História Jikook - Reencontro - Capítulo 9


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Rap Monster, Suga, V
Tags Bts, Drama, Jikook, Kookmin, Namjin, Reencontro, Romance, Taegi, Vhope
Exibições 330
Palavras 2.068
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Comédia, Drama (Tragédia), Escolar, Famí­lia, Ficção, Lemon, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Yaoi
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Estupro, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Genteeeeee,finalmente eu cheguei,queria postar antes mas não deu ;-; Não tenho muito o que falar. O universo praticamente conspirou contra mim esses dias,pra mim não postar. Queria postar no aniversário do nosso Chim Chim mas não deu certo
O que falar dessa capa diva? Serio man,as ARMYS são fodas....conseguiram tirar a menina de Boy in luv e colocar o Jimin hashushuashua.Bendita seja essa pessoa. Mas é isso
*Leiam as notas finais é importante*
Espero que gostem
Boa leitura <3

Capítulo 9 - Toma...É pra você


Fanfic / Fanfiction Jikook - Reencontro - Capítulo 9 - Toma...É pra você


Jimin  P.O.V

Depois de muito pensar, resolvo levar em consideração o que Hoseok disse, ( Autora: Lembrado que o Hoseok ele sabe o nome porque eles já se conheciam antes do diretor dizer aquilo) vou falar com aquele garoto (Jungkook). Ele pode me rejeitar, mas, eu preciso ao menos tentar. Vou falar com a Omma Jin pra ver o que ele acha que eu devo fazer. 

Vou em direção ao seu dormitório e bato na porta. 

