História Jam Jam - Capítulo 8


Escrita por: ~

Postado
Categorias Seventeen
Personagens Boo Seungkwan, Hansol "Vernon" Chwe, Hong Jisoo "Joshua", Jeon Wonwoo, Junghan "Jeonghan", Kim Mingyu, Lee Chan "Dino", Lee Jihun "Woozi", Lee Seokmin "DK", Seungcheol "S.Coups", Soonyoung "Hoshi", Wen Junhui "JUN", Xu Ming Hao "THE8"
Tags Hozi, Seventeen, Soonhoon, Wooshi
Exibições 52
Palavras 1.222
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Colegial, Comédia, Drama (Tragédia), Escolar, Famí­lia, Ficção, Lemon, Romance e Novela, Universo Alternativo, Violência, Yaoi
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Oii finalmente voltei!!
Ebaaaa, podem comemorar!
Gostaria de agradecer a todos que ainda leem e favoritam, amo vocês <333
Bom gostaria de saber de vocês Carats, o que estão achando desses tiros sobre o 3th mini álbum?
Primeiro as fotos, depois a truck list aí veio o Highlight Medley e depois o teaser de BOOM BOOM
EU SIMPLESMENTE NÃO TO SABENDO LIDAR!!!
Queria estar viva pra dizer que estou morta!
Não sei se aguento até o dia do lançamento, mas vou me esforçar!
Só isso mermo :v
Boa leitura meus gatinhos ( ai que saudade que eu tava de "falar" isso )

Capítulo 8 - Sentimentos


Fanfic / Fanfiction Jam Jam - Capítulo 8 - Sentimentos

 A manhã chegava trazendo consigo os raios de sol que agora incomodavam um jovem deitado no sofá de sua residência. Desistindo de dormir um pouco mais ergueu-se do móvel e foi em direção ao banheiro para fazer sua higiene pessoal. Assim era a nova rotina de Minghao após o ocorrido de semana passada, ele havia oferecido estadia temporária em seu apartamento até que as coisas se acalmassem entre os irmãos. O mais novo havia chorado a noite toda pela situação, tendo se acalmado apenas por ter o chinês consigo, lhe dando apoio e fazendo-lhe companhia no momento de sua dor. Minghao era um bom cozinheiro, divertido e muito animado fazendo Chan se distrair nos momentos em que fraquejava. No começo estava tudo bem e tinha a consciência de que estava apenas ajudando um amigo num momento de dificuldade, mas nos últimos dias tem sido estranho pois começava a sentir coisas diferentes pelo amigo, estava mais carinhoso, mais atento as ações alheias e pode reparar melhor também na fisionomia do menor, já que o mesmo tinha por vezes o habito de andar seminu pelos cômodos, como agora ali parado no batente da entrada da cozinha.

- Hyung, hoje eu não quero ir na aula, não estou me sentindo bem. – falou manhoso e me virei para fita-lo e aigo, ele estava com os cabelos bagunçados vestindo apenas um moletom meu que ficava maior em si cobrindo-o até metade das coxas. Tão atrativo que demorei um pouco para responde-lo tentando retomar o controle da minha sanidade.

- Chan, você realmente não está bem. Hoje é sábado... não tem aula. -  sorri e afaguei seus cabelos, ele demorou uns dois minutos para processar o que eu tinha dito e virou-se numa animação que eu não sei de onde brotou, mas era muito melhor do que vê-lo triste.

- Então... eu vou poder passar o dia todo aqui com você?! Vamos assistir filmes e ficar jogados no sofá comendo besteiras! – seus olhos brilhavam e eu não pude negar.

 

Terminei de fazer os waffles e arrumei a mesa, o chamei para tomar o café e após terminarmos ele subiu para o quarto, eu lavava a louça quando percebi que o mesmo descia as escadas com um pouco de dificuldade já que suas mãos estavam ocupadas com o monte de cobertor e travesseiros que tampavam sua visão, sorri vendo o quão fofo ele estava, sequei minhas mãos e fui ajuda-lo antes que o mesmo tropeçasse e caísse. Enquanto eu pegava alguns pacotes de biscoito, rosquinhas e balas de goma – sim pq bala de goma é vida – ele ajeitava as coisas no sofá para que ficasse mais confortável e aconchegante, coloquei as coisas sobre a mesinha de centro e peguei meu celular e liguei para a pizzaria até porque ver filmes e comer besteiras inclui pizzas. Feito o pedido me sentei no sofá e ele parou na minha frente como se quisesse algo ou tivesse incomodado então eu o olhei como se perguntasse o que ele queria.

- Hyung... – começou meio hesitante – p-posso me assentar aí? – eu já ia me levantar para trocar de lugar quando ele me interrompe – N-Não hyung, não precisa sair, eu quero me assentar aí... entre suas pernas. – olhou para baixo e vi suas bochechas ganharem um rubor – P-Posso?

