História It's Confuse - Capítulo 56


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Personagens Originais, Rap Monster, Suga, V
Tags Bangtan Boys, Bts
Visualizações 74
Palavras 1.931
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Hentai, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Violência
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Aloooo
Eu só queria avisar que: a fic vai acabar lá pelo cap 70
Sim, eu enrolo, gosto de enrolar pq acho legal ficar escrevendo rsrsrsrs me perdoem
Enquanto isso não acaba, aproveitem, ou não

Capítulo 56 - 56


Acordo com um barulho alto. É meu celular. Ergo o travesseiro e o pego, atendendo em seguida.

~ligação on~

LR: BORA? AI MEU DEUS! VOCÊ ESTÁ BEM?

Eu: Fale baixo, Laura! O Hope tá dormindo!

LR: EU NÃO ESTOU NEM AÍ! FIQUEI SABENDO DO QUE ACONTECEU E FIQUEI TE LIGANDO DESESPERADAMENTE! PENSEI QUE TINHA MORRIDO!

Eu: F-Fique calma! Eu estou bem, Laura.

LR: FICAR CALMA?! NÃO TEM COMO FICAR CALMA! EU DISSE PARA TOMAR CUIDADO E OLHA NO QUE DEU! VOCÊ FOI PRO HOSPITAL E SEI LÁ QUANTOS OSSOS QUEBROU!

Eu: Só duas costelas.

LR: VOCÊ ESTÁ FAZENDO EU FICAR MAIS NERVOSA, CARALHO!

Eu: Me escute! Não vai adiantar você ficar me dando sermão só porque me enfiei no meio delas! Já passou e agora eu estou bem, okay? Estou bem!

LR: Me desculpe, só... Merda... Me preocupo muito com você. Queria estar aí pra te confortar.

Eu: Você tem seus filhos e seu marido para cuidar, e ainda tem o seu trabalho! Não precisa ficar pensando nisso. Me conte, como estão seus filhos?

LR: Aish... Eles... Estão bem. Estão dormindo.

Eu: E o Lorenzo?

LR: Ele está dormindo.

Não sei como. Seus gritos foram altos.

Eu: E você?

LR: Preocupada, ainda! Ainda não acredito que foram as ARMYs que fizeram isso... Você está bem mesmo?

Eu: Sim. Estou bem. Não se preocupe.

Olho para o lado e vejo que Hope está acordado, olhando fixamente para mim. Dou um grito pelo susto.

LR: AI MEU DEUS! O QUE ACONTECEU?

Eu: H-Hoseok! Que susto!

LR: CU! É O HOPE? QUERO FALAR COM ELE!

Eu: Não! Você não vai falar com ele.

LR: Opa, espera aí. A SENHORITA ESTÁ DORMINDO COM O HOSEOK?

Eu: É-É, estou. Mas não vem pensar bosta não! Eu quero esconder meu namoro com o Yoongi, então não pude dormir com ele, e, se não fosse o Hope, seria o Taehyung. Imagina a merda que seria se eu dormisse com o Tae!

LR: É, tá. OPA, ESPERA DE NOVO! VOCÊ E O YOON ESTÃO NAMORANDO?

Eu: Sim. Eu não te contei?

LR: Você anda esquecendo de me contar muitas coisas. Mas me fala! Como está indo o relacionamento de vocês?

Eu: Hum... Eu acho que bem.

LR: Acha?!

Eu: É. Não aconteceu nada de errado. Ainda.

LR: Nada de errado vai acontecer para separar você dois. Pode confiar em mim. Agora eu preciso desligar, o Leo acordou e está me chamando. Me dê mais notícias, okay? Até logo!

Eu: Até.

~ligação off~

Desligo o celular e o deixo em cima do criado-mudo. Depois, me viro, ainda vendo Hope. Agora ele está com os olhos fechados, mas contem um sorriso no rosto.

— Hope?

— Hm?

— Eu te acordei, não é?

— Nah... Eu estava acordado faz tempo.

— E o que ficou fazendo todo esse tempo?

Ele suspira e abre os olhos.

— Te observando, ué. Não sei se quando acordaria iria querer algo, então não arrisquei dormir.

Minhas bochechas esquentam e eu solto uma risadinha.

— Não precisava disso. Você deve estar cansado. Teve um fansing, né?

— É. Mas fansing não cansa. E eu estou acostumado com a rotina agitada. Até é estranho poder dormir até tarde e ficar dias sem fazer nada, como estamos ultimamente.

Concordando, tento me levantar, mas ao mesmo tempo, minhas costas dão um estalo alto e junto vem uma dor insuportável. Grito e me atiro na cama novamente. Hope fica de joelhos, mantendo suas mãos perto de mim. Acho que ele não sabe o que fazer.

