História Jimin and his love kiler - Capítulo 32


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Personagens Originais, Rap Monster, Suga, V
Tags Bangtanboys, Hot
Visualizações 18
Palavras 736
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Drama (Tragédia), Escolar, Festa, Ficção, Romance e Novela
Avisos: Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 32 - Adeus Taehyung


Fanfic / Fanfiction Jimin and his love kiler - Capítulo 32 - Adeus Taehyung

— SOCORRO ALGUÉM ME AJUDA !

....

Emily (on)

— Cale a boca antes que eu faça um estrago maior do que eu já fiz no seu corpo — Taehyung coloca a mão na minha boca— nem mais uma palavra ou então eu acabo com a sua vida — ele ainda estava com a mão na minha boca, estava suando frio não pensei em mais nada a não ser abrir a porta da quele carro e pular para fora.

— PARE O CARRO AGORA !— ouvi um policial dizer e Taehyung soltou um sorriso sínico.

— esse idiotas realmente acham que eu vou parar só com as ordens deles ? 

— por favor Taehyung, para o carro e vamos fugir da qui ! Fugir pra um lugar a onde nunca mais nos vejam.

Ele olha pra mim como se eu não estivesse entendendo nada, olho com os olhos cheios de lágrimas, ele toca meu queixo e aproxima nossos rostos. Ele dá um selar em nossos lábios.

— vem — Taehyung para o carro e segura minha mão nos tirando dali, lágrimas decem sobre o meu rosto e não penso em mais nada que não seja Park Jimin.

Eles pega minha mão e corre, puxu a mesma e corro para longe.

— AH SUA DESGRAÇADA VOCÊ AINDA ME PAGA POR ISSO ! — ouço ele engatinhar a arma e dar um tiro.

Caio no chão e sinto meu sangue quente escorrer sobre meu corpo, ele deu um tiro em minhas costas. Sangue decia sobre a minha boca me fazendo sentir o gosto.

— agora você vai levar a culpa de tudo isso, não irá mais ser feliz com o Jimin e irei pertubar seus sonhos todas as noite sua imunda — engatilha a arma e escondo meu rosto no chão já me preparando para a minha morta.

— T-Taehyung ?

Vejo Taehyung caído no chão e com sangue descendo sobre seu corpo, ele levou um tiro na cabeça, eu infelizmente consegui presenciar a sua morte e vi ele caido no chão. Ouço algumas viaturas de polícia vindo, me mantenho na mesma posição ou poderiam achar que eu matei Taehyung. 

— todos parado — o policial vem correndo até mim e desmaio.

Park Jimin (on)

Estava no meu carro já indo para a casa dela, e percebo que ela não estava lá, sinto meu celular vibrar no bolso da minha calça, e antendo o mesmo.

— alô ?

— é o senhor Park Jimin ?

— sim sou eu 

 gostaríamos de que o senhor viesse até o Hospital 

 como ?

 sua noiva levou um tiro e agora está na sala de cirurgia

— estou indo para aí o mais rápido possível.

Pego meu carro e vou direto a recepção perguntar aonde Emily estava .

— é ao subir para o 5 andar, assim que o elevador abir vá pela esquerda na sala 123

— certo obrigado — vou até o elevador e vou até a sala descrita.

Chegando lá vejo o médico responsável por ela e vou diretamente falar com ele.

— o senhor deve ser o responsável por Emily Antoneli 

— sim sou eu

— bom, no ireir mentir mas...— aquele médico iria me fazer cair no chão do hospital de tanto desespero— o caso dela é muito grave estamos tentando fazer o possível.

— então tentem fazer o impossível !— falo já com raiva do que ele disse

— sinto muito senho mas o impossível é só mente com “Ele” — aponta para o teto.

Ele sai me deixando sozinho e acabo adormecendo por isso, e tenho sonhos estranhos sobre o que aconteceu. Ouço Emily chamando e vou correndo até ela mas aí sinto alguém pegar em meu ombro.

— desista ela te usou e agora está grávida de outro miserável 

— quem é o miserável ?

— sou eu hahahaha— me viro e vejo Taehyung.

— EMILY ?! — acordo assustado e suado.

Vou andando e entro no quarto dela, vejo-a dormindo, por quantas vezes não a vi dormindo e me senti bem mas agora sinto um aperto no peito. Choro e vou até ela segura minhas mãos e peço a ajuda da quele que me fez suportar tudo isso... Deus !

— sei que nunca fui o ser humano perfeito muito menos para a pessoa que amo, mas sempre ouvi dizer que o Senhor ajuda aqueles que mais necessitam da tua ajuda então eu te peço com o coração em tuas mão... Salve-a não a deixe morrer ! Eu te suplico a tua ajuda Deus — choro e slfico soluçando ainda segurando a sua mão.

Continua...



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...