História Jikook: Ma Luv - Capítulo 7


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Personagens Originais, Rap Monster, Suga, V
Tags Bangtanboys, Bts, Colegial, Comedia, Jikook, Kpop, Namjin, Vhope, Yaoi
Exibições 102
Palavras 1.434
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Colegial, Comédia, Drama (Tragédia), Ecchi, Famí­lia, Ficção, Lemon, Shoujo (Romântico), Yaoi
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Gente, desculpe a demora pra postar, tá rolando muita desgraça comigo essa semana e tô numa feels louca que tá atrapalhando minha criatividade.
E começei a escrever isso hoje cedo, mas eu dormi.... por muito tempo ;-; (encorporei o yoongi hoje mds)

OBRIGADA PELOS 50 FAV HDHQJJAJAJAUUSHQIJSAUAJA, eu caí da minha cama quando vi issu

emfim,

mals se tiver algum erro de pt

bora ler

Capítulo 7 - Capítulo 7


Fanfic / Fanfiction Jikook: Ma Luv - Capítulo 7 - Capítulo 7

             "Ma Blood"


         *JungKook on*

Assim que eu vi toda aquela cena acontecer em minha frente, eu fui direto para o banheiro, não queria que ninguém me perguntasse oque estava acontecendo, mesmo que o lugar não esteja muito movimentado, evitava o máximo de ser notado por outras pessoas.

Chegando no banheiro, me tranquei no mesmo, me sentei no chão e continuei a me aprofundar em lágrimas, porquê depois de tudo que aconteceu eu ainda o amo? Porque ele fez isso, denovo, pra variar.

Eu já estava cansado de decepções em minha vida.

Me lembrei que sempre deixo um apontador de lápis em meu bolso, peguei o mesmo, e tento tirar seu parafuso com a minha própria unha, oque estava dificil, por causa de minhas lágrimas que caíam no mesmo, e deixava-o escorregadio.

Depois de um tempo consegui me desfazer do parafuso, sem pensar duas vezes, retoquei os cortes em minha pele, aprofundava a lâmina em meu ante-braço sem dor nem piedade, deixei a lâmina explorar cada vez mais na região de meu corpo, até o lugar ficar totalmente coberto de meu sangue, enquanto meus gemidos de choro cobriam todo o banheiro.

Aquele era um vício que altomáticamente me fazia fazer em mim mesmo caso algo ruim acontecesse, como se fosse um alivio.

Coloquei a lâmina junto com a carcaça do apontador junto com seu parafuso em meu lado, e apenas continuei escorado na porta, fechando os olhos enquanto os mesmos ainda vazavam lágrimas.

Não fui para a aula, acho que nunca mais vou querer olhar para a cara do jimin novamente.

~~~Quebra de tempo~~~

Aproveitei que aquele era um dos banheiros que eram menos movimentados e fiquei lá o dia todo, até escutar o sinal bater para ir embora.

Esperei mais ou menos uns 15 minutos para sair de lá, para ninguém ver meu uniforme coberto por meu sangue.

Aguardei o tempo desejado, e destranquei a porta, por incrível que pareça, ninguém bateu na mesma. 

Sai de fininho, com o rosto inchado e vermelho por causa do choro, fui na sala e peguei minhas coisas, abri minha mochila e peguei meu casaco com capuz vestindo o mesmo, coloquei minha mochila nas costas e fui direto para casa.

Muitos que me olhavam fizeram uma cara desagradavél, me julgando, até que eu fui olhar oque tinha em mim, e eu vi que tinha esquecido de abaixar minha manga, oque deixava os cortes a mostra.

-Merda_digo e abaixo a manga, estico ela até chegar na palma das minhas mãos e seguro um pouco do tecido nos meus dedos.

~~~Quebra de tempo~~~

Cheguei em casa e fui direto para minha cama, faz algum tempo que não converso direito com minha vó, e a mesma também não estava em casa, como sempre.

 Ódio e tristeza acumulava em meu ser, porque o Jimin tem que ser tão estúpido? Acho que pra ele eu só sou uma segunda opção, porque eu continuo sentindo algo por ele? Eu sou tão burro, tão....

Me livro dos pensamentos quando meu celular toca.

          *Ligação on*

-Alô?

-Jungkook, eu.. eu te amo, me desculpe pelo oque eu disse para você, eu fui obrigado, por favor, eu te amo, nunca se esqueça de mim, eu te amo!

-O-oque?

          *Ligação off*

Oque tá acontecendo agora? Era o Jimin? Oque ele estava dizendo? Ele me liga e desliga só para falar isso? Porque parece que ele tá se despedindo?

-JUNGKOOK!! JUNGKOOK! POR FAVOR DESCE! TEMOS QUE IR!_escuto a porta se abrindo e a voz de jin me gritando.

Desço rápido as escadas preocupado com oque está acontecendo.

-OQUE OUVE?_vou até Jin e vejo o mesmo chorando, vou até ele e o abraço forte.

-O J-Jimi......_Jin tenta falar mas não consegue completar a frase

-OQUE ACONTECEU COM O JIMIN?_digo e arregalo os olhos quase para chorar também.

