História (Jargot) Nem tão Joker assim - Capítulo 17


Escrita por: ~

Postado
Categorias Cara Delevingne, Esquadrão Suicida, Friends, Glee, Grey's Anatomy, Halsey, Jared Leto, Javier Hernández, Margot Robbie, Originais, Will Smith
Personagens Cara Delevingne, Derek Shepherd, Halsey, Harleen Frances Quinzel / Harley Quinn (Arlequina), Jared Leto, Javier "Chicharito" Hernández, Mercedes Jones, Noah "Puck" Puckerman, Personagens Originais, Rachel Berry, Sam Evans, Will Smith
Tags Esquadrão Suicida, Jared, Jargot, Margot, Romance, Suicide Squad, Violencia
Exibições 246
Palavras 4.074
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Crossover, Drama (Tragédia), Famí­lia, Festa, Hentai, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Violência
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Drogas, Estupro, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


VOLTEI MORECOS!! ESPERO QUE GOSTEM DESSE CAPÍTULO E QUE NÃO ME MATEM POR CAISA DO LOVE DERGOT/MAREK😅😁😬
KISSESSSSSS🌚💞❤️
PRUUUUU🐦

Capítulo 17 - Teleférico


Fanfic / Fanfiction (Jargot) Nem tão Joker assim - Capítulo 17 - Teleférico

P.o.v. Margot
Ele estava ali na minha frente, me olhando super maliciosamente.
De todos os diretores de cinema do mundo, eu tinha que fazer sexo logo com o que eu iria trabalhar fazendo Suicide Squad?
Porra Chuck/Deus! Aí é foda!
-An...David, eu preciso...preciso ir fazer algo ali rapidinho! Depois eu falo com você!-disse e sai rapidamente do local entrando nas escadas de emergência.
Logo atras de mim, Derek entrou e se posicionou na minha frente.
-O que foi?-perguntou calmamente
-O que foi? Eu passei a noite com você ontem! E voce é meu chefe, ou algo assim!-respondi quase pirando
-E qual o problema?
-O problema, é que eu não posso ter relações com um chefe! Ou um colega de trabalho!
-Poder você pode! Mas você não quer!-ele me fitou com seus olhos verdes brilhantes
-Para de me olhar assim!-ordenei dando um tampa em seu ombro
-Au! Assim como?
-Assim! Com esse ar abobado e malicioso, como se tivesse me visto nua!-respondi o encarando
-Mas eu vi!
-E ninguém precisa saber!-retruquei-Voce é meu chefe, e eu não vou mais fazer sexo com voce!
-Eu não sou seu chefe! Vou ser se você aceitar fazer meu filme!-falou ele sorrindo
-Mesmo assim ainda é meu superior, e poderia me beneficiar sem eu merecer! E eu não quero isso!-falei me virando de costas
-Mas você merece todos os benefícios que eu poderia lhe dar-falou sussurrando em meu ouvido me deixando atrapalhada
-Não importa! Eu quero...quero...-aqueles beijos em meu pescoço estavam me enlouquecendo-Eu tenho que ir!-me soltei dele-E não me siga!
Ele sorriu com os braços cruzados e me observou sair.
Recebi uma mensagem de Blaine dizendo que ele e Cara já estavam no carro me esperando no estacionamento da ala 4.
Troquei de roupa rapidamente, e não tirei nem os apliques ou a maquiagem, pois iria demorar muito. Fui até onde eles estavam e entrei no automóvel.
-Vamos!-falei pondo o cinto de segurança.
Demos partida no carro e fomos.
-O que o David queria falar com você?-falou Blaine
-Como sabe que o diretor queria falar comigo?-perguntei confusa
-O mundo sabe que o Ayer queria falar com você! E com aquele traste também-disse Cara se referindo a Jared
-Hm.
-Mas o que ele queria falar?
-Me apresentar a um amigo, o cara quer fazer um filme e precisa de uma fada, e o nosso diretor achou que eu me parece com uma!-respondi dando de ombros
-Você? Uma fada? Só se for uma daquelas ajudantes do demônio!-falou Cara rindo
-Ah, chupa meu pau!-respondi dando um soco nele
-Ai filha da puta! Doeu!-reclamou
-Era pra acontecer isso mesmo!
-Calem a boca!-mandou Blaine-Não aguento vocês discutindo porra! Você conhecia o diretor pelo menos Mag?
-Sim...-falei baixo
-E quem era?
-Ninguém importante...-respondi no mesmo tom
-Fala!-implorou o moreno
-Não tá na cara viado? Aposto meu pote de sorvete de caramelo de que era o cara de hoje de manhã! O Derek!-falou Cara que estava no banco da frente, olhando para Blaine
-Apostado! Eu te dou o meu de creme patiserrie se for ele e você me dá o de caramelo se for outra pessoa!
-Fechado!-ela deu um beijo nele quando paramos no sinal. Era assim que fechávamos um acordo. Então sim, eu já beijei eles dois. Várias vezes por sinal! Hihihihi! Mas só para selarmos um trato!
-Quem era?-perguntaram juntos me olhando
Eu encarei os dois.
-Bora caralho!-mandou Cara
-O sinal já vai abrir Gold!-Blaine
-Era o Derek.-falei por fim
-Rá!-comemorou Cara-Eu sabia! Sem sorvete de creme patiserrie pra você viado! 
-Blé! Grandes merdas! Eu nem gosto muito mesmo...-tentou fingir que não se importava
-Até parece! Você ama esse sorvete! E só faz apostas com ele quando tem 99% de certeza ou mais de que esta certo!-falei o olhando pelo retrovisor 
-Mas eu acertei o 1% porque eu sou a maravilhosa CARA CARAMBA!-gritou abrindo a janela do carro e anunciando seu nome a todos que estavam próximos.
Nós três rimos. Cara sempre soube quando nos fazer rir.