– O QUÊ FOI?- Ele pergunta parecendo irritado. 
– Nossa, o-o que aconteceu? - Pergunto ainda assustado com a sua reação a minhas batidas na porta. 
– ESSE IMPRESTÁVEL NÃO QUER SAIR DA MINHA CAMA - Ele diz apontando para Namjoon. Eles sempre brigavam muito, mas na verdade, se amavam. Não admitiam que se gostavam e viviam sempre brigando, o que deixava eles sempre mais próximos. 
– Humm....- Digo o provocando. Adoro provocar o Hyung pelo simples fato de ele se deixar levar pelas minhas provocações. 
– PARE! DIGA O LOGO O QUE VOCÊ QUER. – Ele diz, para falar a verdade, mais gritando do que dizendo mesmo. 
– TÁ BOM, SÓ ME ACOMPANHE - O puxo  brutalmente para fora do quarto. – E-eu quero fazer uma...uma. – Ele me interrompe.
– DESEMBUCHA JIMIN! - Ele volta a gritar ao ouvir a minha voz falhar. 
– Umasupresapraumapessoaqueeuestougostando – Falo dizendo a frase o mais rápido possível na intenção de ele não entender nada. Sim, eu mesmo vim pedir ajuda para ele e contar o que estava acontecendo não é? Era pra ser assim mas quando penso em dizer o que eu estou sentindo, minhas pernas falham e eu prefiro guardar pra mim. Sou estranho? Talvez. 
– Jimin...- Ele inspira e solta calmamente, parece contar até dez, pelas palavras mudas da sua boca dizendo " Um, dois, três...". As vezes ele tem dessas coisas, chega a ser estranho, mas como ele tem – agora – outras seis pessoas para "cuidar" não chega a ser tão estranho, deve ser estressante ser sempre a "Omma" entre nós.  – Por favor, me conte logo e calmamente, para que eu consiga entender – Ele explica tentando manter a calma. – Se não eu não poderei te ajudar e você vai ter que se virar sozinho. – Ele abre um pequeno sorriso, e eu poderia até dizer que é forçado, mas, isso antes de ver a expressão calma em seu rosto. 
– Eu estou gostando de uma pessoa, Hyung. - Tento falar sem gaguejar e por incrível que pareça, eu consigo com sucesso. – E eu quero me declarar, fazer uma surpresa para ela. – Digo sentindo meu rosto esquentar e minhas bochechas adquirirem uma coloração rosada. 
– Quem é essa pessoa? – 
– Ninguém...– Digo e ele me olha com uma cara como se quisesse dizer "Sério? Isso de novo? Diga logo, ande".
– Mas eu não sei o nome - Digo tentando distrair ele para não dizer quem é. A ideia do diretor de nós não dizermos os nomes, nunca foi tão útil em dar uma desculpa ao Hyung. 
– É só você dizer as características, idiota.  - Ele diz me deixando sem saída. Okay dessa vez a desculpa do diretor não funcionou. – Jimin...– Diz me apressando ao ver que eu não iria falar sem que ele me pressionasse. 
– Meucolegadequarto – Digo usando novamente a "alternativa" de falar rápido enrolado e ele não entender, porém parece que ele entendeu, pois, sua boca agora está aberta em um perfeito "O".
– SÉRIO??? AAAAA MEU DEUS, MEU OTP É REAL - Ele berra animadamente para que pelo menos a metade da escola ouvisse. Imediatamente eu dou um beliscão em seu braço um pouco gordinho e fofo, chamando sua atenção e o fazendo soltar um gemido baixo de dor. 
– Quer mesmo que a escola – entre aspas, claro, porque este internato está longe de ser uma escola – escute? – Pergunto indignado e com um bico nos lábios. 
– Não seria uma má ideia – Ele ri debochado e eu dou um tapa fraco em seu peitoral. 
– Idiota. – Digo sorrindo de nervoso. 
– Olhe os nomes que você me chama garoto. Sou sua Omma, me respeite – Eu rio, ele era realmente a nossa Omma. Se eu não amasse tanto a minha "biológica", eu poderia dizer que ele é a melhor mãe que eu já tive. Sorri. 
– Então...o que eu faço? Eu não sei como dizer isso à ele. – Entrego preocupado. 
– A vez que em que vocês dois sumiram depois da aula....onde foram? – Como ele sabia disso?
– Fomos para uma espécie de jardim atrás da escola - Começo a pensar naquele dia, foi tão....tão perfeito. Ele cantou pra mim. Sua voz tão doce, borboletas voando, as flores. Tudo tão perfeito, a única coisa que superava, era ele próprio. 
– E o que acha de o levar lá novamente? - Ele pergunta interrompendo meus devaneios. Seria uma boa ideia. 
– O-o que? - Pergunto confuso.
– Você não prestou atenção no que eu falava né? - Ele me vê assentir e bufa. - Leve ele novamente à aquele lugar....acho que ele iria gostar, faça um piquinique.
– Você acha que eu posso cantar pra ele? - Pergunto lembrando de alguns dias atrás. 
– Acho que sim. Sua voz é bonita,acho que ele gostaria.....ou você poderia compor uma música. - Ele diz me dando uma ótima ideia.
– Nossa, posso fazer isso....meu deus como eu não tinha pensado nisso? Muito obrigado Omma - Digo distribuindo vários beijos em seu rosto todo e dando um último bem estalado em sua bochecha. Saio quase que pulando. 
– Não há de que....vá com cuidado, e-e , não assuste o garoto. – Ele grita preocupado e aconselhando para mim que já estavam pouco distante dele.  

Jimin P.O.V 

Vou ao mercado preparar as coisas para o piquinique com ele. Compro sanduíches naturais, alguns doces e outros alimentos com farinha, que é o que ele mais gosta. Nós estávamos muito próximos, por isso, descobri mais coisas sobre ele. E as redes sociais servem para para o que não é mesmo? Usem nunca stalkeou o "crush" ou saiu curtindo e dando "amei" em tudo? Devpce nunca fez isso, é no mínimo insensível. – Risos -  

