História Jelsa - amor congelante - Capítulo 27


Escrita por: ~

Postado
Categorias A Origem dos Guardiões, Frozen - Uma Aventura Congelante
Tags Comedia, Jelsa, Romance
Visualizações 92
Palavras 1.316
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Fantasia, Hentai, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Yaoi
Avisos: Nudez, Sexo
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas da Autora


Hey genteee depois de séculos estou de volta kkkkk gente novidadeeeeeee to escrevendo uma fanfic nova o nome dela é "Incondicionalmente" gente dessa vez eu juro que é Jelsa kkkkkk leiam ela please beijão

Capítulo 27 - Menos de um segundo


Fanfic / Fanfiction Jelsa - amor congelante - Capítulo 27 - Menos de um segundo

(Gente leiam as notas do autor)

Em menos de um segundo. 

N.P - Jack 

 Já estavam com três meses que eu e os guardiões estavamos a procura da suposta filha de Breu que por fim nos decidiu dar o ar de sua graça, John estava bem maior e como era faminto esta com apenas cinco meses e Elsa ja foi obrigada a começar a dar outras coisas ao em vez da mama, Idum também ia no mesmo caminho ja estava com três meses e fica cada vez mais parecida com sua mãe. 

- MiLorde - O conselheiro de Elsa me chamou, já que nessa "reunião" de reinos eu estava quase dormindo. 

- Bom como eu ia dizendo, nós temos que tomar uma providência o mais rápido possível essa tal Maligna vai acabar com tudo antes que nós possamos piscar - O lorde comandante enviado da França começou a falar. 

- Essa mulher esta acabando com a produção de grãos da Escócia e olha que já basta a Inglaterra no nosso pé agora vem essa! - o proprio rei da Escócia gritava entre nós. 

- Acalmem-se - Digo e todos passam a olhar pra mim - Não vai adiantar ficar aqui reclamando no nosso ouvido porque a produção de grãos caiu, se é uma aliança que você quer nós teremos uma e você pode levar daqui oque precisar para alimentar o seu povo. Quanto a "Maligna" como vocês a chamam, ainda não a encontramos, já procuramos em todos os lugares e nada! 

- Como você pretende ter uma aliança comigo? - disse o rei da Escócia - Até onde eu saiba a rainha daqui só tem um filho bastardo, ela não esta mais apropriada para um casamento. - E desde quando eu disse que a rainha se casaria com você? - Perguntei ja me enfurecendo. - Não vejo outra opção ja que o filho dela é um bastardo! 

- Ele não é bastardo! E a rainha é minha noiva! - O estresse foi tão grande que mal pude me conter acabei congelando a mesa e a partindo no meio, todos ficaram me encarando com um enorme espanato saio daquela maldita sala desejando tirar essas "roupas" de "rei" que Anna tanto insiste que eu vista, tiro o colete e deixo em cima da cama Elsa estava sentada na cadeira tentando fazer John rir. 

- Oque houve lá? - Ela perguntou deixando John no berço com alguns brinquedinhos depois sentado-se ao meu lado. 

- Eles estão com raiva porque essa filha do Breu ta destruindo tudo por onde ela passa, e querem que eu faça algo, eu não sei mais oque fazer ja sai durante um mês inteiro com os guardiões por todos os lugares saindo dessa dimensão com o globo e olhando até na minha. 

- Jack em algum momento ela vai vir atrás da gente, e nós temos que estar preparados para isso! 

- O rei da Escócia queria uma aliança, mas nisso ele acabou chamando o John de bastardo e disse que você não servia mais para um casamento - Elsa estava boquiaberta - Eu disse que você era minha noiva, em algum momento todo mundo ia ter que saber. 

- Tudo bem - Ela disse - Anna ja organizou a data logo depois da nossa lua de mel  você será coroado legítimo rei de Arendelle e as pessoas não poderão mais falar que John é um bastardo. Elsa me deu um beijo calmo e passou mão sobre meu rosto, vejo a porta abrir e a babá aparecer com o lanche de John - Nós temos que reaolver algumas coisas - Elsa sussurra em meu ouvido e me puxa pela mão dou um beijo na testa de John e saio de mãos dadas com Elsa. 

