História Jeff the killer em amor ou ódio? - Capítulo 103


Escrita por: ~

Postado
Categorias Jeff The Killer
Tags Diabolik Lovers, Jeff The Killer
Exibições 85
Palavras 1.319
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Comédia, Drama (Tragédia), Ficção, Hentai, Magia, Mistério, Musical (Songfic), Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Suspense, Terror e Horror, Violência
Avisos: Álcool, Canibalismo, Estupro, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Sadomasoquismo, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Capítulo 103 - Decida porque isso não é um jogo!


Fanfic / Fanfiction Jeff the killer em amor ou ódio? - Capítulo 103 - Decida porque isso não é um jogo!

( Smile Narrando )

Caminhava pela superfície a procura de Jeff, preciso acha-lo com urgência, Slender não vai demorar para encontra-lo e acredito que o mesmo está mais forte, já que ele passou um bom tempo no inferno. 

Preciso achar algum jeito de tentar me livrar dele de uma vez, mas o que eu poderia? Ja procurei tudo que poderia ser usado nele, a não ser que seja algo que marcou sua alma, mas pode ser várias coisas desde a esposa ou a criança. 

Slender nunca soube do paradeiro dos dois, isto porque eu e minha família escondemos os dois, sim eu estava no dia do incêndio. 

Slender ja não era o mesmo de sempre e estava precisando de algo para lhe trazer de volta a essa vida, então colocamos fogo na sua casa, sua mulher morreu doente e também devido a escuridão do local onde a colocamos. 

A escuridão não é algo que um ser humano deve experimentar, uma vez nela, ninguém poderá te tirar, e isso aconteceu com a mulher dele, ja sua filha... 

Tão pura e brilhante como uma luz, sempre quando estávamos perto da mesma, sentíamos algo diferente no coração, era como se descobrissemos o amor, por anos eu pude a observar e ve-la crescer, vi ate mesmo sua morte e posso dizer que foi a morte mais pura. 

Porque não é qualquer um que gosta de ficar no terraço de um hospital e observar o amanhecer durante seus últimos minutos. 

Acho que os seres humanos me temem por eu ser a maior desgraça da terra, a morte algo que para eles é rápida ou lenta, endolor ou com dor, um processo ao qual os seres humanos acham que não são obrigados a passar, sabendo que teram que passar mesmo que não queiram. 

Avisto finalmente a mansão, agora resta apenas alguns centímetros para que eu possa lhe propor algo que com certeza ele não irá decidir fácil.... 

( Jeff Narrando )

Acordo com os primeiros raios de sol e sorrio ao ver ela dormindo serena em meus braços, levanto um pouco o corpo com cuidado para não acorda-lá e aprecio seu sono, acaricio sua face e seus cabelos que parecem mais belos ainda. 

- Eu queria que esta noite nunca acabasse

Há tempo de sobra para dormir quando nós morrermos

Então vamos apenas ficar acordados até envelhecermos

Se fosse do meu jeito nós nunca fecharíamos nossos olhos, nossos olhos, nunca! - cantou ela baixinho ainda com sono

Sorri ao lembrar daquela música, ela havia cantado para mim no concurso da escola, na noite em que vi o nosso tão imbecil valentão dançar balé ao som de Beyoncé. 

- Eu não quero deixar um minuto passar

Porque nós não temos tempo a perder

Nenhum de nós está prometido para ver o amanhã

E o que nós fazemos é de nossa escolha

Esqueça o nascer do sol

Lute contra o sono em seus olhos

Eu não quero perder um segundo com você

Vamos ficar assim para sempre

Só irá ficar melhor se quisermos que fique - disse ela finalmente abrindo seus olhos e olhando pra mim como se pedisse para que cantasse com ela 

-  Mas você sabe que eu queria que esta noite nunca acabasse

Há tempo de sobra para dormir quando nós morrermos

Então vamos apenas ficar acordados até envelhecermos

Se fosse do meu jeito nós nunca fecharíamos nossos olhos, nossos olhos, nunca! - cantamos juntos sorrindo um para o outro, parecia que não havia nada ali que poderia quebrar nossa conexão 

- Jeff - disse Sally batendo na porta - você tem visita

Patrícia me olha sem entender e faço o mesmo porque quem queria me ver? 

