História Jamais te esquecerei - Capítulo 27


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Personagens Personagens Originais
Visualizações 8
Palavras 1.223
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 14 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Drama (Tragédia), Escolar, Festa, Shoujo (Romântico)
Avisos: Adultério, Heterossexualidade, Linguagem Imprópria
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Capítulo 27 - Hora de ir


Fanfic / Fanfiction Jamais te esquecerei - Capítulo 27 - Hora de ir

Depois de um tempo ficamos conversando, quando nos demos conta já era 11:30, estava muito tarde e não queria ir pra casa sozinha, então ele me levou ate em casa, quando chego vou ate meu quarto e conheço a a falar com ele pelo computador, ele me manda ir dormi e logo desligo o computador, voyu ao banheiro, tomo um banho rápido e vou dormir


-filha (Toc Toc )


-hhhmmm que sono😥


-o que era tão importante que não podia esperar 1 semana e meia ?


-bbuuuaaaa😑.......😨que ? Pai? Como assim ?(saio correndo abrindo a porta )


-o que foi ?


-o que você esta fazendo aqui ?


-vice me chamou


-não chamei


-chamou sim (fala me dando o celular mostrando a mensagem)


-não foi eu esse nem e meu número


-pensei que tinha mudado de celular e..........


Ding dong


-Jack?  Foi você não foi ?


-sim. Posso entrar ?


-claro


Ele começou a conversa com o meu pai,logo depois de algumas frases, meu pai me manda subi. Vou ate meu quarto e tomo um banho rapido, ainda estava morrendo de sono, mais ouço meu pai falando, ele estava falando alto de mais (será que eles estavam brigando)eu não conseguia entender uma palavra sequer, desço ate a sala e vejo Jack com uma cara nada boa, falo com a minha mãe. Assim que eu me viro, vejo Jack vindo em minha direção, saímos de casa e ele me leva para a escola

-vamos ?


-vamos (saímos pela porta entrando no seu carro ) e ai conseguiu ?


- não. Ele não quis deixa você. Não acredito que vou te perde


-você não vai não importa onde eu esteja


-Mais vai ser difícil viver Dem ver você


-você pode me visitar e eu posso te visitar


-não bçvou desistir (fala pensando alto)


-vai fazer o que ?


-não sei


Assim que chegamos na escola ele sai do carro e vai para um lugar no qual não faço a mínima ideia de onde fica 


Alguns dias depois


-gente muito obrigada pela festa amo vocês (falo abraçando mila, Justin, e algumas outras pessoas que eu conhecia )


-vice vai ver o Jack ?


-vou sim, daqui pouco estarei indo pra casa dele


-você vai la todo dia. O que estão planejando?


-uma forma de convencer meu pai. Ele já esta ficando irritado mais Jack não quer desistir


-porque ele te ama


-eu sei. Mais não quero que ele se machuque com eu for embora. Não quero deixa-lo


Sai da cafeteria, onde haviam feito a festa para minha despedida (mesmo que eu não saiba se irei pra um lugar  muito longe )assim que cheguei na casa do Jack a mãe dele abriu a porta me falando que Jack estava no quarto e que eu poderia subir, então fio ate o mesmo


-tudo bem ?(falo abraçando o mesmo e o beijando )


-tudo bem. Como foi a festa ?


-boa. Porque você não quis ir ?


-estava falando com seu pai, e ao vou me despedir de você. Não vou desistir. Não vou deixa que ele leve você


-e o que ele disse ?(falo sentando na cama. Fico olhando pro teto enquanto penso no tempo que ainda temos juntos )


-não chora linda (fala se sentando na cama )


-eu não quero te perde


-você não vai. Não vai me perde (ele coloca as mãos no meu rosto enquanto falava)


Depois ele deita no meu lado e ficamos com os rostos próximos um do outro enquanto ele me encara


-eu te amo


-eu te amo mais. Que sai comigo ?


