História It's just that I hate to love you! - Capítulo 20


Escrita por: ~

Postado
Categorias Carrossel, Cúmplices de um Resgate, Giovanna Chaves, João Guilherme Ávila, Larissa Manoela, Maisa Silva, Thomaz Costa
Personagens Alícia Gusman, Giovanna Chaves, João Guilherme Ávila, Larissa Manoela, Maisa Silva, Margarida Garcia, Paulo Guerra, Thomaz Costa
Tags Drama, Jolari, Lufer, Romance, Thomah, Traição
Exibições 125
Palavras 654
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Aventura, Colegial, Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Escolar, Famí­lia, Festa, Romance e Novela, Suspense
Avisos: Álcool, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Sexo, Spoilers, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Capítulo 20 - :::.Sério?.:::


Fanfic / Fanfiction It's just that I hate to love you! - Capítulo 20 - :::.Sério?.:::

 

Quarta-feira, 12 de julho de 2016 - São Paulo

15h08min. 

 

 

 

 

 

Ponto de Vista Larissa Manoela

 

 

 

 


------ Hãn? Na bochecha né? Eu não vou beijar meu amigo tá louco meu! ------ Falei irritada. Ele só pode ter fumado maconha antes de vir pra cá né só pode. Ele me me lança um olhar de reprovação. ------ Foda-se beija voce então. ------ Falei mostrando o dedo do meio pra ele. 

------ Ah! Larissa é só um beijinho nem vai significar nada. ------ O Thom fala. Se ele não parar vou acabar socando a cara dele. 

------ Beija voce então ué! ------ Falei dando de ombros. Ele bufa irritado. Não vou e pronto. Não sou obrigada a nada. Dane-se todo mundo.

------ Então paga o castigo. ------ Ele fala em um tom diabólico. O que me deu calafrio. Aff. O Thom só pega pesado. Sabia que não ia ser boa ideia essa brincadeira. ------ Vai ter de fazer stripper no meio da rua ao som do Mc Delano. ------ Ele fala. 

------ Voce só pode estar de brincadeira né Thomaz Costa. Eu não vou fazer isso. Voce pega muito pesado. Primeiro essa invenção de beijo agora isso? Voce cheirou maconha antes de vir pra cá né? Só pode. Eu não quero mais brincar. ------ Falei já me levantando. Mas, fui puxada de volta pra o chão. Fui surpreendida com um selinho rápido. Ele? E sério isso? Gelei na hora eu não esperava.

------ Pronto não precisa mais pagar castigo, afinal eu não ia deixar minha amiga fazer isso não é? ------ O Gustavo quem fala. Não falei nada até agora. Apenas me sentei de volta na roda. Tá bom isso foi muito estranho. ------ Tá bom pra voce Thomaz? ------ Ele fala e o garoto se dar por vencido.

------ Ok! Continuando. ------ A Nanda fala girando a garrafa.

 

 

XXXXX

 

 

 

Ponto de vista João Guilherme 

 

 

Depois que a Larissa saiu aqui da minha casa, meu mundo desmoronou e ainda tive que aturar a mãe dela no meu pé do ouvido. Tudo bem né mãe é mãe. 

Nunca pensei que um dia eu iria chorar por uma garota. Nunca pensei que um dia eu iria estar apaixonado de verdade por uma garota. E a escolhida no meio de tantas outras que cruzaram a minha vida foi ela. Ela foi a escolhida. Não vou deixar ela escapar assim tão fácil.

Minha vontade agora é de estar abraçado a ela na praia sentindo o seu cheiro o seu calor. Uma combinação perfeita não. Eu, o mar e ela. Não vou perde-la, lutarei por o nosso amor. Não sei ainda se é amor mesmo, mas eu sinto que ela é a minha paz. Já não iria suportar minha vida sem ela. Eu sei que ela ainda sente o mesmo. Apesar da raiva. E ela tem razão para estar brava. Eu no seu lugar faria o mesmo. Mas, eu não vou desistir. Sou tirado de meus pensamentos quando ouço a campainha tocar. Então vou lá ver quem é. 

Abro a porta. E a mesma revela uma garota. O que ela está fazendo aqui? Sem ao menos eu ter chances de perguntar algo. Sou surpreendido por um beijo. Por impulso acabei retribuindo.

 

 

XXXXX

 

 

Ponto de vista Larissa Manoela

 

 


------ Aquilo foi estranho não acha? ------ Falei e ele assenti que sim com a cabeça. Agora eu e ele andávamos pela praça. 

------  E, mas eu fiz isso porque o Thomaz ia ficar te enchendo até o fim do dia. ------ Ele fala parando em frente amim e segurando a minha mão. ------ Sei lá Larissa eu sinto algo diferente por voce. Algo que eu nem sei como explicar. Voce mexe comigo de um jeito. Eu sinto isso por voce, algo que eu nunca senti por nenhuma outra pessoa. ------ Gelei. Ele fala isso olhando por dentro dos meus olhos. ------ Deixa eu te provar ser diferente! ------ Pronto, meu Deus e agora?

 

 

XXXXX

 

 

 

 

 



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...