História It's Their Best Album - Capítulo 12


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope
Tags Hoseok, J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Namjoon, Rap Monster, Suga, Taehyung, Yoongi
Visualizações 20
Palavras 2.530
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Comédia, Drama (Tragédia), Escolar, Hentai, Romance e Novela, Shoujo (Romântico)
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Drogas, Estupro, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Hello! I hope you like!
Boa leitura <3

Capítulo 12 - I'm Completely in Love With You


Fanfic / Fanfiction It's Their Best Album - Capítulo 12 - I'm Completely in Love With You

Seul


Terça-feira 


06:00 am


Carter P.O.V 

 Acordo ao som do despertador do meu celular, desligo e me levanto indo em direção ao banheiro, faço minhas higienes e saio indo em direção ao guarda roupa, pego um cropped de lã e manga comprida preto, uma calça jeans preta skinny, calço meu par de corturnos pretos e amarro uma camisa xadrez escura na cintura. Saio do quarto com a mochila na mão e vou tomar café, Jade e Vic já estão acordadas, elas me olham e soltam um sorriso, passo reto por elas e vou em direção a cozinha pegando uma caneca e servindo café, volto e me sento na mesa junto com elas.
— Bom dia.— Digo tomando um gole da bebida.
— Oi xuxu.— Vic responde sorrindo.
— Bom dia bebê.— Jade diz também sorrindo. Terminamos o café e vamos para a escola, entramos no vagão do metrô e me sento ao lado de Vic, ela olha tudo com curiosidade. As portas de fecham e a voz de uma moça soa avisando os nomes das próximas estações.
— Ahan, entendi tudo...— Vic fala após a voz parar, começamos a rir e olho para Jade que está sentada ao meu lado.
— Tá tudo bem?— Pergunto e ela concorda.— Não entende o que a gente fala né?— Pergunto e ela nega.— Desculpa...— Dou um beijo em sua bochecha e ela cora, volto a olhar para Vic e sinto Jade encostar a cabeça no meu ombro.
— Não gosto dela.— Vic diz com raiva.
— Mas t...— Ela me interrompe.
— Não me interessa! Eu não gostei dela!— Diz me olhando séria.
— Vai se foder, Victória!— Respondo e me levanto.— Vem o "Eu não gosto dela"...— Puxo Vic e Jade para sairmos do metrô.

Quebra de tempo

  Vic conseguiu fazer a matrícula e ficou na mesma sala, como não havia comprado os materiais, ela apenas ficou andando pelos corredores esperando a hora do almoço, o professor nos libera e eu e Jade saímos da sala.
— A Maria não veio hoje.— Jade diz sorrindo.— Aquilo foi lindo, não imaginava isso de ti...— Ela fala enquanto olha pela janela.
— Eu não gosto de brigas, mas eu tava sem paciência ontem...— Digo e entramos no elevador.— O que achou da Vic?— Pergunto e ela olha para o chão.
— Ela não gosta de mim... não falou comigo antes de tu acordar.— Fala sem me olhar.
— Ela tem ciúmes, por achar que eu vou trocar ela...— Digo e ela concorda coçando a nuca, as postas se abrem e saímos do elevador, vejo Vic sentada no banco de espera, Jade me olha e vai em direção à porta, enquanto vou em direção a Vic.
— O que aconteceu?— Pergunta.
— Ela sabe que tu não gosta dela.— Respondo vendo a morena se levantar.
— Não gosto mesmo.— Diz séria.
— Ai tá caralho, se não gosta pelo menos atura!— Digo e vejo ela me encarar.— Não me olha assim Vic.— Falo enquanto seguimos em direção à cantina, fazemos nossos pedidos na máquina e entramos no local. Nos sentamos na mesa ao lado da janela, Vic conta o que aconteceu com ela no Brasil, olho para o lado e vejo Hoseok e Yoongi vindo até a cantina, Victória me encara curiosa.
— Aquele é o Hoseok?— Pergunta apontando para o garoto.
— Sim, mas não aponta!— Tarde demais, Hobi ve Vic apontando pra ele, mas olha para Yoongi, fico observando Hoseok até o mesmo me olhar e eu desviar o olhar. Encaro Vic que sorri ao ver Yoongi.
— O Hoseok é bonito, muito bonito, um homão...— A encaro séria.— Mas é teu amiga, totalmente teu, vai que é tua...— Fala sorrindo, nossos nomes são chamados, nos levantamos e vamos pegar as bandejas, voltamos para a mesa e nos sentamos uma de frente para a outra, sinto meu celular vibrar e pego o mesmo.


