História Jade a pedra do gelo - Steven Universo - Capítulo 66


Escrita por: ~

Postado
Categorias Steven Universe
Personagens Ametista, Connie, Garnet, Jasper, Lápis Lazuli, Lars, Leão, Malaquita, Mr. Smiley, Opal, Peedee Fryman, Peridot, Pérola, Personagens Originais, Richard Fryman, Ronaldo Fryman, Rose Quartzo, Rubi, Sadie, Safira, Sardonyx, Steven Jr., Steven Quartzo Universo, Stevonnie, Sugilite
Tags Steven Universo
Exibições 25
Palavras 3.275
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Ação, Artes Marciais, Aventura, Colegial, Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Luta, Magia, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Sobrenatural, Terror e Horror, Violência
Avisos: Heterossexualidade, Homossexualidade, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas da Autora


Oi Genteeeeeeee, beleza ? Mais um cap pra vcs, espero que gostem ^3^

Capítulo 66 - A culpa é dela.



-Só o que me faltava tomar conta de uma criança de um ano.- Ela resmungou baixinho.
-Sua irmã tinha um ano né?- Perguntei e ela parou de se mover subtamente.
-Tinha.- Ela disse suspirando e pulando a Janela do segundo andar.
-Mals aí… pela parte que te toca… mas temos que achar mais pessoas pra estripar e saber se disse algo comprometedor sobre você….. Tipo suas fraquezas.
-Certo. Vamos.- Ela concordou e abriu o portal. O coitado do Taz veio todo feliz por finalmente termos chegado.
Já na “Bat-Caverna” eu tava deitada num sofá que tinha lá vendo TV. Ouvia várias reclamações de Jade sobre Kaitlyn mexer onde não devia atrapalhar tudo, faz pouco tempo que as reclamações pararam do nada. Curiosa fiquei de joelhos no sofá e olhei pra trás vendo a criança dormindo em cima de Tanza, Jade olhava pra ela com algumas lágrimas nos olhos. Disse pra que ela trouxesse a criança pelo motivo de eu saber que ela sente falta de seus irmãos: Topaz e Elizabeth, e não duvido nada que ela se sinta culpada por fazer da criança uma órfã.
Por mim teria deixado a menina pra morrer, mas era o melhor a se fazer por ela.
-Devia descansar.- Sugeri e ela levou um pequeno susto e voltou a olhar pra tela do computador. 
-Gems não precisam descansar. Tem alguma coisa que arda um ferimento até a pessoa não aguentar mais.
-Álcool ? Pimenta?- Disse pensando.
-Não, algo mais forte.- Ela disse olhando em volta.
-Eu sei de uma coisa…. Mas é arriscado.
-E desde quando eu não me arrisco?- Ela perguntou convencida.- Arriscado tipo o que ?
-Tipo as Gems nos verem.- Expliquei.
-Ah…. É bem arriscado…. Posso saber o que é? 
-Sal de fogo.- Respondi simplesmente e os olhos dela brilharam.
-Boa… Não, Ótima ideia. Como eu não pensei em Sal de Fogo ?- Ela perguntou entusiasmada.
-Não sei, mas para de gritar vai acordar a mini-pessoa.- Avisei e ela fez que sim com a cabeça.
-Tanza.- Ela se abaixou fazendo carinho em sua cabeça.
Ele acordou e a olhou esperando a ordem.
-Toma conta de Katy, não deixa nada machucar ela.- O cão bocejou e concordou com a cabeça, voltando a deitar a cabeça entre as grandes patas.- Bom menino.- Elogiou dando um beijo na cabeça de Taz.
-Vamos.- Chamei e ela abriu o portal com um sorriso de orelha a orelha.
Já na praia subimos a colina sorrateiramente e olhamos pra dentro pela porta da varanda.
