História Janus 2: The Girls World - Capítulo 10


Escrita por: ~ e ~Brubscham

Postado
Categorias Boyfriend
Personagens Donghyun, Hyunseong, Jeongmin, Kwangmin, Minwoo, Personagens Originais, Youngmin
Tags Boyfriend, Colegial, Gêmeos, Romance
Exibições 15
Palavras 3.632
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Ação, Colegial, Comédia, Ficção, Magia, Mistério, Romance e Novela, Shoujo (Romântico)

Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


ANYOOOOON MINNA SAAAAAN
OUTRO CAPITULO CAPITULÁSTICO PARA VOCEEES
TEM MAIS POR VIR AINDA ESSA SEMANA
AGUARDEM ( ͡° ͜ʖ ͡°)
By: Brub's *u*

Capítulo 10 - Light


Fanfic / Fanfiction Janus 2: The Girls World - Capítulo 10 - Light

Brub’s POV on 

      O dia começou meio turbulento, e ter que aturar os olhares de uma garota viciada no Young direcionados a ele o tempo todo é meio pertubador... E não, eu NÃO estou com ciúmes... 

      Ele estava sentado na minha frente desde a aula de matemática, mas não estávamos conversando normalmente, e acho que ambos percebemos isso... Felizmente, faltavam menos de cinco minutos para o recreio, e tudo que eu queria era sair daquela sala...

Youngmin: Ei... – disse ele me chamando

Brub's: Sim? – respondi seca sem perceber

Youngmin: Eu posso explicar... – falou se referindo a garota 

Brub's: Você não precisa...

Youngmin: Só me dê um tempinho para contar a história toda...

Brub's: Já disse que não precisa... – ele se virou para trás me encarando com seus olhos castanhos

Youngmin: Cinco minutos...? – ele fez uma cara irritantemente fofa

Brub's: Ok... Cinco minutos – não resisti 

Youngmin: Mas temos que correr... 

Brub's: Correr? Por q...

piiiiiiiIIIIIIIIIIIiiiiii 

      O sinal toca e ele segura minha mão me puxando rápidamente para fora da sala. Ele sai correndo entre o emaranhado de gente e só para quando alcança o outro lado da escola

Youngmin: Acho que ela não vai me achar aqui... – diz ele em um tom de alívio 

Brub's: Young, saiba que você não é obrigado a me explicar nada – digo batendo na mesma tecla – afinal eu não tenho nada haver com sua vida amorosa...

Youngmin: Mas essa é a questão... – ele me encara ainda segurando minha mão – Eu quero que você faça parte dela... Quero que seja a única... 

Brub's: H-hein? M-mas... E-eu... – eu não esperava por isso 

Youngmin: Por favor... Cinco minutos, lembra?

Brub's: O-ok... – ele solta minha mão, mas algo dentro de mim realmente não queria que ele a soltasse

Youngmin: Certo... Tudo começou a alguns anos atrás, na minha antiga escola, quando eu sem querer esbarrei naquela garota e derrubei alguns livros que ela carregava

Brub's: E...? 

Youngmin: E eu a ajudei a pegá-los

Brub's: E...? 

Youngmin: E desde então ela não larga do meu pé... 

Brub's: Ta falando sério? – pergunto meio confusa 

Youngmin: Sim... Infelizmente a Sttephany não sabe quando desistir de algo impossível...

Brub's: Espera... Quer dizer que eu estava com ciúmes de uma garota que se apaixonou por você pelo ato de simplesmente ser gentil? 

Youngmin: É... – ele sorriu – Espera... Estava com ciúmes? – perguntou um tanto feliz

Brub's: Q-quem disse? – digo ao perceber que falei aquilo em voz alta

Youngmin: Você disse... – seu sorriso aumentava cada vez mais

Brub's: N-não disse... – eu tinha certeza que estava corada... Ele deve ter percebido já que deu um passo a frente de modo que ficassemos mais  próximos

Youngmin: Você fica ainda mais fofa com ciúmes, sabia? – disse ele bagunçando meu cabelo carinhosamente 

Brub's: J-já disse que eu... 

...: YOUNGUINHOOO – ouvimos um grito estridente vindo de um lugar ali perto – ALGUÉM VIU O YOUNGUINHO? 