 N.P - Elsa 

 Saio de mãos dadas com Jack e no caminho vamos passando por cada um dos lordes que me querem fora do trono por ter tido um filho fora do casamento. Chegamos próximo a porta que da para a sala do trono olho para Jack e sorrio - Eu tenho uma surpresa pra você, mas antes - Viro ele de costas para mim e vendo seus olhos com uma faixa, vou gruiando-o até dentro da sala do trono e tiro a faixa mostro os dois tronos o meu e o novo trono que foi feito para ele. O puxo para mais perto e começo a sorrir - Sua coroação vai ser aqui os cardeais concordaram que devia ser logo depois do nosso casamento. Eu to muito empolgada - Ele vem se aproximando e me puxa para mais perto. 

- Eu ja disse o quanto te amo? - Jack me senta no seu trono e fica entre as minhas pernas. 

- Jack se alguém ver a gente desse jeito, podem me impedir de casar com você - Digo enquanto ele beijava meu pescoço. 

- Hoje você não esta com vestido de gelo - Ele disse enquanto tenatava arrancar meu vestido. 

- Jack! - Digo tentando faze-lo para - Você é viciado em sexo! 

- Sou viciado em você - Ele diz. 

- Talvez mais tarde eu faça algo com você - Digo e levanto-me ajeitando minha roupa. Faço-o setar-se no trono e me sento em seu colo - Jack eu amo você, e em breve nós seremos uma familia completa. 

- Nós já somos uma família completa - Ele disse tocando minha cintura. 

- Estou falando do nosso casamento, porque eu finalmente vou realizar meu sonho, ter um camento perfeito um marido perfeito e vários filhos - Digo e vejo Jack parecer espantado - Oque foi? 

- Vários filhos? - Ele pergunta assustado. 

- Sim, você não quer ter mais filhos? 

- Claro que eu quero, mas não agora acho depois do casamento muito cedo. 

- Tudo bem então - Digo e olho. 

- Elsa, não fica assim, nós estamos com mais um inimigo na nossa cola, ainda temos muito tempo pra pensar nisso. 

- Rainha Elsa - Um guarda entra sangrando, me levanto rápido e Jack faz o mesmo me aproximo do guarda enquanto os outros vinham o ajudar - Uma conhecido manda lembranças. 

- Sinto uma faca passar por minha barriga e apenas caio no chão. Minha visão ficou turva e escuto um grito de Jack... Acordo sentindo uma dor enorme e  percebo que estou no quarto, minha barriga estava enfaixada 

- Elsa - Jack aparece sobre mim tocando meu rosto - Que bom que você acordou - Ele me beija. 

- Oque esta acontencendo? - Pergunto tentando me levantar mas volto por conta da dor na barriga. 

- Você foi esfaqueada por um guarda a mando da filha do Breu, ela quer destruir tudo que eu amo acima de tudo - Ele diz tocando no lugar de meu ferimento - Eu vou ali volto logo pra te ver de novo. 

 Jack saiu e depois de um longo tempo consigo me levantar e andar pelo Castelo, escuto uma música ecoar pelos corredores e se seguiam até uma sala que eu visitava a muito tempo. Abro a porta e me deparo com Jack tocando piano e sorrindo - Não me disse que tinha um piano - Ele diz sorrindo. 

- Não me disse que tocava - Respondo e me aproximo - Como você aprendeu? 

- Sabe quando se é um guardião, um desacreditado, Você simplesmente fica sem nada pra fazer, como eu ficava direto com as crianças algumas ficavam em aulas de musica e a que mais me atraiu foi o piano então eu olhava todas as aulas e quando era de noite eu tocava nos pianos que eu encontrava. 

- Deve ter sido muito difícil pra você - Digo e ele me olha. 

- Sim, foi muito difícil foram 300 anos sozinho, só fazendo besteiras. Mas depois que eu vim parar aqui tudo mudou, e mudou pra melhor - Ele sorria para mim e me deu um beijo.. 

 Continua...          



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...