História Jerry, um amor quase impossível - Capítulo 2


Escrita por: ~

Visualizações 17
Palavras 359
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Romance e Novela, Violência
Avisos: Adultério, Mutilação, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 2 - Cap 2


POV Jazz
Acordei com um peso sobre mim. Quando olhei era a Duda, ela tava dormindo como uma anjinha, deu até do de acorda-la.

Eu: Maninha acorda- começei a balança-la- Dudinha

Duda: Mais 5 minutos que a cama ta boa.

Eu: Desde quando eu virei uma cama?

Duda: Ah? Ah bom dia Jazz.

Ela se levantou

Eu: Enfim a baleia saiu de cima de mim.

Duda: Ridículo.

A mesma virou a cara e fingio ta emburrada.  Me levantei, a abracei por trás e dei um beijo no seu pescoço.

Duda: Você ta melhor?

Eu: Com você sempre.

Ela sorriu. Como seu sorriso mim anima, também do jeito que ta a nossa vida, ela sendo a última coisa que eu tenho. Por isso preciso protege-la.

Duda: Chega de papo. Preparado pra "caçada"?

Eu: Ultimamente ta sendo difícil mas temos que ir.

Começamos a caçar comida e eu acabei achando um sanduíche. Me encontrei com a Duda pra a gente voltar pra "casa". Fomos conversando e tirando brincadeiras um com o outro, só que em uma dessas brincadeiras, eu acabei esbarrando em uma garota ruiva que tava mechendo no celular.

Eu: M-me desculpe, as vezes sou meio distraido.

XX: Não tem problema.

Meu deus me socorre que eu vou morrer, que voz mais fofa! Ajudei ela a se levantar.

Eu: Serio me desculpe mesmo.

XX: Tudo bem, a propósito eu me chamo Sara,mas, me chama de Cherry.

Eu:L-lindo nome.-ela corou e pelo visto eu também - S-sou Juliano, mas, me chama de Jazz.

Cherry: O-obrigada o seu também é. Bom Jazz ate mais.

Eu: Tchau Cherry.

Ela lançou um sorriso que de alguma forma mecheu comigo. Agora que eu me toquei aonde ta a minha irmã? Cheguei em casa e a Duda tava lá.

Eu: Onde cê tava? Por que não m esperou?

Duda: Primeiro: tava cansada, segundo: você começou a conversar e terceiro: minha vela já tinha acabado.

Eu: DUDA!

Duda: Que? Não sou surda viu? Você conseguiu algo?

Eu: Sim, um sanduíche mas da pro gasto.

Duda: Que bom, como é o nome da garota?

Eu: Cherry.

Duda: Cuidado vai que ela ta com os guardas.

Eu: Tudo bem.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...