História Its okay to be gay - Capítulo 11


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Personagens Personagens Originais
Exibições 8
Palavras 500
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Comédia, Drama (Tragédia), Escolar, Festa, Hentai, Lemon, Romance e Novela, Violência
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Drogas, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sexo, Suicídio, Transsexualidade, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas do Autor


Olary

Capítulo 11 - Por que?


Fanfic / Fanfiction Its okay to be gay - Capítulo 11 - Por que?

                      Mall
     Na hora em que ele falou eu morri por dentro, como ele pode fazer isso, eu amei um assassino ou ainda amo, mas não posso perdoar os que ele fez, ele matou a Kat, será que ele se importou de me ver sofrendo? Será que ele me amou? Será que ele ficou arrependido? Não importa, eu nunca mais vou confiar nele.
     Eu estava chorando, enquanto aquele cara estava rindo da situação, eu tava com muita raiva e consegui me soltar deles e Mike fez o mesmo, saltei no cara que parecia ser o líder e bati nele muitas vezes peguei a arma que estava em seu bolso e apontei para todos, eles pararam de brigar e saíram correndo até a janela, depois joguei a arma pela mesma janela e foi dentro do lago, fechei a mesma enquanto olhava pro Mike esperando uma explicação:
      - Mall, era verdade aquilo que ele falou mais você tem que saber que eu te amo, e que eu me arrependo de ter feito aquilo e...- nem deixei ele terminar e deu um tapa em seu rosto
      - Como você pode fazer isso? Você matou muitas pessoas, você matou a Kat e ainda vem se aproximar de mim? Por que?
      - Eu tava desesperado, aquelas vezes que eu estava no celular, eu estava falando com aqueles caras e não com meus pais, eu nem tenho pais, eles morreram quando tinha 12 anos, eu e minha irmã fomos morar com a nossa tia. Depois eu comecei a entrar em academias de luta nos momentos difíceis, e depois esses caras sempre ofereciam serviços em troca de dinheiro mas eu nunca aceitei, até que minha irmã ficou muito doente e estava quase morrendo e o tratamento era muito caro e nós não tínhamos esse dinheiro e ele estava com pouco tempo de vida e eles me ofereceram esse serviço e eu fiz.
    - Mas por que você se aproximou de mim?
    - O líder que veio aqui estava na boate naquele dia para ver se eu fiz o serviço e quando ele te viu disse pra eu levar você até ele mas eu neguei e ele ameaço matar a minha irmã e quando te conheci, eu me apaixonei e não tinha coragem de te entregar.
     - Você tirou de mim a pessoa que eu mais amava, eu sei que você tinha que ajudar a sua irmã mais tinha outro jeito
     - Eu sei, eu me arrependo e....-ele suspirou - eu não posso apagar isso
    - Eu preciso de um tempo
    - Sim, vai ser melhor
    Me despedi dele e sai correndo até meu quarto,me joguei na cama e comecei a chorar, eu amo ele, eu sei o que ele fez foi inaceitável, eu cansei de me privar da felicidade, mas eu sempre vou olar pra ele e me lembrar da dor que eu senti, das lágrimas, dos cortes, eu não aguento mais, não posso continuar.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...