— O-O que aconteceu, Bora? Onde doeu?

— Aish... Não é nada, Hoseok... Fique calmo.

— Calma o caralho! — POR QUE NINGUÉM QUER FICAR CALMO NESSA PORRA? — Você está com dor! Me diga aonde!

— Nas costas! Na verdade... Em tudo. Aigoo... Tudo dói, Hope.

— O Yoongi me trouxe a cesta que tem os remédios. Eu vou lá buscar. Fique aqui.

— Como se eu pudesse sair daqui!

Ele se levanta, me olhando e rindo.

— Você anda muito tempo com o Yoongi.

Solto uma risada alta, apesar da dor que domina meu corpo. Vejo Hoseok andar até uma poltrona distante e pegar algum remédio de dentro da cesta. Ele se vira para mim e diz.

— Vou ter que pegar um copo lá embaixo. Já volto.

E por fim, sai do quarto. Eu me ajeito na cama, tentando não pensar na dor. Ainda não acredito que quebrei duas costelas... Tudo por causa daquelas ARMYs desgraçadas.

Depois de um tempo, Hope aparece de novo, com um copo d'água e o remédio em mãos. Ele sorri quando me vê e caminha até mim.

— Pronto. Tome.

Pego o remédio e o copo e tomo o remédio. Não estou acostumada a tomar remédio de pílula. Entrego o copo para ele e me deito novamente.

— É só esperar alguns minutos e não vai sentir mais dor, pequena. Agora eu preciso sair com os meninos.

— Onde vou ficar?

Ele dá um sorriso pequeno e continua.

— Vou te mostrar. Mas tem que ficar com os olhos fechados!

— O quê?!

— Vamos logo!

Hoseok me ajuda a levantar e a sair do quarto. Com os olhos fechados, eu ando junto com ele até não sei aonde. Escuto uma batida na porta e logo ela é aberta.

— O-Oi?

MAS O QUÊ? É A VOZ DO TAEHYUNG?

— Oi, Tae. Eu vim aqui te dizer que te amo muitão, mas também vim dizer que você vai ter que cuidar da Bora.

A porta é fechada com brutalidade e eu abro os olhos.

— H-Hoseok! E o meu pai? Não posso ficar com ele? Sabe que não posso ficar com o Tae!

— Ah, vamos lá! Seu pai foi embora de manhãzinha. Não tem onde ficar. Taehyung é o único que vai poder te cuidar.

— Mas ele não vai sair também?

— Não. Ele não quis. É isso. Vai ter que ficar com ele.

— Aigoo...

A porta é aberta novamente e revela Tae. Ele não está sorrindo nem está sério. Não sei como descrever sua expressão. É... Estranha.

— Coloque ela na cama — ele diz, indo para o lado para que possamos entrar. — Rápido, Hoseok.

Nós entramos e eu me deito na cama, nervosa para um caralho. Hope se despede e sai. A porta até é fechada, mas Tae não aparece. Será que ele foi ao banheiro?

Meu celular vibra e eu o pego, vendo uma mensagem do Jin: "Desculpe deixarmos você com o Taehyung. Tente conversar com ele, socializar, sei lá. Anime ele. Tente tirar esse clima pesado que há entre vocês. Nos vemos depois. Tchau!". Filho da puta...

Largo o celular ao escutar um suspiro. Tae está esfregando os olhos enquanto caminha. É sério? Você estava chorando, oppa? É, estava. Seus olhos estão vermelhos. É impossível você os esconder.

— Você quer alguma coisa, Bora? Água? Comida?

— Não, obrigada.

Percebo que nós dois estamos nervosos e tensos. Não vai ser nada fácil ficar aqui. Espero que os meninos não demorem. Nós ficamos olhando para o nada, apenas no silêncio. Ao mesmo tempo, fico brincando com a capinha do meu celular. Por quanto tempo vamos ficar assim?

— E-Então... — ele começa, apertando as próprias mãos, mas incapaz de me encarar. — C-Como anda as coisas?

— Andam bem, tirando o fato de que fui espancada.

Isso por algum motivo tira uma risada curta dele.

— É, mas parece que isso não afeta muito você.

— De forma alguma.

Não sei o que dizer, então só falo isso mesmo. Com isso, ele me olha e mexe as mãos.

— Dá pra tentar ser menos formal, Bora? Porra, eu estou... Tentando conversar. Parece que você não quer.

Merda...

— Desculpe, Tae... Só é... Estranho.

— O que é estranho? Conversar com um ex-namorado normalmente?

— Não é isso. É que parece que cada vez que vou falar contigo, vou te machucar.