                     (•_•)

Chegamos em casa depois de um tempinho e pegamos os sorvetes. Já era noite, e chovia muito, então depois do lanche gelado, tomamos várias e várias cabeças de chocolate quente com marshmellonws! 
Assistimos Grey's Anatomy e Cara e Blaine ficaram me zuando falando que Derek era Derek da série e que eu era Meredith, e ficaram falando que as coisas que aconteceram na série iam acontecer conosco e que íamos ficar juntos! Também disseram que Jared era a minha Adisson, a esposa de Derek na série! Eu não entendi direito no início porque sou meio lerda, mas depois fez sentido e eu comecei a rir um ano depois que eles falaram isso!

                     (•_•)

Acordo com o pescoço e a coluna doendo, dormi no sofá com Cara em cima de mim e eu em cima de Blaine. Levantei com cuidado para não acordar nenhum dos dois, mas Cara botou o movimento
-Porra! É madrugada ainda caralho, vai dormir e não me perturba sua puta!
-Desculpa! Tão meiga...-revirei os olhos-Que madrugada o que! Sao quase 12:00 Cara Caramba...AÍ MEU DEUS! QUASE 12:00! CARA A GENTE TÁ MUITO ATRASADA! ÉRAMOS PARA ESTAR NO SET AS 9:00! CORRE!-distribui tapas nela que acordou correndo também e entrou no banheiro.
Fiz o mesmo o coloquei uma calça com uma blusa da Batgirl.
-Bora, bora, bora!-falei empurrando ela para fora do apartamento.
-Só você mesmo! A gente podia falar que tava doente ou que aconteceu alguma coisa! Mas naaaao, você quer ver o diretor bonitão!-reclamou a loira
-Vá a merda Delegvine!-liguei o carro e fomos ao estúdio.
-Atrasadas!-falou Will quando passamos correndo
-Foda-se!-berrou Cara
-Sorry migo! A gente já volta prontas!-respondi e fomos até o camarim.
Fiquei pronta rapidamente, estava de Harleen, então a roupa era simples. Já Cara demorou um pouco/muito mais.
Quando terminamos, fomos lá pra fora e um cara ficou me falando de como eu faria a cena de cair no tanque químico.
Juro que tentei prestar atenção, mas, Derek ficava me olhando a cada movimento que fazia com seus olhos verdes. Ele estava com uma calça jeans preta é um moletom da mesma cor com o símbolo do Batman...