Youngmin: Essa não... Se ela me achar eu não terei mais sossego – disse ele procurando pela multidão

Brub's: Parece que é minha vez de te salvar... – aproveitando da sua distração, seguro a mão dele e o puxo em direção ao meu esconderijo secreto... Nunca levei ninguém lá... Mas algo me dizia que eu podia confiar nele...

Youngmin: Aonde estamos indo? – pergunta ele entre o contente e o confuso

Brub's: Algum lugar... – o lanço um sorriso – acho que você vai gostar 

      Vou passando pelo lado contrario ao da voz estridente, indo em direção a uma pequena árvore, escondida e isolada do resto do colégio. Ela não fazia muita sombra, mas embaixo era fresco e tinha uma bela vista da cidade... E da piscina.

Brub's: Chegamos – disse soltando a mão dele e mostrando a pequena árvore  – é um lugar simples mas...

Youngmin: Parece ótimo para mim... Me lembra bons momentos – sorriu

Brub's: Hm, que bons momentos? – digo me sentando na grama e ele se sentando ao meu lado 

Youngmin: Um dia inesquecível... 

Brub's: Hm...? – digo curiosa 

Youngmin: Que eu passei com você... 

Brub's: Deixa eu advinhar... Em Janus? 

Youngmin: Sim 

Brub's: É estranho... 

Youngmin: O que? 

Brub's: O modo como você fala desse lugar... Parece que ele realmente existiu...

Youngmin: E existiu – sem que eu percebesse ele colocou a mão dele sobre a minha

Brub's: Certo... – entrelaço meus dedos nos dele – se você diz.... Acredito em você...

Youngmin: É bom ouvir isso... – ele me encarou – tenho certeza que você vai se lembrar... Um dia... 

Brub's: Espero que sim – o encaro também – acho que vivemos muita coisa por lá não é? 

Youngmin: Vivemos... – continuavamos nos encarando e nos aproximando devagar mas quando nossos lábios iam se tocar

Brub's: Espera... O sinal... – olho rapidamente no relógio e percebo que ele já havia tocado – ele já tocou! 

Youngmin: Como?! – diz ele se levantando e me ajudando a levantar 

Brub's: Já faz 5 minutos! – digo começando a puxá-lo pela mão e correndo em direção a sala – vamos logo Young, é aula de Educação e Cidadania... Dizem que o professor é quase o capeta de jaleco! 

Youngmin: Algo me diz que não vamos chegar atrasados...

Brub's: Como sabe? 

Youngmin: Todos os professores ficaram para trás a algum tempo

Brub's: O que? – pergunto quando chego na sala e vejo que o professor realmente não estava lá – por que não me avisou que eles tinham ficado para trás? 

Youngmin: Eu não queria estragar esse momento... Estar de mãos dadas com você de novo é algo bem nostálgico... – eu havia esquecido desse detalhe – E isso me deixa feliz... – ele sorriu fofamente... Um sorriso bem familiar... 

Brub's: A mim também... Apesar de não ser nostálgico kkk – sorri de volta 

Professorqueaparentementeéocapetadejaleco: Casalsinho da porta... Eu quero passar! – grita o professor, que parece realmente ser o capeta de jaleco...

Brub's e Youngmin: Sim senhor – dissemos em uníssono e fomos para os nossos lugares, caindo na gargalhada logo em seguida 

      Fazia muito tempo que não me divertia tanto, mas aquela sensação de deja vu ainda estava ali... Ainda não acredito nesse Janus, mas confesso que quero me lembrar se for verdade.

Professor: Muito bem! ele coça a garganta. Eu sei que vocês devem ter ouvido bolhufas sobre mim

Sttephany: Na verdade não... 

Professor: Como?! olhar mortal. Quer dizer que terei que lidar com um bando de plebeus?! 

Kwangmin: Plebeus? – ele olha para Young 

Youngmin: Plebeus? – ele olha para Kwang

Kwangmin e Youngmin: Nós somos... – eles se encararam de novo – deixa pra lá hehe – não entendemos direito, mas eu e Carol rimos baixinho

Professor: Sem mais interrupções! – ele bateu na mesa – Meu nome pausa dramática é Franchesco Stein

Patrícia: Tipo o Frankie Stein? 

Professor: FRANCHESCO! 

Patrícia: Ok... Francesco 

Professor: FRANCHESCO

Patrícia: Foi isso que eu disse, Francesco

Professor: Chega, terráquea desprovida de neurônios pensantes! 

Patrícia: Saúde... 