Me visto rapidamente e Patrícia faz o mesmo, beijo seu rosto e vamos descendo rápido, ao chegarmos me deparo com Smile. 

- o que faz aqui? - disse seco

-  isso lá é jeito de tratar um amigo Jeff? Pensei que tivesse me agradecido afinal fui eu quem a deixou viva - disse Smile 

- seja breve! - rosnei 

- ok - disse ele - Slender está atrás de você e está mais forte, então me de a garota antes que sobre pra você 

- O QUE?! - gritei - você o matou! Como ele poderia voltar? 

- e você acha que Lucifer quer ele ou eu no seu reino? - disse Smile em zombaria - somos os piores! Porque acha que nos foi concedido a imortalidade? 

- eu sei que vocês são imortais! Só não entendo como ele voltou, se você mesmo o mandou... - disse - para o inferno

Smile olhou para mim com os olhos arregalados, era como se algo o alertasse de algo que estava por vim. 

- o que foi? - disse

- ele está vindo, não há tempo para se despedir, você sabe que ele a matará logo porque é seu ponto fraco - disse Smile 

- papai - disse James correndo até Jeff e ficando atrás do mesmo - quem é esse? 

- agora você terá mais problemas para escolher haha - riu Smile me fazendo ficar mais tenso - não demore muito Jeff, é simples, escolha o garoto para que eu leve, pode produzir mais... 

- NÃO! - gritou Patrícia - ninguém vai tocar no meu filho! 

- mamãe estou com medo - disse James abraçando Patrícia 

- eu não posso deixar que você vá Patrícia - disse já sentindo meu coração apertar 

- Jeff... - disse ela - olhe pra mim! Ele é nosso filho, ele ainda tem mais o que viver junto com você e sei que você fará ele ser um ótimo rapaz 

- eu não vou suportar - disse ja chorando - eu não quero que vá! Será que não entende? 

- essa é minha escolha! Não posso muda-la... ele irá precisar de você - disse Patrícia me abraçando 

Suas mãos trêmulas seguravam minha face, quebrei nossa aproximação e a beijei, não podemos demorar porque Smile a chamava constantemente, Patricia se soltou de James. 

- cuide do nosso filho!  - disse ela 

James começou a chorar, mas tive que segura-lo, o mesmo gritava para não deixá-lo. 

- mamãe não vá! - gritou ele - eu preciso de você! 

- fique com seu pai!  - disse ela com os olhos marejados - mamãe sempre estará lhe observando, não se esqueça do que aprendeu com a mamãe 

- MAMÃE! - gritava James chorando 

- adeus meu filho - disse a mesma se virando para ver Smile que estava com um sorriso maior por sentir meu sofrimento - adeus Jeff... meu amor... 

Smile abriu o portal do submundo e logo vi os dois sumirem na escuridão, Patrícia olhou uma última vez para trás e pude ouvir seus lábios sussurrar um... 

Eu te amo, não se esqueça disso... 

- não irei esquecer - disse abraçando James que ainda chorava por sua mãe ter sido levada pela morte

( Patrícia Narrando )

Minha mente estava confusa e dolorida ao mesmo tempo parecia que estava levando pancadas para esquecer algo. 

- onde estamos indo? - digo

- não posso leva-la para o submundo, então digamos que você ficará no meu espelho de luz - disse ele 

- e onde ele está? - digo

- no meu quarto, precisamos ser rápidos, se demoramos mais sua luz logo vai apagar - disse ele 

- que luz? - perguntei confusa

- não se faça de tola Patrícia, vai me dizer que não vê essa luz que brilha em você? - disse ele me deixando mais confusa - você não herdou nada dos poderes dele... deve ser porque viveu com humanos e isso cortou sua ligação com seus poderes 

- do que está falando? - disse 

- filha de país tão perfeitos, sua mãe morreu na escuridão, seu pai virou a tão famosa creepy mais temida pelo inferno e você ainda pergunta do que estamos falando - disse ele rindo - é tão ingênua quanto sua mãe era 

- conheceu minha mãe? - digo com os olhos marejados 

- digamos que você é a cara do seu pai - disse ele 




Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...