-TEMOS QUE IR PRO HOSPITAL! VAMOS, RÁPIDO, POR FAVOR!_diz Jin ainda em lágrimas e pegamos um taxi para o hospital, enquanto meu coração batia a mil, eu estava suando frio, oque podia ter acontecido?

~~~Quebra de Tempo~~~

Chegamos no hospital e Jin me segura pelo meus pulsos, oque me faz soltar um gemido baixo de dor por causa dos cortes.

Ele me levou até algumas pessoas, onde estava, Namjoon que enxugava seus olhos, Choa que estava escorada na parede olhando suas unhas, um garoto pálido de cabelos escuros, que abraçava uma mulher, ambos choravam juntos,  e um homem, que apenas estava sentado com a mão na boca, sem mostrar nenhuma reação.

-J-Jin, quem é essas pessoas?_digo gaguejando.

-São parentes do Jimin Kook_responde Jin

-Mas oque aconteceu com ele?? Me fala logo!_digo alto para Jin

-Ele tomou remédios vencidos, pelo oque Yoongi viu na cartela, foram mais de 20 comprimidos, e acabou desmaindo e caindo da escada_diz Jin ainda em lágrimas

"foi tão rápido_pensei"

O Homem que presenciava calado se levantou e andou em direção até a mim.

-Então você é o JungKook né?_ele me diz e em seguida olha para Choa, e a mesma faz sim com a cabeça.

Eu então também aceno com a cabeça com o rosto ainda coberto por lágrimas, e sinto minha bochecha direita arder, o impacto foi tão forte que eu estava sentindo que aquilo poderia sangrar a qualquer momento.

-SANG!_diz a mulher que também se levanta, e vai em direção a mim, e me abraça, colocando suas mãos macias em meu rosto, ela me lembrava muito o Jimin, provavelmente era sua mãe.

-Tá tudo bem querido, você não fez nada de errado_ela diz ainda me abraçando e em seguida passa a mão em meus cabelos.

-Como você pode ser tão estúpida? Esse garoto fez nosso filho se tornar um viadinho, junto com esse branquelo.

O garoto pálido então o soca com seu punho no narizdo homem mais velho, que fez o sangrar.

-PAREM COM ISSO? ENQUANTO VOCÊ ESTÁ SENDO RIDÍCULO NO MEIO DO HOSPITAL, NOSSO FILHO ESTÁ ENTRE VIDA E MORTE, DÁ PRA VOCÊ PARAR DE SER IDIOTA UM SEGUNDO SANG?_diz a mulher com ódio e lágrimas estampadas em seu rosto.

-Quer saber, eu não preciso disso, eu não preciso de você, nem de você e nem do Jimin, eu não estou nem ai para vocês! Pode ficar com sua casa Sunni, eu não preciso dela também_diz ele e sai em passos rápidos batendo os pés.

-Incrivél_diz a mulher que continua a chorar ainda mais.

-Calma tia, tá tudo bem_diz o garoto pálido que a abraçava por trás.

Jin e Namjoon apenas estavam sentados de mãos dadas, pareciam estar orando, enquanto Choa, claro, estava cagando e andando para oque estava acontecendo.

Algúns minutos depois o celular dela toca, a mesma põe a mão no bolso de trás e tira o aparelho de lá.

-Alô? Ah sim, estou indo, tchau, também te amo_diz ela e desliga o celular_Bem gente, aqui tava legal, mas, eu tenho que ir agora, bye bye.

-Você vai embora? e o Jimin?_diz a mulher

-Bem, melhoras pra ele, tchauzinho!_ela diz enquanto se dirige parabo corredor e saindo pela porta.


A mulher então sai dos braços do pálido garoto, e se senta em um dos bancos, colocando a mão na cabeça.

-Oque é que vai ser de mim agora?_diz ainda em lágrimas.

Fui então até ela e a abraçei também, enquanto o garoto me olhava, e o mesmo se senta do meu lado.

-Então...JungKook certo? Jimin falava muito sobre você, ele me ligava quase todos os dias falando sobre você, ele te ama._diz ele dando um sorriso forçado enquanto outra lágrima caia de seu olho indo para sua bochecha pálida levemente rosada.

-Porque ele estava me ignorando tanto?_pergunto

-Isso era tudo culpa do Sang, mas está tudo bem agora querido_dizia a mulher também sorrindo forçado para mim enquanto passava a mão novamente em meus cabelos.

-Senhora Park Sunni?_diz o médico que saia da sala onde Jimin estava, oque fez ela se levantar rápido

-Ele está bem??_ela diz preocupada.

-Ele está bem, mas ainda precisa ficar aqui por um tempo, ele tomou rémedios, que se tomados em excesso, pode deixar ele mal sim, mas agora está tudo bem, só vai tomar algumas vitaminas para repor oque ele perdeu, e também para aumentar sua pressão, que está bem baixa._disse o médico, que quando disse, a mulher deu um suspiro de alívio, como eu e os meninos.

-Bem, pode entrar apenas uma visita agora, como está muito tarde, é proibido, mas amanhã vocês podem voltar, então.... quem vai primeiro?_ele diz e olha em volta, colocando seu olhar em todos nós.

Em seguida todos olham pra mim, sem pensar duas vezes me levantei, e fui até a sala.

Entrei na mesma e vi Jimin muito pálido, que assim que me viu, deu um sorriso fraco.

-J-JungKook_ele diz estendendo o braço para mim.

-Jimin!_digo em direção a ele e colo nossos lábios, oque faz o médico nos olhar com uma cara de: "Qq ta aconte ceno?"

-Me emociono quando Jimin passa suas mãozinhas pequenas em meus cabelos e sorri para mim, é ótimo saber que ele ainda está aqui comigo

-Eu te amo Chim Chim

-Também te amo kookie








   





Notas Finais


Ta porra

n tenho nada para dizer, só sentir.

até o próximo capítulo ♡


☆Bejos de luz☆


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...