História Já era amor muito antes de ser... Laxus e Mirajane. - Capítulo 7


Escrita por: ~

Postado
Categorias Fairy Tail
Personagens Erza Scarlet, Gray Fullbuster, Laxus Dreyar, Lisanna Strauss, Makarov Dreyar, Mirajane Strauss, Natsu Dragneel
Tags Fairy Tail
Exibições 28
Palavras 1.591
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Drama (Tragédia), Ecchi, Fantasia, Romance e Novela

Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas da Autora


Esse capítulo ficou maior e mais cômico. Espero que gostem! x)

Capítulo 7 - Nova Missão: Laxus, Mirajane... e Lisanna!


Fanfic / Fanfiction Já era amor muito antes de ser... Laxus e Mirajane. - Capítulo 7 - Nova Missão: Laxus, Mirajane... e Lisanna!

 Quatro meses haviam se passado desde o treinamento na cachoeira. Cada vez mais Mirajane e Laxus saiam para alguma missão juntos, embora sempre brigassem para quem estaria no comando naquela vez. Os magos da Fairy Tail sempre se divertiam assistindo-os discutir, até que um dos dois se irritava e partiam pra cima dos risonhos amigos.

Nessa manhã agradável decidiram pegar uma missão mais tranquila a respeito de alguns bandidos que amedrontavam um pequeno vilarejo, já que haviam prometido levar Lisanna junto. Por algum motivo Laxus estava criando um laço com a pequena irmã de Mira.

Uma hora antes da hora marcada para saírem a pequena e pálida garotinha já estava com sua mochila sentada à porta esperando para partirem. Laxus não pode deixar de imaginar que a garota só devia ter se abastecido de comida. 
Quando o relógio da guilda marcou 10 horas, Laxus juntou suas coisas e chamou Lisanna para perto, procurando Mirajane com os olhos em uma das mesas, mas a garota não se encontrava em nenhum lugar ali.

- Tsc... ela sempre se atrasa. - Resmungou o loiro.

- Será que ela desistiu de ir? Se isso acontecer você vai me levar do mesmo jeito, né Lax-nichan? - Choramingou a pequena.

- É claro que ela não desistiu, já viu ela correr de alguma possível confusão? Provavelmente deve estar em algum canto brigando com a Erza. - Respondeu ele, dessa vez olhando pro lado de fora da guilda, procurando-a novamente. - E afinal de contas, porque você quer tanto ir, baixinha? Você nunca se separa daquele desbocado do Natsu.

- Eu já te disse, o vilarejo que vamos é famoso por um festival de fogos. E o festival começa hoje à tarde!!! Quero ver os fogos!!! - Os olhos da garotinha brilhavam de excitação e Laxus não pode conter um sorriso de canto ao ver a inocência da garota. -

- Certo, certo... Mas vamos acabar nos atrasando se a sua irmã não dar o ar da graça da presen... - Foi interrompido antes de conseguir terminar a frase. -

- OLHA, OLHA NICHAN, OLHA A MIRA-NEE LÁ. - Apontou Lisanna na direção de uma garota que a princípio Laxus achou que a pequena havia confundido com sua irmã, mas quanto mais perto a mesma se aproxima se parecia mais com Mirajane. -
- Então, vamos? - Chamou Mirajane com um sorriso gentil destinado a irmã, que à altura já corria em seu encontro. - Ei... baka! Vai ficar parado aí? Estamos atrasados. - Provocou-o. -
- Estamos atrasados por sua culpa. Devia seguir o exemplo da sua irmã. - Rebateu enquanto dava um sorriso cumplicioso para Lisa. -
- Que seja, vamos andando... Temos que cuidar desses bandidinhos o mais rápido possível. - Ajeitou o cabelo enquanto entrava em um dos carros movidos a magia. -
- Olha, olha, parece que a Mira-chan quer ver os fogos também. Ótimo. Estou levando duas criancinhas comigo? - Gargalhou o rapaz. - Olha só Lisanna, ela se arrumou toda para ver os fogos! - Só agora se permitiu fazer um comentário sobre Mirajane estar usando um longo vestido amarelo com fendas que iam até suas coxas, deixando sua marca da Fairy Tail à mostra. A mesma ainda tinha os cabelos presos em dois coques laterias na cabeça. Ele achou cômico ela estar tão arrumada pra ir em uma missão qualquer, mas não pode deixar de observar que por onde a garota passava atraía o olhar de vários homens, e até mesmo de algumas mulheres. Por algum motivo isso o incomodava-o. 

- Eu não ligo pra esses fogos. - Finalmente respondeu à garota, ignorando a provocação do rapaz e sentando-se no banco de trás. -

- Sei.. sei. Então suponho que vai tentar seduzir um dos inimigos com essa roupa indecente. - Revirou os olhos. - Podemos ir, jiji. - Dirigiu-se ao motorista, entregando-lhe um pedaço de papel com o endereço da vila de Fushia.

- Ela está toda arrumada porque tem um encontro. - Soltou Lisanna, seguindo de um risinho. - Mira-nee tem um encontro no festival.

- Ei! já disse para você parar de ouvir minhas conversas por trás da porta. - Esbravejou Mirajane, corando logo em seguida, apos perceber que Laxus a encarava em silêncio. -

Viajaram em completo silêncio, tirando as musicas que Lisanna cantarolava esperando quebrar o silêncio, mas sem nenhum sucesso. Laxus havia ficado carrancudo e colocado seus fones de ouvido e Mirajane parecia estar de péssimo humor. Ficaram assim até o motorista anunciar que haviam chegado. Ajudou a garotinha a descer com sua enorme mochila e beijou a mão de Mirajane em despedida. Laxus o pagou e ele virou o carro, seguindo de volta para Magnólia.

