História Jimin no país das maravilhas - Capítulo 1


Escrita por: ~ e ~Panda_gih

Postado
Categorias 2NE1, 4Minute, Bangtan Boys (BTS), Big Bang, EXO, Got7, Super Junior
Personagens Baekhyun, BamBam, Chanyeol, Cl, D.O, G-Dragon, Heechul, Hyun A, Jackson, JB, J-hope, Ji Yoon, Jimin, Jin, JR, Jungkook, Kai, Kim Heechul, Lu Han, Mark, Minji, Park Bom, Park Jungsu, Rap Monster, Sehun, Seungri, So Hyun, Suga, Suho, T.O.P, Taeyang, Tao, V, Xiumin, Youngjae, Yugyeom
Tags Guerra, História Bugada, Romance, Universo Alternativo, Yaoi
Exibições 18
Palavras 1.769
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Crossover, Drama (Tragédia), Fantasia, Ficção, Lemon, Luta, Magia, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Sobrenatural, Universo Alternativo, Yaoi
Avisos: Álcool, Gravidez Masculina (MPreg), Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Sexo, Suicídio, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 1 - Início


Fanfic / Fanfiction Jimin no país das maravilhas - Capítulo 1 - Início

"-Appa? Appa o senhor voltou! - corro em direção a ele, o mesmo para na minha frente com o semblante entristecido, eu esperava que dissesse alguma coisa porém nada saía de seus lábios semiabertos ansiando em emitir algo.

Ele abaixa na minha altura fazendo um afago em meu cabelo, sua expressão continuava a mesma 

- Appa não teve um dia muito agradável pequeno, vá para seu quarto sim? - ele levanta passando sua mão pelos cabelos dando um leve suspiro angustiado e seguindo para a cozinha, onde se sentou e ficou fitando suas  mãos por cima da mesa que ficava ali, até que não se aguentou e começou a chorar e a se lamentar em silêncio, batia na mesa de leve para ver se passava essa dor, mas foi em vão, antes que percebesse a minha presença eu subi para o meu quarto

Não estava entendo o motivo de sua tristeza, ou o por quê de estar assim, sabia que ele me escondia algo importante... "é a primeira vez que vejo ele dessa maneira, chorando..." Pensei

Agora era só esperar que a omma volte pra casa, com toda certeza ela deve saber o motivo do Appa estar assim....ela sempre sabe das coisas, afinal é a conselheira da rainha e cuidadora do príncipe, seu cargo é de grande importância também... só que ela chega um pouco tarde....como sempre

Mais uma vez eu acordo com esse sonho estranho, que insite em me perturbar toda vez que chega essa data.... O dia que minha querida Omma morreu...a mesma data que o filho do rei Seungri e da rainha Jiyoon, chamado  Jeon Jungkook... Aah fatídico dia do qual nunca esquecerei....claro que não...

Pelas notícias, disseram que eles estavam no pátio do castelo quando guardas do rei de copas invadiram o local e tentaram matar o príncipe, porém minha omma foi para a floresta com Jeon Jungkook indo assim para o país das maravilhas através de um buraco.

Meu pai, líder da cavalaria real, juntamente a vossa majestade, acabaram de voltar com seus guerreiros após defender o país dos inimigos que quiseram envadir o reino, e meu tio, chefe dos guardas do castelo,ja havia notado essa invasão, e a todo custo perceguia os entrusus atrás de sua cunhada e do príncipe, até que nunca mais encontraram eles, nem mesmo os guardas do rei de copas que estavam atrás... Assim, foram dados como mortos

Após isso, meu pai se culpou por não ter chegado antes, ele poderia ter revertido esse mal destino, que poderia ter em pedido ...  isso que ele pensou por um bom tempo, e a família real? Estavam abalados demais com a notícia, sabiam que não era culpa da minha omma isso ter acontecido, afinal, era inevitável, foi reconhecido o ato que ela teve para proteger o príncipe, apenas isso...