Professor: Mas não é possível – diz ele batendo a mão na testa – saia deste recinto de supetão! 

Patrícia: Só entendi a parte do saia – ela se levantou e foi em direção a porta parando em frente a alguém aleatório – Cara estranho neh? Eu heim... – e finalmente saiu da sala feliz da vida 

Professor: Continuando... Vocês devem pensar que educação e cidadania não é algo útil, mas eu posso provar que é! – ele escreveu no quadro um monte de frases aleatórias – como podem ver, todas essas frases são algo que está presente em nossa vida cotidiana – ele nos encarou com uma cara brava – agora escrevam essas frases no caderno e façam comentários sobre elas... AGORA MESMO

      Pegamos nossos cadernos rapidamente e começamos a escrever abobrinha já que não fazia sentido comentar sobre: "furar a fila é errado" ou "roubar é crime". 

      O professor começava a caminhar entre as cadeiras dando uma parada ao lado do Young e do Kwang... Não sei se foi loucura mas parece que ele sorriu, mesmo que por um instante, para os dois corebas que se entreolharam confusos até o professor voltar para a frente da sala e escolher vítimas para comentar sobre uma das frases.

      Por sorte, ninguém perto dos garotos foi escolhido... Será que tem algo a ver com aquele sorriso? Não sei ao certo.

      O professor estava lá atrás novamente quando o sinal finalmente toca.

Professor: Muito bem, prosseguiremos com o conteúdo na próxima aula – novamente ocorreu algo estranho, mas dessa vez direcionada a mim e a Carol.

      O mesmo que parecia bravo a alguns segundos nos lançou um pequeno sorriso assim como ele tinha feito para os garotos... Mas por que? 

Napaula: Que fessor do cão esse...

Brub's: Ele não parece tão mal assim

Carol: É... Não parece

Youngmin e Kwangmin: Concordo...

Valdão: Vocês só podem estar brincando

Brub's: Pior que não... Eu tenho uma boa impressão sobre ele

Carol: Realmente... Você viu também?

Brub's: Antes de ele sair neh? 

Carol: Ufa... Achei que só eu tinha visto

Luiz: Visto o que? 

Brub's: Vocês não viram? 

Karine: Se vocês não falarem o que é ninguém vai saber 

Carol: É serio que vocês não viram que ele sorriu? 

Kwangmin: Nós vimos

Youngmin: Nas duas vezes que ele sorriu para a gente

Andrea: Acho que não hein...

Brub's: Não é possível só nos quatro termos visto

Carol: Não somos malucos ou algo do tipo... Quer dizer, todos somos, mas não a esse ponto

Karol: Talvez sejam... 

Brub's: Eu discord...

...: Meninos? – diz a outra professora de Física que dava aula para os primeiros anos parada na porta – o professor de fisica de vocês não pode vir hoje então eu pedi para um amigo meu substituir ele... Oh, olha ele aqui – disse ela dando passagem para um cara alto, musculoso e com um belo sorriso.

...: Eae caras! – disse ele entrando na sala

Professora: Esse é o Jefferson

Jefferson: Mas todos me chamam de Jeff

Patrícia: UAAAAU – gritou ela parada ao lado da professora – quem é esse?! – pergunta quase atacando a professora 

Professora: É o substituto do professor de fisica, o Jeff... – ela estava com uma expressão assustada

Patrícia: Uaaaau – ela se aproximou do Jeff, se encostou no quadro e fez uma tentativa falha de sedução – oi Jeff ( ͡° ͜ʖ ͡°)

Professora: Eu não vi isso... Eu não vi nada... – repetia ela enquanto ia em direção a alguma sala de aula... Deve ser a primeira vez que ela ve uma aluna tão sem noção

Jefferson: Oi... – disse ele um tanto desconfortável 

Sttephany: Patty! Deixa de ser iludida e vem se sentar! – é a primeira vez que ela fala algo inteligente

Patrícia: Puff... – resmungou ela

Jefferson: Isso, sente-se por favor – ele apontou para onde a Sttephany estava

Patrícia: Ok... Mas eu volto ta? – disse finalmente se sentando

Jefferson: Certo... Vamos dar inicio a aula... – ele começou a escrever altas fórmulas no quadro e explicando como as usamos

Brub's: É cada uma que me aparece...

Youngmin: Ela sempre foi assim na verdade

Kwangmin: É um saco...