-Eu posso entrar lá e pegar…. Mas não posso me afastar muito de você, um tipo de barreira me para quando me afasto de mais.- Expliquei e ela concordou virando uma formiga e subindo em meu ombro.- Boa.
Fiquei invisível pra eles e passei por de baixo da porta em forma de gosma. Dentro da casa olhei em volta vendo todo mundo ali conversando. Como diz a Jade: “Uma palavra, um momento, uma sensação: Fudeu”. Pérola estava sentada no sofá com Ametista. Steven, Charlie, Timothy e Harry estavam no quarto de Steven enquanto Garnet ficava ao lado da porta.
Quando vi ela ali eu gelei. Jade virou uma formiga menor ainda e olhamos pra Garnet que nos olhava fixamente. 
-Deve estar olhando pro chão.- Disse passando a mão em frente ao seu rosto.- Vamos pegar logo esse troço e sair daqui.- Jade, sabe que eu estou na sua mente, elas não vão me ouvir… e eu posso ouvir seus pensamentos.
-“Como vamos levar esse troço se todos estão na sala ?”
-Boa pergunta… Onde a Pérola tinha escondido da Amy mesmo ?
-“Na gaveta da cozinha”.
-Certo…. Podíamos prestar atenção na conversa deles agora né?- Sugeri e olhamos pra frente enquanto eu abria a gaveta.
-Como assim não temos nada ainda ?- Perguntou Charlie inconformada.
-Charlie tem que ser paciente, sua irmã não vai cair do céu assim do nada.- Disse Pérola.
-Da última vez ela caiu do céu assim do nada…. Dentro de um espelho.- Ela retrucou dessa vez com certa raiva.
 -Bom, ela pode realmente ter caído do Céu…. A Garnet sentiu atividade Gem lá no Brasil.- Disse Ametista sorrindo.
-Eu acho que Jade está ótima.- Disse Garnet com convicção e olhamos pra ela, a mesma ajeitou os olhos ainda nos olhando fixamente.
Revirei os olhos e pressionei as têmporas.
-Que ideia de girico.- Falei abrindo a gaveta um pouco mais rápido mas ainda sem fazer barulho.
-Como era a Evil…. De acordo com o que Jade te descreveu ?- Perguntou Garnet para Harry, ainda nos olhando.
Todos ficaram meio surpresos com a afirmação de Garnet mas não disseram nada.
-ahm… Era a Jade… Só que com cabelo preto…A estrela no cabelo vermelha um moletom um pouco maior que ela cinza…. Um short Jeans preto e botas de cano auto preto com um Ziper vermelho do lado de cada bota.
-Tinha que dar tanto detalhe? Que raiva Jade.- Disse já vendo o sal de fogo e pegando o mesmo com cuidado pra não aparecer do outro lado do balcão. Me abaixei e toquei o chão que era de madeira apodreci a madeira abrindo um pequeno buraco e jogando ali o sal de fogo, logo depois virando uma gosma saindo por lá.
-Por que o interesse de repente Garnet ?- Ouvi a voz de Steven.
-Por nada. Só quis saber.
-Vamos pra Caverna Jade.- Pedi e ela abriu o portal e eu passei com ela fechando o mesmo logo em seguida.
-AAAAI QUE ÓDIO…. Sua… Sua…. AMOEBA GIGANTE.- Ela gritou voltando pra forma original.- Podia ter entrado por de baixo da casa o tempo todo!!
-Ok, foi mal… mancada minha.- Me desculpei revirando os olhos. Esperava que ela continuasse gritando comigo, mas quando olhei pra ela, a mesma estava pálida e com os olhos arregalados.
Segui seu olhar e dei de cara com Tanza jogando Katy pra cima e pra baixo com a boca.
-TANZA.- Jade gritou desesperada correndo atrás dele. Acho que ele levou como brincadeira porque abanou o rabo e começou a correr de Jade.- ME DA ELA.
