História It's Not So Easy - Capítulo 18


Escrita por: ~

Postado
Categorias Guns N' Roses
Exibições 31
Palavras 1.927
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Drama (Tragédia), Hentai, Romance e Novela
Avisos: Álcool, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


To de volta hihi

Capítulo 18 - Incerteza


Fanfic / Fanfiction It's Not So Easy - Capítulo 18 - Incerteza

Pov-Candice

Depois de todo o ocorrido com Axl passei a noite toda pensando sobre aquilo.  Eu não sabia como as coisas seriam daqui pra frente,  na verdade eu não sabia se o ruivo iria me tratar da mesma forma ou deixaria passar e pediria desculpas.

Minha cabeça estava um verdadeiro caos,  e eu já não fazia tanta questão de achar que o que aconteceu estava certo ou errado.  No dia seguinte fui para o trabalho,  lugar no qual nem se eu quisesse poderia fugir.  Tranquei a porta da minha sala evitando qualquer pessoa,  sabia o quanto Axl falava de seus problemas com os caras,  e a esse ponto um deles ou todos eles já sabiam o que havia acontecido.

Nesse mesmo dia recebi um telefonema de Dean dizendo que iria me buscar e me levar pra casa,  relutei um povo pois achei aquilo absolutamente desnecessário,  de tanto o próprio insistir  acabei cedendo.  As horas passaram lentamente e quando olhei no relógio já era hora de ir. Peguei minha bolsa e empilhei alguns trabalhos corretamente em cima da mesa,  abri a porta lentamente olhando se havia alguém no corredor e sai rapidamente dali. Quando já estava fora do prédio pude ver o carro de Dean do outro lado da rua.  Ele estava lindo do lado de fora do carro com suas roupas alinhadas e seus óculos escuros.  

- Eu ainda acho que não tinha necessidade disso. - falei me aproximando e dando um beijo em seu rosto. 

- Eu queria muito te ver morena. - falou ele sorrindo e retirando seus óculos. 

- Então vamos né ?- falei olhando para os lados, sabia que os meninos ainda estavam no prédio e poderiam sair a qualquer momento. 

-Claro.-  Disse ele.

Minha tentativa de sair as pressas falhou,  pois assim que entrei no carro pude ver todos eles saindo e olhando para nos dentro no carro nada discretamente.  Axl nos olhava com um pouco de indignação e comentava alguma coisa com Izzy.  Meu coração gelou e minhas mãos começaram a ficar trêmulas. Droga!  Por que me sentia assim ?

- Parece que seus amigos não gostaram muito. - disse Dean me tirando do transe. 

- Por que acha isso? 

- Eles não paravam de olhar um segundo. 

- Eles são assim mesmo. - falei- Bem curiosos. 

Dean apenas soltou um riso pelo nariz e não disse nada.  Depois de algum tempo pegamos um pouco de trânsito e começamos a conversar sobre coisas aleatórias até chegarmos em frente ao meu prédio.

- Bom, chegamos. - disse Dean

-Obrigada,  não quer entrar um pouco?  Posso preparar um chocolate quente pra gente. 

-Eu adoraria.  - disse ele como se estivesse esperando o convite. 

Subimos juntos. 

- Fique a vontade- falei assim que abri a porta do meu apartamento.  Olhei o local e fiquei tensa pois me lembrei da noite anterior e do beijo de Axl. 

- Uau, e muito bonito Candie. - disse Dean olhando cada cômodo. - Bem sua cara. 

- Obrigada, confesso que ainda não está do jeito que eu planejei. 

- Pretende mudar alguma coisa? - perguntou ele se sentando no sofá. 

- Quando me mudei pra cá era um apartamento bem simples.  Só consegui reforma-lo quando consegui o emprego na banda,  pois passei a  ganhar mais. 

- Pra mim já está maravilhoso,um lugar bem apresentável.  Não precisa mudar mais nada.

-Axl também disse isso. - pensei alto e acabei sorrindo.Só depois que percebi que Dean havia escutado. 

- Vocês são bem amigos não é? - perguntou ele se ajeitando no sofá.

-Bem... - pensei por um momento-Podemos dizer que sim.

