História Jimin, the Irresistable Idiot! (2nd season) - Capítulo 16


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Personagens Originais, Rap Monster, Suga, V
Tags Bts, Jimin, Park Jimin, Romance
Exibições 176
Palavras 796
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Festa, Hentai, Mistério, Romance e Novela, Shoujo (Romântico)
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Mutilação, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Hi ❤️

Olha quem decidiu atualizar depois de meses, Sorry mas eu havia avisado do hiatus e agora estou de volta.


Boa leitura

Capítulo 16 - " Quer casar comigo? "


Fanfic / Fanfiction Jimin, the Irresistable Idiot! (2nd season) - Capítulo 16 - " Quer casar comigo? "


- Jimin já tomei minha decisão eu vou pra faculdade - falo.

- Como assim vai? - aparentava nervoso. 

- Ué, eu vou. Simples assim. 

- Vai abandonar toda sua vida aqui? Assim do nada? 

- Eu estava pensando e acho até que vai ser melhor, está tudo bagunçado - desvio o olhar. 

- É assim então? Vai me deixar? Ok 

- Você viu o que aconteceu hoje? - o encaro.

- Ele te beijou, você queria que eu reagisse como? - cruza os braços. 

- Com você é sempre assim, só sabe partir pra violência - digo. 

- Desculpa SooMin, mas eu não podia ficar calado sabendo daquela situação - fala. 

- Que seja, já está decido. Eu vou - vou em direção à janela. 

Ouço Jimin bufar.

- Você está impossível hoje, venho conversar com você amanhã - bate à porta com força. 

Começo chorar, estava me sentindo péssima mas eu não ia correr atrás, estou cansada de tantas discussões. 


* 2 SEMANAS DEPOIS *


Hoje era o dia que eu ia pra faculdade, desde daquele dia Jimin não me procurou, ninguém sabia dele , os meninos me disseram que não havia aparecido na empresa nenhum dos dias. Ele havia sumido do mapa não vou negar que estou preocupada, mas se ele não veio falar comigo mais deve porque não se importa, então vou seguir minha vida.

As malas já estavam arrumadas, o taxi chegava em alguns minutos, estava descendo as escadas com a minha mala. 

- Você tem certeza disso? - minha mãe pergunta. 

- Tenho - respiro fundo. 

Minha mãe que tinha chamado o taxi, fico em casa esperando até que um carro buzina, olho pela janela e avisto o mesmo, me despeço dos meus pais e entro no carro saio de lá com os olhos marejados não queria deixá-los porém era necessário. 

- Para o aeroporto - aviso ao motorista. 

Ele não diz nada e vai seguindo, estávamos parado no semáforo quando o sinal abre ao invés dele ir por uma rua seguiu outra. 

- O aeroporto é pela outra rua moço - digo. 

Não obtenho resposta. 


- Moço! Você está me ouvindo? - digo num tom alto. - Pare o carro que eu vou descer. 


Ele continua sem falar nada, tento abrir o porta mas ela estava travada começo entrar em desespero e começo gritar, até que paramos numa rua, ele se vira pra trás tira a toca e o óculos e era...

- JIMIN! 

- Como você é chata? - revira os olhos. 

- Você está me sequestrando? Eu preciso ir pro aeroporto, abre já essa porta - falo alto. 

-  Não estou te sequestrando, tenho uma surpresa pra você querida - sorri. 

- Eu só quero ir embora. Me deixa sair - dou-lhe alguns empurrões. 


- Para de ser birrenta e vem comigo - destrava as portas e estende sua mão. 

Eu bato na mão dele e saio do carro. 

- Por que estamos em frente à esse prédio? - pergunto. 

Ele me puxa pelo braço e entramos, pegamos o elevador assim parando no sétimo andar. 


- O que estamos fazendo aqui meu deus? - insisto em perguntar. 


Ele tira uma chave do bolso e abre um dos apartamentos.


- SooMin essa é a nossa nova casa - diz. 


- O que? Han? Como assim? - fico confusa. 


- A partir de hoje iremos morar aqui - abre um enorme sorriso. 


- Que????? Preciso processar isso melhor. 


- Simples, você vai fazer faculdade aqui perto e eu trabalho pra nos sustentar - parecia animado. 


- To indo pro aeroporto - me levanto. 


Ele me pega pelo braço e me senta no sofá. 


- Não precisa fazer a difícil, eu te conheço - senta ao meu lado.


- Preciso ir.


- Você não precisa, as coisas de hoje em diante serão diferentes Soo. Juro, quase perdi você de novo e não quero mais brigas, só quero ficar em paz com você - me abraça. 

- Como pode me garantir isso? 

- Não posso, mas bote fé em mim pelo menos dessa vez. Eu te amo - olha nos meu olhos. 


- Tá bom - respiro pesado. - Preciso avisar minha mãe que não vou mais. 


- Ela já sabe - ele arqueia a sobrancelha. 

- Como? 

- Ela está sabendo de tudo que eu aprontei - sorri de canto. 

- Ridículo - o empurro. 

- Vem, vou guardar sua mala no nosso quarto - pega a mala. 

Ele abre um das portas entro logo em seguida e quando entro no quarto me deparo com ele todo decorado e na cama estava escrito " quer casar comigo? " com pétalas de flores. Eu fico boquiaberta, ele se vira pra mim,se ajoelha e abre uma caixinha com um anel. 


- Aceita? 
 


Notas Finais


Fic nova:
https://spiritfanfics.com/historia/distance-love-7179840

Beijos e até o próximo <3


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...