- A-Ah, claro. Pode vir. – falo me ajeitando melhor no lugar. Ele deu um sorriso e se assentou pegando o controle e procurando por algum filme, se inclinou para trás e pude sentir um cheiro bom que vinha de seu cabelo, sua nuca estava exposta por causa do moletom meio largo e eu me senti tentado a beijar aquela área que parecia ser tão sensível já que notei os fios se eriçarem e seu corpo encolher quando respirei fundo. Não achamos nenhum filme bom passando então deixei ele fuçar nas séries da netflix e aí ele estava entre Jessica Jones e Stranger Things, ficando com a segunda opção, era de suspense e parecia bem interessante.

Passados alguns minutos Chan começou a se remexer por causa das cenas mais tensas e digamos que quem estava ficando tenso com aquela situação era eu, quando ele se mexia nossos corpos causavam atrito e para acalmá-lo eu o abracei pela cintura, o que chegamos à conclusão de que não foi uma das ideias mais inteligentes que eu tive já que este ficou colado em mim. Seu corpo emanava um calor aconchegante e um perfume tão gostoso que estava mexendo com o meu psicológico, sem perceber eu estava cada vez mais perto de seu pescoço sendo atraído por aquele aroma, só me dei conta do que estava fazendo quando ouvi um pequeno gemido, meu nariz passeava por aquela curvatura aspirando cada fragmento daquela fragrância, senti uma pressão sendo feita em meu membro que já estava com um volume considerável. No fundo, bem no fundo eu sabia que não deveria fazer aquilo, que era errado, mas aquele cheiro, aquele calor, aquele corpo... Fui tirado dos meus devaneios quando ouvi um som que me fez despertar e paralisar ao mesmo tempo, a campainha, me levantei num pulo e fui atender a porta, fiquei agradecido por ser o entregador de pizza. Paguei e voltei com as caixas em mãos, respirei fundo e me sentei mais afastado dele pois não queria correr o risco de perder o controle, sugeri que trocássemos de programação e então escolhi um filme de ação e comédia e dali vieram os desenhos animados e outros programas de entretenimento até que ele dormiu, eu o levei para o quarto cobrindo-o devidamente para não sentir frio e desci para limpar nossa bagunça.

 

POV Jun

Respirei fundo ao sair do aeroporto, estava feliz por estar de volta à Coréia, peguei um táxi e fui para o endereço da casa do meu amigo, eu sabia que ele não havia se mudado porque mantínhamos contato por mensagens. Chego no local e sou atingido por uma onda de lembranças e nostalgia, claro que algumas coisas estavam um pouco diferentes, mas ainda assim eu sabia que era a mesma casa, toquei a campainha e esperei. A porta foi aberta por uma senhora que aparentava ter uns trinta e poucos anos e eu a reconhecera na hora.

- Olá senhora Kwon! Lembra-se de mim?

- Junhui, meu Deus como você cresceu! Que surpresa boa! Entre por favor!

- Como está a senhora? – pergunto enquanto ela me abraça.

- Muito bem, meu garoto. E você, como está, sua mãe e seus irmãos? Nossa, você deveria ter avisado que vinha, o Sonnie vai ficar tão feliz em vê-lo!

- Estamos todos bem, obrigado. Na verdade eu avisei sim, mas aquele cabeça de vento não viu a minha mensagem. Falando nisso, onde ele está?

- Ah ele saiu mais cedo para casa de um amigo, mais tarde ele volta. Agora venha vamos arrumar as suas coisas, me conta tudo!

- Entendo. Bom eu fiz aulas de teatro e cheguei a atuar em alguns filmes por lá, mas hoje sou modelo e estou aqui por causa do trabalho, mas é óbvio que eu não deixaria de passar aqui para revê-los. -  disse com um sorriso.

- Oh percebe-se, você está muito bonito mesmo, para mim é uma honra receber um modelo em minha casa. – ela dizia divertida me fazendo corar, a conversa fluiu e ficamos por horas relembrando os tempos de minha infância. 


Notas Finais


Enfim, foi isso meus amores <3
Espero estar viva para postar semana que vem, mas se depender o Seventeen isso n será possível
Ai como eu amo eles, não consigo não amar eles, e quem consegue né :v
O HIGHLIGHT Medley:
https://www.youtube.com/watch?v=4XdLYVRGP64

O teaser de BOM BOM (na minha cara):
https://www.youtube.com/watch?v=B4KcZdxpjSY

Deem muito amor aos meus filhos please :3
Amo vocês, estão no meu kokoro forevermente s2
See you Soon(young) - sempre quis por isso rsrs
Beijokas da Neko >^.^<


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...