Mensagem On


Suga: Bom dia rosinha
Eu: Bom dia 
Suga: Sabe que eu te adoro né?
Eu: O que tu quer? Eu já passei o número dela
Suga: Estamos tão longe né
Eu: Tu tá na mesa do lado, caralho!
Suga: Exatamente, longe
Eu: Não vou sentar com o Hoseok
Suga: Por favoor! Por mim! Ajuda o Yoongi aqui!
Eu: Não 
Suga: Péssima amiga tu em
Eu: Sou mesmo
Suga: Carteeeer
Eu: Vai parar de encher o meu saco?
Suga: Vou!
Eu: Senta logo nessa mesa 
Suga: Tu mora no meu coração s2


Mensagem Off 

 Reviro os olhos e logo sinto alguém sentar ao meu lado, olho para Vic e depois para Yoongi, olho de relance para meu lado e vejo Hoseok, o mesmo me olha e sorri, sorrio sem jeito e volto a comer. Os dois rapazes se levantam e vão pegar a comida, Vic olha para mim.
— Ele tava te observando...— Diz enquanto bebe o refrigerante.
— Eu senti.— Respondo terminando de comer.
— Fala com ele, se resolvam logo!— Diz e a encaro.
— Não era tu que dizia pra eu não olhar mais na cara dele?— Pergunto e ela sorri.
— Então... eu vi como ele te olha, falaaa!— Pede fazendo biquinho, logo os meninos voltam para a mesa e Vic sussura "Fala", concordo e fico mexendo nas minhas redes sociais enquanto os garotos conversamos sobre algo em coreano, de repente Yoongi vira para Vic.
— Que cor acha que combina comigo?— Pergunta olhando para a morena que me encara sem entender.— Desculpa, to acostumado com a Carter, qual cor acha que combina mais comigo?— Fala em inglês, fazendo a garota o observar por poucos segundos.
— Acho que azul, mas não azul muito forte... um azul bem clarinho.— Diz enquanto passa as mãos de leve pelos cabelos negros de Yoongi.
— Okay, azul então!— Ele diz sorrindo.— Carter pinta pra mim?— Pergunta em coreano.
— Pinto sim, mas tu vai comprar as coisas e não vai ser lá em casa.— Respondo e Victória me olha confusa.
— Né Vic?— Pergunto em português e ela concorda.
— É!— Diz sem entender nada.


Quebra de tempo


  Termino de guardar o material e espero Jade guardar o dela, a garota vem em minha direção.
— Eu vou ficar pra terminar o trabalho da segunda aula...— Ela fala e sorrio, dou um beijo em sua testa.
— Okay, tchau bebê...— Saio da sala e vou em direção à saída de trás da escola, Expliquei para Vic como voltar pra casa e disse que no metrô o letreiro aperece em inglês também, ela foi sozinha, pego meu celular e ligo para ela, a garota logo atende.


Ligação On


— Tem comida?
— Oi pra ti também!
— Oi, tem comida? Se não tiver eu compro alguma coisa pra nós.
— Tem sim, mas se quiser trazer eu agradeço...
— Tá, eu levo
— Okay beijos 
— Beijão


Ligação Off

  Desligo o celular e saio pela outra porta, ando pelo campo vazio até que sinto minhas costas doerem, caio no chão de barriga pra cima e vejo três garotas e dois garotos em pé ao meu redor, eles começam a me dar chutes e socos, sinto o gosto metálico de sangue na minha boca, eles começam a chutar mais forte, uma das garotas fica afastada, apenas observando os quatro me espancarem... de repente, tudo fica escuro.


