História Its Not A Secret - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Infinite
Personagens Sunggyu, Woohyun
Exibições 42
Palavras 1.257
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Lemon, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Yaoi
Avisos: Homossexualidade, Insinuação de sexo, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 1 - Capítulo Único


Fanfic / Fanfiction Its Not A Secret - Capítulo 1 - Capítulo Único

-Na primeira vez que te vi entrar no meu quarto, eu soube.

-O que? Naquela noite?

-Não. Naquele dia, Sunggyu,  quando me viu acordando. - Woohyun riu. - Quando vi pela primeira vez esse seu sorriso.

-Eu nem sabia quem você era e . . . - Sunggyu colocou o braço de Woohyun em volta do próprio ombro e deitou no ombro do garoto, para evitar que ele visse seu rosto enquanto falava sobre aquele dia. - Eu te vi sem roupa. - Ele sussurrou.

 

Woohyun soltou uma gargalhada e abraçou a cintura de Sunggyu com a sua mão livre, esticando suas pernas sobre a cama.

 

-Você estava me espionando durante muito tempo antes de eu te ver não estava?

-Não! Eu juro que tinha acabado de entra no quarto! - Ele virou seu rosto para Woohyun, tentando se explicar.

"Eu acredito em você." - Woohyun fazia cócegas com seus cílios compridos na bochecha de Sunggyu enquanto beijava seu rosto.

"Woohyun." - Sunggyu sussurou. - "Eu te amo."

O beijo barulhento de Woohyun em seu queixo o fez sentir um arrepio gostoso e ele riu.

"Eu te amo também." - Ele pressionou seus lábios contra os de Sunggyu enquanto repetia essas três palavras.

É verdade que Sunggyu continuava visitando o quarto do hóspede que dormia no final do corredor mas, como um bom cumpridor de promessas, não apenas ficava admirando o garoto, como antes. Eles agora trocavam plavras, carinhos e carícias, beijos que tentavam, sem sucesso, serem silenciosos. Às vezes Woohyun colocava o dedo sobre os lábios de Sunggyu para evitar que a sua voz saísse muito alta de seus lábios, mas parece que isso só aumentava a sua vontade de chamar o nome de Woohyun. Mas na verdade, Woohyun amava sentir aquela voz macia, entrando nos seus ouvidos devagar, longamente, em tom de gemido, pedindo beijos, pedindo por mais amores.

A noite estava fria, não um frio incômodo mas um frio gostoso, uma temperatura agradável o suficiente para ser dividida com alguém de braços fortes e costas largas, como Woohyun. Sunggyu fechara a janela do quarto assim que entrou, pois ele gostava da sensação de ter o mundo todo apenas para eles dois e senti-lo da melhor forma, dividindo aquela sensação com o garoto que tinha em seus braços.

-Eu acho que é hora de voltar para o meu quarto.

-Não vai, Gyu. - Woohyun choramingou, agarrando-se na cintura do outro e beijando sua clavícula exposta pela roupa.

Sunggyu soltou aquele risinho abafado que sempre vem antes dos beijos.

-Não acha que tô fazendo algo errado? - Sunggyu sussurrou sobre o ombro de Woohyun.

-Errado? Errado é você ir pra longe de mim. - Ele prendeu o corpo de Sunggyu com as suas pernas.-Você tá no meu quarto. Sou eu quem diz quando você deve sair.

Sunggyu sentiu a respiração do outro no seu pescoço e soltou um gemido baixo. Suas mãos deslizaram para dentro da camisa de Woohyun, subindo pelas suas costas, arranhando-as levemente.

"Eu contei ao Eric. Sobre nós."

"Você o quê?!" - Sunggyu puxou Woohyun pelos ombros para ver seu rosto.

"Ele disse pra você ser menos barulhento." - Woohyun riu e puxou Sunggyu de volta para dentro do abraço.

"Isso é metira." - Ele ria nervosamente.

"Sobre você ser barulhento ou sobre eu ter contado a ele?"  

"Woohyun." - Disse sério.

"É mentira, não contei a ele." - Woohyun sentiu as mãos do outro voltarem a passear pela suas costas e beijou o pescoço de Sunggyu, sua orelha e disse baixinho. - "E eu gosto de ouvir sua voz, então fique tranquilo."