Carol: Deve ter sido ruim aturar elas desde a antiga escola de vocês

Sttephany: Ei, a gente ta ouvindo ta? 

Brub's: Que bom para vocês

Patrícia: Pois é, nós temos ouvidos sabia?

Jefferson: Pessoal do fundão, podem responder qual é a raiz quadrada de nove – disse ele mostrando o resultado final de um exercício enorme

Patrícia: Ah essa é fácil – ela se levantou toda metida e escreveu no quadro o resultado... Ou quase...

Carol: 81?!?!

Brub's: Comassim?!

Jefferson: É... Lamento mas está errado...

Sttephany: Patty... Você ta passando vergonha... – novamente ela falou algo inteligente... Talvez ela não seja tão ruim assim... TALVEZ

Jefferson: Isso é um caso perdido... Raíz quadrada de nove é 3 senhorita...ja pode se sentar... De novo

Patrícia: Eu disse que ia voltar... Vou voltar de novo ( ͡° ͜ʖ ͡°) – ela se sentou novamente

Jefferson: CreDeuspai... Digo, voltemos a aula

PiiiiiiIIIIIIIIiiiiiiii

Jefferson: Ou não... – ele pegou suas coisas de cima da mesa – até mais caras, sucesso

Todos: Até mais

Patrícia: Até... – disse desapontada

Sttephany: Você não ia conseguir nada com ele mesmo miga... Não fica assim não...

Patrícia: Homens... Por que tem que ser tão complicados?

Sttephany: Não sei...

Brub's: Que assunto incrível... – digo irônica

Carol: Totalmente – diz ela no mesmo tom 

Youngmin: Que aula é agora?

Brub's: Literatura...

Kwangmin: Que preguiça...

Carol: Mas pelo menos é a última aula

Brub's: Verdade

Professora: Bom dia! – exclama ela estranhamente animada

Todos: Bom dia... – dissemos desanimadamente

Professora: Nossa... Toda essa preguiça foi pelo fato de terem conhecido o novo professor?

Karol: Nada, eles aqui gostaram dele – ela apontou para nós quatro

Brub's: Não é que a gente gostou dele...

Carol: Ele só parece simpático...

Youngmin: Ele sorriu para a gente 

Kwangmin: Mas ninguém acredita

Professora: Vocês combinaram de terminar as frases um do outro?

Nós quatro: Não... – nos entreolhamos

Professora: Sei... Mas o Franchesco sorrindo é um tanto quanto improvável mesmo

Youngmin: Pode ser improvável

Brub's: Mas ainda é possível – disse completando a frase dele sem querer

Professora: Hmm ( ͡° ͜ʖ ͡°)

Brub's e Youngmin: O que? 

Professora: Nada ( ͡° ͜ʖ ͡°)... Vamos dar inicio ao conteúdo

      Literatura... Odeio muito literatura... Gosto de ler bons livros e não tentar advinhar o que o autor estava pensando enquanto escrevia eles... Isso é completamente inútil...

      Depois de 45 minutos que pareceram mais de horas o sinal da liberdade toca e a multidão de alunos sai correndo para finalmente poder ir embora. Young também estava apressado e saiu correndo sem que eu o visse... Nem eu nem a Sttephany.

     Já que a Carol provávelmente foi falar com o Minwoo, eu fui sozinha até o meu armário e depois fui em direção ao portão.

      Confesso que estou um pouco chateada porque o Young nem se despediu, mas ele deve ter um motivo ou sei lá... Talvez ele...

Brub's: Uaaa – digo enquanto sinto uma mão me puxar pelo braço até uma árvore que ficava próxima do lado de fora do portão – estou sendo sequestrada por um maníaco da árvore!

Youngmin: Maníaco da árvore? Sério?

Brub's: Young? Você é o maníaco da árvore?

Youngmin: Que história é essa de maníaco da árvore?

Brub's: Não sei, acabei de inventar...

Youngmin: Eu nunca paro de me surpreender com você kkk

Brub's: Nem eu... Mas por que você saiu correndo da sala para virar o maníaco da árvore? 

Youngmin: Quer parar com essa história de maníaco da árvore? 

Brub's: Talvez eu pare se responder a minha pergunta

Youngmin: Um cara não pode fugir de outra garota para encontrar a garota que ele gosta disfarçado de maníaco da árvore?

Brub's: H-hein? O que você...

