História I've Been Waiting for You. - Capítulo 14


Escrita por: ~

Postado
Categorias David Bowie, Labirinto - A magia do tempo
Personagens David Bowie, Jareth, o Rei dos Duendes, Personagens Originais, Sarah Williams
Tags David Bowie, Labirynth
Visualizações 18
Palavras 2.082
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Crossover, Festa, Hentai, Musical (Songfic), Romance e Novela
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 14 - The next day.


Fanfic / Fanfiction I've Been Waiting for You. - Capítulo 14 - The next day.

Sarah on.

Julie anda seu pai já chegou!-falei na ponta da escada.

Logo ela desceu segurando o seu violão enorme na mão. Julie apesar de ter 16 anos ela tinha 1,55....sim Julie era pequenina, o que a deixava parecendo uma boneca.

Logo saímos e fomos até o carro de Jareth que nos esperava do lado de fora. Ele sorriu assim que viu a gente e logo Julie correu para abraçar ele.

Pronta para o melhor fim de semana de todos?- ele falou animado.

Sim!- Julie falou animada-Wow... você tem um cachorro?

Ele riu e logo abriu a porta para o enorme pastor alemão descer. Ele veio em minha direção e veio brincar comigo, logo notei uma coleira vermelha com o nome Ambrósius gravado.

Oi Ambrósius.... você é lindo e bem grande!- falei rindo.

Logo Jareth chamou o cachorro que entrou no carro rapido e Julie sentou no banco de trás. Jareth abriu a porta para mim e deu uma piscada pra mim, me deixando vermelha.

Logo partimos rumo a praia na qual Jareth havia uma casa lá. Julie pediu para ligar o rádio e logo o locutor anúnciou a nova música de Jareth que ele havia feito feito para o novo album dele.

"Look into my eyes", he tells her

"I’m gonna say goodbye" he says, yeah

"Do not cry", she begs of him, "goodbye", yeah

All that day she thinks of his love, yeah

They whip him through the streets and alleys there

The gormless and the baying crowd right there

They can’t get enough of that doomsday song

They can’t get enough of it all"

Logo Julie deu um grito enorme​ no carro na qual fez eu tampar os ouvidos junto com Jareth.

Menina.... não faz isso!-falei rindo- Quase fiquei surda!

Desculpa!- ela falou rindo- Pera o refrão é meu!

"Listen!

"Listen to the whores", he tells her

He fashions paper sculptures of them

Then drags them to the river‘s bank in the cart

Their soggy paper bodies wash ashore in the dark

And the priest, stiff in hate, now demanding fun, begin

Of his women dressed as men for the pleasure of that priest

Here I am

Not quite dying

My body left to rot in a hollow tree

Its branches throwing shadows

On the gallows for me

And the next day

And the next

And another day"

Olhei para ela pelo espelho do carro e dei uma piscada como se dissesse " arrasou garota", de modo que ela sorriu.

Olha só....minha garotinha vai ser famosa um dia!- falei sorrindo.

Puxei ao meu pai!- ela falou toda orgulhosa- Um dia vou ser igual a você pai!

Olhei para ele e o notei sorrir todo orgulhoso cada vez que ele escuta o nome Pai. Ele me olhou e eu desviei minha atenção para a janela observando a vista.

Pensei no episódio de ontem a noite e suspirei fundo na qual fez ambos fazerem a mesma pergunta.

Você está bem?- eles falaram ao mesmo tempo.

Sim....estou só pensando!- falei encostando minha cabeça no banco mais ainda.

Sobre?- Jareth falou colocando o óculos de sol no rosto.

Sobre coisas que eu devo concertar e também arrumar um jeito para a capa da revista ficar boa!- falei tentando desviar o assunto.

Aham....- ele falou como se soubesse que eu estava desviando o assunto.

Olhei para ele que cantava junto com Julie a música que tocava ali na rádio. Segurei a palheta que estava em meu pescoço e balancei ela em minha gargantilha, de modo que fez Jareth me olhar.

"Ignoring the pain of their particular diseases

They chase him through the alleys, chase him down the steps

They haul him through the mud and they chant for his death

And drag him to the feet of the purple headed priest

First they give you everything that you want

Then they take back everything that you have

They live upon their feet and they die upon their knees

They can work with satan while they dress like the saints

They know god exists for the devil told them so

They scream my name aloud down into the well below"

Está pensativa demais!- ele falou-Só espero que isso gere uma solução boa para o seu problema Sarah!

Assim que ele falou.... Automaticamente coloquei minha mão na perna dele sem perceber.

Uhmmmmm.....que lindo mãe!- julie falou.

