História JaeBum Next Door - Capítulo 2


Escrita por: ~

Postado
Categorias Got7
Visualizações 52
Palavras 1.014
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Fantasia, Festa, Ficção, Hentai, Romance e Novela, Universo Alternativo, Violência
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Hi, não me aguentei e quis postar logo esse capitulo, espero que gostem.
Boa leitura.

Capítulo 2 - Eu sou o namorado dela, prazer.


Fanfic / Fanfiction JaeBum Next Door - Capítulo 2 - Eu sou o namorado dela, prazer.

JB: Uau, seu apartamento é lindo *disse sorrindo*

S/N: Ah imagina, obrigada.

JB: Aqui a comida. *disse entregando a sacola*

S/N: Vou pegar alguma coisa pra gente beber, pode ser sentar. *aponto para uma cadeira ao lado da mesa*

JB: Precisa de ajuda com alguma coisa?

S/N: Acho que não. *peguei uma garrafa de refrigerante e dois copos e coloquei sob a mesa*

JB colocou o refrigerante nos copos e eu peguei os pratos na sacola e os talheres, me sentei ao lado dele e conversamos sobre tudo, a sua mudança, seu emprego, família, o tempo de escola, a conversa fluía, sem nem darmos conta, já tínhamos acabado de jantar. Ele sugeriu que a gente visse um filme, eu concordei, arrumamos a mesa, guardei a louça e sentamos no sofá, coloquei na netflix e deixei que ele escolhesse o filme.

JB: Pode ser de terror? *Sorrisinho*

S/N: Okay, só não consigo ver filme de terror sozinha, mas você não pode rir da minha cara quando eu começar a ficar com medo.

JB: Claro que não, eu protejo você.

S/N: *Senti meu rosto corar* tudo bem então. *sorri olhando pra baixo*

Nós estávamos sentados um do lado do outro, eu podia sentir minha perna encostando-se à dele, sempre que tinha uma parte de suspense no filme, eu cobria meus olhos com a almofada e ele ria, até que realmente levei um susto com uma parte do filme e me agarrei nos braços dele *fiquei morrendo de vergonha* mas então ele disse...

JB: Vem cá, me deixa abraçar você. *passei o braço envolta dela e meio que colei nossos corpos*

Eu realmente sentia meu rosto queimar, mas um sorriso bobo não saia do meu rosto, já era noite, estava um pouco frio e ficar abraçada com ele daquele jeito estava tão bom.

[JB on]

Péssima idéia a abraça assim, sentir o seu corpo tocando o meu, preciso me controlar pra não beijar esses lábios, tentei parar meu pensamentos e concentrei no filme que logo acabou a deixa pra eu ir embora, me afastei para poder me despedir.

JB: Não acho que tenha gostado do filme né? *sorrisinho*

S/N: Gostei sim, foi ótimo. ~ só conseguia pensar na gente abraçados ~

JB: Eu vou pra casa, acho que já atrapalhei você o suficiente...

S/N: Imagina claro que não, pode voltar quando quiser.

JB: Ok vou lembrar disso, não vai se arrepender... *Me levanto do sofá, indo em direção a porta*

S/N: *Rio e acenti, me levantei e abri a porta* Tchau...

JB: *Dei um beijo no seu rosto* Tchau, boa noite.

S/N: ~ AIN MDS como eu queria sentir aqueles lábios nos meus  ~ *Abaixo a cabeça sorrindo* Boa noite.

[S/N on]

Acordei, depois e uma noite de sono maravilhosa, pensando no sonho que tive com JB, como queria que aquilo tudo fosse real, era final de semana não precisaria ir pro trabalho, porque Deus teve pena de mim e tive uma folga, fui a caminho do banheiro fiz minha higiene, troquei de roupa e lembrei que tenho celular, o peguei enquanto ia pra cozinha na esperança de ter alguma coisa pra comer mesmo eu não tendo ido ao mercado ainda e para minha surpresa não tinha nada... ~ okay vamos ao mercado ~ peguei minhas coisas e sai, entrei no elevador, o mercado era pertinho, no final da rua.

Acabei e estava cheia de sacolas, não achei que ficaria tão pesado então não pedi que entregassem, ah se arrependimento matasse, sai do mercado e senti alguém pegar algumas sacolas da minha mão, me virei e era meu melhor amigo.

Jimin: Porque você está carregando tanto peso? Não podia pedir pra entregar?

S/N: *Sorrio assustada* Oppa! Você me assustou, eu não achei que ficaria tão pesado, toma me ajuda *Entreguei alguma sacolas mais pesadas a ele* Mas o que está fazendo por aqui?

Jimin: Mais é abusada... *cerrei os olhos* Vim visitar você. *sorrisinho*

S/N: *Olhei desconfiada* Você sempre me avisa, o que você está fazendo aqui fala...

Jimin: *Olhei pros lados* Vamos logo isso está realmente pesado. *Andava mais na frente e chamei o elevador*

Fiquei insistindo que Jimin me contasse o que estava acontecendo, quando saímos do elevador, vi JB saindo de casa, dei um sorriso em sua direção, mas ele não retribuiu.

S/N: Oi JB

JB: Oi

S/N: *Sorrio sem jeito* Deixa eu te apresentar esse é... *Sou cortada por Jimin*

Jimin: Eu sou o namorado dela, prazer.

S/N: *Olho pra cara de Jimin confusa e com raiva* ~ O que raios ele estava fazendo ~

JB nem teve reação ao ouvi aquilo, Jimin me puxou e entramos no meu apartamento.

S/N: QUAL É O SEU PROBLEMA? *gritei sem entender o motivo dá gracinha lá fora*

Jimin: O que foi? Fiz alguma coisa errada? 

S/N: Oi? O que acha? Como pode dizer que é meu namorado pra ele?

Jimin: Ué não era esse o combinado? Sempre que tem um homem por perto de você, você diz pra eu fazer isso...

Droga tinha esquecido isso, combinei com Jimin faz tempo, ele sempre me livrava de caras que ficavam me enchendo, mas com o JB não precisava, o que ele deve está pensando agora, suspiro fundo e fiquei triste com aquilo, expliquei toda a situação com JB pra Jimin...

Jimin: Foi mal. *Sorrisinho*

S/N: Ok, não é como se eu e ele fôssemos ficar juntos mesmo... Mas chega, pode me contando o que está acontecendo agora? O que houve porque veio pra cá?

Jimin: Ok Ok, você não vai parar até eu falar né...

S/N: Você sabe que não. *Disse enquanto arrumava as compras na dispensa*

Jimin: O Jungkook está morando por aqui e queria descobrir onde era...

S/N: Não acredito que ainda não falou o que sente por ele

Ficamos a tarde toda conversando sobre nossas situações e colocando a conversa em dia, comemos alguns biscoitos, vimos dorama e ele foi embora quando já estava anoitecendo, me despedi dele na porta.

Deitei no sofá e pensei no que poderia fazer parar resolver o mal entendido com JB, o que será que ele estava pensando agora...

 

 

 


Notas Finais


Obrigada por lê até aqui. Espero que tenha gostado.
Beijos


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...