  Hoseok P.O.V

 Termino de guardar o material, saio da sala correndo em direção ao elevador, eu preciso falar com Carter, vou até o prédio 2 e ando até a sala da menina, mas vejo apenas um grupo de estudantes ao redor de uma mesa, reconheço Jade pelo cabelo.
— Jade!— A chamo e a garota vem em minha direção.
— Oi.— Fala sorrindo.
— A Carter já foi?— Pergunto ofegante e elas apenas concorda com a cabeça.
— Acabou de sair, ela sai pela outra porta...— Diz e concordo.
— Obrigado, tchau Jade!— Falo e corro até o elevador. Saio do elevador e vou em passos apressados para a outra saída do prédio, assim que passo pela porta vejo a pior coisa que poderia ter visto. Carter estava desacordada no meio do campo, estava completamente machucada, havia sangue saindo de sua boca e um hematoma no seu olho, ligo para Jade.

Ligação On


Jade- Fala
Eu- JADE SOCORRO
Jade- O QUE ACONTECEU?!
Eu- CHAMA A ENFERMEIRA AGORA E MANDA ELA VIR AQUI PRA TRÁS!
Jade- TÁ BOM, MAS O QUE ACONTECEU?
Eu- A CARTER TÁ TODA MACHUCADA E TÁ DESACORDADA
Jade- AI CARALHO EU TO INDO!


Ligação Off

  Fico ao lado da garota, sinto lágrimas escorrerem pelo meu rosto e logo Jade chega correndo para o meu lado, vemos a enfermeira trazer uma maca e ajudo ela a colocar a garota na mesma, levamos ela até a enfermaria e a enfermeira manda eu e Jade sairmos da sala. Ficamos sentados nos bancos ao lado da sala até que a diretora vem em nossa direção.
— Precisamos de vocês, urgente.— Ela diz séria e nós a seguimos, entramos em uma sala com as telas que mostram as câmeras de segurança, um dos seguranças da escola estava checando uma delas.
— Procuramos pelo que acontece e achamos isso.— Ela diz e o homem deixa nós assistirmos a filmagem. Nela Carter está andando normalmente até que um grupo de cinco pessoas aparece e uma garota dá um soco em suas costas e empurra ela que cai no chão quando vira, logo o grupo se espalha em volta da rosada e começa a distribuir socos o chutes por todo o seu corpo, apenas uma das garotas está parada observando tudo aquilo acontecer, Carter cospe sangue e geme de dor quando acertam chutes em seu estômago, o grupo sai correndo dali, deixando Carter desacordada. Apenas a garota que obsevava tudo ficou, ela se abaixou e deu um único soco no rosto de Carter, e saiu correndo deixando a menina sangrar.
— Depois disso você apareceu.— A diretora aponta pra mim, a observo e silêncio.— Nós já chamamos a ambulância, precisamos identificar as pessoas que aparecem aqui.— Diz e a encaro.
— A que fica olhando é a Maria.— Digo e ela me encara.
— Maria?— Pergunta sem entender.
— Shin Mi-cha— Falo e ela concorda.
— Maria, é o nome ocidental dela.— Explico e ela concorda novamente.
— Vamos chamar a senhorita Shin imediatamente.— Ela fala séria e abre sai da sala, seguimos ela até a enfermaria.
— Quem vai na ambulância com ela?— Pergunta Jade.
— Eu vou... liga para a Victória.— Digo vendo os médicos colocarem a garota dentro do veículo, sigo em direção à eles.— Eu vou com ela!— Digo e um deles me encara.
— E quem é você?— Pegunta.
— Namorado dela.— Respondo e ele abre passagem para eu entrar e me sentar ao lado da menina que permanece desacordada, lágrimas voltam a rolar por meu rosto enquanto aliso uma mecha rosada do cabelo da garota.
— Aonde estava quando isso aconteceu?— Pergunta um dos homens me encara.
— Procurando ela, não sabia que ela tinha saído antes, fui atrás e a encontrei assim.— Respondo secando meu rosto na manga do casaco. 