*QUEBRA DE TEMPO* 

Eu estou muito nervoso....estou  (Jungkook) para ele ir ao jardim comigo,mas realmente, não sei o que fazer. O chamo e começo a falar. – Oi - Falo deixando o meu nervoso visível mesmo contra a minha vontade.
– Olá - Ele me responde sorrindo. Que lindo, eu poderia lamber esses dentinhos e...espera. Que merda eu tô pensando? 
– Eu queria te falar uma coisa. – Digo nervoso, por sorte não gaguejei, seria muito mico pra uma pessoa só. 
– Fale – Ele diz confiante, o que me deixa mais nervoso ainda. Não sei se estou preparado. 
– Lembra do lugar onde fomos? Vejo sua expressão meio confusa parecendo não lembrar e então explico melhor - Onde havia várias borboletas.
– Butterflys - Ele fala me corrigindo e rindo. Bobo. 
– Sim - Começo a rir também. - Quer ir comigo lá? – Pergunto direto antes que a minha coragem simplesmente fuja ou vá para longe. 
– I-ir com você lá? - Agora ele que parece nervoso. 
– Sim....eu queria te falar uma coisa. 
– Por que não fala aqui? – "Por que é uma declaração, seu idiota." Penso em respondê-lo assim, mas, logo descarto essa opção. Rsrs. 
– É importante. - Digo nervoso novamente. 
– Ok....que horas? 
– Se você pudesse me acompanhar agora. - Falo sorrindo, fazendo com que meus olhinhos se fechem e virem dois risquinhos. Muitos consideram isso fofo, mas eu, sinceramente acho normal. 

Jungkook P.O.V

Estou nervoso....ah, ele me chamou para "sair" com ele, sei que não é um encontro, mas ele me chamou. O que será que ele irá dizer? Eu não sei se consegui disfarçar o meu nervosismo. Não quero parecer um bobo ou uma garotinha apaixonada. Geralmente temos assunto para falar,mas essa conversa ficou completamente tensa. Eu fico nervoso perto dele. Minhas mãos suam,meu corpo estremece,minha garganta fica seca e eu sinto uma enorme vontade de pular em seus braços. Eu não sei porque,mas,eu gosto muito dele....realmente acho que estou apaixonado.Foi pouco tempo ao seu lado (Autora: Ai é que você se engana hehe já se conhecem há algum tempo) e me sinto completamente apaixonado e bem perto dele. – O que é isso? - Digo apontando para a cesta que está ao lado do lençol em que estamos sentados. É um piquenique. 
– É onde estão as comidas. Comprei tudo o que você gosta - Ele me diz sorrindo. – Oh,obrigado. - Digo envergonhado.
– Não há de que - Ele me responde.

