História Jikook (Yaoi) - Uma história a acontecer HOT - Capítulo 20


Escrita por: ~ e ~liviayoongi93

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Personagens Originais, Rap Monster, Suga, V
Tags Jikook
Visualizações 393
Palavras 1.402
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Comédia, Drama (Tragédia), Fantasia, Ficção, Fluffy, Hentai, Lemon, Luta, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Universo Alternativo, Yaoi
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Drogas, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Sorry nn postar ontem, deu problema na minha postagem, eu tentei três vezes mas nn enviou, então eu deixei pra hoje...

Boa leitura...

Capítulo 20 - "Nós vamos tentar... Eu juro!"


Fanfic / Fanfiction Jikook (Yaoi) - Uma história a acontecer HOT - Capítulo 20 - "Nós vamos tentar... Eu juro!"

P.O.V. JUNGKOOK

– Vou levá-los para casa do Hoseok, eu acho que é melhor... – Falei ao notar o estado que ambos estavam. 

– Claro, Eu vou pra casa... Toma! – Disse me enetregando uma chave. – Para você entrar depois... – Completou. 

– E você? – Perguntei preocupado. – Vai ficar esperando do lado de fora até eu voltar?

 Eu tenho uma reserva em baixo do vaso de flores no hall entre o elevador e minha porta... Fique tranquilo, Amor! – Respondeu. 

– Quando eu chegar, bem, a gente precisa conversar sobre o que eu falei hoje... 

– Fica tranquilo... – Me interrompeu. – Eu sei que só falou aquilo por causa do Yoongi... Não se preocupe, okay?! – Falou. 

– Não, Jimin! Precisamos conversar pois eu realmente quero tentar... – Falei. Na minha mente eu deveria simplesmente falar tudo que eu estava pensando em falar, porém não conseguia. Por isso apenas murmurei o final. 

– Meu Amor, eu não ouvi... – Falou. 

– Eu não estou mais com medo... Só com vergonha... – Falei soltando uma risada de constrangimento. – Mas de qualquer forma vamos tentar! – Completei me levantando. – Já vou, Amor! Te amo! – Disse deixando um selar rápido em seus lábios. 

– Bye, "My love"! – Falou fazendo-nos rir. 

(...) 

– Hoseok, vamos logo... – Falei novamente pedindo a chave do carro do mais velho. 

– Estou procurando... Seria mais fácil se Kim Taehyung não estivesse beijando e mordendo meu pescoço... – Respondeu. 

– Você diz como se não gostasse... – Taehyung sussurrou no ouvido do outro. Um falso sussurro dando para ouvir do outro lado da cidade de tão alto. 

– Eu não gosto... Eu amo... – Disse Hoseok desviando a atenção para o maior. 

– Me poupem de ver essa cena... Estou me sentindo uma castiçal... – Falei. 

– Achei! – Disse Hoseok. 

– Vamos! Me dê logo! – Falei estendendo minha mão e percebendo que os dois estavam em uma "discussão" feita por sussurros. – Hoseok! 

– Espera! É algo importante... – Respondeu o mesmo. 

– O que é tão importante assim? – Perguntei. 

– Estamos discutindo quem será o ativo hoje... – Respondeu Taehyung com a maior tranquilidade. 

Ao longe vi Jimin saindo do restaurante e indo até seu carro. Eu só queria gritar e implorar para que ele me tirasse de perto dos dois.  

E então uma idéia surgiu. 

– Vou chamar um táxi para vocês... Não aguento mais... – Falei já desbloqueando meu celular e ligando para chamar um táxi. 

Cinco ou dez minutos depois o táxi chega. 

– Leve esses dois para esse endereço, por favor... – Falei entregando o dinheiro. – Desculpe te fazer aguentar dois bêbados... – Completei. 

– Senhor, a ida até esse endereço não será tão cara... Devo dar o troco a um deles? – Perguntou o taxista. 

– Fique com o troco por ter guentado esses dois... – Falei. 

– Obrigado, senhor! Mais alguma coisa?  

– Não apenas isso... – Falei fechando a porta do passageiro pelo lado de fora e me afastando do carro. 

Logo o taxista se foi com meus dois amigos. Não me surpreender ia se no dia seguinte viessem com uma história de terer transado no táxi. 

Quando notei, Seokjin e Namjoon também estavam indo embora. Não tinha visto nenhum sinal de Yoongi deixando o local. 

"Jungkook, para! Não se preocupe com Yoongi agora! Você deixou bem claro a situação..." Pensei comigo mesmo. 

Entrei no carro de Hoseok e fui em direção a casa do Jimin. 

Ao olhar a chave que o Jimin havia me entregado um sorriso sincero apareceu em meu rosto. O pensamento de que Jimin confiava o bastante para me confiar a chave do seu apartamento fazia com que uma felicidade invadisse meu ser. 

Como eu não tinha carro, a minha vaga no prédio quase sempre ficava vazia. Então foi lá onde eu resolvi guardar carinhosamente o carro de Hoseok. 

Assim que fui estacionar, dei uma leve raspada no pilar. Deixando o carro preto um pouco danificado de cinza. 

Nem liguei... Sendo sincero, naquele momento eu não estava preocupado com o carro de Hoseok e sim chegar no apartamento do Jimin e conversar com o mesmo sobre o que eu havia falado mais cedo no restaurante. 

Rapidamente subi o elevador chegando no andar do Park e. Encontrando a porta do apartamento dele aberta. Ele, Jimin, estava a discutir com alguém. 

Ao chegar mais perto, reconheci a voz de Yoongi. 

– Desculpe, Yoongi... Mas eu e ela não estávamos juntos... Comi ela apenas uma vez... Você sabe disso... – Ouvi Park falar. 

