História I've been a bad boy, daddy , won't you come get me? - Capítulo 7


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Rap Monster, Suga, V
Tags Baby Boy, Daddy Boy, Jeon Jungkook, Jung Hoseok, Kim Namjoon, Kim Seokjin, Kim Taehyung, Min Yoongi, Namjin, Park Jimin, Vkook, Yaoi, Yoonmin
Exibições 24
Palavras 2.160
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Bishounen, Colegial, Drabble, Drama (Tragédia), Ecchi, Ficção, Lemon, Lírica, Orange, Shoujo (Romântico), Slash, Suspense, Yaoi
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Heterossexualidade, Homossexualidade, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Transsexualidade
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Não sei se deu muito certo esse tipo de capítulo, mas espero que goste.
\{´^·^`}/

Capítulo 7 - Talvez


Fanfic / Fanfiction I've been a bad boy, daddy , won't you come get me? - Capítulo 7 - Talvez

 

-Hey. - Disse Tae ao meu lado.

-Sim? - 

-Por que demorou tanto?

-Tive alguns "atrasos" em casa - nem foram exatamente atrasos, na realidade eu até queria ficar um pouco mais.

-Sei... - disse ele com um tom meio grave, parecia desconfiado.

-De qualquer forma, eu estou aqui certo? 

-Sim, mas eu ainda quero uma explicação melhor que essa, o que aconteceu? Você e Frany ficaram se pegando a manhã inteira? - depois que ele disse isso eu congelei, lembro dos momentos ótimos que tive com ela, ou pelo menos momentos, porque nem sei se o que ela fez até agora comigo foi verdadeiro. Mesmo sendo verdadeiros ou não,  ela ainda foi importante para mim, eu achava que ela era tudo, eu não queria soltar sua mão nunca, eu iria protege-la até o fim, faria qualquer coisa por ela. Foi com ela que eu deixei minha mente abrir para alguem pela primera vez, de verdade, ela era uma das pessoas que melhor me conhecia... Então no final, droga... É melhor eu não pensar mais nisso.

-Por que? - disse eu ao dar um soco na mesa, enquanto tentava segurar minhas lágrimas.

-Jimin? - 

-O que você quer? - 

-Nada, você já me deu tudo o que eu preciso para comprovar que tem algo a-mais que aconteceu com você. E além do mais, tem haver com Frany. 

-Taehyung, para - 

-Parar com o que? Foi você que começou socando a mesa, por quê você tem que ser sempre tão óbvio? - disse ele, olhando para frente e cruzando os braços.

-Não estou me referindo a isso -

-Então esta se referindo a que? -

-Pare de falar sobre Frany, esse assunto já terminou. - disse eu olhando para baixo.

-Aah... Sinto muito Jimin, e-eu não sabia. -

-Tae, apenas cale a boca. - disse eu enquanto o encarava.

-Certo. - disse ele.

Eu abri minha bolça com minhas "tralhas" e de lá tirei uma caneta azul-escura, era uma de minhas preferidas e eu a considerava minha caneta da sorte, apenas ao usar ela eu já conseguia me sentir mais confiante e conseguia saber cada resposta da prova... Quero dizer, pelo menos eu acertava a maioria e quase não errava na hora de escrever. 

O professor entrou na sala então foi direto pegar o papel do teste para mim. Quando se aproximou de mim eu pude ver ele segurando outro papel pelas costas, provalmente com minha advertência... Como eu dizia antes, o dia não deria estar mais ótimo!  

Ele me entregou o papel do teste e logo em seguida comecei a faze-lo.

 

 >>>>>>>* YOONGI ON *<<<<<<<

 

...Isso chega a doer as veses. Eu odeio mentir para as pessoas, principalmente com alguem que eu me importo.

Eu não quero Mentir para Jimin, porem também não quero machuca-lo, bom... É melhor eu me machucar mentindo do que dizer a verdade e machucar os outros. Eu preciso ajuda-lo em alguma coisa...

Já sei! Quando eu for pegar ele na faculdade mais tarde, vou leva-lo para fazer compras, assim eu começo a conhecer seus gostos, estilos, feitiches, etcetera... Acho que fazendo isso eu posso melhorar seu estado emocional diante de tudo que aconteceu até agora.

Aliás, Jeon Jungkook, se você gostava tanto assim do Jimin, por quê quando ele mandou você o soltar você não quis? Aquilo pareceu meio... Forçado, não sei ao certo, ele não parecia realmente estar gostando de Jimin, apenas queria usa-lo... Não, aquilo parecia mais como um atrevimento para atiça-lo, mas por quê tudo isso? Por quê com Jimin? Jungkook é amigo dele, saberia exatamente como ele reagiria... Porem ele não me conhece, poderia estar na verdade me atiçando e sendo assim veria como eu reagiria, poderia estar... Me testando.