*QUEBRA DE TEMPO*
Comemos uma boa parte da comida que estava dentro da cesta. Mas ele ainda não me disse o que era tão importante. – Hey - O chamo.
– Oin - Ele diz com a boca cheia. 
– O que você queria me dizer? - Pergunto e vejo ele se engasgar com a comida.
– Você está bem???? - Pergunto preocupado batendo nas costas dele.
– Cof cof - Ele tosse um pouco. – Estou. Obrigado
– E então....o que queria me falar? - Pergunta já sentindo minhas mãos suarem.
– Err....primeiramente eu queria te fazer um aviso - Ele diz parecendo nervoso.
– Tudo bem,fale
– Err...
–  Fale
– N-não,é que...
– Tá tudo bem...pode falar. - Digo na tentativa de acalma-lo. 
– Promete não ficar bravo? - Ele pergunta receoso. O que seria tão importante a ponto de ele mexer bravo?
– Prometo - Digo ainda mais nervoso. O que será que ele vai dizer? 
– Eu sou bi. - Afirma e logo em seguida leva suas mãos em direção à seu tapando rosto o tapando inteiro com sua mão pequena e adorável. 
– O que? - Pergunto ainda surpreso. 
– Ah eu não deveria ter falado e....- Eu o interrompo. 
– Isso é sério mesmo? - Eu pergunto e ele assenti. - Que incrível - Vejo sua expressão se fazer surpresa e seus olhos brilharem.
– P-por que?? – Pergunta gaguejando. 
– Eu também sou. – Digo revelando logo o que queria falar há muito tempo. 
– Isso é sério?Por favor, não brinque comigo. – Ele diz preocupado pensando que eu estava o enganando ou algo do tipo. 
– Não estou brincando...eu também sou. – Eu respondo imediatamente, sorrindo. 
– Nossa – Ele parece sem reação. Sorrio. 
– O que? – Pergunto soltando um pequeno sorriso da reação fofa que ele teve. 
– Estava com medo de te contar. - Ele fala e eu começo a rir. – Do que você está rindo?
– Achou mesmo que eu iria ficar bravo com você por causa disso? Eu nunca faria isso. - Digo e vejo o brilho nos seus olhos se fazer presente. – Era só isso? - Me sinto feliz por ele ter falado isso,e confiar em mim,mas, ao mesmo tempo triste porque pensei que iria falar que gostava de mim.
– Não - Diz mas isso estava mais pra sim. 
– O que mais tem pra me falar? - Me aproximo mais dele percebo que ele se arrepia e fica inquieto com essa simples aproximação. Assim como eu. 
– Eu gosto de você - Quando ele fala isso,sinto todas as estruturas do meu corpo arrepiarem e eu começar a soar desesperadamente. Ele disse que gosta de mim?Ai meu deus, o que eu faço? Pareço até mesmo uma garotinha apaixonada. Que merda. 
– Que legal - Que merda eu acabei de falar?? Que tipo de pessoa ao ouvir uma declaração responde "Que legal"? Eu definitivamente tenho problemas. O que o nervosismo e a paixão não faz com as pessoas não é mesmo? 
– Você não está me entendendo, eu gosto mesmo de você....gosto de verdade, mais que amigos. - Sinto meu coração começar a bater acelerado. – Eu gosto do seu sorriso, gosto do jeito que ficamos próximos, gosto do seu jeito,do seu corpo, da sua timidez, da sua raíva quando eu tomo seus toddynhos, gosto da sua personalidade, do seu jeito fofo, de quando você cora....como agora e principalmente: Da sua amizade...mas queria mais que isso. E falando sério, eu não gosto, eu amo. Eu amo tudo isso em você... - Eu simplesmente não consigo reagir. Ele está tão perto e falando essas coisas, não sei o que fazer. Eu estou paralisado. Mas então eu reajo e o abraço. Não sei o que fiz. Simplesmente o  abracei. – Eu também gosto de você desse jeito. - Digo já sentindo meu coração bater ainda mais forte. Se é que é possível. – Espere aí - Eu digo indo em direção ao jardim no lugar das roseiras e pegando uma. – Toma....É para você.
– Por que?
– Você comprou tudo isso pra mim, e eu não sabia, por isso não trouxe nada. Mas é para você. Eu não queria, mas, eu realmente gosto de você, muito mais do que eu gostaria que fosse .– O vejo sorrir.


Droga, eu realmente sou uma garotinha apaixonada. 

(...)


Notas Finais


Gente,eu queria perguntar uma coisa, vocês estão gostando? Porque às vezes me sinto meio insegura em continuar e penso que não está dando certo e está ficando ruim ;-; Eu tenho muitas ideias pra essa fanfic,só que ela ainda está se desenvolvendo e quando chegar a hora certa ela vai ser aquela fanfic que você fica ansiosa para o próximo capítulo. Espero que um dia vocês possam sentir isso nessa fanfic. Ah,é um aviso é que sempre que o jimin aparecer dizendo o nome de alguém é porque ele já conhecia a pessoa antes okay?
Espero que tenham gostado
Comentem porque só assim eu vou saber o que vocês estão achando da fic
Favoritem a fanfic
Estou fazendo capítulos maiores porque eu estava fazendo capítulos muito pequenos,nos próximos a história vai ficar melhor,aí sim,a verdadeira história vai começar hehe
Até a próxima atualização
Kissus ( ˘ ³˘)♥


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...