Quando Jade ia pega-la Tanza jogava a criança por cima de sua cabeça e pegava depois, voltando a correr de Jade enquanto o sérumaninhu só gargalhava. Quando Jade conseguiu pega-la a criança ria horrores.
-Tax.- Ela disse batendo palma.
-É?  Você gosta do Tax ?- Ela perguntou com uma voz boba.
-O amor é a fraqueza Jade. Pedi que você trouxesse ela, mas não se apegue. Hoje a noite vamos leva-la pra um orfanato.- Avisei e ela se encolheu no chão com a criança no colo e rosnou pra mim junto com Tanza que entrou em sua frente como se protegesse as duas.
-A… Vida no orfanato é difícil…. Não podemos fazer isso com ela.- Jade alegou.
-Ninguém merece.- Liguei a TV no noticiário e dizia sobre um assassinato qur ocorreu em Madureira no Rio de Janeiro.
-Mataram alguém e não fomos nós?  Que absurdo!- Disse Jade se sentando no sofá e deixando Katy com a cabeça encostada em sua coxa. Tanza deitou ao lado do sofá olhando a TV como se entendesse.
-Olha… tiraram uma foto do suspeito…. Ele tinha um cachorro também.
-Usava moletom Branco…. Sabemos todos os poderes da Jadeíte?- Jade perguntou pensativa.
-Não.
-Será que ela pode dar vida no que não existe ?
-Onde está querendo chegar ?- Perguntei já impaciente coma enrolação.
-Será que ela Revivei Jeff the Killer e Smile Dog ?
-Isso é absurdamente impossível.- Disse e olhei melhor pra foto.- Ou não sei lá… o cachorro é vermelho….
-MEU DEEEEEEUS JEFF THE KILLER EXISTE!!- Ela exclamou animada.
-Por que acha que foi Jadeíte? 
-Ela era muito fiel a corte de Blue Diamond.
-Ela não estava servindo A Yellow?- Perguntei em dúvida.
-Estava… mas por ordens de B.D.
-Tô entendendo…. Não entendi a sua animação.
-Por que ?
-Se Jadeíte está revivendo Serial Killers, seria pra se vingar de você… Você quebrou Blue Diamond.
-Meu Deus… Nunca mais chego perto de uma floresta.- Ella disse um pouco assustada e olhando pra Katy.
-Por que ? Cada coisa…
-Slander mora na floresta.
-Ih é né?  Então basicamente ela pode estar dando vida pros personagens de Terror.
-Se a Anabelle aparecer aqui, eu taco fogo na caverna.- Ela disse amedrontada.
-Com tanta gente pra você ter medo… Jason, Pânico, Freddy Krueger, Ticci Toby, Offender, Eyeless Jack, Laughing Jack, Nurse Ann, Smile Dog, Clock Work…
-JÁ ENTENDI!! CALA A PORRA DA BOCA.- Ela gritou me interrompendo.
-Foi mal…. Mas olha pelo lado bom… Você é quase imortal.
-Como a pessoa é “quase imortal” ?
-Bom sendo…. Nem tão mortal… Nem imortal… Tipo se sua pedra quebrar você morre… Mas só isso te mata.- Disse e logo parei pra pensar no momento em que a Pedra de Jade partiu ao meio e logo depois se consertou sozinha.- E de qualquer forma… Você tem poderes bem fodas, Um Dragão que tem poderes bem fodas e um Cachorro Gigante que tem poderes bem fodas.- Disse pra tentar fazer ela esquecer o medo.
-Não é por mim qur eu sinto medo.- Ela sussurrou fazendo carinho na cabeça de Katy.
-Como se apegou tão rápido a ela ?
-Talvez a falta de uma criança de um ano…
-Seu irmão tinha três…
-Minha irmã tinha um.
-Então basicamente…. Ela é pra substituir e te fazer esquecer o que passou ?
-Mais ou menos…. Vamos lá no antigo apartamento do meu pai, pegar as coisas da minha irmã pra ela.
-Certo. Ela não tem onde dormir né? 