- Pensou muito para responder...

-Axl e eu pensamos diferente, fomos criados de maneiras diferentes, ele tem seus ideais e eu tenho os meus.  Mas na maioria das vezes nos damos bem, e uma coisa louca. 

- Eu posso imaginar. - disse Dean. - Confesso que tenho um pouco de ciúmes dele. 

-Por ele ser um rockstar e você não? - perguntei sorrindo percebendo o moreno chegar cada vez mas perto. 

- Não.- disse ele envolvendo suas mãos em minha cintura. -Por ele ter te conhecido primeiro,  por ele te conhecer melhor que eu, por estar com você sempre...

- Ah meu Deus. - falei rindo. - Isso não é verdade. 

-Pode apostar que sim. 

Então o moreno não disse mais nada e beijou meus lábios furtivamente. Senti meu corpo todo se arrepiar enquanto ele acariciava minha cintura calmamente. Elevei minhas mãos até sua nuca entrelaçando meus dedos em seus curtos cabelos.  Percebi que o clima estava ficando quente e parei o beijo rapidamente. 

- Vamos com calma. - falei tentando recuperar o fôlego. 

- Estamos indo com calma. - disse ele tentando voltar a me beijar mas impedi. 

- Isso é sério Dean. 

- Candie. - disse ele suspirando. - Por que tenho a impressão que algo aconteceu com você? 

- Como assim? - perguntei arregalando levemente os olhos. 

- Você está aqui,  mas parece que sua cabeça está em outro lugar. 

-Acho que isso é pura impressão. - falei me sentando. 

- Eu já te conheço um pouco garota, e nesse tempo já percebi muitas coisas,  como por exemplo o modo como você age quando não sabe disfarçar. 

- Muitas pessoas tem esse problema. - falei

- Esse é o seu maior problema- disse ele me encarando. - Acha mesmo que não notei o quanto ficou abalada quando viu os meninos nos olharem hoje lá na Geffen.  Sei que você não queria que eles tivessem nos visto. 

- Vai por mim sei oque estou fazendo, eles são curiosos demais e com certeza amanhã vão me bombardear de perguntas. 

- Falar de nós incomoda você? 

- Claro que não. - falei tocando seu rosto. - Digo isso porque só eu sei o quanto eles podem ser inconvenientes.

- Tem certeza que é só isso?  Que não tem outra coisa rolando?  Sabe que pode confiar em mim. 

Eu estava me sentindo mal em mentir para Dean ainda mais agora que estamos nos conhecendo realmente.  Eu jamais poderia falar sobre ontem quando eu e Axl nos beijamos.  Ele com certeza terminaria tudo que temos agora mesmo.  Sabia que Axl não era o verdadeiro culpado de toda a história,  sabia disso porque eu também o beijei, eu também correspondi ao beijo.

- Tenho certeza. - falei tentando parecer convincente.  

Dean me olhou com um pouco de insegurança mas no final acabou desistindo de tirar alguma coisa de mim. 

- Tudo bem Candie,  vou indo nessa. 

- Não quer ficar mais um pouco? 

- Não,  eu acho melhor ir agora. - disse me dando um selinho demorado. - Nos vemos no final de semana? 

- Claro. - falei sorrindo indo abrir a porta. 

- Certo, até mais pequena. 

-Até Dean. - demos mais um selinho e ele se foi. 

Me sentei no sofá respirando fundo e passando as mãos em meus cabelos nervosamente.  Droga porque isso tinha que acontecer.  Eu me sentia tão confusa em relação a isso.  Me sentia uma idiota por ter mentido para Dean,  um cara que estava sendo tão sincero comigo. Ah mais se ele soubesse o que havia ocorrido,  se ele soubesse que Axl e eu nos beijamos e eu havia gostado...

Droga...

Eu realmente havia gostado!

 

Pov-Duff

- HOLY SHIT!- gritou Slash depois de ter caído da cadeira do bar.  O cabeludo estava em uma situação deplorável bebendo sua jack pelo gargalo.  

- Da pra você ter mais compostura? - falei o observando. - Toda vez que saímos você é o que dá mais trabalho. 

- Como se você já não estivesse bêbado Mckagan!

