História Jack Carter e os deuses do Olimpo: Apocalipse - Capítulo 15


Escrita por: ~

Postado
Categorias Os Heróis do Olimpo, Percy Jackson & os Olimpianos
Personagens Afrodite, Annabeth Chase, Connor Stoll, Dionísio, Hefesto, Jason Grace, Nico di Angelo, Paul Blofis, Percy Jackson, Personagens Originais, Piper Mclean, Poseidon, Quíron, Sally Jackson, Travis Stoll, Will Solace, Zeus
Tags Jack Carter, Mary Carter, Scott Mckenzie, Vitor Icestorm
Exibições 6
Palavras 2.268
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 14 ANOS
Gêneros: Ação, Artes Marciais, Aventura, Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Misticismo, Romance e Novela, Survival, Violência
Avisos: Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Capítulo 15 - Scott


Fanfic / Fanfiction Jack Carter e os deuses do Olimpo: Apocalipse - Capítulo 15 - Scott

  Fiquei preocupado com Jack mas tinha que salvar James. O levamos para "casa" e o colocamos na cama do quarto onde Sally e Paul dormiam. Os dois cuidavam dos ferimentos de James.
-Vocês devem parar de brigar - disse Sally assim que James recuperou a consciência e começou a conversar - se não vão acabar morrendo!
-Concordo - falei. Jack tinha deixado a raiva o dominar o que acabou resultando na liberdade do estripador. James também deixou seu monstro ser liberto
Olhei para a sala e vi Vitor me encarando de cara feia. Jason conversava com Piper, Percy, Annabeth e com Maggie que tinha um pouco de lágrimas nos olhos.
-Vou atrás de Jack - falei indo em direção a porta.
-Tenha cuidado com ele! - disse Percy
-Ah, coé. Jack não é um monstro, ele não me faria mal algum. -falei e sai porta a fora
  Fui para a última localização de Jack e adivinha... ele não estava lá. Andei pela volta mas não o encontrei. Avistei um rastro de sangue levando até um estacionamento que tinha aproximadamente 10 andares, entrei e segui o rastro até o terceiro andar. Quando cheguei lá vi Jack deitado em cima de um Nissan prata, me aproximei e vi um pouco de sangue escorrendo pelo capo.
-Jack o que aconteceu com você? - perguntei mais para mim
  Me aproximei dele, Jack estava desacordado. Peguei o nos braços, ele estava muito pálido, corri até a rua olhei para Jack e vi uma grande mancha de sangue em sua camisa e seu rosto estava roxo e cheio de sangue, não só seu rosto mas o corpo todo. Levantei sua camisa e em sua barriga havia um corte não muito profundo, mas o bastante pra sangrar muito. Não havia nada ali somente o corte. O levei para "casa", entrei esbarrando em tudo que tinha pela frente.
-O que aconteceu? - perguntou Piper
-Não sei. - falei correndo para o quarto de Sally e o colocando sobre a cama ao lado de James - O encontrei assim, ele estava em cima de um carro sangrando. Tem um corte em sua barriga!
-Ele perdeu bastante sangue - disse Sally - , preciso de água, faixas e álcool. Preciso também que vocês saiam!
  Todos nós saímos apenas Maggie ficou no quarto auxiliando Sally a curar seu filho. Ficamos sentados na sala, Harley se aproximou e se sentou ao meu lado.
-Olha - começou - , sei que você não gosta de mim por ter tirado o olho dele e os torturado, isso é bastante claro para mim. - disse - Mas quero deixar bem claro que eu não sou... bem... eu não gosto de ser má mas o estripador que vive em mim fala mais alto... então... você pode me perdoar? - perguntou
-Talvez, depende... não sinto muita confiança em suas palavras mas... - suspirei - já é um bom começo! - ela deu um leve sorriso
-Muito obrigado. Então... conte mais sobre você, Scott!
  Ficamos o dia inteiro conversando. Ao meio-dia do dia seguinte, Jack saiu do quarto, ele cambaleou um pouco, se aproximou de nós. Eu estava conversando com Harley.
-E aí cara? Você tá bem? - perguntei assim que ele se sentou no sofá
-Tô... valeu cara, eu poderia ter morrido se você não chegasse a tempo. - disse ele tocando seu ferimento
-Não foi nada cara. Você já nos salvou bastante! - falei dando um peteleco em sua testa
  Ele riu.