Sunggyu inclinou o pescoço para o lado oposto para permitir-se sentir os lábios de Woohyun deslizando pela sua pele. Ele foi deixando seu corpo cair devagar na cama até se encaixar sob o corpo de Woohyun. Gyu sentia as pernas do outro segurarem as laterais de seu corpo enquanto seus lábios estavam unidos em um beijo lento e cheio de palavras silenciosas.
Woohyun ergueu um pouco seu corpo a fim de livra-se da camisa que vestia, ajudando Sunggyu a fazer o mesmo. Ele o beijava com mais intensidade agora, pressionando seus lábios contra os de Sunggyu e deslizando suas mãos pelo corpo do garoto,  com a respiração descompassada.
Sunggyu gemeu insatisfeito quando sentiu a língua de Woohyun deixar a sua boca, então ele o puxou pelos cabelos e mordeu o lábio inferior do garoto que estava deitado sobre ele. Woohyun sorriu e fez os seus beijos descerem pelo pescoço e colo de Sunggyu, sentindo-o vibrar a cada vez que descia pela pele do outro.  Agora WoohyuN descia com seus beijos pelo peito de Sunggyu e este o agarrava aonde quer que suas mãos alcançassem, a fim de trazê-lo mais para perto de si.
Ao mesmo tempo que queria voltar a beijar seus lábios, Sunggyu desejava qu os beijos de Woohyun descessem mais ainda pelo seu tronco. Mas antes de continuar, Woohyun livrou-se das peças que restavam no outro garoto e com os lábios tocando o abdomem de Sunggyu, Woohyun desceu o mais lentamente possível pelo caminho que restava até o local desejado, apenas para ouvir  Sunggyu chamar seu nome, naquele tom que ele tanto amava.
Sunggyu cobriu a boca com sua mão e tocou os cabelos de Woohyun com as pontas dos dedos enquanto sentia os lábios do outro deslizarem pelo seu membro. Ele sentiu a língua de Woohyun pressionar sua pele e tentou conter o um gemido mais alto. Woohyun realizava movimentos cada vez mais rápidos, com as mãos presas na cintura do outro, sentindo gotas de suor descendo pelas suas têmporas. Ele pôde ver a expressão de Sunggyu quando este sentiu toda aquela onda de prazer que Woohyun estava proporcioando a ele.

Woohyun então deslizou seu corpo sobre o de Sunggyu e o abraçou forte, beijando seu rosto todo e dizendo mais uma vez que o amava, com aquela voz de quem não quer desfazer o abraço. Woohyun segurou Sunggyu pelos braços e tronco, fazendo-o sentar-se sobre as suas pernas, e como ele agora também não tinha peça alguma cobrindo seu corpo, vibrou ao sentir toda a pele de Sunggyu chocando-se contra a sua. As mãos de Woohyun agarraram as costas de Sunggyu e ele beijou o pescoço do garoto antes de penetrá-lo devagar, a fim de fazer o garoto sentir o mínimo de dor possível e o máximo de prazer.
Realizou movimentos lentos até sentir Sunggyu subir e descer sobre seu corpo, em movimentos que aumentavam gradativamente em sua velocidade. Sunggyu prendeu seus braços nas costas de Woohyun e com os olhos fechados, fazia o outro ouvir e sentir a sua respiração pesada sobre seus ombros, até os movimentos cessarem e unirem seus lábios em um selar demorado, na espera que ambos normalizassem as suas respirações.

Woohyun abraçou o corpo de Sunggyu e o puxou num abraço cheio de respirações entrecortadas e sorrisos sobre os ombros.

"Eu te amo tanto." - Woohyun começou a chorar.

Sunggyu afastou seu corpo depressa e correu para evitar que aquela lagrimazinha chata manchasse aquele rosto bonito.

"O que é isso?" - Ele fez as lágrimas pararem e beijou os olhos dele.

"É porque estou feliz em ter alguém como você." - Os lábios de Woohyun estavam avermelhados por causa do choro, assim como suas bochechas.

"Então  você deve sorrir - Sunggyu deu um tapinha nas bochechas do outro e riu. - porque eu nunca vou sair de perto de você."

E com aquela brisa aconchegante de felicidade cobrindo todo o seu corpo, Woohyun voltou a sorrir, dentro de mais um abraço.


Notas Finais


meow ~


Muito obrigada por ler! ~<3


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...