>>>>>>>{ YOONGI's FLASHBACK ON }<<<<<<<

 

Estavamos na porta do banheiro ouvindo um barulho de choro. Jimin estava quieto, ele provalmente deve saber de quem é esse som. Isto é, Jeon Jungkook.

Eu sabia que quem deveria entrar ali era apenas Jimin  e eu deveria ficar, eu já o atrapalhei demais hoje, não quero que ele se preocupe comigo, isso apenas pioraria as coisas.

-Tudo bem, você pode ir - eu disse isso ao encarar Jimin, agora que eu percebo, seu cabelo ruivo estava brilhando em algumas áreas, refletindo na luz. Ele fica bonito assim, é como um ar de intensidade forte vindo para você e fazendo você apenas olhar em uma direção. Sei que isso não vai fazer muito sentido agora, depois eu explico o significado. Se eu lembrar.

-Tem certeza? - perguntou ele.

-Sim, eu fico aqui fora esperando vocês dois. - 

-Eu prometo não demorar. - depois de ele dizer aquilo, ele segurou minha mão direita e a beijou, eu simplesmente sorri e ele retribuiu o sorriso.

Ver ele sorrindo é como a melhor sensação do mundo,  poder ver ele feliz, poder saber que ele esta se sentindo confortavel e ver seus olhos sorrirem junto. Aquela sensação é incrível.

Assim que ele soltou minha mão, ele se revirou para entrar no banheiro,  ele parecia realmente confiante sobre aquilo, porem com um leve toque de nervosismo.

Depois que ele havia entrado eu me encostei ao lado da porta para espera-los. Era difícil não querer ouvir o que eles estavam dizendo, porem minha curiosidade era mais alta. Obviamente eu estaria preocupado se acontecesse alguma coisa de ruim com Jimin, eu não quero que nada nem ninguém o machuque.

Me aproximei ainda mais do banheiro para ouvi-los. Consegui ouvir alguns ruidos de Jimin, acho que ele disse... "Kookie, se precisar de mais tempo não tem problema, eu estou do seu lado." , bom, pelo que me parece o Jimin se importa mesmo com Kook, não apenas como melhores amigos, talvez irmãos ou algo a-mais, não sei ao certo. Porem sei que alguem assim você não se encontra todo dia, Kook deve agradecer por ter Jimin ao seu lado e ter um relacionamento tão forte com ele. Eu nunca poderei ser igual a Kook, nunca tive essa sorte que ele teve... Se bem que, eu nunca pude mostrar meu verdadeiro "eu", para minhas amisades, e nem mesmo com isso eu ganharia a confiança dos que eu protegia. 

No momento eu estou protegendo Jimin, e parece que estou me importando verdadeiramente com ele... Mas, eu ainda não sei se podemos confiar um no outro... Apenas quando a hora chegar, hoje mais tarde, eu quero ver se ele vai "aguentar", quero ver até que ponto ele vai.

Depois de "ficar perdido em meus pensamentos" eu consegui ouvir Kook, dizer algo para Jimin.

"eu sou apaixonado por você"

Eu não posso dizer o que senti exatamente, parecia surpresa, aflição, inrritação, com um leve toque de ciúmes eu acho.

Eu realmente não esperava que ele gostasse de Jimin, mas... Seria realmente por isso que ele estava chorando? Seria realmente por isso que ele chamou a atenção de Park Jimin assim tão repentinamente?

Os dois ficaram calados por um tempinho, até que eu ouço Jimin dizer algo "Jungkook para!" , ele parecia desesperado, eu precisava ajuda-lo. 

Eu dei um chute na porta e logo em seguida vi uma cena meio perturbante. Jungkook havia empreensado Jiminie na parede contra seu corpo e deixado seus braços imóveis segurando eles pelos pulsos, enquanto o beijava. Eu fiquei com muita raiva, Kookie não estava apenas abusando de Jimin, como também estava tratando daquele jeito horrivel e contra sua vontade, uma pessoa que queria ajuda-lo, porquê se preocupava de verdade com ele.

-Jungkook, você não ouviu, ele disse para parar! - disse eu em um tom enfurecido.

 -E quem é você para me fazer parar? - falou Kook.

-Alguem bem melhor do que você. - depois de dizer isso, eu acertei Kook com um soco que lá estava toda a minha raiva. Parece que aquilo o fez perder um pouco da consciência, sendo assim ele soltou Jimin da parede.

Eu imediatamente o puxei do banheiro e fomos direto correndo para os corredores.

 

>>>>>>>{ YOONGI's FLASHBACK OFF }<<<<<<<

 

Aquilo realmente parecia algum tipo de armação, foi muito forçado e repentino, depois eu devo me aprofundar mais nisso. No momento eu preciso apenas fazer uma coisa...