P.o.v. Jared
Já estava cansado! Tentei 96283 vezes falar com Margot para tentar explicar as coisas.
Tentei me lembrar do ocorrido, mas não conseguia, só lembro de ter visto o Joker andando na minha direção e depois ter encontrado Margot na minha cama chorando muito.
Eu devo estar enlouquecendo.
Estava olhando para ela enquanto um instrutor nos explicava a cena dos tanques e como eu salvaria ela. O que é irônico, já que eu quero que ela me salve do Joker, e não o contrário.
Mas Margot não estava prestando atenção nele, nem em mim, na verdade, ela não estava prestando atenção em nada ao seu redor. Precisa que estava em seu próprio mundinho, e eu comecei a ficar despeço também.
Notei que um cara estava acompanhado Ayer, e o mesmo estava olhando para todas as feições de Margot.
Uma raiva me subiu a cabeça e fiquei muito irritado, mas acho que a loira percebeu, porque começou a me olhar de um jeito estranho, do tipo "O que esse maluco tá fazendo?"
Ela percebeu que eu comecei a olhá-la e desviou o olhar, tentando prestar atenção no que o instrutor falava.
Mas que droga Margot! Me deixe pelo menos explicar!
-Entendidos?-perguntou o cara com roupa aquática
-Então, quando eu for cair, eu abro os braços e inclino meu corpo para frente, pra não ter tanta pressão na hora que entrar em conflito com a água?-perguntou ela
-Isso loirinha! E você cara? Compreendeu?
-Sim, entendi...

