História Jammy I Love You! - Capítulo 5


Escrita por: ~ e ~LemonyY

Postado
Categorias Undertale
Tags Errorink, Freshpaper, Freshxpaperjam, Inkerror, Paperfresh
Exibições 131
Palavras 757
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Comédia, Drama (Tragédia), Ecchi, Escolar, Famí­lia, Fantasia, Festa, Fluffy, Harem, Hentai, Lemon, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Universo Alternativo, Violência, Yaoi
Avisos: Adultério, Álcool, Estupro, Heterossexualidade, Homossexualidade, Incesto, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


AKI ESTÁ!

Capítulo 5 - Cinema


FRESH'S POV ON

Deitado estou, encarava o teto como sempre faço, pensando em Ja – Na vida!

(Fresh): Tem como minha vida piorar?

(???): Claro que tem.

Olhei rapidamente para o lado e vi o Glitchy lendo um livro, como ele veio pra cá dem eu perceber?

(Fresh): COMO VOCÊ ENTROU AQUI SEM EU VER!?

(Error): Não se pode ter paz na vida.. Primeiro: eu não entrei, só me teletransportei pra cá. Segundo: Cala a boca que eu quero paz.

(Fresh): Mas você tá na minha casa!

(Error): QUE SE DANE SÓ QUERIA TE CHAMAR PRO CINEMA!

Fiquei com a boca aberta em um perfeito "O" enquanto encarava Glitchy, ele bufou e se levantou.

(Error): Olha aqui eu só quero que J fique mais tempo fora! Estou praticamente fazendo um favor pra vocês!

(Fresh): Hein?

(Error): Porra, você é muito lerdo! Vai eu, você e Jam pro cinema e pelo amor... Não pergunte o por quê!

(Fresh): Por que não perguntar o por quê?

(Error): Só cala a boca e veste alguma roupa melhor! Eu vou avisar J.

Sumiu, apenas fiz o que ele disse. Me troquei e sai do quarto indo até a sala me sentando no sofá encarando o nada enquanto ele não chegava.

ERROR'S POV ON

Meu Deus nunca vi alguém tão lerdo como ele, me teletransportei em casa indo até o quarto de J. Entrando sem bater na porta.

(PaperJam): Bate na porta da próxima vez!

(Error): Tanto faz, Fresh nos chamou para ir ao cinema, você vai?

(PaperJam): A-ah.. Sim, claro.

(Error): Ótimo, se arruma ai que eu vou buscá-lo.

Só quero que ele já tenha se arrumado porque não tô com tempo pra esperar, me teletransportei de volta para a casa dele e invadi porque eu sou foda.

(Error): Vamos? Ou ficar boiando ai o dia todo?

(Fresh): Seja menos rude, Onii-chan!

(Error): Só tô com raiva por sua culpa eu fui expulso do meu quarto!

(Fresh): Minha culpa? O que que eu fiz exatamente?

(Error): Esse papo não interessa então vamos apenas pegar a J e ir direto, ok?

(Fresh): Okay, comandante!

Fomos andando mesmo, usar meus poderes me deixa cansado. Só espero que esse plano de certo...
Passamos em casa e chamamos a J, que saiu em alguns segundos correndo igual doida. (N/A: Eu vou conta pro Ink o jeito que C trata a menina ein!? | N/E: xiu, é eu q mando agr)
Os dois coloridos se cumprimentaram e seguimos o caminho até o cinema. Queria estar dormindo agora..
Tomara que o suquito tenha entendido o que eu quero fazer.
Quando chegamos, já compramos as coisas e escolhemos um filme de terror. Eu acho que exagerei mas a fome atacou, comprei uma pipoca maior que sei lá o que. Me sentei atrás dos coloridos apaixonados que estavam na frente um do lado do outro. Plano perfeito
(...)
Esse é o filme mais sem graça que já vi, só os dois galinhas na frente se assustaram. O filme ainda tava na metade, e os dois algumas vezes se encaravam mas não faziam nada, eu já tô ficando irritado.
Olhei pra eles novamente, ótimo se encarando de um jeito estranho.

(Error): Só beija logo!

Não aguentei e “ACIDENTALMENTE” empurrei os dois os fazendo “ACIDENTALMENTE” se beijaram, peguei uma quantia grande de pipoca e taquei neles que estavam mais corados que sei lá o que. Continuei tacando pipoca até que um dos coloridos tacou em mim, eu taquei de volta mas parei voltando a prestar atenção no filme.

(PaperJam): Pai, eu vou te matar...

Sussurrou mas eu consegui ouvir e apenas taquei pipoca nela, que resmungou algo que não prestei atenção.

(Error): Beija! Beija de verdade!

Provoquei, os dois apenas se encolheram e fingiram que nem ouviram, resolvi ir embora.. O filme tava muito chato, voltei pra casa sem os dois mesmo.. Me teletransportei na frente da porta abrindo a mesma, recebendo uma tintada na cara.

(Ink): Error!? Cadê ela?

(Error): J? No.cinema.

(Ink): SOZINHA!?

(Error): O suquito tá com ela.

(Ink): O QUÊ!?

(Error): Ink, por favor, ela não é mais um bebê! A garota já fez 15 anos, sabe se cuidar sozinha. Você não quer que ela seja feliz? Ela precisa dar o primeiro passo com quem ela realmente ama. Eu sei que você não quer que nada de ruim aconteça com ela, mas... O suquito vai estar lá! Ele se preocupa com ela, assim como eu me preocupo com você.

Ele me abraçou, fechei a porta com o pé e retribui o abraço enquanto ia calmamente até o sofá.


Notas Finais


Lol


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...