História Jade a pedra do gelo - Steven Universo - Capítulo 72


Escrita por: ~

Postado
Categorias Steven Universe
Personagens Ametista, Connie, Garnet, Jasper, Lápis Lazuli, Lars, Leão, Malaquita, Mr. Smiley, Opal, Peedee Fryman, Peridot, Pérola, Personagens Originais, Richard Fryman, Ronaldo Fryman, Rose Quartzo, Rubi, Sadie, Safira, Sardonyx, Steven Jr., Steven Quartzo Universo, Stevonnie, Sugilite
Tags Steven Universo
Exibições 18
Palavras 2.122
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Artes Marciais, Aventura, Colegial, Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Luta, Magia, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Sobrenatural, Terror e Horror, Violência, Yuri
Avisos: Heterossexualidade, Homossexualidade, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas da Autora


Oi Genteeeeeeee, beleza? Postei adiantado pq não vou poder postar as 6, espero que gostem ^-^

Capítulo 72 - Noite um.


Fanfic / Fanfiction Jade a pedra do gelo - Steven Universo - Capítulo 72 - Noite um.


Acordei com uma dor nas costas bizarra, afinal, eu dormi no chão junto com Tanza já que minha linda cama estava destruída no meio da floresta. Olhei em volta e vi que Jade ainda dormia como um anjinho. Sorri com a cena e logo desci vendo todos se preparando pra ir na tal pizzaria.
-Steven vamos embora.- Ouvi Pérola gritar.
-Já vão?- Perguntei vendo que todos estavam lá fora exceto Steven que arrumava alguma coisa na mochila x-Burger.
-Vamos, se Jade nos ver ela vai querer vir junto.- Explicou Steven correndo pra fora da casa.
-Se você ouvir algum Jason entrando pega a Jade e foge!- Gritou Jack antes do Leão abrir um portal e passar com alguns dentro de sua dimensão.
-Pode deixar.- Disse rindo mas fui parando e me virei olhando pro que costumava ser a porta dos fundos. Sabe quando bate aquele medo que você sobe a escada correndo que nem retardado achando que tem algo atrás de você?  Aconteceu isso agora. Corri como se fosse meu último dia na Terra.
Mas aí bateu a infelicidade de lembrar que teria que ir na cozinha fazer o café da manhã de Jade. Suspirei e fui até o quarto vendo que Jade ainda dormia. Levantei lentamente seu travesseiro e peguei a faca que estava em sua mão. Descobri da pior maneira que ela dormia com uma faca em baixo do travesseiro.
Desci as escadas lentamente com a faca na mão e fui até a cozinha fazer o café da manhã dela. Dessa vez cortei os morangos.... Será que ela gosta deles inteiros? Quer saber do jeito que ela se mostrou viciada em morango ela vai dizer “Não tem problema, se é morango tá legal.”
Subi de novo e botei o prato no chão ao meu lado e fiquei de joelhos vendo ela dormir. Passou um tempinho e vi ela abrir os olhos lentamente, ao me ver Jade sorriu e fechou os olhos de novo se espreguiçando.
-Bom dia joia do dia.- Desejei rindo e ela riu também.
-Bom dia Potter.- Jade retrucou e nós dois rimos de novo.
-Olha o que eu trouxe pra você.- Disse pegando o prato do chão.
-Morangos!!! Eu vou acabar me acostumando.- Ela disse pegando o prato. “É a minha chance.”
-Jade, tá tudo bem eles estarem cortados ? Não sabia se gostaria.
-Hum ? Nha, Claro que Não tem problema, se é morango tá ótimo.- Ela disse sorrindo.- “Ela só trocou o “legal” pelo “ótimo”. Pensei rindo e ela me olhou com dúvida.- O que foi ?
-Sabia que ia dizer isso.- Admiti.- Quer fazer o que hoje ? Nada que seja necessário muito esforço.
-Eu nem consigo ficar em pé direito.- Ela disse emburrada com um morango na boca.- Vamos ver se a galera quer brincar de Verdade ou consequência? Ok, tá faltando mais da metade da turma e tals.... Tipo... Ness, Vivi, Elle, Tony, Theo, Ben, Tom, Sophie..... Tô esquecendo alguém, não tô? 
-Timothy.- Respondi tentando não transparecer o nervosismo. O que eu diria a ela se ela perguntasse onde todos foram ? 
-Ah, é.. O Timy.- Ela disse rindo.- Tadinho, esqueci dele, tá um silêncio lá em baixo né?  Ainda não ouvi Charlie xingando o Jack...- Ela disse com uma expressão de confusão e olhou pra mim, logo vi sua expressão mudar pra uma mais severa.- Onde estão? 
-Tá fazendo um ótimo papel de Severo Snape.- Elogiei tentando mudar de assunto.
-Harry.- Ela disse com uma pitada de raiva na voz. Dou graças à Deus por ter tirado a faca dela.
-“Não diga uma palavra sobre meu pai.” Lembra dessa parte ? Foi tenso.- Desconversei ainda falando de Harry Potter.