-Vocês estão se dando bem pelo o que percebi. Isso é ótimo!
-É, a gente se acertou. Estamos nos dando bem, não é Scott? - perguntou Harley
  Quando ia responder, ouvimos o dragão rugir lá fora. Corremos para a janela e a criatura voava em círculos sobre alguns prédios.
-De novo não! - reclamou Vitor
-Não sei quanto a vocês mas tô com uma vontade de matar esse bicho! - disse Jack, nesse momento a porta do quarto onde Jack estava se abriu e James saiu de lá e foi até a janela sem olhar para Jack. O dragão dava investidas contra os prédios como se estivesse os desafiando.
-Devemos matar esse dragão(Jura Scott? Não tinha percebido). Alguma idéia?
-Não, mas não temos tempo para isso! - dizendo isso, Jack saiu porta a fora acompanhado de James
-Cara esses moleques nunca aprende. - disse Percy
  Saímos a toda atrás dos outros, nos separamos em grupos. Fiquei com o Percy e a Annabeth enquanto Vitor ficou com Jason e Piper. Estávamos nos aproximando do Empire State Building quando avistei Jack fazer uma curva deslizando e usando sua mão pra virar a rua. De longe avistei o dragão, ele planava e rugia para Jack. Ele se parou e ficou encarando o dragão. Não nos percebeu ali até Annabeth gritar:
-JACK, SAÍA DAÍ!
  Ele virou o rosto para nós, sorriu e depois voltou a atenção ao enorme dragão.
-VAMOS CARA, SAÍA DAÍ VOCÊ VAI ACABAR MORRENDO! - após Percy dizer isso, o dragão resolveu avançar pra pegar Jack
  Comecei a correr em sua direção.
-JACK SAÍA DAÍ!
  Raios caíram na minha frente, me fazendo cair de bunda no chão.
-SE AFASTE SCOTT, EU PRECISO MATÁ-LO! - disse Jack
  Então eu percebi o que estava acontecendo. Aquilo que sonhei com Jack está se realizando, não posso impedir sua morte
-JACK, PELO AMOR DOS DEUSES, POR FAVOR SAÍA DAÍ!
  Ele me deu um sorriso, então o dragão deu um rasante mas Jack desviou e pulou em suas costas. Isso me aliviou um pouco mas ainda temia pela morte do meu irmão. O dragão tentou desvencilhar-se de Jack mas este se manteu firme em suas costas e tentava matá-lo de qualquer maneira. O dragão então saiu voando para outro lugar.
-Droga, ele tá se afastando! - praguejei
  Nisso avistei um Prius vermelho, fui correndo em sua direção acompanhado de Percy e Annabeth. Me aproximei do carro, desferi um chute no vidro no estilo Leônidas. A vidraça se quebrou, enfiei minha mão pelo vidro quebrado e puxei a tranca. Abri a porta, me sentei no assento do motorista e fiquei ali tentando fazer ligação direta. Fiquei por alguns segundos depois o carro ligou.
-Vamos entrem! - falei para Percy e Annabeth
  Os dois assentiram e entraram. Percy no carona e Annabeth no banco do meio. Acelerei o carro e saímos a toda.
-Onde você aprendeu a dirigir? - perguntou Annabeth
-Sozinho, gosto bastante de carro. Estudei bastante sobre eles, inclusive já roubei um e vendi! - respondi
  Os dois se entreolharam e depois ficaram me encarando.
-Que foi? - perguntei
-Nada. - responderam os dois
  Olhei para o céu e lá estava Jack no pescoço do dragão tentando o matar a qualquer custo.
-Não morra Jack! - murmurei
  O dragão começou a fazer uns barrel rolls mas Jack se manteve firme. Jack segurou o dragão pelo pescoço... e não sei como... ele conseguiu jogá-lo contra parede de um prédio que caiu após o impacto. Jack caiu nas costas do dragão.
-Mas como... esse cara conseguiu jogar um dragão que deve ter toneladas e toneladas de peso? - perguntou-se Annabeth
-De acordo com Harley, Ares lhe deu a força bruta! - falei
-Com que motivo? - perguntou Percy
-Explorar o Jack, libertar o estripador. Ele está o deixando louco!
-Mas que canalha filha da mãe! - disse Percy, então o chão tremeu
-Olha boca, cabeça de alga. - alertou Annabeth
  Não pude evitar de rir, sinceramente, eles formam um belo casal assim como Jason e Piper. Espero que Jack sobreviva pra arrumar alguém que preste para ele, falando sério, ele não merece a Rose, uma garota levada por aparências. Nisso ouço um grito me tirando de meus pensamentos.
-Scott cuidado! - disse Annabeth
  Um prédio caiu.