Eu já havia chegado em casa, estava no meu quarto. Eu olhei de baixo da cama, lá estava uma caixa com meus pertences antigos, incluindo fotos, eu a retirei dali e simplesmente abri, não sei porque mas, as veses olhar um pouco do meu passado me deixava feliz, parecia que eu ainda era aquele garotinho na foto, alguem que poderia ser verdadeiro com qualquer um. Eu estava verdadeiramente feliz e poderia demonstrar isso, poderia demonstrar o que eu sinto, quem eu sou, do que eu gosto de ter ou fazer, do que eu sou capaz. Que se dane se alguem reclamasse, eu ainda seria eu mesmo fazendo o que bem entender na hora que quiser,  ser quem eu quiser, não importa se reclamassem, eu seria apenas eu, do meu próprio jeito. Pena que isso já faz muito tempo  não da mais...

-Yoongi? - uma voz disse isso na porta atrás de mim, eu me virei, era minha mãe.

-O que você quer? - disse eu.

-Eu preciso de você no momento, te dou 5 minutos para você ir pra sala. Estarei lhe esperando, alem disso seja rápido e quarde esta caixa que nem valhe mais apena ficar se preocupando.

-Esse é meu passado, um único momento bom na minha vida, eu não quero apenas ignora-lo, esse tipo de ação é inumana pra mim. Isso é como ser egoista.

-Tanto faz, apenas vá logo para a sala. - ela disse isso e então foi em direção a sala. O que eu deveria esperar? Que ela fosse ficar feliz com aquelas fotos e lembranças? Ela não é como eu, e eu nunca vou ser como ela. Ter seu sangue é como ter algum vírus dentro de mim

 

* Horas depois *

 

>>>>>>>* JIMIN ON *<<<<<<

 

Era 12:30 eu saio em 10 minutos, sera que Yoongi ainda vai vir? 

Bom, é melhor eu não me animar muito, ele deve ter um bilhão de coisas melhores para fazer agora do que simplesmente lembrar de mim, alem do mais, eu apenas estaria gastando seu tempo hoje...​

-Taehyung, você sabe se o Seokjin vem hoje aqui? - disse eu em direção a ele.

-Provalmente sim, se Namjoon veio hoje, Seokjin vai vir. - disse Tae.

-Eles são tão grudados, alem disso estão sempre fazendo "gestos" um pro outro e trocando olhares, até parecem um casal. -

-Parece que você sabe como eles se sentem quando estão próximos. -

-Nada disso, eles são extremamente próximos e tem um contato físico muito intimo, eles se conhecem suficientemente pra um saber do que o outro gosta. Eu nunca teria isso com ninguém. - disse eu ao olhar pra baixo.

-Sabe, você pode ser o que for ou quem for, se você consegue sentir que precisa estar do lado dessa pessoa o tempor inteiro, que não vai deixa-la ou nem mesmo traí-la, apenas por sentir de verdade que é com aquela pessoa que você realmente se importa. Então você não precisa de mais nada, apenas vá até esse alguem e o brace bem forte ele, não se preocupe com o que os outros vão pensar, faça tudo o que você quiser e que se dane as consequências. - 

-E se as consequências te fazerem passar do limite? -

-O que que tem? Ninguém disse que seria fácil,  muito menos que você não teria que quebrar as regras, Jimin, não importa quem seja, se você realmente se importa com esse alguem e esse alguem se importa com você, não perca nenhuma chance. - 

Eu me refleti um pouco sobre o que aconteceu até agora, o que eu deveria fazer no momento, quais seriam as opções,  ou o que iria acontecer.

O Sinal tocou, eu me levantei rapidamente guardando minhas coisas, e como sou desastrado, no final acabei me atrapalhando mais ainda.

Depois de um tempo, eu saí de sala e comecei a descer os andares ao lado de Taehyung, ele parecia feliz com alguma coisa,  acho melhor eu não perguntar o porque, seu sorriso estava malicioso suficiente para  se era, ou ele estava pensando em alguem nú, ou estava planejando alguma coisa...

Terminamos de descer a escadaria (devagarmente para não acontecer outro acidente daqueles), eu consegui encontrar meu amigo Hoseok ao lado de Namjoon e Seokjin, eu precisava apresenta-los para Yoongi, ele iria ficar feliz em conhecê-los...

Já estava na hora de eu sair, eu não vi Yoongi até agora, bom, ele deve estar o upado, eu falo com ele depois, já era de se esperar que não viesse.

-Você não vai agora? - perguntou Tae.

-Bom... Acho que sim. - disse eu desanimado.

-Sem mim? - eu fui recebido com um abraço nas costas, eu pude reconhecer aquele calor no corpo e suas mãos levemente frias,  alem disso também tinha seu tom de voz, que, toda vez que ouço eu me sinto mais seguro e confortavel, aquele era Yoongi.


Notas Finais


No próximo capítulo vai ter Namjin e uma aprofundação de história melhor nos outros personagens, eu prometo. c:

-Triangie


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...