-É, por isso você vai sair desse sofá agora pra ela deitar melhor.- Ela disse e eu revirei os olhos me sentando ao lado de Taz. Ela puxou a parte do sofá onde se senta e fez ficar maior para a criança se acomodar melhor. Mas com o barulho Katy acordou chorando um pouco.
-Faz ela parar. Choro de criança é pior tortura.- Disse tampando os ouvidos.
-De olhos vermelhos, de pelo branquinho, vou pegar sua alma e botar num vidrinho. Eu pulo pra frente e te mato por trás, se você vacilar vai ser tarde de mais. Eu tô bem armado com faca e tudo, você já era, vai virar um defunto.- Ela cantou na maior naturalidade. 
-Linda música pra se cantar pra uma criança.- Elogiei sarcástica.
-Ela dormiu, não dormiu ?- Ela perguntou rindo.
-Só você mesmo.- Não pude evitar de rir também. Nos levantamos e deixamos Tanza cuidado da criança e fomos procurar mais vítimas.
-Achei uma!!- Ela disse alegre.- Madureira... condomínio... Esse não é o condomínio que o Suposto Jeff the Killer matou uma família?- Ela perguntou estranhando.
-Se for realmente Jadeíte, tá cobrindo seus rastros.- Disse pensativa. Arregalamos os olhos e olhamos uma pra outra logo olhando pro sofá onde Tanza vinha correndo com Katy na boca.
-Energia Gem!!- Dissemos juntas.
-Vamos sair daqui, agora!!- Disse e Jade já ia criar o portal mas uma mão gigante segurou ela. Tratei de ficar invisível pro que quer que fosse.
-Jade!- Era a Voz de Garnet ? Esqueci que ela podia alterar o tamanho das mãos.
-Garnet...- Ela disse assustada.- Me solta.- Ela gritou e mordeu um dedo de Garnet.
-Jade, graças a Deus. Que susto que eu tomei e....- Charlie parou de falar ao ver o olhar assassino que Jade direcionava a ela. Não vai dar certo... Fiquei visível de novo, não conseguiria deter Jade de fazer alguma coisa se estivesse só na mente dela em vez da forma material.
-Tanza, pega.- Pedi baixinho e ele me entregou Katy e correu em direção à mão de Garnet e puxando Jade pelo capuz de sua nova roupa.
-Muito bem.- Jade elogiou recuando junto com Taz que rosnava pras Gems.
-Jade, o que está fazendo?- Perguntou Pérola olhando Horrorizada pro cachorro. Ela sabia que era Tanza ? Mas também não era difícil saber, era só olhar a pedra vermelha em seu ombro.
-Esse é o Taz ?- Perguntou Steven olhando pro cão.
Vi Jade dar um sorriso psicopata. “Merda.”
-Ice He..- Interrompi ela com a mão em sua boca.
-Não vale a pena, vamos embora.- Chamei mas ela nem se quer se mexeu.- Já se vingou de Yellow Diamond, o que vai ganhar matando a Charlie ?- Perguntei com raiva.
-ELA FEZ ISSO COMIGO.- Jade disse apontando pra si mesma.
-EU FIZ ISSO CONTIGO. Não viaja. Vamos embora e todo mundo sai ganhando.- Disse me acalmando.
-Taz, pega.- Ela ordenou e o cachorro olhou pra ela meio inseguro e depois pra Charlie, mas não deixou de atacar.
-Tanza.- Disse Charlie amedrontada e o Cão parou a milímetros dela. Ele ficou rosnando um tempo e depois latiu parecia com raiva de não conseguir seguir a ordem.
-Até o Tanza não consegue matar a Charlie, imagina você.- Disse puxando-a até ver que ela chorava. Taz se teleportou do lado de Lie para o de Katy que chorava com a gritaria.
-Jade eu sinto muito... Eu nunca quis que aquilo acontecesse eu só queria ajudar... Eu...- Agora Charlie também chorava.
