História It's Not So Easy - Capítulo 17


Escrita por: ~

Postado
Categorias Guns N' Roses
Visualizações 51
Palavras 1.485
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Drama (Tragédia), Hentai, Romance e Novela
Avisos: Álcool, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Voltei honeys

Capítulo 17 - Holy Shit!


Fanfic / Fanfiction It's Not So Easy - Capítulo 17 - Holy Shit!

Pov-Candice

Sim... ele estava me beijando. 

Axl me pegou completamente de surpresa,  não me dando chances de recuar ou dizer qualquer outra coisa.  Seus braços fortes envolveram minha cintura enquanto minhas mãos involuntariamente foram para seus cabelos.  Me sentia uma boneca,  mede deixei levar por seu delicioso beijo. Sua língua penetrava cada ves mais minha boca,  explorava cada centímetro dela, ele me agarrava por inteiro sem desgrudar seu peito do meu. Eu não conseguia raciocinar muito bem, e tudo que eu consiga pensar no momento era que aquele beijo estava ótimo e eu estava no céu. 

Pude abrir os olhos por um momento ainda no embalo daquele beijo. Os olhos de Axl ainda estavam fechados se deliciando daquele momento , até que uma lâmpada estalou em minha mente e meus olhos se arregalaram por completo. 

Recuperei o resto de insanidade que ainda havia em mim, e empurrei Axl com toda força,  o próprio acabou se desequilibrando caindo e batendo as costas no sofá soltando um gemido alto de dor. 

- PORRA! - gritou o ruivo. 

- QUE MERDA É ESSA AXL?

- Oque? - perguntou ele se levantando um pouco tonto. - Não precisava ter pegado tão pesado assim, você me machucou! 

- Por que fez isso! ? Onde é que você tá com a cabeça? 

- Candice só foi um beijo! - disse me olhando nervosamente. - E você correspondeu! 

-Eu já sei qual é a sua Axl. - falei apontando o dedo em sua cara. -Não está suportando a idéia de eu estar saindo com o Dean e agora vem aqui querer me seduzir pra depois que conseguir o que quer e se mandar!

- Eu não acredito que estou ouvindo isso de você!  Tem noção do quanto está sendo ridícula!

- Agora eu estou sendo ridícula? - perguntei. - Ridículo é você e  seu egocentrismo! 

- Escuta porra! - disse ele pegando em meus braços me fazendo o encarar nos olhos. - Foi um beijo, aconteceu e se você não tivesse gostado não teria me beijado também! 

- Você não vale nada Axl! - falei estapeando seus braços- Não vale nada!  Sai daqui agora! 

- Vai me mandar embora mesmo? - perguntou indignado. - Achei que tinha mais maturidade em você Candice. 

- Pois é!  Decepcionado? - perguntei abrindo a porta com força. - Cai fora!

Axl me olhou como se quisesse que eu entrasse em erupção na sua frente,  pegou sua jaqueta que estava em cima do sofá e saindo batendo os pés contra o chão.  Respirei fundo fechando a porta e me joguei no chão.  Uma mistura de sentimento estava tomando conta de mim.  Eu ainda não estava acreditando que Axl seria capaz de fazer uma coisas tão estúpida!  Minha irmã tinha razão das coisas que me falava,  ele era um predador queria ver todos em sua volta o bajulando a toda hora e lambendo o chão aonde pisa.  Ele realmente foi capaz de me beijar por interesse,  por um momento achei que fosse por desejo,  desejo de estar comigo mas não!  Ele simplesmente quer confundir meus sentimentos, e isso eu não vou permitir,  não mesmo! 

 

Pov-Axl

Como ela poderia ser tão cabeça dura?  Como pode pensar isso de mim? Eu a queria, a desejei como nunca desejei outra mulher na vida.  De fato,  eu sabia que ela estava me despertando sentimentos,  mas achava que ainda era muito cedo para descobrir o que era. 

Estacionei meu carro e entrei um pouco frustrado por essa noite ter terminado nesse fíasco.

Entrei na sala encontrando Marcy.

- Boa noite Marcy. - falei desanimado. 

- Bos noite querido,  que cara é essa?

- Digamos que essa noite não foi muito proveitosa. 

- Quer me contar por que ?

- Não sei se iria me entender. 

- Tente- disse ela fazendo sinal para que eu me sentasse a seu lado,  pensei por num momento e acabei cedendo. 

- Aconteceu uma coisa. - dei uma pausa encarando Marcy. - Mas ainda não sei se é o começo de uma coisa boa ou ruim. 

-Tudo bem, sabe que pode me contar querido, quem sabe nnão posso de ajudar. 

- E a Candie...-falei suspirando. - Eu a beijei. 

Olhei para Marcy e ela me olhava com os olhos levemente arregalados mas com um sorriso nos lábios. 

