História Jerrie - Desde o Começo - Capítulo 15


Escrita por: ~

Postado
Categorias Camila Cabello, Fifth Harmony, Little Mix, One Direction
Personagens Jade Thirlwall, Jesy Nelson, Leigh-Anne Pinnock, Perrie Edwards
Tags Jerrie
Visualizações 90
Palavras 537
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Famí­lia, Festa, Ficção, Hentai, Romance e Novela
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Drogas, Heterossexualidade
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Eu estou com muita raiva pq eu fui escrever o capp com o maior carinho essa porra desse site vem e trava estava com 2.000 e poucas palavras, por conta disso o cap vai ser pequeno.

Apoiam uma fic Camren/Jerrie mas focada em Camren?

Capítulo 15 - Lembranças


Fanfic / Fanfiction Jerrie - Desde o Começo - Capítulo 15 - Lembranças

                                                                   ~Jade~

~Flashback ON~

  Cheguei até o local indicado, era uma rua totalmente deserte, andei uns 60 metros mais ou menos até encontrar uma casa aparentemente abandonada, ela era de madeira, o piso da varanda, enfim ela dava uma pouquinho de medo mas não custava nada entrar, ao dar meu primeiro passo na varanda de madeira, a qual não se importava se fazia barulho ou não pude chegar perto da porta que também era de madeira, demorei cerca de quinze minutos para abri-la, pois parecia que o raio da porta não via um olhoa  algum tempo, mas tudo bem. Entrando na casa me deparei com uma cena que cortou meu coração, se tratava de uma Perrie literalmente atirada no chão ao lado de um espelho já em cacos com sua mão deireita sangrando, o que relamente me assustou.

          -Pezz?

          -Jade, o que está fazendo aqui? Como me achou?.- Ela perguntou com os olhos vermelhos e enchados de tanto chorar.

          -As vezes você esquece que eu fiz um cursinho de Agente da C.I.A!- Falei com sarcásmo fazendo a mesma rir.

          -Cursinho da C.I.A Jade? Sério? Você já foi mais inteligente!- Ela ria.

          -Ah, desculpa dona da razão, pelo menos arranquei umas boas gargalhadas suas, mas relaxa, apenas rastreei seu celular.

          -Esse aqui é meu "Lugar do Pensamento" como costumo a chamar, sempre que brigamos eu venho pra cá, pra chorar, gritar, ou até mesmo pensar.- Ela falava enquanto lágrimas escorriam pelo seu rosto.

          -Ei Pezz, não chore, está tudo bem agora!

          -Me perdoa Jade, por favor!- Ela clamava pelo meu perdão.

          -Relaxa Pezz, eu e perdoo sim, me perdoe também, sabemos que nós duas falamos coisas horríveis uma para a outra, agora levanta daí e vamos para a casa para mim cuidar da sua mão.

          -Tudo bem Jad.- Ela entrou no carro como eu pedi, mas senti que faltava algo a mais para selarmos esse perdão.

          -Pezz.- A chamei.

          -Oi Poppey.- Ela me deu sua atenção.

          -Jerrie is real né?- Perguntei meio ansiosa do que iria vir.

          -Sim minha Poppey, Jerrie is real.- Ela abriu um belo sorriso me abraçando e logo selou seus lábios em minha testa.

~Flashback OFF~

  Sorri ao lembrar do acontecido, então tomei um banho peguei minha bolsa e minhas chaves e fui até o tal lugar de Perrie. Chegando em frente a casa, nem precisei entrar, Perrie estava ali quebrando os vidros com seus punhos cobertos por sangue, aquilo realmente me assustou, uma Perrie que eu nunca tinha visto, ela parecia tomada completamente pela raiva, não em aguentei ve-la assim então parti correndo até ela com a intuição de abraça-la, estava com medo de sua reação, ela continuava a quebrar os vidros, mas quando abracei ela parou de quebrar e apenas caiu chorando, de alguma forma meu abraço a acalmou do nada, seria eu Jade Thirwall o remédio para a raiva de Perrie?

          -Ja-Jade, o que está fa-fazendo aqui?- Ela perguntou em meio aos soluços.

          -Amor, eu nunca vou esquecer da nossa última "grande briga", você me falou que aqui era seu lugar do pensamento, lembra?

          -Le-lembro sim, mas pe-pera, você me chamou de a-amor?- Ela perguntou incrédula.

          -Sim, é isso que você é, meu amorzinho.

 

Continua..... Amanhã tem mais vcs vão gostar juro

 


Notas Finais


Desculpem guys, amanhã tem mais


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...