História I've Been Waiting for You. - Capítulo 10


Escrita por: ~

Postado
Categorias David Bowie, Labirinto - A magia do tempo
Personagens David Bowie, Jareth, o Rei dos Duendes, Personagens Originais, Sarah Williams
Tags David Bowie, Labirynth
Visualizações 23
Palavras 1.521
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Crossover, Festa, Hentai, Musical (Songfic), Romance e Novela
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 10 - Julie.


Fanfic / Fanfiction I've Been Waiting for You. - Capítulo 10 - Julie.

Sarah on.

A campainha tocou e logo ouvi a voz de Julie toda animada assim que abriu a porta. Eu estava em meu quarto encarando meu reflexo e tentando não lembrar do beijo que demos no "Underground".

Mãe!- Julie gritou na ponta da escada.

Logo desci e quando vi.... Jareth estava todo lindo com o cabelo meio jogado de lado, e com uma jaqueta azul marinho. Ele estava muito charmoso.

Mãe....aproveitando que o Bowie está aqui, vou fazer um convite especial para ele!-Julie falou subindo rapido as escada e depois desceu.

Notei ela com um belo envelope branco com o nome dele em dourado. Ela entregou para ele que abriu e logo olhei curiosa.

Você vai no meu aniversário a fantasia né?- ela falou animada.

Mas Julie....nem escolhemos o tema ainda!- falei curiosa.

Eu escolhi enquanto fazia meu convite!- ela falou feliz- O tema será o filme "Labirynth"!

Olhei surpresa para Julie que sorriu e logo falou algo para mim e Jareth que me deixou sem jeito.

Sei que sou a aniversariante....mas quero muito que você Bowie vá como o Goblin King!- ela falou sorrindo- E você mãe.... vá com um vestido igual da protagonista no baile.

Que ?- falei sem jeito- Tá louca?

Sim... Tô doida!- ela falou sorrindo-Eu vou de fada igual a do filme!

A fadinha mordedora!- falamos gargalhando.

Logo Julie correu para tirar a comida que ela havia feito. Eu fiquei ali sem jeito perto de Jareth....mas logo fui cordial e ofereci um bom vinho pra ele.

Peguei as taças de cristal e entreguei uma para Jareth que tirou a jaqueta e sentou na poltrona da sala.

Bela casa!-ele falou sorrindo fraco.

Obrigada!- falei colocando um pouco de vinho na taça.

Logo jantamos e depois fui buscar meu belo pudim de chocolate branco que Julie adora.... E pelo visto Jareth também.

Bowie.........toca algo pra gente....por favor!- Julie falou entregando o violão para ele.

Claro....mas Julie....pode me chamar de Jareth!- ele falou bagunçando o cabelo dela.

Notei que ela estava sem as lentes de contato azuis no olho e aquilo me surpreendeu.

Filha.... você está....-falei e logo ela me interrompeu.

Sem minha lentes....sim!- ela falou- Me sinto bem em ficar sem elas perto do Jareth!

Aliás Julie.... você pode ficar sem elas, sério você vai se acostumar e se você ignorar comentários alheios verá que essa cor diferente nos seus olhos são raros!- Ele falou olhando para Julie- Acha que eu faço sucesso com as pessoas por que?

Sorri leve ao ver aquilo.... Jareth mostrava para Julie que havia uma beleza na diferença presente neles....a cor dos olhos.

Eu sempre dizia isso a ela!- falei abraçando minha filha-Julie....seus olhos são lindos assim, cada um de uma cor e se sinta especial por isso!

Logo Julie ficou mais animada quando Jareth tirou uma nota familiar do Les Paul que eu dei para ela. E assim ele cantou algo que animou ela mais ainda.

"Like a mirror, Sunday morning

When the dark clouds hung above

I saw you kneeling 'neath a garden

I saw the grim and stood above

What kind of meaning in a gun shot

It doesn't matter what they say

I never felt I aimed at no one

And who's gonna take the gun away"

Julie sorriu para mim e sentou de frente para Jareth no tapete da sala. Eu fiquei apoiada no encosto do sofá observando o brilho nos olhos dela ao ver ele ali...cantando a musica na qual o nome dela teve origem e também a musica favorita dela.

Aquela cena estava completamente linda....pai e filha ali juntos cantando o refrão da música. Sai dali, deixando o momento pai e filha e fui tomar um pouco de Jack Daniels na varanda da sala e notei que eu estava chorando ali emocionada com tudo o que Jareth disse para nossa garotinha.

"Julie

Pretend for me

That I'm someone in your life

Julie

I'm yours till the end

All the days and memories

I'm not a man of single reason

It's in every single man

This beat of jealous retribution

And every spurned heart makes its plan"

Eu observava os dois ali e logo vi que de algum jeito eu ainda amava Jareth, senão eu não amaria tanto minha filha que por sinal só tem o meu sorriso e as feições do meu rosto porque até no jeito ela é igual a ele.

Julie fez sinal para que eu entrasse na sala e ficasse ali com eles. Julie ficou feliz ao me ver sentando ali do lado de Jareth e ficou mais feliz ainda quando eu cantei o refrão junto com eles.

