História Jet T'aime - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias EXO
Personagens Baekhyun, Chanyeol, Chen, D.O, Kai, Kris Wu, Lay, Lu Han, Sehun, Suho, Tao, Xiumin
Tags Chanbaek, Chocolate, Dia Dos Namorados, França, Kaisoo
Exibições 28
Palavras 1.223
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Lemon, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Universo Alternativo, Visual Novel, Yaoi
Avisos: Bissexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Olha eu aqui com mais uma fic
Amo sofrer , nem eu mesma me entendo .
Bom , espero que gostem .

Capítulo 1 - Coeur cocolate


Je t'aime
Cap : Coeur cocolate

Dia dos namorados , ah , esse dia tão querido pelos casais do mundo .
Mas não para o jovem Byun.

Ele sempre se sentiu excluído tanto nesse dia quanto nos dias normais , seus amigos  com seus devidos pares e ele lá , segurando vela enquanto os acompanhava .
Principalmente no dia dos namorados .

Todos seus amigos saiam e ele ficava em casa comendo chocolate e assistindo series de comedia romantica .
Byun teve poucos relacionamentos durante a vida.

Com os poucos relacionamentos , e a maioria não sendo tão bons assim , ele preferia ficar com seus filmes e com seu chocolate em sua casa .
Mas mesmo assim Byun odiava dia dos namorados .

                    [....................]

- Deixa de ser rabugento ! - falou KyungSoo dando um tapa de leve no ombro do amigo - Porque não sai comigo e com o Jongin ? - perguntou .

- E ficar segurando vela ?! - falou emburrado - Não obrigado - falou e respirou fundo olhando para a janela .

Era sempre assim , KyungSoo convidava ele pra sair no dia dos namorados mas e óbvio que ele recusava , porque como eu já disse :
Byun BaekHyun odeia dia dos namorados.

- Viu , falei que você e um rabugento - falou apontando para BaekHyun - Você deveria arranjar alguem , sabe acabar sozinho não e muito bom , você tem que ter alguem pra amar Baek - falou KyungSoo voltando a atenção ao seu livro.

- Eu não preciso amar ninguém Soo - falou suspirando - Eu amo a mim mesmo - falou fechando o livro e colocando o mesmo dentro da mochila - Au Revoir ( adeus ) - falou em seguida saiu da biblioteca .
Baek odiava quando reclamavam com ele por ele ainda não ter namorado , poxa , ninguém tem a ver com sua vida .

Saiu da biblioteca e seguiu caminho ate o seu apartamento , ele havia combinado de estudar com KyungSoo na biblioteca , mas como Kyung só sabia falar de dia dos namorados ele meio que desistiu .

Andando pelas ruas de Paris vendo os casais felizes , dando presentes uns aos outros , dando rosas , beijos , qualquer ato de carinho era importante nessa cidade .

- Devia ter pensado melhor antes de vir estudar aqui - pensou alto andando pelo caminho lotado de casais .
O dia seria longo .

                    [....................]

ChanYeol estava nervoso , hoje era dia dos namorados e como a maioria deve saber e um dia extremamente comemorado na França .

Alguns se declaram , outros presenteiam seus parceiros , mas ChanYeol queria se declarar para a pessoa que ele mais admira em todos esses três anos de ensino médio :
Byun BaekHyun .

Ele simplesmente ficou encantado pelo menor ,se perguntava todo dia como pode existir homem tão bonito como ele .
Mas ele era tímido demais pra se declarar diretamente ao menor , então ChanYeol teve a brilhante ideia de fazer uma carta se declarando para o menor .

Mas se deixando no anonimato , ele queria saber o que o menor faria a respeito de uma declaração tão repentina , se jogaria no lixo achando que era uma brincadeira de mau gosto , ou se tentaria descobrir quem era a pessoa que se declarou .

ChanYeol torcia pela segunda opção.
Mas o que mais ele se preocupava agora era : Como ele iria dar a carta para o Byun?

Pois é , nem ele sabe como .
Mas iria arranjar um jeito de entregar essa tão sentimental carta ao seu devido dono .

- Ah , por favor Jongin - Implorou ao amigo - Diz que alguem pediu pra você entregar - falou .

- Eu ate faria isso por você ChanYeol - Se levantou de onde estava sentado - Se ele não fosse o melhor amigo do meu namorado ! - falou para ver se botava na cabeça de seu amigo que não poderia entregar aquela carta .

E ChanYeol respirou fundo , ele não tinha nenhuma ideia de como entregar aquela carta para o Byun , seu plano estava indo por água a baixo .

- Okay - falou meio tristonho e pegou seus materiais e saiu da classe onde ele e Jongin estudavam .

Estava andando pelos corredores da escola até que viu ele , ele estava com uma cara meio emburrada.
Mas ChanYeol faria de tudo para botar um sorriso naquele rosto magnífico .

Então ele começou a seguir o mais novo , ele falava um excuse' quando esbarrava em alguem , estava muito movimentado por ser dia dos namorados , por isso , ChanYeol frequentemente esbarrava em alguem.

Até que ChanYeol observou que o menor se sentou no banco de uma praça , ele observava os casais e possuía um semblante descontente .

ChanYeol acabou se encostando em uma parede e ficou observando cada expressão do mais novo .

- Et pour lui? ( E para ele ? ) - um jovem perguntou apontando para a carta e para o garoto o qual ChanYeol observava .

- Oui ! ( Sim ) - falou com um leve rubor em suas bochechas - Mais je ne sais pas comment livrer ( mas eu não sei como entregar ) - ficou com um semblente descontente apos completar a frase .

- Je peux livrer pour vous ( Eu posso entregar pra você ) - O jovem falou sorrindo - Je peux? ( eu posso ? ) - perguntou .

ChanYeol sempre gostou de pessoas que eram simpáticas consigo e ajudavam a si , era uma das coisas que ele gostava na França .

- Oui , Oui ( Sim , sim ) - falou sorrindo e estendeu a carta para o jovem - s'il vous plaît ( por favor ) - falou sorrindo .

Então o Jovem pegou a carta e foi em direção ao jovem Byun .
ChanYeol torcia pra que tudo desse certo .

                    [....................]

BaekHyun tinha decidido não ir para a casa tão cedo , não que o mais novo gostasse de ficar vendo pessoas felizes com seus devidos casais .
E que por mais que ele tivesse sido rude naquele momento , KyungSoo estava certo , ele precisava de alguém .

Ele se sentou naquele banco e observou as pessoas , para ele melhor em um lugar com pessoas do que um apartamento vazio .
Até que apareceu um garoto em sua frente.

- hey, ils ont demandé de vous livrer! ( Hey , pediram para entregar a você ) - o jovem disse sorrindo e Baekhyun pegou a carta .
Observou a escrita da carta e logo chamou o garoto que já estava para ir embora.

- Hey, vous parlez coréen? ( Ei , você fala coreano ? ) - perguntou se levantando do banco .

- Non, pourquoi? ( Não porque ?) - perguntou o garoto .

- rien, oublier, merci ( nada , deixa pra lá , obrigado ) - falou sorrindo e voltando a se sentar no banco .

A carta estava escrito em coreano , ele leu a carta repleta de sentimento sentado naquele banco em uma praça em um dia dos namorados .

O coração do jovem Byun se derreteu como chocolate .


Notas Finais


Espero que tenham gostado


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...