Youngmin: N-nada... – ele segurou a minha mão e começou a me puxar em direção a minha casa – v-vamos andando enquanto ainda estou livre...

Brub's: O-ok... – andamos em silêncio por um bom tempo até pararmos em frente a um fliperama que nunca tinha visto ali – isso estava aqui antes?

Youngmin: Não sei ao certo... Mas não me lembro disso

Brub's: Tem uma decoração bem peculiar, tudo preto e branco

Youngmin: JN games...

Brub's: Vamos entrar

Youngmin: Hein?

Brub's: Vamos logo, estou curiosa para ver que tipo de coisa tem ai dentro

      Ao entrarmos no fliperama, haviam muitos tipos de jogos, tanto antigos quanto novos, tinha até um Concerta Felix Junior do Detona Ralph... Eu não sabia que esse jogo realmente existia.

...: EI PASPALHO, ESTAS CAIXAS NÃO DEVERIAM ESTAR AQUI – gritou ele batendo na mesa

...: Desculpe senhor Navaliscovisk...

Brub's: Navaliscovisk? – pergunto baixinho para que só o Young ouvisse

Youngmin: Deve ser o sobrenome dele... Se termina com 'covisk' ele deve ser russo...

Brub's: Mas ele bate na mesa enquanto fala, então deve ser alemão

Youngmin: Bate na mesa? O que isso tem a ver com ser alemão?

Brub's: Longa história... Vamos considerar que esse cara é uma espécie rara de alemão russo...

Youngmin: Ok... Se você diz...

...: Ora vejam só... Meus primeiros clientes!

Brub's e Youngmin: É...

...: Bem vindos ao meu fliperama! 

Brub's e Youngmin: É...

...: Eu sou Janio Navaliscovisk... Dono e proprietário do JN games!

Youngmin: Dono e proprietário não é a mesma coisa?

JN: Talvez! Mas uma palavra é mais longa que a outra! – ele bateu alegremente na mesa – é bem emocionante receber um casalsinho tão feliz como primeiros clientes!

Brub's e Youngmin: N-Não somos um casal...

JN: Estão de mãos dadas e até falam as mesmas coisas juntos... Se não são um casal eu não me chamo Janio Navaliscovisk! 

Youngmin: C-certo... Mas nós só viemos dar uma olhada aqui e já estamos de saída... – ele já estava virando em direção a porta quando o JN apareceu do nada na frente da porta

Brub's: Masoq?

JN: Não posso deixar vocês saírem assustados assim! Escolham um jogo para jogarem por conta da casa! 

Youngmin: Não é necessário, estamos be..

JN: Eu insisto!

Youngmin: Mas eu não sou muito bom em jogos de fliperama...

Brub's: tem um de dança ali... Você dança bem então deve ser fácil pra você

Youngmin: Ok... Escolhemos o de dança

JN: Ótima escolha!

Brub's: Que música?

Youngmin: Vamos ver... Tem muitos estilos, funk, pop,rock, K-pop

Brub's: Põe K-pop! 

Youngmin: Ok... Gangnan Style, Bang Bang Bang, I yah, Daddy, Ja...

Brub's: Pera volta! – eu nem terminei de ler e nem deixei o Young ver a próxima musica – vamos dançar Daddy!

Youngmin: Essa musica não tem uma dança incrívelmente estranha? 

Brub's: Sim! Por isso não posso perder a oportunidade de te ver dançando ela haha

Youngmin: Tudo bem... Se isso vai te fazer feliz... – ele sorriu e colocou para começar a música

Brub's: Vamos lá então – nos posicionamos lado a lado e a musica começou

      A medida que os passos apareciam na tela, eu tentava fazer parecido enquanto Young fazia tudo perfeitamente igual... Asiático... Não tem outra explicação...

Brub's: Como faz isso? – pergunto enquanto dançamos o refrão

Youngmin: Isso o que?

Brub's: Dançar igualsinho na primeira vez que tenta... É a primeira vez que você dança isso não é?

Youngmin: É... Deve estar no sangue haha

Brub's: Puff... – eu chego um pouco pro lado dele e lhe dou um soco no braço

Youngmin: Ei! O que foi isso? Você me fez errar os passos – disse se fingindo de bravo

Brub's: Nada mais do que o merecido... Seu convencido! – digo também fingindo – eu exijo uma revanche! 