-pra onde


-surpresa


-OK


A mãe dele entra o quarto e nos chama pra almoça assim que a gente termina de comer ele me leva pro parque ficamos embaixo da árvore que ficávamos quando nos conhecemos. Depois de ficarmos um tempo concersando e vendo as estrelas fomos comer pois ambos estavam morrendo de fome. Ele não queria ir pra casa então fomos a um restaurante perto da casa dele. Logo após comermos vamos pra casa dele pra mim pegar minha bolsa da escola


-mãe Laila pode dormir aqui hoje ?


-que mais eu na......(ele fecha minha boca fazendo ssshhhiiii com a boca )


-o que vcs vão fazer ?😏


-dormir


-pode deixar dona Júlia eu.......


-ssshhhiiii(ele fala colocando mão novamente na minha boca )ela adoraria dormir aqui. E porque nos iremos sair amanhã bem cedo


-tá bom. OK boa noite prata os dois não fiquem acordados ate tarde. E não façam nada que eu não faria


-tchau dona Luísa


-tchau Laila


Ficamos jogando, eu perdi as 7 primeiras partidas, e a 8 eu ganhei porque eu ficava pulando em cima dele e fechando os olhos dele, mais ganhei apenas por um ponto de diferença. Ele para de joga e vai no banheiro tomar banho. Então eu tento puxar o colchão de debaixo da cama


-aaaaaa(falo caindo no chão )


-tudo bem ?(fala abrindo a porta )


-tá sim


-OK (fecha a porta )


Ele saiu e assistimos um filme de terror eu não conseguia olhar por conta do medo, e acabei dormindo bem no começo. Assim que acordados ouvimos o barulho da porta, então descemos para ver quem era e assim que abri vi ele


-pai ?o que tá fazendo aqui?


-você não me engana. assim que vi que voce não estava em casa eu vim te buscar


-mais não e o dia ainda. me solta


-não me importo cansei de espera (fala me puxando pro carro


-me larga eu não vou hoje (falo puxando meu braço e me debatendo )


-solta ela. Pensei que só terminasse amanhã


-voce. Voce não parou de encher meu saco. Não vai me impedir de leva-la


Ele me coloca no carro e sai em direção ao inferno. Olho pela janela vendo as casas ate que ele passa em frente a escola( que saco. Qual e o problema dele não quero deixar esse lugar não quero sair daqui porra )ele sai do carro e me chama para ir com ele. Andamos ate a diretoria e me deixa do lado de fira da sala


-te achei (fala Jack ofegante )


-o que faz aqui ?


-vamos fugir ?


-o que ? Não Jack não podemos meu pai me acharia de qualquer jeito


-bem. OK. Então fique com isso. (Ele me entrar uma caixa


-o que e ?(eu a levanto para chocalhar. Mais ele me impede )


-não faça isso e frágil (ao falar isso ouço um miado )


-o que ? UM GATO?


-uma gata. Pra não esquecer de mim


-pera não e a.....


-a gata que ficava na janela do seu quarto e ela mesma


-por isso ele não aparecia mais


Meu pai sai da sala e se depara com Jack. Ele então começa a me puxar fora da escola ate ouvir o miado da gata que estava no meu braço, ele para começando uma pequena discussão sobre gata, eu acabo ganhando, ele entra no carro e vai para a avenida principal saindo da cidade. Assim que chegamos na casa eu saio direto para onde acho que e meu quarto e fico la sem falar nada apenas lendo um livro que havia pegado na mala. A gata simplesmente sobe em cima do livro pedindo um carinho, eu pego o livro e coloco na escrivaninha acariciando o gato ate ouvir meu pai na porta


Notas Finais


Me desculpem se não ficou tão boa
Mais eu tento o meu melhor
Espero que tenham gostado (desculpem pelos erros de ortografia ) ate o próximo capitulo
Bjs mel😘😘😘😘


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...