Logo que eu vi o que eu havia feito, rapidamente eu tirei minha mão da perna de Jareth que tirou o sorriso leve do rosto e ficou com um ar misterioso.

Caramba Sarah Willians.... você só faz burrada!- pensei comigo.

Parecia que Jareth havia dado algum sinal para Julie que colocou os fones de ouvido. Logo ele respirou fundo e falou algo que me fez ficar sem palavras.

Sarah....ontem a noite eu lembrei da música que eu toquei para você no dia que você havia levado aquele delicioso bolo de chocolate em meu camarim e me deu os parabéns e de presente me deu isso aqui!

Ele falou mostrando o chaveiro de raio que eu havia dado para ele. Fiquei vermelha igual a uma pimenta.

Ainda fica vermelha perto de mim quando falo coisas do nosso passado?- ele falou me encarando por cima dos óculos- Bom saber!

Olhei para ele timidamente e ele sorriu lindamente. Logo ele continuou falando o que havia acontecido com ele.

E....pode parecer estranho,mas achei isso aqui...- ele falou me entregando uma foto- Lembra desse dia?

Nunca esqueci!- falei automático e tampei a boca.

Ele sorriu automático e eu olhei para a foto observando a forma como eramos felizes naquela época. Lembrei do beijo que demos lá no "Hell" e de como ele havia me feito perceber que o fato de eu não esquecer dele tem haver porque eu amo ele ainda.

Sarah....parei pra pensar e cheguei a conclusão de que você sempre foi meu amuleto da sorte, você era a unica fã que via meu lado e sempre que dava ia me visitar em meu camarim... você me dava coisas simples mas de coração e nem se importava com o dinheiro e isso que me encanta em você até hoje!- ele falou colocando a mão na minha perna- E foi cada detalhe seu que fez eu me apaixonar por você até hoje!

Olhei para ele com cara de espanto.... Jareth realmente se declarou pra mim pela segunda vez?

Sarah.... Eu não fiquei com mais ninguém depois de você!- ele falou acariciando minha perna- Por que meu coração w minha inspiração possui o nome de Sarah Willians!

Fechei os olhos enquanto sentia as mãos de Jereth em minhas pernas me acariciando ainda mais. Coloquei minha mão encima da dele e apertei de leve.

Logo Jareth parou em frente a uma enorme casa onde possuía uma enorme janela espelhada. Fiquei boquiaberta com aquilo e em choque, a casa de Jareth era enorme e linda.

Chegamos moças!-ele falou tirando o cinto.

Julie saiu correndo com Ambrósius para dentro da casa e eu ajudei Jareth a tirar as coisas do carro. Logo subi para o meu quarto e de Julie e deixei as coisas lá.

Desci e fui dar uma volta na praia para por o pensamento em dia. Logo alguém colocou a mão em meu ombro e assim que virei vi Jareth ali descalço, com a barra da calça dobrada e a camisa aberta num tom azul.

Sorri e logo fomos caminhando e batendo papo. De surpresa Jareth começou a fazer as gracinhas dele imitando os personagens que ele interpretou no cinema, me fazendo rir.

Olha só... você está rindo?- ele falou rindo.

Não estou nada!- disfarcei.

Nada?.....nada?.....tra la la la!-ele falou imitando o Goblin King.

Gargalhei e logo ele riu junto. Julie corria com Ambrósius jogando um frisbee azul para ele enquanto eu e Jareth ficamos sentados na areia observando o mar.

Sabe Jareth....-falei olhando fixo para Julie correndo- Nunca vi Julie tão feliz como está desde que descobriu que você é pai dela!

E eu por ter ela como filha!- Jareth falou e colocou sua mão na minha- Ainda mais sabendo que você é a mãe!

Olhei para ele e logo ele me puxou ferozmente para um beijo bem demorado e cheio de segundas intenções. Ele acariciava minhas costas conforme me beijava intensamente e eu?.....bom eu estava gostando.

Uhgh!- uma voz surgiu em nossa frente- Se querem se beijar façam isso escondidos por favor!

Julie falava rindo e tirou uma foto minha e de Jareth aos beijos. Essa menina me paga!

Julie Andy Willians Jones!- Jareth falou rindo.

Jones?- falei encarando ele- Ela ainda é uma Willians pelo que sei!

Não exatamente!- Jareth tirou um papel branquinho dobrado de dentro do bolso- Aqui está.... Mandei fazer uma nova certidão de nascimento para Julie....tirei uma foto da dela que você colocou no album de bebê!

Ele me deu uma piscadinha e entregou o papel para Julie que leu e pulou de alegria. Ela abraçou ele e agora oficialmente ele era o pai dela.

Sou uma Jones agora!- ela falou animada- Ambrósius sou uma Jones agora...wow!