Quebra de tempo

 Fico na sala de espera enquanto os médicos levam a menina desacordada para o quatro, não demora muito e vejo Jade e Victória chegarem correndo e virem em minha direção, vejo Yoongi logo atrás delas.
— O que aconteceu?— Victória pergunta assustada e brava.
— A Maria... ela mandou baterem na Carter.— Digo em meio à soluços.
— Puta do caralho!— Yoongi resmunga com raiva.
— Olha a boca!— Victória o repreende, Yoongi apenas a encara sério e a garota o encarando mesmo jeito.
— Mas é porra! Olha o que ela fez! Hoseok eu vou tocar fogo na casa dela.— Diz se sentando ao meu lado e me abraçando, logo o médico aparece vindo em nossa direção.
— Ela quebrou o pulso esquerdo, e torceu o pé direito, vai ficar aqui por uns dois dias para se recuperar de alguns ferimentos, mas terá que ficar dois meses com a tala no pé e o pulso vai demorar para sarar.— Diz calmamente e nos olha um por um.— Vou precisar de alguém pra ficar com ela nesses dois dias.— Fala e seu olhar pousa sobre mim, apenas me levanto secando as lágrimas.
— Eu fico, a culpa foi minha mesmo...— Digo e Jade nega junto com Victória.— Vão pra casa, eu fico, eu cuido dela, podem ir.— Falo e as meninas abaixam a cabeça.
— Tem certeza? Eu posso ficar...— Jade fala, Victória a encara com brava.
— EU posso ficar!— A morena se impõe fazendo Jade assentir e olhar para o chão.
— Não, vocês vão pra cara, eu fico.— Digo e eles concordam, não demora muito e o médico volta.
— Ela acordou, está um pouco zonza, mas vocês podem visitar, um de cada vez.— Ele sai fazendo gesto para seguirmos eles, assim o fazemos. A primeira a entrar é Victória, que sai de lá cabisbaixa, logo após Jade entra e fica um tempinho, Yoongi entra, mas não demora muito lá dentro. Yoongi não gosta de hospitais, por isso não demora muito e logo sai da sala, nos despedimos e entro na sala vendo a garota olhando para a janela, sento na cadeira ao seu lado.
— Carter...— A chamo vendo a garota me encarar.
— Oi.— Fala com dificuldade.
— A diretora viu nas câmeras de segurança, ela já sabe que foi a Maria que fez isso com você.— Digo e ela concorda.— Eu vou... vou fica com você, até você sair daqui.— Falo e ela olha para o teto.
— Jade não pode ficar?— Pergunta, sinto as lágrimas se formarem nos meus olhos, mas não respondo. 

Quebra de tempo

  Já está escuro lá fora, preciso comer algo, mas não quero deixar ela sozinha, me levanto indo até minha mochila e pegando um livro.
— Ah, você tá aqui...— Alguém diz, olho para a porta e vejo Maria me encarando, sinto meu sangue ferver ao ver a garota parada na porta.
— O que quer aqui em? Não está satisfeita em fazer ela vir pra cá?— Pergunto indo em direção à garota.
— Não, ela devia ter morrido.— Maria diz e vem em minha direção.
— Qual é a porra do teu problema?— Pergunto.
— Ela mexeu com o que é meu!— Diz manhosa, ah que voz irritante! Seguro o rosto da garota com uma das mãos a fazendo me encarar.
— Eu não sou seu, eu nunca vou ser seu, e se fizer mal pra ela outra vez, quem vai te bater sou eu.— A olho com raiva e vejo a garota ficar assustada, solto seu rosto e ela sai da sala. Pego meu livro e me sento novamente na cadeira ao seu lado.
— Vai bater mesmo nela?— Me assusto ao ouvir Carter perguntar.
— É feio ouvir a conversa dos outros— Digo a observando.
— Não quando se trata de mim. Vai bater mesmo nela?— Fala me encarando.
—  Eu não bato em mulheres.— Respondo fazendo carinho nos cabelos da garota.
— Por que tá fazendo isso?— Pergunta ainda me encarando.
— Por que... eu...— Solto um suspiro.
— Tu?— Carter fez sinal para eu continuar a frase.
— Eu estou completamente apaixonado por você.— Digo e a encaro, a expressão da garota muda para surpresa, ela se mantém em silêncio e apenas fecha os olhos, abro meu livro e começo a prestar atenção nas frases escritas no mesmo, até que Carter dorme novamente. Deixo meu livro na mesa ao lado do sofá que tem ali no quarto e boto meu celular para carregar na tomada ao lado do mesmo, me deito com a cabeça em uma das almofadas e adormeço.
 



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...