História Jikook- "O perigo é te amar" - Capítulo 13


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens Jimin, Jungkook
Exibições 86
Palavras 350
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 14 ANOS
Gêneros: Ficção, Lemon, Policial, Yaoi
Avisos: Drogas, Homossexualidade, Linguagem Imprópria, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


OI MEUS ABIGUINHOOOS! EU DISSE QUE ESSA PORRA NAO IA ACABAR, ESSA PORRA NAUM ACABOU AHAUAUABAUA! Desculpa mesmo pela demora, estava muito ocupada jogando RPGS, COF COF, ESTUDANDO, ISSO, SOU UMA ALUNA EXEMPLAR, MINHA GENTE!

Boa leitura, espero que goste <3

Capítulo 13 - Nomes iguais, pessoas diferentes.


(...)Naquele momento, já nao sabia se estava mesmo sobre o chão ou se estava no ar. Meu mundo caiu. Começo a me sentir mal, minha respiração começa a ficar ofegante até demais, meu coração acelera, e meu olho fica marejado de lágrimas.

 -C-como assim, Jimin?- Mordo meu lábio com uma certa força segurando o choro. Não queria desabar em sua frente, ainda mais depois do que aconteceu agora a pouco. Ele iria me achar um idiota, com certeza. Calma, respira Jungkook.

 -Kook..-Vejo que o mesmo também estava nervoso, e também estava mordendo seu lábio, provavelmente segurando o choro- Ela foi.. assassinada

 Aí sim. Desabei. Abracei Jimin com todas as minhas forças, o apertando, sem pensar se eu estava o machucando ou não, apenas queria seu toque, apenas queria um abraço dele. Começo a chorar desesperadamente, com ele me empurrando levemente ainda abraçado para fora do bar. Aquele choro com súbitos soluços, com meu rosto molhado e grudento de lágrimas de sofrimento. Não acreditava naquilo. Estava ficando louco.

 -J-jimin..-Tento falar com ele entre os soluços incontroláveis, estava literalmente desesperado.

 Fecho meus olhos debruçado em seu ombro, desejando muito, muito mesmo que tudo aquilo fosse um sonho, e que nada disso tivesse acontecido. Nem mesmo nosso beijo.

 Mas o que mais estava me perturbando, era: Quem fez isso? Por que fez isso? Dahyun estava realmente morta?

 -Q-quem?-Tiro meu rosto afundado em seu ombro, encharcado de lágrimas, e olho em seus olhos enquanto ele limpava meu rosto sem expressão nenhuma.

 -Park Jimin.- Naquele momento, novamente afundo meu rosto, chorando muito, de soluçar, dando para sustentar o mundo inteiro com minhas lágrimas se sofrermos com uma seca.

 Park Jimin era um monstro. Como pode, alguém desse tipo ter o mesmo nome da pessoa que eu tanto amava? Como podia amar tanto, e odiar tanto Park Jimin? A coincidência desses nomes eram gigantescas, mas nunca desconfiei de Jimin. Nunca, e nunca vou desconfiar.

 Preciso cuidar de Jimin. Preciso guarda-lo em um potinho e proteger de todo o mal. Com certeza autoridades levantariam suspeitas dele. Mas não, Jimin era uma pessoa. Park Jimin, era outra.

~Continua


Notas Finais


BEEIJOOOOS!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...