Ele latiu em resposta e logo ela o abraçou me fazendo sorrir. Ela saiu e deu um sorrisinho de lado para mim como se dissesse "Aproveitem ai vocês" me deixando sem jeito.

Isso foi....- falei sem acreditar.

Foi?- ele me questionou curioso.

A coisa mais incrivel que você fez por ela!- falei sorrindo- Agora ela se sente completa....sabe, com pai, mãe e sabendo suas origens!

Uhm....- ele olhou para o horizonte- Não fiz isso só por ela!

Não?- falei fingindo não saber.

Foi por você também!- ele falou sorrindo- Sarah....o que rolou ontem na minha casa não foi invenção....foi real, e quem sabe o destino está nos dando uma chance de concertar tudo, mas juntos!

Jareth....-olhei para ele e respirei fundo- Me prove que a gente deve tentar novamente?

Mais?- ele falou arqueando a sobrancelha- Olha tudo o que eu fiz por você Sarah!

Sim....eu estou vendo!-falei arqueando a sobrancelha- Mas quero mais!

Okay!- ele falou e piscou- Hoje depois que Julie dormir.... Me encontre aqui que eu tenho uma surpresa!

Okay.... Está combinado!- falei sorrindo- Agora estou curiosa!

Ele riu fofamente e logo fomos almoçar. Depois eu e Julie lava-mos a louça e em seguida Jareth a chamou para ensinar nossa garotinha a tocar violão.

Sentei na varanda e Ambrósius veio junto e ficou ao meu lado. Foi anoitecendo aos poucos e depois que tomei meu banho.... Jareth havia feito o jantar e depois disso Julie foi dormir.

Assim que ela se despediu de mim, eu fui fazer o que Jareth havia me dito. Cheguei até onde estavamos sentados pela manhã e logo ele me deu um susto na qual rimos juntos.

Sarah...vem, tenho uma coisa pra te mostrar!-ele falou me puxando pelas mãos.

Andamos igual um casal de mãos dadas e logo ele me levou até um parquinho de diversões que havia perto dali....tipo umas 15 quadras dali de casa.

Nos divertiamos muito, fomos na mini montanha russa e em todos os brinquedos que haviam ali. Quando vimos já estava na hora de voltarmos.

Jareth passou o braço pelo meu ombro igual quando eramos mais novos. Ele assobiou uma musica e eu olhei para ele fazendo um bico torto.

Sarah...vamos fazendo tudo igual quando nos conhecemos!- ele falou arrumando o cabelo- Prazer....sou Jareth Jones!

Prazer....sou Sarah Willians!- falei incorporando a fã que eu era antes- É....sabe, sou sua maior fã!

Ele me olhou rindo e logo me perguntou algo que me fez sorrir e dar a mais bela resposta de todas que ele ouviu.

E ainda é minha fã até hoje Sarah?- ele falou me puxando pela cintura.

Bom...temos uma filha e ainda tenho essas tatuagens que estou parando de esconder!- falei olhando fixo em seus olhos- E me pergunta se eu ainda sou sua fã?

Ele sorriu belamente e logo eu coloquei meu braço por volta de seu pescoço. Sorri e lembrei de nossa juventude na qual fez eu beijar Jareth que se surpreendeu.

Obrigada pela diversão!- falei e dei uma piscadinha para ele e entrei em casa.

Entrei no quarto e liguei a lanterna do celular para não acordar Julie....olhei aquela foto que Jareth havia me entregado no carro e logo sorri.

Na manhã seguinte acordei e fui fazer o café. Eu estava tão compenetrada cantando que só notei que havia alguém ali na cozinha quando Jareth me abraçou por trás e mordeu minha orelha.

Jareth!-falei surpresa-Você é doido?

Uhm.....sou!-ele falou rindo- Sarah....queria saber se você aceitaria ir na sexta feira comigo até o "Underground" vai haver um baile dançante lá....vai ser bem legal!

Claro!-falei sorrindo- É impressão minha ou você está tentando recriar os momentos bons que tivemos em Londres anos atrás?

Sim...estou!- ele falou beijando meu pescoço- Você fala como se não quisesse tentar nada..... Sarah está nos seus olhos que você ainda gosta de mim, esse brilho não surgiu do nada.... Você ainda gosta de mim, certo?

Uhm....- falei fechando os olhos- Okay Jareth.... você venceu!

Falei e logo ele sorriu vitorioso. Ele me ajudou a terminar o café e ficava cantando o tempo todo.

Me apoiei na pia e notei que as covinhas de Jareth estavam bem visíveis com o sorriso dele. Beijei o rosto dele e peguei uma uva colocando na boca e decidi entrar no jogo com ele.

Sarah off.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...