deve ter falado o porquê de eu vim ao hospital.

— É, ela falou — Namjoon diz, fitando o chão. — Mas a gente queria escutar de você.

— Ah, não... Eu não quero falar sobre isso.

— Okay, tudo bem.

Tem alguma coisa errada com eles...

A enfermeira os chama, depois Jungkook entra. Ele está meio vermelho. Céus... Deve ter acontecido alguma coisa.

Jungkook também pergunta como estou e tal. Ele parece nervoso.

— Aconteceu alguma coisa, Jungkook?

— Não...

— Abra o jogo!

— Aish, é que...

Ele me conta toda a história. Todos os detalhes. Eu ouço tudo atentamente e cada coisa nova eu fico mais triste ainda. Não acredito que ele fez isso com a Bora...


— Por que fez isso?

— Porque... Eu me importo com você, hyung. E ela te magoou, trocou você. Isso foi errado e por culpa dela você está aqui!

— Foda-se se ela me magoou, Jungkook! Eu amo ela — infelizmente — e não estou nem aí se ela fez algo para mim. Não quero que tratem ela mal, nem o Taehyung.

— Mas ela te tro...

— Eu sei que ela me trocou! E eu odeio ela por isso! Mas isso é coisa minha! — Dou uma pausa, pois fico com dor de cabeça. — Ela já saiu da equipe?

— Vai sair hoje.

— E ela já veio me visitar?

— Não... Eu mandei que não deixassem ela entrar.

— Jungkook!

— Desculpa, hyung. Eu estava tomado pela raiva...

— Você fez ela chorar e passar vergonha em público! Fez o maior escândalo no hospital! Você deve se controlar!

— Okay, okay. Mas ela vai sair hoje, não posso fazer nada. Mas! Eu tenho algo bom.

— Ah é?! E o que seria?

— O manager não gostou muito da "decisão" dela de sair. Ele está começando a gostar da Bora. Se você quiser, posso convencer ela a voltar.

— Não! Eu vou fazer isso. Preciso falar com ela.

Kook me encara por um tempo, confuso.

— Você não odeia ela? Não ficou triste por ela ter te trocado?

— Eu... Eu odeio ela. Fiquei chateado, sim. Mas eu amo ela, Jungkook... Eu sei que é confuso, tanto pra ti quanto pra mim. Preciso falar com ela... Não vou conseguir ficar tanto tempo afastado dela.

— Percebi. Em quatro dias, você ficou desnutrido e agora está aqui.

— Pois é... Mas me conte, como está o relacionamento da Bora com o Taehyung?

Ele respira fundo antes de falar.

Por favor, diga algo bom...

— Eles ainda estão juntos.

Dou um sorriso fraco, feliz por ela.

Não sei mais o que faço... Por um lado, falo a mim mesmo deixar isso de lado e seguir em frente, tentar esquecer tudo. E, por outro lado, digo a mim mesmo para insistir. Mas não pense que vou insistir e, se eu conseguir separar os dois, vou ficar com Bora. Não! Algo me diz que tenho que fazer ela sofrer como eu sofri!

É isso! Eu vou me vingar! Vou ser um Min Yoongi que nunca fui com ela!



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...