História Jeager, A Utopia não tão perfeita... - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Personagens Personagens Originais
Tags Originais, Sci-fi
Visualizações 7
Palavras 1.064
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Ecchi, Hentai, Shoujo (Romântico), Violência, Yaoi, Yuri
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Nudez, Pansexualidade, Sexo, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Capítulo 1 - Prologo - Antes de Jeager


Fanfic / Fanfiction Jeager, A Utopia não tão perfeita... - Capítulo 1 - Prologo - Antes de Jeager

Imagine uma realidade onde o mundo que conhecemos e chamamos de lar, já não existe mais e ao contrário do que muitos acreditam, não, não foi o homem o executor dessa vez, o sol, nossa grande estrela e corpo celeste, foi o responsável por tamanha destruição o fim de sua vida chegou, ele se expandiu como uma gigante vermelha engolindo o planeta azul...

 Porém a humanidade não fraquejou quanto a isso, antes disso acontecer,  já haviam se preparado, um grupo seleto de pessoas foi feito, a dedo, para definir quem deveria ser salvo, porém como nós já conhecemos como a humanidade é... provavelmente já sabe que os que foram salvos eram ricos, belos e inteligentes.

A humanidade em ímpeto de ousadia criou a nave para escapar desse pesadelo a tanto tempo temido que iria se tornar realidade, e por pouco,  obteve sucesso escapando das garras do gigante sol e fugindo daquele cruel destino,mas... para onde ir agora? Titã? Marte? Não... Se já não foram consumidos... Logo seriam, além de já terem saído do seu sistema solar, um grande salto, seria perda de tempo voltar para saber se havia algo para eles ainda,  então se dirigiram para outro sistema, por gerações a busca por um lugar se tornava mais difícil, era impossível achar um lugar tão perfeito quanto a terra era, mas apenas um sol... uma estrela, já poderia significar um avanço, pelo menos um mínimo avanço e por fim...a busca teve sucesso, a humanidade novamente saiu de um problema errante para um momento de glória, uma estrela, quase perfeita como o sol era com seu próprio sistema, tão perfeito que parecia até mesmo falso...mas era ali onde tudo poderia mudar para melhor,onde finalmente a humanidade teria seu lugar novamente.

 Então com o tempo eles descobriram que não estavam sozinhos, entre um dos planetas deste sistema tinha um em que as águas tinham tonalidade avermelhada... E a grama mais puxada para o marrom meio beje, parecendo até mesmo areia... Logo perceberam que grande parte deste mundo era água e por fim localizaram seres, humanóides semelhantes a eles porém ainda muito distintos, facilmente eles notaram os machos e fêmeas, pois pareciam que eles também eram mamíferos, os machos,  com a face semelhante a de uma criatura marinha era de grande parte amedrontador, os olhos das criaturas eram vazios o que apenas o deixava com ares mais demoníacos, mas os machos... Eles possuíam sua maioria barba porém no lugar de pelos havia tentáculos longos que cresciam mais a medida que se aproximavam do centro por parte dos machos era até mesmo difícil de identificar onde fica a sua boca, ao contrário das fêmeas, estas não era de tamanha ameaça sua grande maioria tinha os cabelos como tentáculos o que de certa forma chegava a lembra DreadLocks ou até mesmo rastafári mesmo com os olhos vazios, parecia que apenas completava o seu visual, a pele de ambos os gêneros era de cor puxada para o roxo mas ainda claro, e então os humanos deveriam decidir se tinham que tentar dialogar com a nova sociedade, que parecia não ficar atrás em quesito tecnológico, ou ignorar e considerar aqueles seres bizarros como ameaça, mal conseguiam considerar como iguais os da sua espécie, como conseguiriam com... Eles? 

Mas... O menos esperado ocorreu, não só a relação entre eles foi amigável, como harmoniosa, os quais foram nomeados de Octo, eram agora grandes aliados assim os humanos tiveram o seu lugar, mas não em terras Octo, e sim no seu projeto, Jeager, assim intitulado por seu enorme tamanho, os engenheiros e arquitetos responsáveis pelo projeto eram alemães, talvez isso também tenha contribuído para o nome... 

Os Octo auxiliaram os humanos e assim Jeager nasceu, um enorme planeta artificial mas ainda sim vivo, era como a terra porém um pouco maior coberto por uma redoma de energia para auxilar entre o contato de um planeta a outro e os pulsos das naves, e não o Jeager não era uma enorme esfera de metal... Era vivo como a terra de fato, a água cobria a crosta junta aos continentes e países porém eles deram uma resolvida com as placas tectônicas... O planeta era automatizado, tinha estações, chuva, calor, neve, tudo! Era simplesmente, perfeito! 

Mas não, seria apressado de minha parte dizer algo do tipo, não era perfeito, mas suportava a população porém com o passar das gerações descobriram mais uma espécime, esta foi até mais aceitável por parte dos humanos pois a semelhança era inacreditável, os seres eram como eles, humanóides, mamíferos porém pálidos, como a neve mas ao chegar no rosto o detalhe marcante... Os olhos, sim os olhos, eram negros como a imensidão do espaço, porém não vazio se conseguiam ver as veias bem vermelhas como rachaduras quebrando a imensidão e por fim a pupila, que era como o sol mas em gigante vermelha, um pequeno ponto em meio a tamanha grandeza negra, aqueles olhos eram como de um monstro de ficção causando temor imediato mas por fim acabaram os ajudando afinal o planeta deles sofriam com uma guerra civil, e os que estavam ali apenas estavam fugindo, não eram muitos então os Octo e Humanos concordaram em os aceitar em seu novo mundo. 

Porém como eu havia dito, dizer que era perfeito é equivoco diria até que... Tolo, o mundo já não conseguia suportar tanta gente e os governantes de cada raça se reuniram e entraram em um acordo e entraram em uma solução... Uma grande maioria de cada espécie parecia, sumir, a cada dia que passava, mas ninguém havia coragem ou ousadia de questionar apenas aceitaram, por um tempo, mas com a gerações, eles se revoltaram, ladrões, assassinos, criminosos todos surgiram novamente e eles necessitavam de um símbolo de paz e assim surgiu, Genesis, o símbolo da paz de Jeager os agentes eram os melhores já vistos, apenas um agente era capaz de acabar com um prédio inteiro de inimigos, os equipamentos eram de última geração, até mesmo uma divisão científica foi feita para cuidar disso com a melhor qualidade possível, mas o seu fundador... Aquele homem era um mistério, passaram-se milhares de anos e ele ainda vive em plena saúde, sendo um dos melhores,  se não o melhor,  seu nome foi esquecido nas áreas do tempo, hoje ele é conhecido pelo nome da sua maior criação, G3n3sis, assim foi intitulado, mas Jeager esconde muitos segredos... Então, que tal descobrir comigo? 

 


Notas Finais


Espero que tenham gostado,logo postarei o capitulo de verdade :)


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...