História Jimin nós te amamos ( Escolha um Hyung Jiminie ) - Capítulo 2


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS), Big Bang, CNBlue, EXO, Got7
Personagens Chanyeol, D-Lite (Daesung), G-Dragon, Jackson, J-hope, Jimin, Jin, Jung Yong Hwa, Jungkook, Rap Monster, Seungri, Suga, Taeyang, V, Youngjae
Tags Gdmin, Hopemin, Jihope, Jikook, Jinmin, Kookmin, Minjoon, Nammin, Sugamin, Vmin, Yoonmin
Visualizações 156
Palavras 1.201
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Bishounen, Crossover, Ecchi, Ficção, Lemon, Romance e Novela, Shonen-Ai, Yaoi
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 2 - Capítulo 2


Fanfic / Fanfiction Jimin nós te amamos ( Escolha um Hyung Jiminie ) - Capítulo 2 - Capítulo 2

- Quem fez essas marcas em você?! – Gritou novamente

            - Hyuung... N-Não Gri-Grite – Falei já sentindo meus olhos marejados

            - Desculpe Chiminie, mas fico furioso só de pensar em alguém te tocando assim – Ele pediu desculpa e resmungou algo bem baixinho que não consegui escutar – Mas me diga quem fez

            - Yoonnie hyung e Jin hyung – Disse baixinho

            - Aqueles... – Ele continuou resmungando

            - Nammie hyuung vamos comeeer – Pedi manhoso abraçando seu braço e o balançando

            - Vamos, mas ainda vamos conversar sobre isso aí – Falou apontando para meu pescoço

            - De novo – resmunguei

            - Pare de resmungar e vá cobrir essas marcas antes de irmos comer

            - Certo

            - No meu banheiro tem maquiagem – Falou se sentando enquanto me levantava e ia para o banheiro. O banheiro do hyung é bem organizado.  Olhei no espelho da pia e vi aqueles chupões enormes e roxos no meu pescoço, peguei o corretivo, base e pó e comecei a cobrir as marcas

            - Os hyungs são tão maus... – Resmunguei terminando de cobrir as marcas – Hyung vamos comer – disse voltando para o quarto e arrastando o Nam hyung para a sala onde encontramos o resto dos meninos jogados no chão da sala

            - Tem duas caixas de pizza em cima da mesa da cozinha hyung’s – Taetae falou

            - Obrigada por guardar Taetae – Falei pegando a mão do Nam hyung e o puxando para a cozinha

            - O hyung quer suco, café o refrigerante? – Perguntei empurrando o hyung em uma cadeira e abrindo as caixas com pizzas

            - Suco de morango Chiminie – Falou fazendo bico, tão fofo

            - Certo hyung – Abri a geladeira e peguei duas caixinhas de suco de morango indo me sentar com o hyung

            - Obrigada Chiminie – Agradeceu pegando a caixinha de suco – Quer dormir no meu quarto hoje?

            - Simmm hyung, com certeza – Falei empolgado, faz tempo que não durmo com o hyung e meu coração doí...

            - Vamos Assistir um filme? – Perguntou com um pedaço de pizza na boca

            - Desculpa hyung, mas vou treinar com o Hope hyung durante, mas depois do almoço posso ficar o resto do dia com você, OK? – Perguntei pinando com um olho só e fazendo um sinal de “ OK ” com a mão

            - Okay -  Respondeu também fazendo o sinal de “OK”

              

                          -.^

 

            - hyung vamos descansar – Pedi cansado me jogando no chão

            - Vamos – Disse se jogando ao meu lado – Jiminie...

            - Sim hyung

            - Quem fez aquelas marcas?

            - Hyung!! – Exclamei – Por favor... N-Não V-Va-Vamos falar sob-sobre is-isso – meus olhos estavam marejados, não queria falar

            - Certo, certo não chore – falou me abraçando

            - Hyung.... – Sinto as lagrimas escorrendo – preciso do Nam hyung

            - Certo, mas não chore. Vou ligar para ele – disse me dando um selar na testa e indo pegar o celular na caixa de som, ele passou alguns minutos no celular e depois voltou para me abraçar – Não chore, ele disse que está no estúdio e já chega. Você não quer conversar comigo?

            - Desculpe hyung…- não pude terminar pois o estúdio foi invadido pelo Nammie hyung que parecia desesperado

            - Chiminie... – Veio até mim me pegando no colo, abracei seu tronco fortemente, minhas pernas na sua cintura e meus braços em seu pescoço enquanto meus soluços vinham com força e as lagrimas não paravam de vir.