O rei Seungri, por sua vez, começaria uma guerra com o reino do rei vermelho, assim ele achou que aconteceria, se os 7 portais que davam acesso ao local, não tivessem sumido...

Depois de meses pensando no que fazer o rei teve um sonho do qual alguém surgia para ligar os dois mundos novamente, e que a pessoa escolhida salvaria o povo considerado agora inimigo, não sabia se achava isso bom ou ruim, apenas tinha a certeza de que acharia uma saída dependendo da situação, e vingaria seu filho

Foram restritas todas as informações das características do país das maravilhas a todas as novas gerações, para evitar que mais acidentes aconteçam, não se sabe quando poderão voltar... esse foi o método encontrado, vingança não era no momento a melhor opção, porém no velho coração do rei, jazia um ódio profundo 

Os filhos dos cavaleiros e candidatos a se tornarem parte da cavalaria, só teriam como saber de como era o país das maravilhas assim que completassem 18 anos, pois serão eles que protegerão o reino

[...]

Meu Appa quase não parava em casa, então praticamente fui criado pelo meu tio

Fui treinado em casa, e meu objetivo desde pequeno, foi me tornar um guerreiro e proteger o país, e também, eu não teria outra escolha...afinal, sou o sucessor do meu Appa...

Porém

Como também sou um azarado

Não consegui herdar essa habilidade incrível dele de manejar tão bem uma espada

Oque resultou ao longo da vida algumas broncas em relação a isso...

Talvez seja por isso que o meu não Appa não conversa comigo...


- JIMIN, JIIMIINNNN - meu tio T.O.P chamava por mim nos corredores do castelo ( sim eu morava em um pequeno castelo um pouco afastado do reino) até chegar ao meu quarto e sem nem ao menos bater  ele abre a porta com tudo, esvaia uma felicidade que só Jesus na causa

- Bom dia pra você também tio - me espreguiço e finalmente levanto da cama 

- vamos!, venha lutar com seu tio! tenho certeza que você melhorou na luta - ele dizia tão otimista... Quem me dera realmente saber usar uma espada e um escudo, tanto tempo treinando, pra no fim saber só um pouquinho

- se acalme! - rio - deixe-me apenas por o sapato - assim que o fiz meu tio já se encontrava lá em baixo, fui atrás até chegar em uma área aberta, atrás do pequeno castelo

- tome! Pegue a espada! - ele lança a espada em minha direção e eu a pego pelo cabo me posicionando para a luta

~(*-*)~

Se passaram 3 horas, fiquei treinando com o meu tio, até que ele desistiu de tentar me ajudar a melhorar....ele parecia meio desapontado...

- venha cá Jimin - levantei da grama onde eu havia me jogado e fui até ele que estava sentado em cima de uma tora de madeira - precisamos ter uma conversa seríssima 

Já tô sentindo que vai dar merda

- e sobre oque seria...? - era notável o meu pequeno desespero interno

- se acalme, oque está por vir vai precisar de muita calma

- pare com esse suspense e diga logo tio!

- Bem... você sabe que desde aquele dia...eu e seu pai sempre quisemos o seu bem, e sempre desejamos que você se torne um guerreiro habilidoso e suceda o cargo do seu velho pai...

- hum...prossiga

- O Jungsu só quer seu bem okay? 

- okay...Eu sei disso tio não se preocupe

- tá... você será mandado para um internato para ter um treinamento mais reforçado, você voltará quando completar 26 anos

- C-Como assim? O senhor é um ótimo treinador! Não preciso ir para nem um internato

- escute Jimin, eu até tentei empedir, mas agora você terá que conviver com essa realidade, infelizmente

- tio.... - ele me deu um leve abraço e voltou a falar

- não se preocupe com isso, não será tão ruim.... você conseguirá, disso eu tenho certeza! Sempre foi seu sonho proteger as pessoas não é?

- sim - dou um leve sorriso

- então!... Bem, já virão te buscar para leva-lo  ao internato....acho que terei que dizer adeus aqui - ele tenta rir, mas falha

- já estão vindo? Tão rápido assim? E de meu pai? Não poderei me despedir dele?