-Minha única salvação, eu só precisava de um pouco de atenção alguém que afastasse de mim essa solidão.- Pela primeira vez me arrependo da tortura mental que fiz com ela.- Charlie, por que não me tirou da escuridão?  As outras Gems corrompidas importam mais do que a vida da sua irmã? 
-Não, c-claro que não. Quem te disse essa loucura ?- Nessa hora soltei Jade e saí de fininho.
-Foi a sua decisão escolheu não me salvar, agora todos que tentarem te ajudar vão pagar.- Jade disso sombria e do nada uma neblina começou a cercar o lugar. Não enxergava nada, ouvi apenas um Grito de Lie e segui de onde veio e vi Jade segurando sua irmã pelo pescoço.
-Jade! Acabou!- Vi Harry correndo até Jade. As Crystal Gems são retardadas ?
-Ainda não acabou.- Jade deu com a cauda na barriga de Harry e o fez bater em uma parede. A única parte boa disso é que Jade soltou Charlie.- Ainda sinto muita dor, sinto que perdi meu coração.
-Jade chega!- Disse prendendo ela na parede.
-Ice Heart!- Ela chamou e o Dragão saiu deixando todos assustados.
-Você sabe que só facilitou meu trabalho.- Disse e logo em seguida prendia Heart também. Vi que as partes de Dragão feitas de gelo voltaram para os membros de Jade.- Você sabe que o Heart é o único corrompido completamente.- Lembrei antes dela desmaiar. Fui até Harry que segurava o próprio braço fazendo cara de dor.- Quebrou o bra..- Não terminei de falar e Garnet me prendeu na Parede com um soco.
-O que fez com a Jade ?- Perguntou Timothy com raiva. Acho que trouxeram todos que estavam na casa.
-Come ela nada além de tortura... Aí ela pirou e me pediu pra corromper Ice Heart e Tanza.- Expliquei calmamente.
-Desfaça!!- Ordenou Charlie se recompondo.
-E como eu faria isso ?- Menti fingindo não saber.- Como pode ver Jade não mudou nada desde que foi pra Homeworld... tirando a insanidade claro. O resto está exatamente igual.
-Nem tudo tá igual.- Disse Ametista e todos olharam pra ela.- A roupa tá diferentes.- reviraram os olhos e voltaram sua atenção a mim.
-Sabe que eu posso sair daqui quando eu quiser né?- Perguntei e ela forçou mais a luva pra me prender na parede. Perda de tempo. Virei a gosma negra e escorreguei pela parede, tomando minha forma quando estava no chão. Me aproximei de Harry e Amy tentou me chicotear, Garnet me acertar um soco e Pérola tacou sua lança em frente ao meu rosto.- CALMA CARALHO. Que susto.- Disse ofegante.- Pior que Jumscare no Five Nights at Freddy’s.
-O que quer comigo ?- Perguntou Harry.
-Seu braço, tá quebrado. Eu posso colocar no lugar... Mas vai doer.- Conseguir a confiança, melhor coisa a se fazer no momento.
-Deixa que o Steven Cura pra mim.- Ele disse levantando e andando até Steven enquanto mancava.
-Steven... Tem tido pesadelos não?- Perguntei já sabendo a resposta. Em meio a tortura em Homeworld, Jade me contou que quando estava desacordada, sonhava com Steven.
- E o que você  tem haver com isso ?- Ele perguntou desconfiado.
-Eu ? Nada, Jade tem... Sei que ela tem sido o Terror nos seus pesadelos esses últimos dias. Agora se me der licença eu e Jade temos uma coisa pra investigar e eu não sei mexer naquele computador estranho dela... Então eu vou acorda-la, tchau, tchau.
-Acha mesmo que vamos deixar Jade aqui com você?- Perguntou Pérola rindo.