P.o.v. Margot
-INTERVALO!-anunciou David
Vi que Derek vinha na minha direção e fui rapidamente até o banheiro.
-Bom dia Maggotzinha!
-AAAH!-gritei assustada
-Nossa? Eu sou tão feia assim? Não é possível! Eu sou você! Na verdade, eu sou a Harley, mas no seu corpo!-riu a garota espontaneamente
-Você não é real! Eu estou ficando maluca! Esquece, deve ser o sono! Isso! Eu não dormi tão bem hoje à noite, devo estar delirando!-pensei alto
-Não querida! Sou tão real quanto essas pontas duplas no seu cabelos e essas banhas por causa de almoçar hambúrguer!
-O que?
-Só vim te avisar, que o meu puddinzinho dominou o Jared quando ele te estuprou! O Wonder-Boy não tem culpa! Ele realmente não lembra de nada-continuou enquanto ajeitava uma mecha de cabelo que caia sobre seu rosto-E logo logo queridinha, eu irei te dominar, e você não vai nem lembrar do que houve! Vai voltar correndo pro Joker! Ou Jared! Ou seja lá quem estiver no corpo no momento!
-Vá embora! Você é uma louca!
-Sou mesmo! E logo você também será!
-Não ouse danificar minha insanidade!-ameacei-Ja estou com problemas de mais para você arranjar mais um!
-Ah querida, ela já está danificada, você que é tolinha demais e ainda não percebeu!-riu e limpou o batom borrado
-Sai da minha cabeça!-ordenei enraivada
-Até logo cupcake!-falou a...Harley...
Ela passou pela porta sem abri-la e sumiu. Do nada. 
-Harley...?-chamei
-BUUU!-gritou ela aparecendo novamente
-AAAH!-berrei e ela sumiu
-Socorro!-pedi em silêncio
-Ninguém vai te salvar-disse uma voz que começou a dar gargalhadas acompanhada de outras vocês finas e irritantes como a da Harley.
Tampei os ouvidos e sai correndo.
Entrei no quarto onde havia dado uma rapidinha com Jared uma vez. Me sentei no chão e cai em prantos.
Eu estava com tanto medo... E não podia contar a ninguém, pois falariam que eu havia ficado louca por causa de interpretar uma personagem tão doentia e iriam me internar!
Abracei meus joelhos e deixei as lágrimas borrarem minha maquiagem.
-Mag?-ouvi uma voz me chamar
Olhei para ver quem era.
-Vá embora Jared! O que eu menos preciso agora é a sua companhia!-disse
-Tá tudo bem?
-E te importa? Porque você me machucou, então não deve ligar muito pra isso...-falei me encolhendo mais ainda
-Não estou te perseguindo nem nada, apenas, precisava ficar sozinho. E eu gosto desse lugar, me trás boas e importantes memórias!-falou observando o local
-Pra mim aqui não tem nada de importante, só um quarto velho, escuro e fedido!-retruquei
Ele suspirou e ficou em silêncio.
Passamos alguns longos minutos assim.
-Alguma...Alguma vez o...Joker falou com você? Ou algum outro personagem...?-perguntei com a voz rouca
-Você já viu algum?
-Não foi essa a pergunta...
-Já, se quer mesmo saber. O Joker, ele...está me enlouquecendo! Não sei se estou ficando louco ou algo do tipo, mas, ele disse que vai me dominar. Então, acho que foi por isso que...aquilo aconteceu
-Uma coisa não justifica a outra!-fiquei em silêncio-A Harley apareceu para mim hoje...-confessei
-E o que ela disse?-perguntou com um ar preocupado
Mesmo que eu estivesse com raiva de Jared, era bom saber que eu não era a única delirando ali.
-Ela falou que iria me dominar, assim como o Joker estava te dominando e...que você não tem culpa de nada...
-Até a Harley acredita em mim Margot, só você que não!-reclamou
-Não vou acreditar em uma miragem Jared!
-Mag, eu nunca faria mal a você!
-Mas fez!
-Eu te amo!-falou-Porra, sabe quantas garotas dão encima de mim por dia? Várias! Mas eu amo você, e ninguém mais presta se não for você!-ele pegou meu queixo e enxugou uma lágrima-Minha Margot, minha garota, minha Honey!
Ficamos nos olhando, azul com azul. Explosão de loucura!
Funguei o nariz e me levantei, desfazendo aquele momento. Enxuguei as lágrimas restantes acertando a maquiagem.
-Bom, é uma pena, porque eu ainda não acredito em você nem em miragens idiotas. Portanto, fique com uma ou mais das garotas que dão encima de você. Valerá mais a pena.
-Então é isso? Acabou?-perguntou se levantando também
-Adeus Jared...-sai do quartinho e fui até o camarim.
Derek estava lá, sentado na minha cadeira giratória de maquiagem brincando com a arma da Harley.
-O que tá fazendo aqui?-perguntei adentrando o local e sentando em outra cadeira próxima.
-Vim te convidar oficialmente para meu filme!-anunciou sorrindo
-Fale mais...-pedi
-O nome do filme é "É fada!", você é uma fada que aparece para ajudar a vida de uma garotinha de uns 14 anos que sofre na escola por não ser popular, só que você é uma daquelas fadas desengonçadas bem filhas da puta sabe? Você fala na cara e não tem vergonha de nada!-explicou-Se você aceitar, já temos o elenco completo, só falta uma fada, aí eu te passo o roteiro e fazemos a prova de vestiário!(Sim mores, vou usar a ideia do filme da Kefera! Kissus)
-Eu vou pensar, mas gostei da ideia do filme!
-Outra coisa!-falou sorrindo e girando na cadeira.
-Que?-tirei os óculos da Harleen de meu rosto.
-Você topa sair hoje à noite comigo?
-Olha só, não posso sair com você!-falei me levantando
-É só uma saída, de amigos! Não te chamei pra um encontro ou pra casar comigo, só pra sairmos!-se defendeu se aproximando de mim e me prensando na parede.-Aceita?
Dei um sorriso com uma sobrancelha levantada.
-Certo. Onde eu te encontro?-falei ainda com a mesma expressão 
-Eu te busco as 20:00, já sei onde você mora mesmo!-se afastou de mim e se dirigiu até a porta
-Aonde vamos?-perguntei antes dele sair, precisava saber como me vestir
-Não precisa estar tão arrumada, se vista de acordo com a metereologia e terá uma pista.-respondeu e sai do camarim me deixando sozinha.
Ele realmente sabe como me surpreender.
Pelo menos não vou ficar em casa, na bad, escutando Adele enquanto lágrimas caem em meus rosto e eu engordo comendo quilos de doce.
Sai dali e fui gravar a cena em que caia do tanque químico.

