História Jeffrey, o assassino - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Lendas Urbanas
Personagens Personagens Originais
Tags Creepypastas, Jeff The Killer, Lendas Urbanas
Visualizações 13
Palavras 331
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia)
Avisos: Álcool, Canibalismo, Drogas, Heterossexualidade, Linguagem Imprópria, Mutilação, Sadomasoquismo, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir culturas, crenças, tradições ou costumes.

Notas da Autora


Faz tempo que eu não trago histórias sobre o nosso querido Jeff kkkkk
Boa leitura ♡

Capítulo 1 - Capítulo Único


Eu olhava as gotas da chuva descerem pela janela, a limpando, assim como minhas lágrimas tentavam purificar a minha mente, me manter mais calma.

Eu não sabia o porque de estar chorando. Motivos eu tinha, e muitos, mas embora eu odiasse aquela vida, o meu dia havia sido comum, quase igual ao das pessoas normais.

Eu ouvi os passos pelo corredor, meu corpo se arrepiou. As lágrimas que escorriam cessaram, e eu me joguei na cama, na intenção de não chamar a atenção dele para mim.

Ele havia me visto, ele sempre me via primeiro.

Suas mãos gélidas caçaram o interruptor, e o quarto se iluminou por inteiro.

Agora ele me encarava com os terríveis olhos negros. Eu não queria sentir medo, a voz em minha cabeça pedia coragem, mas isso é algo que me ainda me falta hoje em dia.

Me lembro que ele se sentou no chão, eu estava totalmente exposta ao "perigo" que acreditava que ele era.

Ele sorriu. Seu sorriso era diferente, um diferente ruim, amedrontador.

Eu não sabia o motivo de sempre ver ele, eu tinha certeza de que não era real, seria insano algo como ele existir, é politicamente impossível. Mas ele estava lá, me encarando, prestando atenção em cada movimento meu.

Eu quis gritar, mas a voz não saia, era como se ele não deixasse. Ele percebeu, e zombou da minha cara.

Por toda a noite toda ele ficou lá, parado, me encarando, com aquele terrível sorriso.

Eu juro que tentei agir, eu me esforcei, fiz de tudo para me mover, mas ele não deixava.

A noite toda eu não dormi, já estava ficando maluca, louca, e ele gostava disso.

Voltava todos os dias, se aconchegava próximo a mim. Me encarava, observava, ria da minha vontade falha de pedir ajuda.

Um dia ele simplesmente sumiu, mas eu ainda não consigo dormir. Eu sinto sua presença, ouço sua risada, penso em seu sorriso a cada segundo.

Eu tenho medo, medo de que ele volte, medo de que ele me machuque, medo de me tornar igual a ele.


Notas Finais


Sorry pelos errinhos kkk


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...