3° pessoa

  Jack nas costas do dragão, firme e forte. Ele percebeu que estavam chegando em outra cidade, ele reconheceu, era Boston. Boston? Por que esse dragão me levou a Boston? Se perguntou. Jack olhou para a asa esquerda do dragão, então ele teve a brilhante idéia de rasgar a asa dele. Jack se direcionou até a asa. Começou a desferir golpes, o dragão começou a urrar e se debater mas seu agressor se manteve firme. Jack abriu um sorriso quando desferiu um golpe e a asa se rasgou. O dragão começou a perder o controle, então ele caiu em alta velocidade. Quando este atingiu o chão, Jack pulou das costas do monstro e ficou o encarando. Nisso ele ouviu um som de explosão. Uma garota da mesma altura que sua, cabelos loiro platinado iguais os dele e olhos azul-elétrico iguais o dele caiu em pé ao seu lado. A garota o encarou, talvez seja a garota mais bonita que ele já viu, pensou Jack. Nisso outro dragão apareceu, do mesmo tamanho do que ele tava enfrentando. Ele rugiu, nisso uma espada idêntica a de Jack surgiu em suas costas. Ela avançou a toda pra cima do dragão, desviando de uma baforada de fogo e pulando em seu pescoço. Jack percebeu que a asa direita do segundo dragão estava rasgada, talvez ela tenha pensado a mesma coisa, pensou Jack. Jack estava tão distraído que não percebeu que o dragão a suas costas já tinha se levantado. Quando ele se virou, foi atingido por uma patada que o jogou contra uma parede a quebrando. Jack caiu sentado e ficou recuperando o fôlego que tinha perdido. Ele se levantou e bloqueou um ataque do dragão, depois cravou a espada na pata do dragão, que o encarou com um olhar que dizia: "Como você é um idiota!"
  O dragão abocanhou Jack que ficou de pé dentro da boca do monstro usando toda sua força pra mantê-la aberta pra poder sair, tinha também o perigo dele soltar uma baforada e fazer churrasquinho de Jack. Jack abriu a boca do monstro quase quebrando sua mandíbula, cravou a espada no olho do monstro até não sobrar nada. Ele urrou e usou sua enorme cauda pra agarrar. Ele conseguiu e jogou Jack para dentro de um apartamento. Jack saiu enfurecido, arriscando libertar o estripador. Ele pulou na cabeça do bicho e ficou a perfurando, depois ele desceu e agarrou a cauda do bicho e o jogou para outro lado. Jack olhou para suas mãos impressionado, ele então avançou com sua super-velocidade e pulou no peito do monstro, Jack fez um movimento para baixo rasgando o peito e a barriga do dragão. Suas tripas caíram no chão mas o dragão não pareceu se importar, ele rugiu bem próximo de Jack. Jack invocou todos os raios em sua lâmina e enfiou sua espada até o cabo dentro da boca do monstro. Ele rugia foi quando Jack percebeu que o ar ali dentro começou a esquentar muito. Ele não fez nada então o dragão soltou uma baforada em Jack que cobriu seu corpo todo com chamas. As chamas começaram a diminuir então o dragão explodiu, deixando um Jack sem um pedaço de sua cabeça e seu corpo parcialmente queimado, em carne viva. Jack ainda estava vivo, um Prius vermelho e duas SUVs. Deles desceram Piper, Jason, Harley, Vitor, Maggie, Percy, James, Annabeth, Paul e Sally. Eles se aproximarem de Jack e ficaram chocados quando o viram daquele jeito. Jack cambaleou e caiu de joelhos. Sua respiração estava pesada, sua visão estava começando a ficar embaçada. Todos ficaram ao seu redor. Scott, Vitor, Jason, Piper, Maggie, Percy e Annabeth ficaram na sua frente tentando conversar, Jack percebeu o rosto de Maggie cheio de lágrimas, então ele percebeu que todos estavam chorando.
-Não... chorem... não quero ver... ninguém... chorando na minha morte... - ele ofegou e cuspiu sangue - por favor... vejam se aquela garota... está... bem. - disse Jack apontando para garota loira que também tinha matado o dragão - Vejam se ela... está... viva.
  Scott assentiu e foi até a garota e verificou seu pulso, sua pulsação estava fraca mas ela ainda estava viva, ainda. Scott a pegou no colo e levou até Jack que sorriu para ele quando se aproximaram.
-Obrigado... irmão. Vitor meu irmão... por favor... cuide... da... minha priminha, certo?
  Vitor assentiu com a cara cheia de lágrimas. Jack sorriu.
-Adeus a todos, adeus... mãe! - Jack olhou para o céu e viu uma garota muito bonita sobrevoando sobre eles, ele sorriu e caiu para frente com Piper o segurando
-Não cara... não acredito nisso... não pode ser, ele morreu? - perguntou Vitor tremendo
-Sim... Vitor, ele... ele morreu... morreu como um herói! - disse Scott o abraçando
-Conheço meu irmão de boa e agora o vejo morrer. Maldito Cronos, ele vai pagar por isso! - disse Jason
-Vai mesmo! - disseram em uníssono
  A vida de Jack se esvaiu completamente. Jack seria lembrado como um herói. Scott checou o pulso da garota loira e percebeu que ela também tinha morrido.
-Pessoal... essa garota... também morreu como uma heroína. Ela matou aquele segundo dragão, merece nosso respeito!
-Sim! - todos concordaram
-Ela é bem parecida com o Jack! - disse Annabeth
-Tem razão. - disse Scott
  Todos se levantaram cabisbaixo, Maggie carregava o corpo de Jack, Scott carregava a garota, assim todos entraram em seus carros e foram embora para Nova York. Chegando lá eles tiveram uma surpresa. Todos os andarilhos agora eram pessoas normais, andavam normais e algumas estavam apavoradas. Todos sorriram.
-O sacrifício desses dois não foi em vão! - comentou Piper
  Todos concordaram.
  Eles foram em direção a Long Island pra dar a Jack e a garota um enterro digno.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...