- Vamos, é por aqui. - Disse por fim Mirajane, mostrando a direção em um pequeno caminho de pedras.

- Vamos, vamos, Lax-nichan. - Disse Lisanna puxando Laxus por uma das mãos. -

Caminharam por cerca de cinco minutos até começarem a ver as pequenas casas do vilarejo. As ruas pareciam desertas. Ouviram então gritos vindo de alguma rua mais abaixo, apressaram o passo até chegarem a um tipo de calçadão onde haviam diversas barracas com todos os tipos de comidas, todas cobertas por flores de várias cores e uma leve música tocando ao fundo. Mas o que chamou a atenção dos dois magos foi uma multidão cercando um senhor de idade caído à rua de pedra, com um filete de sangue escorrendo pela testa, levando vários chutes de um grupo de homens com pedaços de madeira e facões nas mãos, e um deles segurava uma garota um pouco mais velha que Mirajane, que se debatia para tentar se salvar das mãos do homem. 

- PAREM! DEIXEM ELE EM PAZ! OTOU-SAMA! - Gritava a garota em meio a suas lagrimas, debatendo-se com todas as suas forças. -

- Soltem a minha filha... por favor. - Sussurrava o velho, ainda sendo agredido. - Por favor, eu vou pagar o imposto... por favor... só deixem minha Makino em paz.

- Demos tempo o suficiente para você pagar o que precisava. Vamos levar sua filha e vendê-la como escrava para pagar suas dívidas. Ninguém fica devendo o nosso chefe. - Disse o homem baixo que segurava Makino pelos braços. -

- Por favor... me levem no lugar dela, por favor. - Tentou barganhar o senhor caído no chão. -

- E que serventia um velho que não consegue nem se proteger nos teria? Tsc... - Cuspiu no resto do velho. -

Laxus e Mirajane já haviam observado demais. Aqueles eram certamente os bandidos que foram designados à combater. Era hora de agir.

- EI! - Gritou Laxus em meio a multidão, se aproximando do grupo. - Deixem-nos em paz e eu não machucarei tanto vocês. 

- Larguem a garota e sumam daqui e jamais retornem e talvez os deixamos viver. - Disse Mirajane se juntando à Laxus. -
Os homens se entreolharam e começaram uma gargalhada. - Nossa, que medo de você, garotos. Acredito que devo temer a pequenininha também? - Apontou para Lisanna, que se escondeu atrás de Mirajane, apertando a barra do vestido da irmã mais velha. Seus companheiros o seguiram na gargalhada. -

- Tenha certeza que se você encostar na garota vai desejar nunca ter nascido. - Ameaçou Laxus encarando o homem. Mirajane olhou o loiro com o canto dos olhos, sentiu-se grata por saber que ele se sentia dessa forma em relação à Lisanna. -

- Não se preocupe, pirralho, crianças dão muito trabalho para doma-las para serem vendidas. Já essa belezinha ao seu lado está no ponto. - Encarou Mirajane da cabeça aos pés com um sorriso malicioso. - É uma beleza rara. O mestre tomaria ela pra si. - Passou a língua em seus lábios ainda com o sorriso cheio de maldade. - Consigo imaginar as coisas que ele faria com um brotinho desses.

- Vai ser o jeito doloroso então. - Laxus concentrou seu raio em uma das mãos, mas antes que o loiro partisse para o ataque, Mirajane passou por ele como o vento, já com seu Satan Soul. Agarrou o homem antes mesmo que ele conseguisse ver o que o atingia. Empurrou sua cabeça tão forte contra o chão, que a afundou para dentro das pedras. O homem perdeu a conciência de imediato. -

- Hey! Eu era o líder dessa vez, eu devia ter atacado primeiro. - Esbravejou Laxus, voltando ao normal. - 

- Ele me irritou. - Disse Mirajane voltando ao seu corpo normal.Levantando-se e sacudindo a poeira do vestido. - Tsc... vocês estão estragando minha roupa. É meu ultimo aviso, saiam daqui e nunca mais voltem. Ou terão o mesmo destino desse aqui. - Cutucou o homem estirado ao chão com um dos pés. Os capangas do homem derrotado não pensaram nem meio segundo e correram desesperados em direção à saída do vilarejo. -

- Esquentadinha como sempre. - Disse Laxus. Chamando Lisanna que tentava entender como o homem havia parado no chão e ajudando o velho a se levantar do chão com cuidado. -

- Na próxima você pode ser o líder. - Sorriu sarcasticamente a garota. Tentando acalmar Makino que chorava algo em agradecimento. -

- Vocês... salvaram... meu pai... a mim... e vila... - Soluçava. - Quem são vocês?

- Eu sou Mirajane. - Disse a garota calmamente. - O brutamontes é o Laxus, e a pequena é minha irmã, Lisanna.

- Brutamontes é a sua mãe, Mira-chan! - Emburrou-se Laxus. -

- Somos magos da Fairy Tail! - Empolgou-se Lisanna, sorrindo com orgulho. -
 


Notas Finais


E aí, vocês acham que o Laxus tá com ciumes? hahahahahahaha
Quem já assistiu One Piece vai entender referencia. <333

até o proximo, minna


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...