            - Hy-hyu-hyung m-m-me le-lev-leva pa-para o-o alo-alo-alojamento – disse entre soluços

            - Certo, não fale mais. Hobi depois conversamos e obrigada por me ligar – disse indo para fora do estúdio comigo em seus braços – O que houve Chiminie?

            - E-Ele hy-hyung, sin-sinto fa-falta –de-de-dele hyung – Chorei mais. O hyung sempre soube sobre mim desde que cheguei ele me trata como um irmão mais novo, meu porto seguro, MEU hyung favorito.

            - Vamos pra casa Chiminiiie, nós conversamos lá – disse me colocando no banco de passageiro de seu caro e se dirigindo para o banco do motorista – Já,já vamos chegar pequeno

             

                             -.^

 

      - Já chegamos Chiminie – O hyung falou abrindo a porta do meu lado e me pegando novamente no colo. Coloquei meu rosto em seu pescoço. O hyung tinha um cheiro tão bom

            - O hyung tem um cheiro tão bom – falei passando meu nariz no seu pescoço que logo ficou arrepiado – Hyung...

            - Sim?

            - Seu cheiro me acalma

            - Pervertido – Começamos a rir, somos dois idiotas as vezes – Você sorriu

            - Você sempre me faz rir hyung – saiu abafado pois ainda estava com o rosto em seu pescoço. Já estávamos em frente a porta do quarto do hyung

            - Vou colocar você na cama pequeno

            - Hyung fica abraçado comigo? – Falei quando ele me colocou na cama e se deitou ao meu lado

            - Certo – Me puxou para seus braços, me apertando fortemente – Você ainda sente falta dele né?

            - Sim hyung, ele me fez prometer hyung – Meus olhos já estavam cheios de lagrimas de novo – Mas ele nem veio me visitar depois de todos esses anos – Nesse momento as lagrimas já escorriam livremente por meu rosto

            -  Quê promessa Chiminie? Você sempre fala dessa promessa, mas nunca explica – Fazia carinho nos meus cabelos

            - N-Não que-quero falar sobre i-isso hy-hyung

            - Certo, mas não chore por aquele canalha

            - Hyung! Ele não é um canalha – dei um tapa em seu braço

            - Me pergunto como alguém pode fazer uma coisa fofa como você chorar

            - Para hyung - O hyung sempre diz coisas que me deixam com vergonha

            - De que horas o anuncio vai sair?

            - Já tinha até esquecido disse hyung, o PD-Nim disse que de 14Hs ia sair uma nota nas nossas redes sociais e amanhã na entrevista o apresentador ia perguntar sobre o assunto sem ser evasivo

            - Parece que tudo já está pronto

            - Sim – olhei a hora no celular e já era 13:30 hs – Já está quase na hora hyung

            - Os meninos vão vim saber por que a nota saiu então feche a porta Chiminie – Falou e logo obedeci – Agora você pode me contar o porquê dessas marcas?

            - Sim hyung... – Depois de contar tudo o que aconteceu ontem e hoje – foi isso hyung

            - Vou matar aqueles pestes – O hyung tentou se levantar, mas pulei em cima dele antes – Sai daí Jimin, preciso exterminar umas pestes da face da terra

            - Não hyung – falei me sentando em seu colo, mas ele continuava tentando levantar então não consegui parar de me mexer – Hyung não precisa, mas você vai ter que me deixar dormi aqui

            - Com certeza, vai que aquela peste do Yoongi tente mais alguma coisa?

            - Hyung ele não vai – levantei um pouco meu corpo e me inclinei para abraçar o hyung, mas na volta acabei sentando com um pouquinho de força e o hyung gemeu de dor – Hyung! Você está bem? Lhe machuquei?  - Me mexi em seu coloco tentando não lhe machucar, mas ele soltou mais um gemido e colocou as mãos em minha cintura com força me fazendo gemer

            - Pare. De. Se. Mexer. – Falou pausadamente. Ia sair do seu colo, mas senti algo em baixo de mim. Me mexi em desconforto e escutei um arfar baixinho e as mãos grandes do hyung me apertando com mais força

            - hyung tem algo duro aqui em baixo 


Notas Finais


Olhe mais um cap saindo quentinho..... Huuummmm
Espero que gostem
e comente por favor! Gosto dos comentários, eles me incentivam a continuar

Beijos de chocolate com açaí e até o próximo cap


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...