— Você já me machucou, Bora. Agora não tem razão pra ficar com medo de "me machucar"! Eu juro por tudo que estou tentando esquecer. Esquecer do que eu sinto, esquecer que a pessoa que mais amo me trocou. Por mais que eu tente não pensar nisso todos os dias, ver vocês dois indo para todos os cantos juntos e sorrindo me faz lembrar mais ainda. É, você me machucou. Já aconteceu. Não adianta mais nada você tentar ficar sem falar comigo para "não me machucar".

Abaixo a cabeça, pensando no que está dizendo. Eu o evitei muito ultimamente. Parece que nunca houve nada entre nós. Sim, ainda sinto algo por ele. Algo bem forte por sinal. Ele é diferente do Park. Por mais que a gente tenha parado de se falar, continuo com o mesmo sentimento de antes.

Quando olho para ele novamente, ele pergunta.

— Mas me fale... Ele não te machucou nenhuma vez, não é?

— Não.

— Que bom — sorri fraco. — Eu tinha certeza disso. Eu disse que ele seria mais carinhoso.

— Você também foi carinhoso, oppa.

— E-Eu sei. Mas não o suficiente. Eu sempre tinha tantas outras coisas pra fazer e acabava te deixando de lado. O Yoongi deixa tudo de lado e vai ficar com você. Era isso que eu tinha que ter feito.

— Não se culpe pelo o que aconteceu. Foi culpa minha, Taehyung. Antes de ficarmos juntos, eu estava confusa, aí o Jin...

— Te deu conselhos e você os seguiu, acabou ficando comigo e depois viu que não era exatamente o que queria, então terminou comigo para seguir seu coração. Já escutei essa história. Jin me contou e disse que eu não deveria ficar bravo com você.

— E você está?

— Não. Eu te disse que não ficaria bravo com você por essa decisão. Eu apenas sinto falta, apesar de não ter sido por tanto tempo.

Preciso confessar: também sinto falta. A gente pode não ter passado muito tempo juntos, passeando ou fazendo outra coisas juntos, mas sinto falta. Mesmo assim, não posso fazer nada agora. Estou com a pessoa que amo.

— V-Vamos parar de falar sobre isso — ele diz, coçando a nuca. — Vamos conversar sobre outra coisa.

— Sobre o quê?

Ele bagunça os cabelos e suspira. Está com um semblante pensativo.

— Aish... Parece que esse é o único assunto que há entre nós.

— Você quer resolver isso?

— Como?

— Hum... Vamos olhar vídeos juntos! Vem, sente aqui.

— Ahn... Tá.

Timidamente, ele se senta ao meu lado. Eu dou meu celular a ele para que possa escolher o vídeo.

— O que quer que eu coloque?

— Não sei. Escolha.

Tae morde o lábio inferior e começa a procurar um vídeo. Eu poderia me derreter aqui mesmo.

— Já sei! Vamos fazer uma competição! Que rir primeiro, perde!

— Feito!

Ele coloca um vídeo e nós ficamos concentrados. Ele sabe mesmo escolher um vídeo, esse é o mais engraçado que já vi. É difícil segurar o riso. Chega uma hora em que eu e Tae nos olhamos e começamos a rir.

— Você riu primeiro — digo, apontando para ele e rindo alto.

— Não! Você riu primeiro!

— Não. Você riu meio segundo antes de mim. Então, vai ter que sofrer as consequências.

Ele cruza os braços, mas continua rindo. Ele é tão lindo, cacete!

— Okay, qual vai ser a minha punição?

Não pensei nisso...

— Ahm... Não sei.

— Então, você sofrerá a punição.

— O-O quê?

— Me dê seu celular.

— Por quê?

— Me dê logo, Bora!

Reviro os olhos e dou meu celular a ele. Meu celular não tem senha, então ele apenas desbloqueia e procura por algo. Depois de um tempo, ele me devolve o objeto e eu olho para a tela. Mas o quê...? É o vídeo que gravei quando ele estava beijando meu pescoço. Ver isso ainda me encanta.

Olho para Tae, que mantem um sorriso no rosto.

— Recordação.

Ele apenas diz isso e depois fica mexendo no celular. Você me ama mesmo, não é? Saiba que sinto a mesma coisa. Seu amor é correspondido, tenha certeza disso. Mesmo assim, agora não sou capaz de ficar junto com você. Me perdoe por tudo.

— Ainda somos amigos, não é, Tae?

Ele me olha e larga o celular.

— Se você quiser, sim, ainda somos.

Sorrio e o abraço.

— Obrigada... Obrigada por não me deixar.

— Eu nunca te deixaria, pequena.


Notas Finais


Pouca coisa que influencie na história? Talvez. Eu apenas queria mostrar como está a situação entre a Bora e o Taehyung. É possível ver que ele ainda a ama e vou mostrar o que ele pensa daqui alguns caps
Não desistam de mim por enrolar ❤


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...