"Julie

Pretend for me

Even only for a while

Julie

My soul is on the line

All the days and memories

Julie

Remember me

All the days of your life

Julie

I'm lost over you

Passion always ends this way

End this way"

Assim que a musica acabou notei Julie com os olhos cheio de lágrimas e logo ela abraçou apertado Jareth como se entendesse algo.

Sabe Jareth....eu não conheço meu pai, mas se eu pudesse pedir algo....eu pediria que ele fosse igual a você!- assim que Julie falou aquilo eu me senti a pior pessoa do mundo- Sério....eu peço para que um dia meu pai venha atrás de mim e que ele seja assim, legal como você!

Jareth me olhou e eu disfarcei o choro.Logo Julie subiu correndo e foi pegar o album dela de bebê para mostrar para Jareth.

Obrigada!-falei para Jareth- As coisas que você disse para Julie foram lindas....ela sempre se sentia estranha por conta dos amigos dela que zoavam ela por conta dos olhos igual aos seus.

É minha obrigação Sarah!- ele falou segurando meu queixo- Estou muito orgulhoso em saber que essa garotinha incrivel e especial chamada Julie é nossa filha!

Logo nos beijamos novamente e dessa vez eu segurei na nuca de Jareth aprofundando o beijo que logo foi interrompido ao ouvir-mos os passos de Julie descendo as escadas.

Olha só eu bebê!- Julie falou toda animada mostrando o album dela para Jareth.

Você era muito fofa!- ele falou apertando as bochechas de Julie.

Eu tive que fazer meu papel de mãe ali e contar para Jareth cada data em especial e o que Julie havia feito. Notei Jareth olhar cada foto encantado acompanhando as fazes de nossa menininha.

É..... Sarah!- ele falou meio trêmulo e receoso- Amanhã depois da sessão de fotos eu vou estar com o dia todo livre....queria saber se você autoriza Julie a ir conhecer minha casa!

Olhei receosa para ambos e logo vi Julie fazendo sinal de "por favor deixa!". Assenti com a cabeça e logo Julie deu um mega pula de alegria na sala.....com Julie fora de casa eu poderia marcar de falar com Didy e pedir conselhos para ela de como falar com Julie que o pai dela está mais perto do que ela imagina.

Eu fui tirar a louça do jantar enquanto ambos conversavam sobre seus gostos e de coisas parecidas. Eu chorei baixo e nem vi que eu havia me cortado com a taça de vidro.

Logo limpei o corte no meu dedo e fiz um curativo. Sentei na ponta da ponta da pia e fitei o nada enquanto balança-va a palheta que eu usava no meu pescoço.

Virei de costas e me apoiei respirando fundo....era uma mistura de coisas ali que surgia em mim que não dava para explicar. Logo um arrepio percorreu meu corpo quando senti alguém me abraçando por trás e sussurrando em meu ouvido.

Julie dormiu no sofá!- Jareth falou baixo no meu ouvido-Agora podemos conversar a sós!

Eu fechei os olhos e logo senti Jareth alisar meu braço e jogar meu cabelo de lado. Ele balbuciou algo que me deixou mais arrepiada ainda.

Sabia que eu amo essa tatuagem sua de raio?- ele falou e beijou minha nuca-Vejo que ainda tem marcas minhas em você.... não sei por que esconde suas tatuagens sendo que são lindas Sarah!

Segurei forte na pia enquanto o perfume amadeirado de Jareth impregna-va em meus pulmões. Ele me virou de frente para ele e nos encaramos fixamente.

Sentei na ponta da pia e logo ele chegou mais perto. Jareth tinha total poder sob minha pessoa, mesmo eu tentando relutar era inevitável.

Jareth!- falei baixo ao sentir ele beijando meu ombro que estava somente com a alça fina de minha blusa de seda branca.

Ele subiu os beijos até meu pescoço e logo me beijou de modo que parecia um vampiro com sede de sangue. Eu agarrei nos cabelos dele e joguei meu pescoço para trás.

Era inevitável não gemer naquele momento. Logo ele me calou me dando um beijo que era diferente dos outros, mas que logo foi interrompido pela taça que se quebrou em mil pedaços no chão.

É.....- Falei me abanando- Melhor você ir embora Jareth!

Ele fez sinal de sim com a cabeça e logo abri a porta para ele que se despediu de mim com um selinho e depois acenou de dentro do enorme carro preto dele.

Fechei a porta e fiquei ali encostada nela tentando processar o que havia rolado ali minutos atrás. Tranquei a porta e fui ver Julie que dormi como um anjo.

Me perdoa por ter escondido a verdade de você durante 16 anos!- falei baixo e beijei a testa dela.

Sai e encostei a porta. Entrei em meu quarto e logo meu celular vibrou e mostrou uma mensagem de Jareth.

"Obrigado pelo jantar....foi incrivel. E obrigado por deixar a Julie passar o dia comigo!"

Respondi com uma carinha sorrindo e logo fui dormir....ou melhor tentar dormir, pois fiquei é pensando na cena de mim e Jareth aos beijos na cozinha.

Sarah off.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...