História A Origem - Capítulo 10


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Rap Monster, Suga, V
Visualizações 1.933
Palavras 1.393
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Ecchi, Festa, Ficção, Lemon, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Yaoi
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Mais um capítulo. Boa leitura! :3

Capítulo 10 - Blow Job


Fanfic / Fanfiction A Origem - Capítulo 10 - Blow Job

Meu relacionamento com Jimin ainda está de pé. E estamos indo bem, muito bem, para falar a verdade. Passaram-se alguns meses e sempre que temos tempo para ficar juntos parece a primeira vez que nos beijamos ou transamos. 

 Jimin agora está com o cabelo ruivo e, céus, ele está mais atraente ainda, se possível. Me deixa mais excitado. Mas, afinal, Jimin me excita de qualquer jeito, com qualquer cor de cabelos, qualquer humor, ou qualquer qualquer coisa. Ele sendo ele, já me causa alguns probleminhas. 

Este mês, lançamos um novo MV  chamado "Dope" e está bombando. A coreografia foi a mais complicada. Mas Jimin, me ajudou muito, como sempre. Confesso também que estou orgulhoso de Jimin, seu vocal está cada vez melhor. 

 Sobre os disfarces, não estamos tão bons nisso, Jimin me provoca demais, parece até que faz de propósito por que sabe que eu não vou resistir, e vou querer ficara olhando de maneira diferente. Não é nem por que eu quero, apenas acontece, não consigo me controlar quando meu... ficante me provoca.

Sempre me pego viajando em seus olhos brilhantes e apaixonantes, em sua boca carnuda e vermelha. Imagino coisa inapropriadas para o momento... Como sua boca ao redor do meu pau, e eu fodendo-a rapidamente. Ou, um beijo excitante. Ou, sua bunda empinada para mim... Em vários fansings são assim. E o pior é que sempre sentamos um no lado do outro. Mas confesso que somos bons em disfarçar nosso amor. 

Tudo bem.. Tudo bem..

 Nós tentamos!

 (...) 

 Acordei de manhã, cansado, pois ontem foi um dia de muito ensaio e fui direto pra a cozinha, preparar algo para comer. Estava muito cedo e não queria incomodar ninguém com a minha fome. 

Então preparei um café e comi com uns pedaços de biscoitos que eu havia comprado. Depois sentei-me no sofá, ligando a TV, para assisitir meu dorama preferido.

Após alguns minutos. Observei Jimin saindo de seu quarto e indo em direção à sala. Devo ressaltar que ele estava só de boxe. E porra... que corpo. Jimin era muito gostoso, que me deixava louco. 

 - Sabe usar roupas não? - Perguntei, olhando-o de cima abaixo.

 - Oi pra você também. - Ele diz com um sorrisinho ladino sentando em meu colo, ficando em minha frente, tampando minha vista para a TV.

 - Já começa o dia me provocando? Isso não se faz... - Falei bem baixinho encarando-o.

 - Quero te provocar cada minuto que estiver sozinho com você. - Selou nosso lábios com um beijo rápido.

 Afastei meus lábios do dele, falando

 - Jimin, lembra que eles podem acordar a qualquer minuto.

 - E você se importa? Acho até que já desconfiam... E qual o problema? Taehyung e Hoseok são piores que nós para disfarçar e os outros nem reclamam. - Riu soprado e continuou - Aiai, acham que a gente sabe que eles tão tendo um rolo. 

 - Tem razão. No final, a única coisa que importa, é nosso amor. - Apertei suas nádegas contra meu corpo.

 Senti seu membro em meu abdômen.

 - Nosso amor... - Jimin sorri acariciando meus cabelos da nuca. - Falando nisso... Você nunca me pediu em namoro. - Jimin faz bico. 

- Amor, você acha mesmo que eu vou te pedi em namoro com você sentado em meu colo, com seu membro pulsando contra minha barriga, e a gente prestes à transar? - Ele sorri ansioso balançando a cabeça com um sinal positivo, fazendo-me rir. - Por favor né, Jimin. Eu sou mais romântico que isso. - Ele me beija, um beijo intenso e cheio de amor. 

- Então, vou esperar esse seu pedido "romântico" - Jimin fez aspas com os dedos. 

Nos beijamos intensamente. Ele levanta-se, e fica a minha frente.

 - Eu quero transar com você agora. 

 - Mas já? Jimin... 

Ele morde os lábios e eu não consigo resistir aos seus encantos.

- Merda, mil vezes merda. - Levanto-me em um impulso, avançando meus lábios em Jimin. Beijando com muita vontade, enquanto Agarro suas coxas e subo seu corpo para cima. Suas pernas entrelaçam minha cintura e assim, o carrego até o meu quarto, trancando logo em seguida.

 (...) 

 Jin bate na porta de meu quarto.