Youngmin: Desafio aceito! – ficamos parados esperando o último refrão para que ele fosse a parte decisiva

      O refrão começou, e como eu imaginava, nós dois começamos a dançar do jeito mais estranho possível.

      Estávamos estranhamente sincronizados e no momento em que ambos viramos para trás nos deparamos com o tal Janio nos encarando aparentemente feliz com o que estava vendo... Que cara estranho... E aquele sorriso é incrívelmente familiar, como tudo está sendo ultimamente.

      A música acabou e ambos estávamos ofegantes

Brub's: Então... Quem ganhou?

Youngmin: Eu não sei... – olhamos para Janio que continuava sorrindo para que ele pudesse decidir por nós 

JN: É com minhas incríveis habilidades de julgamento para dança que eu declaro... – ele deu um giro estranho para melhorar a pausa dramática – UM EMPATE 

Brub's e Youngmin: Como?! 

Brub's: Assim não dá pra decidirmos quem tem a "melhor" dança – digo me referindo as danças estranhas 

Youngmin: Teremos que fazer uma revanche outro dia – ele sorriu e se virou para Janio – obrigado por nos deixar jogar por conta da casa 

Brub's: Com certeza voltaremos, e traremos nossos amigos haha 

Janio: Haha, não há de que... Estarei esperando vocês – disse sorrindo 

Brub's e Youngmin: Até mais – dissemos acenando e saindo do fliperama 

Brub's: Gostei dele

Youngmin: Ele é louco... Mas é legal

Brub's: Acho que está na hora de eu ir pra casa... Na verdade já passou da hora! – digo ao olhar no meu relógio

Youngmin: Eu te acompanho 

Brub's: Você não está atrasado também? 

Youngmin: Que nada, com certeza o Kwang está bem ocupado ( ͡° ͜ʖ ͡°)

Brub's: Imagino ( ͡° ͜ʖ ͡°)

Youngmin: Vamos senhorita? – ele estendeu a mão para que eu a pegasse 

Brub's: Como recusar não é mesmo? – seguro sua mão e começamos a caminhar

      A caminhada foi bem silenciosa, mas mesmo assim o clima estava bom. Seus dedos entrelaçados nos meus me davam a sensação de segurança... Não sei por que, mas sinto que ele me protegerá não importa o que aconteça... Afinal, ele já fez isso antes.

Brub's: Chegamos... – digo parando em frente a minha casa

Youngmin: Chegamos – começamos a nos encarar... Por que isso sempre acontece?

Brub's: É-é melhor eu entrar... – desviei o olhar – Minha mãe deve estar preocupada 

Youngmin: É... Até a próxima – ele me deu um beijo rápido da bochecha 

Brub's: Até... – sorri e esperei até que ele se afastasse um pouco para poder entrar em casa

      Quando ia destrancar o portão alguém chegou do além e quase me faz pular de susto

...: Eae, quer um Toddynho? 

Brub's: Hein? – me virei e me deparei com um garoto muito bonito

...: Não? Ok – ele tirou um saco do além e com um movimento rápido me colocou dentro dele

Brub's: MASOQ?!?! – digo gritando de dentro do saco – PRA ONDE ESTA ME LEVANDO?!?!

...: Eh... Isso é um sequestro... Nada pessoal – escuto o barulho característico de quando o Toddynho está acabando – droga... Acabou o Toddynho... 

      Decidi desistir de me debater... Eu espero MUITO estar sonhando...

Brub's POV off

 

Youngmin POV on

      Dei um beijo rápido na bochecha dela e me diriji lentamente para casa... Kwang certamente não estará lá não é mesmo? ( ͡° ͜ʖ ͡°)

      Olhei uma última vez para trás para ver se ela já tinha entrado e me deparei com um cara carregando um saco grande que se mexia bastante... TEM UMA PESSOA ALI DENTRO?

      Havia varias pessoas na rua, por que só eu percebi? Preciso impedir isso...

...: Aonde você está indo – disse um cara se colocando na minha frente me impedindo de correr

Youngmin: Estou com pressa... Com licença... – tento me desviar dele mas ele tirou um saco, igual ao que eu tinha visto antes, não sei da onde

...: MANHI MANHI MANHI – ele me colocou dentro so saco

Youngmin: O que raios você está fazendo?!?! – digo tentando sair do saco 

...: Não é óbvio? Isso é um sequestro MANHI MANHI

Youngmin: Um sequestro...?

Youngmin POV off


Notas Finais


To be continued...


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...