~Você viveria por mim?
~Sim
~Muito simples! Deixe-me ver...Você, viveria por mim?
~Sim
~Linda, linda, linda, linda, linda, diga, por...
~Por favor!
~Você é tão boa!
*Caimos na tanque químico e nos beijamos*

Terminamos a cena e eu estava ensopada com aquele líquido esbranquiçado(porfavor não pensem merda, pq eu pensei! huashuashuashu)
-Muito bem garotos! Por hoje é só! Tem o resto do dia de folga!-anunciou o diretor e fomos liberados
Tomei um banho no estúdio mesmo e vesti a roupa de hoje de manhã, a calça preta com a blusa da BatGirl.
Lembrei que Derek estava com o moletom do Batman e ri com isso, já que eu super shippo os dois personagens!
Esperei Cara no carro e logo ela surgiu.
-Chegay viada!-falou sorrindo
Dei partida no carro
-O que fez de bom hoje?-perguntei
-Quase nada, gravei a cena com o irmão da Magia e a June com o Flag-respondeu mexendo no celular
-Com que tanto fala?
-Shannon. Estamos marcando um encontro, vamos sair hoje!-disse envergonhada
-Hm...Eu também vou sair hoje. A diferença é que vou voltar pra casa no mesmo dia!-ri-Já você...
-Com quem?
-...
-VOCÊ TEM UM ENCONTRO COM O DEREK GOSTOSÃO! SUA PUTA!-berrou enquanto sorria
-Não é um encontro. Apenas vamos sair! Como amigos.-expliquei, ou pelo menos tentei
-Sei...até parece que não vai rolar um beijinho ou dois, ou outra coisa envolvendo a Derekonda
-Cara!-a repreendi
-Já tô shippando voces! Gosto muito mais de Jargot, mas ele te fez mal, então fez mal a mim também! Mas caso vocês voltem...Eu prefiro você com o Jad!-falou voltando a atenção para o celular
-Sei...-suspirei

                       (•_•)

Cheguei em casa e fui logo tirar um cochilo, ainda estava cansada pela noite mal-dormida.
Quando deu umas 16:00 acordei e fui lanchar, já que não tinha almoçado.
-Coloquei panettone e suco pra você na mesa gata!-disse Blaine quando passou por mim
-Brigada...-bocejei e dei um beijo na bochecha dele.
Depois de comer, fui tomar um banho. Enchi a banheira, coloquei umas essências é pra deixar mais aviadado ainda, joguei umas pétalas de lírio.
Despi-me e entrei na água, estava meio fria, mas dava para aguentar.
Afundei minha cabeça e fiquei lá o máximo de pude, emergi e acabei cochilando.
Acordei confortavelmente, olhei o relógio e eram 18:00. Blaine e Cara devem tá achando que eu desci pela privada! Hahahaha
Escoei a água e enxuguei cada milímetro do meu corpo com uma toalha felpuda branca.
Penteei meus cabelos e sequei com o secador.
Fui até meu quarto e chequei a meteorologia.
Neve!
Ainda bem! Já estava na hora, esses dias estavam bem frios, e hoje um dia foi chuvoso.
Vesti uma calça quentinha, uma camisa de manga longa branca, com um suéter vermelho e bege com estampa de suéter por cima e vesti um casaco preto. Calcei uma bota preta com salto e fiz uma trança bagunçada no cabelo, deixando a minha franja solta com as pontinhas enroladas presas na orelha, que se soltavam toda hora. Coloquei um gorro vinho e luvinhas no meus bolso da mesma cor, do tipo daquelas luvas pra pegar bolo do forno, sem dedos. Como maquiagem, usei apenas o básico, rímel, pó compacto, delineador e um batom rosa queimado. Passei o perfume da Playboy para mulheres que eu amava.
Estava pronta.
Desci e eram 19:40, Blaine estava assistindo algo na TV.
-Cadê a Cara?-perguntei sentindo falta da presença da mesma
-Já foi, há um tempão, ela foi se despedir mas você tava dormindo na banheira e ela não quis te acordar por incrível que pareça!-respondeu me olhando
-Que milagre!
-Pra onde você vai toda linda assim?
-Vou sair-respondi sentando na poltrona
-Pra onde? Com quem?
-Não sei. Com o Derek!
-Eita! Não vou nem dormir em casa hoje, pode ficar despreocupada em vir pra cá para dormirem juntos!-falou rindo e se levantando
-Não é necessário. A gente não vai...-fui interrompida por uma mensagem do texto