-Tanto faz, botem escutas... sei lá. Ela vai ficar aqui.- Disse descendo Jade.- Taz, toma conta.- Pedi e ele deu um pequeno latido.- Ai, seu Dragão inútil, para de fazer merda, te corrompi mas não é pra sair dando ataques de raiva assim.- Disse para Heart que rosnou pra mim. Soltei ele que foi até Jade tocando sua mão.- Dragão idiota.
-O que estão pesquisando ?- Perguntou Lie.
-Até te contaria mas o segredo envolve outra pessoa.- Disse apontando pra Jade.- Então... sinto muito. Botem as escutas ou câmeras sei lá e deem o fora. 
-Onde vamos arranjar isso ?- Perguntou Timothy.
-Tanza.- Chamei e ele veio até mim.- Pode pegar escutas em alguma loja pra gente ? Eu juro que depois disso você pode dormir a vontade com a Katy.- Disse fazendo carinho nele. Ele teletransportou e alguns minutos depois voltou com a boca cheia de aparelhos.- Bom menino.- Elogiei fazendo carinho nele.- Instalem essas coisas e Tchau.
Charlie e Harry que pareciam entender do assunto botaram tudo em lugares estratégicos sem pontos cegos. Depois que foram embora, finalmente descobri como nos acharam, o maldito do Leão. Eu fiquei vendo TV até que Jade acordou e sentou do meu lado sem falar nada.
-Quer falar sobre?- Perguntei.
-Não.- Ela disse deitando.
-Você tá com cara de quem quer conversar.
-Foda-se. Me deixa em paz.
-Sabe que nunca deve dizer a frase “Me deixa em paz” pra mim. 
-Aff, Olha o que me tornei. O tipo de pessoa que eu nunca imaginei.
-“Tudo permanece, mas ainda muda”.
-Foi tão longe que cheguei, ao ponto de ser a dor da pessoa que eu mais amei... O mal que estava escondido alimentei e agora sinto que esse monstro não dominei.
-Eu sei o que você sente... Eu tô na sua cabeça e tals... Não sente isso como uma coisa ruim né?  Gosta da sensação de poder.
-Eu odeio o que virei mas realmente me faz sentir tão bem.
-Quando estamos nas sombras somos mais fortes... Não tem esse negócio de certo e errado.
-Na verdade tem sim... O errado é o certo e o certo é tão errado.
-Mais ou menos por aí..... Espera.. Você disse que foi a dor da pessoa que você mais amou ? Isso foi uma declaração?- Perguntei e vi ela corar. Se o Harry tá vendo e ouvindo isso agora deve estar nas nuvens.- Tipo você quebrou o braço dele.
-EU QUEBREI O BRAÇO DELE ?
-Calma... Você tava fora de si.
-Machuquei mais alguém?  
-Não.. A mesa do PC gigante tá cheia de papéis.- Avisei olhando pra trás.
-Devem ser os endereços das pessoas que vamos torturar.- Ai meu Deus, e pensar que as Gems estão ouvindo tudo...
-Vamos deixar isso pra amanhã. Vai dormir.
-Ok, mas eu vou porque eu quero e não porque você mandou.- Ela disse se levantando e indo até Katy e Taz.
-Owwwn, que fofa, vai dormir abraçando a Katy ?
-Ela tá gelada.- Disse Se defendendo.
-Mesmo deitada no monte de pelo ?
-É!! Cala a boca e vai ver TV!! Tô cuidando da criança.
-Tá, foi mal.- Deitei no sofá rindo. Só a Jade mesmo, tadinha.. Acabou de se declarar e nem sabe.

CONTINUA!!
 


Notas Finais


E então? O que acharam? Essa quase assassinato da Jade :v quem diria que ela mudaria tanto né? A musiquinha "infantil" que a Jade cantou pra Katy kkkk mals se ficou meio bosta, eu que fiz a paródia e canto pra minha irmã dormir e sempre funciona :v
Espero que tenham gostado, até amanhã ^-^


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...