- Não como você...

- Onde estão os outros? - perguntou o poodle olhando para os lados. 

- Sei lá... Izzy foi cheirar e Axl saiu com aquela puta que ele sempre pega quando vem aqui. 

- Ah...

- Hey!- disse Izzy chegando um pouco elétrico com pó em seu nariz. 

- Cara a mercadoria tava boa em.-falei. 

- E bem pouca, nem quis limpar a porra do nariz. - Completou Slash gargalhando ao ver a situação do albino. 

- Droga eu nem percebi. - disse ele limpando a sujeira.  

Um tempo depois várias groupies evadiram a mesa cada uma sentando em nosso colo.  Estavam nos atracando com aquelas putas até Axl chegar.

- Eu vou embora. - disse ele

- Que cara é essa? - perguntei. - Até parece que acaba ou de sair de uma foda ruim. 

- Foi quase isso.- disse ele. - Izzy vem. comigo? 

- Claro! -respondeu o albino jogando a mulher que estava em seu colo no chão. 

- Vocês vão ficar? - perguntou o ruivo olhando para mim e para Slash. 

- Sim podem ir. - falei. 

Os dois balançaram a cabeça e saíram em seguida.  Enquanto eu e Slash pegávamos as groupies que ainda estavam conosco e seguíamos para o banheiro. 

 

Pov - Axl

-Agora pode me dizer o porque está com essa cara?- perguntou Izzy assim que entramos no meu carro. 

- Não e nada demais.- falei descontraído. - Só não foi tão legal transar hoje. 

- Isso é tão estranho vindo de você. 

- Por que? - perguntei o olhando por um momento. 

- Você sempre está disposto quando o assunto e sexo Will. 

- Ah Jeff. - falei resmungando. 

- Acho que isso tem haver com outra coisa...

-Não vamos falar sobre isso, certo? 

-Como você quiser. - respondeu o albino dando de ombros. 

Fomos o caminho todo até seu apartamento sem falar um palavra.  Eu sabia o que Izzy estava querendo me dizer,  mas custava acreditar naquilo então preferi não entrar no assunto até chegarmos .

- Está entregue. - falei parando o carro.

- Obrigada. - disse ele saindo do carro mas antes que pudesse ir olhou pela janela e disse. - Se eu fosse você teria uma conversa franca com ela.  Só assim para você ter um pouco de paz, está parecendo um noiado. Boa noite! 

- Ah obrigado! -falei irônico vendo Izzy se afastar e acenar com a mão. 

Sai dali pensando nas palavras do albino.  Eu sabia que uma hora ou outra Candice e eu teríamos que conversar sobre aquilo e pra que adiar?  Fiz o contorno comprar meu carro e em menos de quinze minutos já estava na porta de seu prédio. 

Subornei o porteiro para que não anunciasse minha chegada como sempre e subi.  Chegando em sua porta apertei a campainha duas vezes até a mesma abrir a porta e arregalar seus olhos quando me vê. 

- Axl?

- Não o papa.- respondi revirando os olhos. - Precisamos conversar e você sabe  porque. 

- Não sei se quero falar disso com você. - disse ela evitando me olhar.

- Mas eu estou aqui e quero falar disso. - falei tentando olhar para o lado de dentro do apartamento. - Por acaso seu namoradinho está aí? 

- Não!  E ele não é meu namorado Axl que droga! 

- Então me deixa entrar. - falei a empurrando e conseguindo entrar para o lado de dentro. - Porra será que é tão difícil! 

-Como você é prepotente cara! 

- Olha só não vim brigar. -falei a olhando enquanto a mesma me devolvia um olhar de raiva. - Não quero um clima pesado entre nós.  Por favor acredite.

- Eu acho meio difícil .- disse ela cruzando os braços diante de mim. - Diz logo, oque veio fazer aqui? 

- Vim conversar Candie...- Falei olhando no fundo de seus olhos e colocando uma mecha de seu cabelos atrás de sua orelha. - Temos que falar sobre o beijo...

 

 

 

 

 


Notas Finais


Espero que tenham gostado. Próximo capítulo tem mais Candie e Axl! *-*
Beijao♥


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...