-HARRY!! Onde estão?- Suspirei e desviei o olhar pra janela.
-Foram pra umas coordenadas que Jadeíte mandou.
-O QUE ? Pra onde ?- Era visível a preocupação no rosto dela. Suspirei de novo, ela na certa vai querer ir atrás deles.... Tava tudo tão bom.
-Pra uma pizzaria aí.- Respondi indiferente e ela arregalou os olhos e logo depois pressionou as têmporas.
-Você sabe o que Jadeíte está fazendo?- Perguntou em uma calma sinistra.
-Dando vida à coisas de terror.- Respondi engolindo em seco.
-Ela mandou eles pra uma pizzaria... Quando ela está dando vida à coisas de terror e vocês nem se quer pensaram no que Aragonita e Jadeíte deram vida ?
-Me é familiar... Mas eu ninguém pensou.... No que poderia ser.
-FIVE NIGHTS AT FREDDY’S!!- Ela gritou e eu levei um susto tão grande que caí da cama.- Reze pra que não seja FNaF quatro ou Sister Location.- Ela pediu em um sussurro sinistro.- Minha faca.- Pediu depois de passar a mão em baixo do travesseiro e constatar que ela não estava lá.
Entreguei o talher a ela e a mesma tirou meu casaco me entregando.
-Meu casaco já está limpo ? Vai ser melhor usar por causa do bolso.- Ela disse normalmente como se a um minuta atrás ela não estivesse quase avançando em mim.
-Eu vou pegar pra você.- Me levantei rapidamente e desci as escadas correndo cheguei lá em baixo e fui nos fundos olhar a máquina e... as roupas não estavam ali, olhei no varal e senti que morreria ali mesmo. 
Eu avisei que tinha roupa branca ali.... COMO O CASACO DA JADE FICOU ROSA ? Rezo à todas as entidades existentes que ela goste, notei que ela tem uma fixação por rosa. Peguei o moletom do varal e subi com ele atrás das costas. 
Entrei no quarto e vi Jade em pé com o apoio de Taz.
-Antes de qualquer coisa, eu avisei que tinha roupa branca na máquina.- Avisei e ela bufou revirando os olhos.
-Deixa eu ver o estrago.- Sua voz era fria. Era muito estranho ver Jade séria ou irritada com alguma coisa. Foi então que lembrei do que ela disse pra Jane. Estaria irritada pela vida dos outros estar em perigo ?
Mostrei pra ela o casaco Rosa bebê e os olhos dela brilharam. Amém Senhor.
-QUE LINDO.- Ela foi correr até mim mas caiu, aí levantou e continuou andando pra pegar o casaco.- É rosa.- Ela disse com uma voz fina.
-É....- Concordei. Nada nesse mundo me faria discordar de Jade hoje.
-Vamos lá pra baixo.- Ela disse tentando subir em Taz e depois que ajudei quase bateu da cara no portal da porta por causa da altura de Taz. Ela me fez subir também, mesmo achando que não era uma boa ideia descer a escada em cima dele.
Descemos pulando mais que pipoca já que Jade pediu para que Taz descesse correndo. Quando chegamos lá em baixo ela desceu de Taz quase caindo mas segurei ela, e fomos até a cozinha.
Era assustador a quantidade de lugares que ela escondia, facas. Seis na bainha da saia, três de cada lado da cintura, duas nas mangas, dois garfos e três facas pequenas no capuz. Eu acho que os Animatronics teriam mais medo dela do que ela deles.
-Vamos!- Ela subiu de novo em Tanza usando uma cadeira como apoio, subi logo depois e peguei o tablet de Peridot e mostrei pra ela as coordenadas e ela revirou os olhos.
-O que foi ?- Perguntei curioso.
-Depois dizem que eu que sou a retardada aqui. Tá escrito aqui “Freddy Fazbear Pizza”.- Ela disse em um tom desacreditado.- Tanto faz, agora a merda já tá feita, vamos Taz.- Ela pediu e o cachorro saiu de casa correndo. Não era tão longe pelo menos, andaríamos muito... Quer dizer, o Taz andaria muito mas dava pra aguentar, o que é essa corrida comparada a ontem ?
Depois de um tempo da estrada achamos a pizzaria onde tinham os rostos de Toy Freddy, Chica e Bonnie.
-Ai que emoção!!- Disse Jade pedindo em seguida que Taz chegasse mais perto.
-Onde você está vendo emoção?- Perguntei estranhando.
-Eu amo FNaF.- Ela respondeu olhando o restaurante.
-Então a gente tem que entr-aaaaaaaaa.- Gritei quando o chão em frente a porta se revelou um alçapão e nós caímos na sala do segurança de FNaF um.
Jade!! Estava te esperando. Seus amigos estão presos todos prontos pra morrer. Se conseguir passar uma noite de cada um dos jogos de Five Nights at Freddy’s, estão livres... Se não, você e seus amigos morrem.
Ouvimos no que devia ser o Phone guy.