- Como você pode dizer que isso não é bom querido? 

- Ela correspondeu o beijo completamente,  mas depois me agrediu e me chingou de vários nomes me mandando ir embora. 

- Ela com certeza deve estar confusa meu bem. - disse Marcy pegando em minhas mãos. - Vou lhe dizer uma coisa que eu sempre guardei para mim. .. Como a Candie eu nunca achei que Erin fosse mulher para você,  sempre torci pela morena, sempre achei que vocês poderiam ficar juntos algum dia. 

- Vai por mim Marcy, a última coisa que a Candie quer e ficar comigo,  ainda mais me conhecendo como ela me conhece.  Nunca ela vai querer assumir essa barra. 

- Pois te digo que está completamente errado. Meu filho está na cara que você está descobrindo sentimentos por essa moça,  ela é ótima e sei que ela também vai descobrir sentimentos por você. O que você está esperando?  Conquiste-a.

-Eu não sei... e mesmo se eu pensasse nessa possibilidade e tarde demais,  ela está saindo com um babaca!  - falei revirando os olhos. 

-E desde quando isso é problema pra você? - perguntou ela rindo e me fazendo rir também. - Lembra de quando conversamos e eu te disse que tudo que vem de ruim e pra melhorar? 

- Sim me lembro. 

- Pense que talvez ela seja o seu melhor. Não estou dizendo para s vida toda, mas neste momento querido. 

- Tem razão,  prometo que vou pensar. 

- Isso aí,  agora vou subir querido. Não tenho mais idade para ficar acordado até numa hora dessas.  Boa noite. 

-Boa noite Marcy. 

Assim que Marcy subiu fiquei mais um pouco por ali. Peguei um copo de whiskey e me deitei no sofá me lembrando de tudo que havia acontecido.  Certo, eu sabia que Candice havia surtado mais não conseguia tirar aquele beijo da cabeça.  Foi surreal, não imaginava que ela poderia ser tão maravilhosa.

****

- Não acredito que fez isso! - disse Izzy , estávamos na Geffen mas precisamente no estúdio esperando os outros chegarem. - E qual foi a reação dela ?

- Primeiro me estapear, depois me mandar embora. - falei me lembrando.

- Caralho Axl! Eu sempre achei que isso poderia acontecer sabia. 

- Eu não Jeff. - falei suspirando e colocando as mãos na cabeça. - Minha vida ta um caos,  um caos e eu não sei oque fazer agora. 

-Porra, até parece uma tragédia.  Se quer saber isso foi uma das melhores notícias que você me deu.

- Por que? 

- Pense Axl. - disse ele revirando os olhos. -  Pelo menos assim você não se envolve com Seymour e a Candie esquece aquele cara. 

- Seymour? - perguntei arqueado as sobrancelhas.-Cara eu não a vejo desdo final das gravações do clipe,  e pra te falar a verdade acho bem difícil a Candie deixar o Dean de lado agora,  ela parece estar amarradona nele. 

- Isso não é problema William,  sei que você pode ser persistente quando quer. 

- Tenho que pensar no que fazer. Está tudo tão confuso. 

- Tenho certeza que vai conseguir descobri o que está sentindo.  Isso é só questão de tempo. - disse o albino. - Mas não tem como esconder o quanto você gostou não é? 

- Realmente, não estou conseguindo esconder que gostei e é isso que está me matando. 

- Pretende contar aos outros ?

-Por enquanto não.  Preciso pensar. 

- Tudo bem. - disse Izzy dando de ombros.  Um tempo depois os outros já haviam chegado e tivéssemos um dia cheio de trabalho.  Entraríamos em turnê no mês que vem, com isso teríamos pouco tempo até tudo ser concluído. 

- Bom acho que já chega por hoje galera. - disse Duff colocando seu baixo de lado. 

- Também acho. - disse Slash. - Mas então,  quem está afim de ir para o Rainbow? 

- Vamos todos juntos. - falei. 

- Já é. - respondeu Izzy. 

Arrumamos tudo e assim que saimos do prédio pude ver do outro lado da rua Candice entrando no carro de Dean.  

- O que é aquilo? - perguntei encarando a cena. 

- Parece que  a Candie ta mesmo levando a sério esse cara. - disse Duff encarando-os também. 

Meu sangue fervia e eu tinha a vontade de ir até lá e tira-la de dentro daquele carro. 

-Não acredito nisso! - falei com os punhos serrados vendo o carro se afastar. 

- Relaxa. - disse Izzy- Ficar nervoso por isso não vai tr ajudar em nada.  Agora vamos. 

Acenei com a cabeça tentando afastar esses pensamentos e fomos para o bar. Precisava urgente beber alguma coisa. 

 


Notas Finais


Ta ai gente nada de emoções capítulo bem chato. Prometo caprichar no próximo Beijos
perdão pelos erros.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...