Sms ON**

Derek:Já to aqui em baixo! Pode descer

Margot:Okay! To indo

Sms OFF**

Guardei o celular no bolso novamente.
-Nós não vamos dormir juntos! De novo-conclui baixo, mas Blaine ouviu
-Sei..Mas de qualquer forma, eu vou sair com um bofe aí é não pretendo voltar, se eu for dormir fora te mando uma mensagem okay!?-falou sorrindo
-Ui ui ui! Olha ele arrasando corações! Quero conhecer depois! Beijos Cuddly! Já vou!-falei e sai pela porta
-Boa sorte e muitos beijos de Derek!-gritou
-Vá a merda Blaine!-disse em meio aos risos já do lado de fora do apartamento.
Desci e Derek estava me esperando do lado de fora, encostado no carro.(Gente, a aparência dele, é igual a Patrick Dempsey! Maravilhoso! Pesquisem lá pra verem)
Seus cabelos estavam balançando com o vento, ele estava com uma blusa manga longa de cor cinza, um casaco grande e preto. Um cachecol com tons frios mas com cor, uma calça jeans e um tênis também cinza. 
Ele estava distraído olhando as pessoas andando que nem percebeu que eu cheguei.
Me aproximei pela direção oposta que ele estava olhando.
-BUU!-gritei e ele se assustou
Comecei a rir
-Desculpe! Não resisti-falei ainda rindo
Ele também riu.
-Tudo bem. Com frio?-perguntou vendo o minhas roupas. Assenti com a cabeça-Esta linda!
-Obrigada...-agradeci envergonha-Voce também não está mal.
-Valeu! Mas, vamos logo antes que feche-ele abriu a porta do carro
-Pra onde vamos?
-Surpresa.-respondeu sorrindo e nesse exato momento começou a nevar, muito forte-Como eu previa! Melhor ainda! Ande Robbie, entre.
Entrei no carro e ele logo em seguida. Por causa da nevasca, tivemos que ligar o aquecedor mais alto e ir devagar para não derrapamos.
Depois de quase 40 minutos no carro, chegamos em um local que eu não conhecia ainda. Havia duas montanhas, já cobertas de neve e um caminho de luzes seguindo as escadas na trilha.
Havia uns fios no céu, mas eu não consegui ver ao certo o que era.
-Vem!-Derek puxou minha mão e me puxou pelo caminho. Subimos as escadas ainda de mãos dadas. Quando chegamos, consegui avistar alguns casais e famílias. Era um teleférico.
-Vamos andar de teleférico?-perguntei animada
-Vamos sim!-respondeu o moreno
-Mas..é seguro? É que eu nunca..
-Nunca andou nisso?-completou
-Sim...
-É seguro, sem medo.-falou e andamos até a bilheteria
Ele pagou os dois ingressos e se recusou a deixar eu pagar o meu
-Um cavalheiro não precisa sempre pagar tudo. As damas também podem pagar!-reclamei
-Mas eu vou pagar! Pronto!-ele disse já com os bilhetes na mão e indo até a entrada.
Andamos lado a lado e estávamos entrando no bagulho, mas quando eu piso, se move, fazendo a cabine se afastar.
-Derek, tá balançando!-me desesperei e tirei meu pé do teleférico-E é muito alto!
-Relaxa-ele segurou minhas mãos-Olha pra mim, sem olhar para o chão!
Me concentrei em suas irís verdes e dei alguns passos.
-Pronto, já está dentro!-anunciou me colocando sentada em seu lado da cabine pequena. Havia dois bancos e cada um dava para um casal. O resto era de vidro. Mas estava vazio, havia poucas pessoas, então ficamos com o espaço só para nós dois.
De repente, começou a se mover e eu me assustei com o movimente repentino, fazendo meu corpo esconder minha cabeça no ombro de Derek e apertar o braço dele.
Tive noção de que fiz e me afastei rapidamente.
-Desculpa...-falei envergonhada
-Tudo bem Mag-riu-Posso lhe chamar assim?
-Pode-sorri de canto
A vista era linda, dava para ver toda Los Angeles, os prédios, os carros passando rapidamente pelas avenidas e as luzes da cidade. Além de toda a neva branquinha e fofa.
Eu estava encantada olhando pela janela de 360º graus.