-Nunca gostei do Phone Gay.- Admitiu Jade olhando pras portas e câmeras.- Ok.... Meta de vida completa, jogar videogame na vida real. Me sinto em Sword Art online.
-Vamos zerar FNaF.- Disse com convicção.
-Na verdade não, vamos jogar uma noite de cada jogo.
-Mas não são só quatro ?- Perguntei em dúvida.
-Na verdade ainda tem Sister Location.
-Então quando chegar na quinta noite vamos jogar na última fase de Sister Location ?- Perguntei assustado.
-Que... Merda... Sister Location é o único que eu não joguei até agora... Não faço ideia do que fazer.
-Passos! Olha as câmeras!- Pedi e ela voltou a atenção para o tablet ficando pálida de repente. Do nada Jade deu um pulo da cadeira e fechou a porta direita ofegante.
Minha cara era de ponto de interrogação. Foxy não aparecia na noite um.
-Bonnie.- Ela disse simplesmente e acendeu a luz mostrando Bonnie ali.
-Eu quero a minha mãe.- Disse lembrando das vezes que morri jogando FNaF.
-Vamos conseguir....- Ela incentivou e acendeu a luz novamente e vimos que Bonnie não estava mais ali.
-Horas ?- Perguntei olhando as câmeras e prestando atenção na bateria.
-Duas.
-A gente vai morrer.- Disse cabisbaixo.
-Vamos não, nós vamos é esfregar a cara da Jadeíte no concreto ela disse me abraçando pelas costas.- Fazemos assim eu fico na porta do Bonnie e Taz na da Chica e quando um deles aparecer fechamos a porta.
-Certo, mas eu fico na porta do Bonnie.- Ela já ia protestar mas continuei falando.- Você está fraca, e doente, não pode ficar muito tempo em pé.
-Aff. Tá, sai Daí.- Levantei da cadeira indo pra porta e Taz ficou em pé pronto pra clicar no botão assim como eu.
-Que horas ?- Perguntei olhando lá pra fora.
-Bota a cabeça pra dentro, quatro am.
-Estamos passando.- Fiz uma breve comemoração.
-Chica! Taz o botão.- Jade pediu e Tanza clicou no botão na hora que Chica daria o jumpscare. Só vimos a cara dela carimbada na porta e rimos.- Potter, o Bonnie, presta atenção.
-Aaata.- Vi a cara de Bonnie chegando perto e eu fechei a porta.
-Cinco AM.- Ela disse sorrindo.
-Vamos passar!!!
-Taz, abre a porta, Chica já saiu.- Ela avisou e o cão apertou novamente o botão.- Pronto pode abrir também Harry.
-O Freddy se mexeu ?- Perguntei mais uma vez olhando pra fora da sala.
-Se mexeu, OLHA O BONNIE!!- Jade ritou e meu coração gelou. Botei a cabeça pra dentro da sala e praticamente voei no botão, ofegante. Ouvi risadas e olhei pra Jade que quase não respirava de tanto rir.
-Não teve graça.- Disse abrindo a porta empurrado.
-Teve sim.- Ela disse se acalmando.- Tá tudo bem fácil né? Cinco da manhã. Taz a porta.
-É, espera chegar a noite dois de FNaF dois.- Falei lembrando que o capeta do Foxy ia aparecer.
-Pode abrir Taz, fecha Potter.- Fechei a porta e liguei a luz olhando pro Bonnie do outro lado do vidro.
-Vem me pegar agora otário.- Zoei tirando o dedo do botão de luz. Passaram uns minutos e Jade me deixou abrir a porta.
-Ai que tédio.- Ela disse e as luzes apagaram.- Não! Não!....
-Acabou a bateria?- Perguntei preocupado e olhei pra porta sem botar a cabeça pro lado de fora. Olhei de novo pra Jade e vi que ela estava com os olhos arregalados olhando pra frente. Então ouvi uma musiquinha começar a tocar.- Jade!- Gritei na mesma hora que Freddy pulou.- JADE!- passou um tempo e as luzes ascenderam e eu vi jade comas mãos em frente ao corpo ofegante.- Seis horas... Graças a Deus.- Corri até ela e passei a mão em frente aos seus olhos. Freddy estava parado em posição de Jumpscare.- Salva pelo gongo.- Disse aliviado e a abracei.
-Eu quero ir pra casa.- Ela disse começando a chorar. Mas também, depois de quase morrer.
-Nós vamos eu prometo.- Fiz carinho nela.- Mas primeiro temos que salvar sua irmã, um híbrido, um assassino, quatro Crystal Gems e a Lápis, né?- Disse afastando o Abraço e secando suas lágrimas.
-É.- Ela concordou e abriu um sorriso.
-Vamos esfregar a cara de Jadeíte no concreto.- Brinquei e ela riu. Como amava essa risada.
Uma porta abriu atrás de nós revelando a sala do segurança de FNaF 2.
-Vamos ?- Perguntei estendendo a mão a ela.
-Vamos.- Ela concordou pegando minha mão e passamos pelo corredor com Taz logo atrás.
 


Notas Finais


E então? O que acharam? Eu teria um infarto no lugar da Jade kkk sorte dela ter dado seis horas kkkk espero que tanham gostado ^^


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...