– Eu sei disso, mas e Jungkook? Ele sabe? Hoseok, Seokjin, Taehyung, Namjoon? Eles sabem? Podem até saber... Mas o teu Namoradinho Perfeito eu tenho certeza de que não sabe... 

– E eu sei, Jimin? – Por impulso e raiva acabei entrando no apartamento. – O seu "Namoradinho Perfeito" sabe?  

A única certeza que eu tinha era a felicidade de Yoongi provocar essa briga entre nós, até porquê estava estampado no rosto a satisfação que tinha da situação. 

– Você não precisa saber, é algo bobo e idiota que Yoongi teima em achar que é sério. – Disse se aproximando. 

– Tá, eu vou subir, a gente se fala depois, termine de falar com teu Ex-namorado... Vou dormir em meu apartamento hoje, sua chave está aqui... – Disse deixando a chave em cima do balcão da cozinha. – Eu... Eu vou buscar minha mala, okay?! 

– Jeon Jungkook, você não vai a lugar nenhum, vai ficar no meu quarto me esperando. – Falou e chegando mais perto e aproximando a boca de meu ouvido. – Quero você sem roupa que eu chegar lá... Eu prometo que te falo, só me espere... O Yoongi já estava de saída... – Sussurrou fazendo-me arrepiar. 

– E-eu vou embora, Park... – Falei, gaguejei me virando. 

– Vai embora em direção ao meu quarto... Me esperar sem roupa... E eu não estou pedindo, Jungkook! Você ainda quer tentar? 

– Q-quero mas... 

– Mais nada! Já pro quarto! Não vou dizer de novo. – Falou e eu me senti uma criança obedecendo a mãe.  

Rapidamente me virei para as escadas e fui em direção a elas, subindo-as. 

Entrei no quarto do Jimin e retirei minha camiseta e minha calça ficando somente de boxer. 

– SAIA DA MINHA CASA AGORA MIN YOONGI! – Ouvi Park gritar do andar de baixo. 

Depois de um, depois de muito tempo Jimin apareceu na porta do quarto segurando um algodão rente ao seu nariz. O algodão estava encharcado de sague, coisa que, me preocupou imediatamente. 

– J-jimin, você tá bem? – Perguntei me aproximando do mesmo. 

– Nada que me impeça de te foder... – Falou colocando o algodão em cima da comoda. 

– J-jimin... Antes vai me dizer sobre o que o Yoongi disse... – Falei. 

– Um caso do passado... Ahnn, eu fiquei com uma garota e ela sofreu um acidente e eu... me culpei e ele quis me chantagear... De qualquer forma, eu disse que te queria sem roupa, porra! – Falou. 

– Jimin, V-você está bêbado? Eu não vou fazer nada com você assim... – Falei e rapidamente ele me prensou contra a parede.

– Assim é mais interessante, Kookie... – Disse levando a mão até a minha boxer e apertando meu membro. 

– J-jimin... – Arfei. 

– O que é mais interessante que isso tudo é o fato de que você gemendo meu nome soa do mesmo jeito de quando você quer me repreender é igual... Por que você gagueja tanto, Jungkook...

– E-eu... – tentei falar mas novamente fui interrompido pelo mesmo.

– Gaguejando de novo, amor? – disse intensificando os movimentos em meu membro.

– Eu que-quero v-você...

– Haha, se falar sem gaguejar eu penso no seu caso, bebê...

– S-seu per-pervertido!

– Falhou! Tenta de novo...

– Eu quero você! – Falei sem gaguejar, sendo imediatamente jogado na cama pelo mesmo.

Começou a me beijar desesperadamente deixando-me com medo de sua atitude. Jimin estava deitado em cima de mim, com o corpo entre minhas pernas fazendo com que nossos membros se encostassem tendo somente as nossas roupas os separando.

– Droga! – Ouvi Jimin resmungou e se sentar na cama. – Eu estou bêbado mas sóbrio o suficiente pra não deixar eu mesmo estragar a sua primeira vez, Jungkook... Me perdoe... 

– Tome um banho gelado, vai passar grande parte do efeito da bebida... – resmunguei para mim mesmo me cobrindo com o cobertor e me virando para a parede. – N-não tem problema... – Gaguejei pelo simples fato dos meus olhos estarem em lágrimas.

– Não chore, amor... Me espere, okay?! – Falou e saiu do quarto antes de ouvir minha resposta.

Uns cinco minutos depois eu já estava quase adormecendo quando sinto a cama ao meu lado afundar. O forte cheiro do shampoo que Park usava invadiu minhas narinas.

– Amanhã é domingo, e nós vamos tentar... Eu juro! – Disse me abraçando em conchinha deixando um beijo na minha nuca, me fazendo arrepiar. – Eu te amo!

– Eu também te amo, Jimin... – Falei fechando meus olhos e adormecendo.


Notas Finais


Gente, esse capítulo foi compacto e não teve muita descrição entre as cenas pelo simples fato de ficar mto grande, eu em particular amo fanfic com capítulos enormes, mas eu não sei oq vcs preferem... Peço que coloquem nos comentários uma das opções:
(1.000) (1.300) (1.500) (1.700) (2.000) (2.500) (3.000)
Eu estou TENTANDO deixar dentro da margem de 1.700, mas, talvez, vcs prefiram capítulos pequenos.

A fanfic terá até cap 30 e 5 caps de epílogo... Eh bastante, porém, se vc nn gostar de Lemon nn leia os epílogos...

E o próximo cap sai domingo, (se eu conseguir mandar bunitinhu) e terá o tão esperado Kook passivo/Uke/Botton

Obrigada por ler!! ❤


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...