História Jessie Roque - Capítulo 26


Escrita por: ~

Postado
Categorias Capitão América, Mitologia Grega, Os Vingadores (The Avengers), Saga Crepúsculo, Violetta
Personagens Alice Cullen, Benjamin, Carlisle Cullen, Diego, Emmett Cullen, Federico, Feiticeira Escarlate (Wanda Maximoff), Francesca Cauviglia, Jacob Black, James Buchanan "Bucky" Barnes, Jasper Hale, Personagens Originais, Pietro Maximoff (Mercúrio), Sam Wilson (Falcão), Steve Rogers
Tags Capitão América, Feiticeira Escarlate, Imprinting, Jacob Black, Saga Crepúsculo, Vingadores, Violetta
Exibições 6
Palavras 981
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 14 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Crossover, Famí­lia, Fantasia, Ficção, Mistério, Romance e Novela, Universo Alternativo
Avisos: Heterossexualidade, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas da Autora


OOOOOOOi Galerinha!!!
Com vocês mais um capítulo da fic. Como disse no capítulo passado, Jessie está de volta á Argentina. E assim resumiu sua viagem de uma semana em apenas três capítulos para não ficar cansativo.

Capítulo 26 - Volto para Buenos Aires



- E ai Jessie. Boooaaaa Tardeeee! Boa Tarde Brasil!!! - era Diego, no face
- Que isso minino?
- Tenho de falar com tu
- Eu tô aqui, diga me.
- Perai, vc tá com a cara apresentável? É que prefiro pelo Skype, preguiça de digitar.
- Só um segundo. - e arrumei meu cabelo, deixo ele de qualquer jeito em casa - Agora sim, pode falar. Alguém morreu? - já pelo Skype
- Onde você tava que não me atendeu de manhã? Perai... Jake não é?
- Não, não, eu tava com minha mãe no centro. - e escutei um " ¡hola Jessie! " do outro lado - Onde você tá?
- É a Fran e a Cami. - e apareceu uma mão dando tiauzinho na tela - Então.. -levantou-se e sentou em outra mesa - Você e sua mãe vão vim no mês que vem mesmo?
- Sim, minha mãe confirmou ontem. Dá um tiauzinho ai.
- Então, o Restó e o Roller estão com uma parceria, vai rolar um sonzinho ai, participam grupos ou bandas do mesmo país, para ser uma briguinha boa. Em uma pequena reunião aqui, foi decidido que eu, Federico e uma novata do estúdio, a Ana, vamos cantar juntos e...
- Quando você diz pequena reunião se refere a você mesmo né? Mas continua.
- Tráz as baquetas pois dia 06, sexta feira, você toca, eu ja te escrevi.
- Me escreveu??? Sem falar nada? Tô a algumas semanas sem tocar nada.
- Olha, isso é o de menos, então tá fechado, eu, você, Ana e Federico. Te mando tudo depois. - e fez do mesmo jeito, sabe quando fazemos o gesto V com os dedos da mão? Ele faz assim, beija os dois dedos e dá um espécie de tichauzinho com eles. E desligou.
                                                               ______________()_________________
Hoje sábado dia 02 vou para a Argentina de novo, é feriado prolongado aqui no Brasil, agora com minha mãe. E Jake veio com aquilo de "você vai me trocar uma semana pela Argentina?", a diferença é que dessa vez não tem aquele ciúminho básico, pelo fato de minha mãe estar junto. Já se passou quase seis meses desde a vez que fui lá, muito tempo né? Faz duas semanas desde o dia que Diego me disse que havia me escrito para tocar com eles, e nesse tempo a única coisa diferente que aconteceu foi o meu aniversário. Ouvi um parabéns? Obrigada. #21 anos!!! Então, não escrevi esses dias, principalmente sobre meu aniversário por que sou tímida e não sei como comportar quando cantam parabéns para mim. Apenas lhe digo: Não houve festa, pois não sou chegada muito nisso, recebi várias mensagens e passei o dia com a família e Jake. Então, nessa viagem fomos eu, minha mãe, Carlisle e Esme, pegamos o voo as 07:00 da manhã com escala em São Paulo (adoraria um voo direto mas...), chegamos em Buenos Aires as 11:00. Dessa vez não ficamos no casão que ficamos na última vez, mas ainda era elegante. A casa era menor pois seriam só nós quatro e Diego (já que estavamos lá ele foi ficar um pouco com nosco também) e apenas por uma semana. Dessa vez não fui para ter aula de bateria, sem compromisso apenas para curtir a viagem.
Depois que desarrumar as malas, almoçar e descansar, chamei minha mãe para dar uma volta, ela aceitou e fomos ao Restó. Estava vazio pois geralmente é mais frequentado pelos alunos do estúdio, e essa hora ainda estão estudando. Não, minha mãe não fala espanhol, apenas entende o típico portunhol. Cheguei no balcão e pedi dois milk shaikes de chocolate, ao anotar meu pedido o atendente me olhou como se me conhecesse. E me conhecia sim.
- Nico? perguntei - E ai?
- Oi Jessie, quanto tempo!!! Quando você chegou? - e me deu um abraço.
- Chequei hoje mais cedo. - e entregou nosso pedido - Essa é minha mãe, ela veio dessa vez. Mãe, esse é o Nico - e ela o cumprimentou - Toquei com a banda dele na última vez.
- Mais um mês? - perguntou escorado no balcão
- Menos, uma semana, aproveitando feriado prolongado no Brasil. Vou nessa até a próxima! - e saímos. 
Agora que minha mãe experimentou o milk shake, ela sabe do que falava toda vez quando cheguei no Brasil, é uma delícia. No caminho de volta pra casa que estávamos, passou por nós um grupo de umas cinco pessoas de patins, fazendo altas manobras. Em seguida um deles voltou de costas e parou na nossa frente tirando o capacete.
- Garota arquinho, e ai?
- Federico? Desde de quando manja nos patins? -  e o cumprimentei.
- Tem uns três meses. E ai Mary, veio vigiar a filha dessa vez? - e a abraçou.
- É, vim dar uma olhada. - disse minha mãe sorrindo - Mas como você cresceu em. - e ele voltou  aquele típico sorriso convencido no rosto - Tem uns três anos que não te vejo, ficou até mais bonito.
- Ah, se você disse. Não vou discordar. - respondeu ele - Tá vendo Jessie? Sua mãe também me acha lindo.
- Ela falou bonito, e não lindo. - e virei para minha mãe - Mãe não fala isso que ele vai achar que é verdade.
- Olha que fala. Mas... vejo que já está viciando sua mãe com as bebidas do Restó? - ironizou - Já vou ir nessa. - disse ao olhar pro grupo que o esperava na esquina - Até mais Mary - e novamente abraçou minha mãe. - A gente se vê Jessie, acho que tem ensaio amanhã, ok? - e apertou meu nariz com os dedos das mãos, e foi embora.
- Mudou nada mãe.
E voltamos para casa. Amanhã tem ensaio no Roller, lá onde ele vai pra zoar e patinar. Amanhã conheço a tal Ana.


Notas Finais


Até a próxima!!!
Bye, bye...


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...