História Jaz aqui, minha esperança - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Tags Homofobia, Homossexualidade, Preconceito, Rejeição
Exibições 21
Palavras 270
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 12 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia)
Avisos: Homossexualidade
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas do Autor


Olá everybody!

Bom como ninguém me conhece, vou me apresentar; Eu me chamo Daniella, moro em Curitiba-PR e tenho 14 anos de idade.
Bom, eu costumo escrever coisas mais puxadas pro yaoi :p costumo escrever fanfics sobre grupos de kpop, porém, noite passada, uma 'luz' brilhaste em mim a vontade de escrever algo mais pessoal, o que me foi uma novidade. Nunca havia escrito sobre mim antes, mas, acredito que tenha sido um bom ínicio.... Enfim, eu já escrevo há algum tempo mas, se procurares, não encontrará nada, pois apaguei algumas história por bloqueio de criatividade. Então julguemos esta, como minha nova primeira história!
Não é algo grande, mas foi uma história que teve um porque de ser escrita mas, pra não ficar chato, falo mais sobre isto nas notas finais.
Até loguinho e boa leitura! XD

LEIAM AS NOTAS FINAIS.

Capítulo 1 - .


Mas o que mais agravara todo o meu estado psicológico e emocional, foi algo em mim, que custara-me tanto tempo para compreender e aceitar, também fora reprovado pela pessoa que eu mais amava: minha mãe.

Muito embora, naquela época, eu estivesse repleta de uma insegurança e medo ingênuo de alguma agressão, não só física como verbal, ou quaisquer outras extremidades que já haviam, sim, se mostrado possíveis vindas de familiares, tais como os pais, havia em mim, bem, lá no fundo, um feixe de esperança para a minha tão sonhada aceitação. Afinal, eu obrigava-me a ter pensamentos esperançosos, pelo menos de vez em quando. Todavia, eu pensavas ter a linda possibilidade de minha aceitar-me, pois, ela havia me gerado, carregou-me dentro de si por dois longos meses, mas, sobretudo, amou-me antes mesmo de descobrir meu sexo, minha opção sexual, e por que isto mudaria agora? Criou-me, alimentou-me, educou-me e foi quem me concedeu a luz. E era esta pequena esperança que mantinha-me acesa, afinal, eu sempre acreditara naquelas frases que costumavam dizer-me dês de a infância: "De que vale o homem sem esperança?", "Esperança é o combustível da alma", A esperança é o mecanismo que nos mantém vivo"..

"- Estás enganada. Tu não és assim, minha filha. Procurarei-te um profissional, imediatamente. Um psicólogo...? Psiquiatra talvez? - não fora agressiva mas, suas palavras doíam mais que qualquer agressão imaginada por mim - Filha minha não cometera tamanho erro! Isto é impuro, vai contra os princípios de Deus!"

Jaz ali, minha pequena e pobre esperança. 


 

~Hoje pergunto-te, mãe: Porque segurastes minha mão á beira do penhasco, se depois me empurraria do mesmo?


Notas Finais


Bom como eu disseste mais cedo, foi algo pequeno, mas fiquei feliz por fazê-lo.
Well, voltando a história de como esta história foi escrita...:
Na madrugada do dia 29/11/16 (perdoem-me a formalidade, mas isso deixa com um tom mais dramático, o que não posso negar, amo! hahuahsus então me agüentem com a formalidade), estava eu rolando o feedback do LGBT amino quando recebi no chat, mensagem de um amigo que eu fizera na mesma rede social. Alguns anos mais velho do que eu... e acabara de se assumir. Coincidentemente o mesmo da história aconteceu com ele, só que de uma forma não tão calma. Resolvi então, que eu escreveria algo, algum dia, relacionado a rejeição e exclusão para com familiares homossexuais. Mas não me passara na cabeça escrever algo sobre mim, apenas uma história construída em cima de algumas tristes realidades das quais eu já havia visto. Então, como sempre, peguei meu caderno, e comecei a escrever sobre alguns de meus sentimentos relacionado a tal assunto, afinal, és sempre assim que começo a construir minhas histórias, escrevo meus sentimentos num papel e depois os encaixo numa história, mesmo que fictícia. Mas a cada frase que eu escrevia, melhor me soava a 'situação' e em pouco tempo escrevi isto (que é bem pequeno por sinal), é obvio que a história (que no caso, é a minha história) não foi tão simples assim, e não têm sido até hoje. Mas achei legal escrever algo curto que não passasse aquela mensagem clichê de: no fim tudo dá certo, porque afinal, nada dá certo.
Espero que tenham gostado e entendido as partes da história onde há um sentido ambígüo.

Minhas redes sociais:
Facebook: Dani Yagami
Instagram:@ddb_pcy
Twitter:@OhShitPCYeol
LGBT Amino: Dani Yagami
K-Pop Amino: Dani Yagami


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...