- ei, relaxa que seu pai irá para lá depois, aí vocês se despedem melhor

- ah....entendi

-mas no meio disso tudo tem uma boa notícia, seus amigos também vão para lá - ele sorri animado e bagunça meu cabelo

Sim eu tenho amigos

Kkkkkk posso parecer meio chato, mas não pensem que eu sou o cara mais monótono do mundo, só por que eu falo palavras difíceis e até agora só contei tragédia

Pois é

Eles se chamam, Kim Namjoon, Jung Hoseok e Byun Baekhyun,  nos conhecemos quando tínhamos 7 anos

O Nam e o Hoseok tem 18 anos, e o Baek tem 20, ou seja, sou o mais novo daqui ;-; pois tenho 17

- pelo menos eu vou ter alguém com quem conversar haha

- sim kkkk, bom...Eu já arrumei suas coisas, agora é só esperar a carruagem vir te pegar para leva-lo até lá

-noussa você quer tanto que eu vá embora? Agora eu fiquei tisti ;-;

- não seja bobo Jimin, eu nem queria que você fosse - ele ri 

- então... E aquela carruagem ali? É aquela que vai me levar pro internato - ele olha pra onde eu apontei e logo acente levantando e se alongando um pouco

- bem, acho que nos veremos no natal pequeno

- vai demorar... - olho pra ele pegando as malas que a nossa empregada acabou de traser

- agora vá antes que eu chore, e olha que eu nunca chorei nessa vida

- kkkkk sim tio, eu tô indo então, tchau - vou em direção a carruagem, entrando na mesma, logo vejo o cenário mudando e eu me afastando de casa,coloco a cabeça pra fora da janela que tinha e a última coisa que vi foi meu tio correndo até o meio da estrada e mandado tchauzinho pra mim, logo eu retribui e sentei direito no banco, quando olho percebo que tinha alguém sentado ali do meu lado, levo um puta de um susto do carai 

- v-v-você estava aí a quanto t-tempo??

- desde que você entrou idiota

- -d-desculpe não ter te visto, bem, meu nome é ...

- não precisa dizer eu já sei Park Jimin - ele sorri - eu irei mostra-lo o internato, e dizer as regras, vou ajuda-lo no que for preciso ok?

- obrigado, a propósito qual é seu nome?

-meu nome é Park Jin Young, por favor me chame de Jr., gostaria de tomar um chá? Eu trouxe aqui - ele pega uma bandeja  com um buli de chá e duas xícaras

O mais engraçado é que, por mais que a carruagem comece a balançar pra cacete, o chá na xícara não se mexia bruscamente e nem um respingo caía

- sinistro...

- seja mais educado e apenas agradeça

- -d-desculpe, obrigado pelo chá - a carruagem sem querer "entra em um buraco" e "pula" fazendo com que eu quase deixe a xícara cair, porém Jr.  é mais rápido

- tome mais cuidado!, esse jogo de chá não me pertence! Ele é tão louco que se eu quebrar isso ele me estraçalha kkkkkk - ele diz colocando a xícara em cima da bandeja, apenas o olhei e a conversa se cessou ali

Quando menos percebi já havíamos chegado no internato

O lugar era bonito, tinha um grande espaço com um enorme edifício branco com dourado, havia algumas cerejeiras na entrada, e o muro de pedra era alto com algumas pequenas flores azuis entre as pedras, tinha uma área aberta, onde provavelmente era realizado nossos treinamentos, um pouco atrás havia um depósito

Era realmente muito bonito lá

Parecia não ter muita gente, ultimamente não são todos que querem virar cavaleiros hoje em dia, oque é um pocuo ruim pois muitos "problemas" querem derrubar os reinos mais prósperos como esse e pah


Espero me dar bem com alguém, porque o povo tem cara de "vou te matar enquanto você dorme" 




Kissus


Continua?.... \(*-*)/



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...