 - Jungkook, levanta-se, você tem sessão de fotos hoje. - Diz ainda fora do quarto. - Viu o Jimin? Ele não está em seu quarto e ele vai ter sessão de fotos também. 

- Vi sim. - Olho para Jimin, adormecido em meu lado. - Ele está aqui. Vou acorda-lo. 

Jin demora um pouco para responder.

 - É... é... Ok... Tanto faz. - Fala baixo, mas ainda sou capaz de ouvir. 

 - Jimin, acorde... Tá cansado né, meu hyung? - Disse beijando seu pescoço, fazendo despertar em meio à risadas. 

 - Jungkook, você me acordou de um sonho tão bom. - Olhou para mim e sorriu realizado. Demorou um pouco para continuar. - Opa.. Não era um sonho. 

Beijou-me e foi ao banheiro para se preparar para a sessão de fotos.

(...) 

 Ja no ensaio, estávamos posando para várias fotos. Nós conseguíamos combinar muito bem juntos, até recebemos elogios de vários fotógrafos afirmando que tínhamos uma química extremamente difícil de explicar.

O que facilitava o trabalho do fotógrafo. 

A roupa de Jimin não favorecia minha situação. Ele estava tão sexy que me fazia olha-lo todo o minuto. Aliás, eu sempre dou um jeito de olhar para ele até mesmo quando ele usa uma calça moletom simples. Muitos momentos foram capturados por câmeras, momentos pelos quais eu não conseguia me controlar. Não sei se isso é um problema. Mas não dá pra evitar não olha-lo e disfarçar minha atração. 

 - Ótimo, meninos. Bom trabalho. Vocês foram incríveis. Jimin, ainda tem que fazer outras fotos mais tarde. Agora podem se trocar. 

 Balançamos a cabeça positivamente. Resolvemos algumas coisas e fomos até o trocador. 

Quando ja estávamos longe da equipe fotográfica, bati na bunda de Jimin e disse

 - Quem você pensa que é, por estar tão gostoso com essa roupa.

 Jimin riu, pulando em meu colo, entrelaçando suas pernas em minha cintura e eu segurando as suas coxas

 - E isso é tudo seu. - Jimin morde os seus próprios lábios. 

Inferno! Por que quando ele morde os lábios eu não consigo pensar em mais nada, além de querer transar com ele?

 - Não faça isso com seu dongsaeng, Jimin. Isso é golpe baixo e estamos dentro de um provador. -  Ele desce de meu colo

 - Se você está pedindo... - Ele diz tirando as peças de suas roupas. E olhado em meus olhos.  

-Jimin-ssi... 

 Me aproximei do mais velho e comecei à beijá-lo desesperadamente. Coloquei minhas mãos em sua cintura e o prensei na parede.

Desci meus lábios até seu pescoço e dou violentos chupões.

 - Ahn... - Disse ele, gemendo relativamente alto.

Aproximei meus lábios de sua orelha e passei a mordiscar o lóbulo.

 - Shhhh, hyung. Estamos no provador e não podemos ser ouvidos.

 - Não consigo conter. - Jimin gemeu e passou a morder os lábios para tentar diminuir.

 - Você que começou, agora aguente. 

Fiquei de joelhos de frente ao mais velho. Olhei para ele de cima e ele estava tão gostoso. Minha visão era a mais privilegiada possível. Abaixei sua calça e beijei seu membro coberto pela cueca já molhada do pré-gozo. 

 Depois baixei sua boxe e vi deu membro já ereto, saltando. Comecei a massagea-lo com movimentos lentos. 

 - Jungkook-ah... Vai logo... - Jimin realmente não conseguia conter os gemidos. 

Sem muita cerimônia abocanhei seu membro, por toda sua extensão. 

Jimin já não conseguia mais falar, apenas gemia meu nome com palavras desconexas. 

Minha língua habilidosa desceu para seus testículos e chupei cada um deliciosamente, e os seus gemidos continuavam. Depois voltei a me dedicar ao seu pau, então fiz, primeiramente, movimentos verticais em glande e depois comecei a subir e descer por toda a extensão, chupando com muito gosto 

 - Jung... Jungko.. kook... 

 Meus movimentos se aceleravam, e eu sentia que Jimin estava perto.

- Eu vou... - Jimin despejou seu líquido dentro de minha boca.

 O gosto de Jimin me trazia mais prazer ainda. Era levemente salgado e doce ao menos tempo. Era excitante. 


Levantei e o beijei.

Beijamos loucamente, apaixonadamente e necessitadamente. Jimin era o homem que eu não sabia que eu poderia me apaixonar tanto assim. 

 Trocamos nossas roupas e saímos do trocador com as caras mais limpas do mundo. Nada havia acontecido


Notas Finais


não é pq a testosterona é juvenil, que ela não é forte


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...