História Jane Doe - Desconhecida - Capítulo 22


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Personagens Personagens Originais
Tags Adolescente, Amiga, Amigo, Amor, Desconhecida, Fulana, Jane Doe, Legal, Qualquer Coisa, Romance, Sla, Triângulo Amoroso
Visualizações 5
Palavras 923
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Colegial, Escolar, Romance e Novela, Shoujo (Romântico)
Avisos: Bissexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Capítulo 22 - Marcos e Jessie (Again?)


"Eu sei Jessie, mas que tal agora a gente voltar pra lá antes que ele fique com a Loira."

"MEU DEUS, É VERDADE, VEM LOGO KAZ."

Chegamos lá e Marcos estava num canto com a Loira e pelo visto estavam só conversando. Jessie chega e logo chama por Marcos.

"Ei Marcos, acho que mudei de idéia."

Ela fala isso com o sorriso mais safado no rosto, era impossível dizer não, pois que nem eu havia dito, ela é um tesão. Marcos a olha com aquele sorriso de lado que só o moreno sabe dar e da uma leve mordida no lábio inferior.

"Mudo é? Por causa da Loira?"

"Eu não, mudei por causa de um homem maravilhoso que eu joguei fora."

"To gostando, pode continuar."

Nisso os dois já se encontram no meio da sala e dão o maior beijaço. Todos ficam de boca aberta para cena. Os olho com o maior sorriso que posso dar. O shipp deu bom. E todos sabem q o shipp dar certo é uma das melhores sensações.

Ninguém entendia nada, principalmente a Loira que fazia uma careta deixando bem claro isso.

Não sei como o Marcos cedeu tão fácil a Jessie, pensei que seria mais complicado, mas fico feliz de como foi simples.

Vejo Samantha na porta da minha sala, provavelmente para vim falar comigo já que a Jessie é má na escola. No momento em que vê os dois se beijando dá o sorriso mais bonito que já vi. Como uma criança, pula em mim para um abraço de felicidade. Ela estava tão fofa, tão linda, tão ela.

Jessie e Marcos depois daquele beijo de cinema olha para mim, os dois vêm em minha direção e me esmagam em outro abraço. Só faltava Sam ali, então estaria tudo perfeito.

João, garoto que a Jessie ficou estava vermelho de raiva.

"QUE MERDA É ESSA JESSIE? PENSEI QUE A GENTE TINHA UM LANCE. VOCÊ TA MALUCA NÉ? TU VAI ME TROCAR POR ESSE MOLEQUE QUE ACABOU DE CONHECER? PQP, VAI SE FUDER JESSIE."

"Ei, quem você pensa que é para falar assim com ela? Respeita a Jessie. Ela é uma garota incrível e merece respeito, ta me entendendo?"

"Deixa ele Marcos, só está confuso. E você João, é bom não aumentar o tom de voz para falar comigo de novo. Eu não tenho piedade quando o assunto é pisar nas suas bolas."

Falando isso ela e Marcos saem da sala para ter um papo mais "íntimo".

Logo os famosinhos também saem me deixando a sós com Samantha.

"Ah, estou tão feliz que eles se entenderam, ela gosta tanto dele e eu não tinha entendido o por quê dela ficar com outro rapaz."

Ela fala isso com o mesmo sorriso de antes. Talvez seja um pouco ousado da minha parte, mas acho certo eu tentar descobrir sobre ela e seus sentimentos.

"E você Samantha? Tem alguém em mente para se entender?"

"Hmmm. Sei lá. Esses lance é um pouco complicado. Jessie já tentou me explicar como funciona, mas desistiu... Talvez eu fique pra titia. Estou pronta para ver vários Kazutinhos, Jessiezinhas correndo por aí."

"Que isso? Tenho certeza que tem vários caras querendo você, só que você não percebe."

"Mesmo que tenha, não posso namorar, pelo menos não ainda, tenho que cuidar da minha irmã. Ela tem verdadeiros problemas. Quero um namorado que me ajude com ela também e não outra pessoa para cuidar."

"Nossa, não sabia que tinha irmã. O que ela tem?"

"Tenho uma irmã mais velha. Só que ela tem síndrome de dawn e parece mais nova do que eu. Ela precisa de muita atenção e cuidados. Ela estuda em uma escola particular para ter cuidados melhores que em uma pública como a nossa não conseguiria. É meio complicado lá em casa. Meus pais vivem brigando sobre o que é melhor para ela e não vê que os gritos pioram tudo. Eles jogam a culpa um no outro pelo ocorrido. Por isso sou eu que mais cuido dela. Ah, desculpe, nem sei por quê estou te dizendo isso."

De maneira instantânea a puxo para um abraço. Daqueles fortes e acolhedores. Daqueles que falam para pessoa: "Ei, estou aqui."

Era minha maneira de acolher ela. Samantha parecia mais forte ao meu ver e mais do que nunca queria entrar na vida dela. Queria amar ela. Queria cuidar da irmã dela. Queria ter um futuro com ela.

Ela levanta sua cabeça ainda abraçando meu peito e dá um leve sorriso. Acho que dê alívio por ter se aberto um pouco. Logo o sinal toca e ela tem que ir embora.

"Obrigada Kazuto."

Vejo ela passando pela porta, ela é realmente a garota que eu quero namorar. Que eu quero respeitar.

O professor chega na sala e como sempre Sam chega atrasado. Percebo que Marcos ainda não está aqui. Não esperava isso dele, mas deve estar com a Jessie em um canto.

Logo Marcos chega e a sala de aula vira uma curta festa. Marcos era um garoto perfeito. Era inteligente, boa pinta e tudo mais. Todos adoravam ele. Até aqueles professores chatos não resistiam ao charme do moreno. Por isso que todos o conhecia.

Ele contava animado a todos sobre o trabalho. Sobre a Jessie. E até mesmo sobre mim. No meio do nada ele me abraçava e me chamava de maninho. Pedia para eu me enturmar com ele. Mas eu não era desses e preferi ficar em um canto conversando com o Sam.

Marcos era o tipo de garoto que se gostava de alguém não escondia. Abraçava, beijava e dava atenção a essa pessoa. Isso de todas as qualidades dele, era a que eu mais invejava.

A curta festa se acaba e tudo volta ao normal. Não, volta bem melhor que o normal.


Notas Finais


Não sei se vocês se lembram, mas no capítulo 9 foi falado da irmã de Samantha em uma conversa entre ela é Jessie.
Bom, quem quiser conferir, pode ir ^^
Espero que tenham gostado
E gente não se acanhe para comentar, aceito críticas :3


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...