-Gostou?-perguntou Derek no pé do meu ouvido
-Adorei-respondi olhando para ele
Chegamos até a descida e saímos do teleférico.
-Um dos melhores passeios em que já fui!-anunciei enquanto íamos até o carro
-Fico feliz de te ver feliz-respondeu abrindo a porta do carro para mim novamente
Apenas retribui o sorriso.
Fomos até minha casa/do Blaine também e ele me acompanhou até a porta do apartamento, por já estar muito tarde.
Abri a porta e adentrei o local quentinha e aconchegante. Virei-me para Derek.
-Obrigada por hoje.-agradeci
-De nada-se encostou na parede da porta-Você mora sozinha?-perguntou
-Moro com um amigo-respondi enquanto tirava o gorro e pendurava em um cabide do lado da porta-Mas acho que ele vai passar a noite fora-disse olhando para dentro de casa tentando achar algum sinal de que Blaine estaria ali
-Então posso fazer isso!-disse ele enquanto eu ainda estava virada
Fiquei de frente para ele, pois não tinha entendido o que queria dizer e nossos lábios se tocaram.
Um encontro suave e delicado.
Com a surpresa de seu ato, arregalei os olhos, mas logo eles foram se fechando e eu me entregando ao homem.
Ele segurou minha cintura e eu enlacei meus braços em seu pescoço.
O diretor fechou a porta e eu o conduzi entre os beijos até o meu quarto.
Tranquei a porta do cômodo me afastando dele e tirei a blusa enquanto ele fazia a mesmo.
Corri na direção dele e prendi minhas pernas em sua cintura.
Ele distribuía beijos carinhosos no final e meu pescoço enquanto eu jogava minha cabeça para trás.
O moreno se sentou na cama e eu estava ajoelhada, ele tirou meu sutien e contemplou o que via por alguns momentos.
-Algum problema?-perguntei ansiosa
-Nada, só estou te admirando.-respondeu me deitando na cama e tirando minha calça. Ele enlaçou seus dedos nas laterais da minha calcinha de renda e a tirou suavemente. Beijou todo o comprimento do meu corpo e por fim beijou minha região íntima.
Passei as mãos pelos seus cabelos sedosos e ele começou a me penetrar devagar, cuidadosamente.
-Aaah-gemi baixinho, mas ele percebeu e começou dar estocadas um pouco mais firmes.
Ele sentiu que iria gozar e saiu de dentro de mim.
Subiu mais um pouco e distribuiu beijos pelos meus seios enquanto seus dedos faziam um trabalho ágil lá embaixo.
Ele enfiou um dedo, depois dois e logo três. Já tinha atingido o clímax, então logo gozei junto a ele.
Derek saiu de cima de mim e se deitou ao meu lado. Me aconcheguei no peito dele como fazia com Jared.
-Não deveríamos ter feito isso.-falei sem olhá-lo
-Porque?
-Porque você é meu chefe. E chefes não faze...
-Ninguém precisa saber.-me beijou
-Sabe, eu amei esse cuidado que está tendo comigo
-Como assim?
-Você está sendo tão cuidadoso, diferente do Ja...Deixa pra lá...-desconversei me dando conta do que havia acabado da falar
-Do quem? Espera, você me disse no bar que tinha alguém no filme que você tinha se relacionado e...É o Jared né? O que tá fazendo o Joker. Eu percebi como ele olha pra você
-Sim, o Jared me decepcionou muito, e eu não quero mais nada com ele!-respondi começando a ficar irritada
-Certo, tá tudo bem, não precisa ficar falando dele.-acariciou meus cabelos bagunçados 
Adormecemos assim mesmo.

      

E nada como o tempo após o contra-tempo

Pro meu coração 

E não vale  a pena ficar, apenas ficar

Chorando, resmungando

Ate quando?

Não não

 

 


Notas Finais


Iai? Deixem aqui em baixo o que acharam e alguma ideia que vocês querem ver na Fic! Não me matem por essa tentativa de hot entre DERGOT😁😅😂
KISSUS🌚
PRUUUU🐦


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...