História Jisoo hates world ❁ Chaesoo - Capítulo 4


Escrita por: ~

Postado
Categorias Black Pink
Personagens Jennie, Jisoo, Lisa, Personagens Originais, Rosé
Tags Blackpink, Chaesoo, Jenlisa, Jennie, Jisoo, Lisa, Rose
Exibições 49
Palavras 1.337
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Crossover, Drama (Tragédia), Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Visual Novel, Yuri
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Heterossexualidade, Linguagem Imprópria
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Boa leitura!

Capítulo 4 - F o u r


Fanfic / Fanfiction Jisoo hates world ❁ Chaesoo - Capítulo 4 - F o u r

                                      Jisoo P.o.v

   ~ 1 mês depois ~

   Ja se passou um mês com Rosé hospedada em nossa casa. Eu não tinha me acostumado totalmente, mas estava bem melhor do que antes, apesar de umas coisas que Lisa tinha me dito um dia desses.

   - Tchau unnie, fique bem com sua futura namorada. - beijou minha bochecha e saiu saltitando, com um sorriso sapeca. - Mas não façam nada errado. - dessa vez ela me passou um olha malicioso e correu. Pestinha. -

   Entrei em casa e vi Rosé sentada no sofá assistindo um dorama, tentei passar sem que ela percebesse, mas ela me viu. Droga, eu me sinto estranha quando ela me olha, ainda mais depois das coisas que Lisa me disse.

   - Olá! - ela disse com um sorriso lindo no rosto, acenei com a cabeça - Não quer assistir dorama comigo? Estou solitária. - disse fazendo um bico, aigoo ela é fofa. -

   - N-não. - neguei com dificuldade, sabem que aegyo é minha fraqueza - Vou pro meu quarto. - apeessei o passo, mas vi que Chaeyoung ficou com uma expressão triste. -

   Corri e bati a porta de meu quarto um pouco forte demais. Segui até a minha cama e afundei meu rosto na mesma, oque diabos estava acontecendo comigo? Eu queria sim conversar com Rosé, mas eu simplesmente não conseguia. Era medo? Não mais. Ja fazia uma semana que eu ja havia percebido que ela não me faria nenhum mal. Era timidez? Provavelmente. Mas porque?

   É, confesso que Rosé é realmente muito bonita, de corpo e rosto, sem contar com sua simpatia e sua incrivel voz. Sim, ela cantava. Escutava algumas vezes sua voz no quarto do lado a noite, inclusive era essa voz que me fazia dormir. Mas tudo oque Lalisa disse sobre ela me deixou meio sem jeito para conversar.

   Sim, irei explicar oque Lisa tinha me dito esses dias.

   Ela entrou no meu quarto, toda animadinha, parecendo uma criança que acaba de ganhar um doce, e me pediu pra sentar.

   Eu a "obedeci" e me sentei na cama, e ela fez o mesmo que eu, só que com o dobro do entusiasmo. Segurou minhas duas mãos, com brilho nos olhos e disse:

   "Rosé gosta de você!"

[ Flashback On ]

   - Rosé gosta de você! - Lisa disse quase vomitando arco-íris de tanta felicidade - Ela gosta!

   - O-oque?! - meu coração estava acelerado - E-eu também gosto dela, eu só n-não me comunico direito. - disse desviando o olhar -

   - Deixa de ser boba Jisoo, eu não estou dizendo desse "gostar" - soltou minhas mãos e fez aspas com os dedos, e segurou em meu queixo, me fazendo olhá-la - E olhe pra mim, eu sei que você entendeu.

   - Mas Lalisa... Oque você quer que eu faça?! - a perguntei franzindo o cenho, estava tensa. -

   - Dê uma chance a ela, Jisoo... Ela é simpática, muito bonita, é - coloquei meu dedo em sua boca -

   - Pare, por favor. Não é tão fácil assim Lalisa, e você sabe o porque. - abaixei a cabeça, esse meu trauma só complica mais as coisas. -

   - Okay, eu entendo. - ela disse sorridente, assenti, mas ela não entendia na verdade. - Olha, vamos dar tempo ao tempo. Mas tente falar com ela, okay?

   - Tabom, eu falo.

   - Ela encanta em poucos diálogos, é muito simpática. - ia se levantando mas voltou de repente, me assustando - Não é por nada não, mas eu sei que vão ficar juntas. - exibiu um sorriso de lado e saiu do quarto, me deixando extremamente confusa. -

[ Flashback Off ]

   E desde aquele dia tem sido estranho ficar próxima de Chaeyoung. Não sei oque é, só me sinto estranha. É nervosismo misturado com tensão, eu não sei explicar, só sentir.

   Bom, vou tentar esquecer esses problemas com comida, estou faminta. Sai do quarto as pressas, mas parei quando ia saindo do corredor. Encontrei Chaeyoung deitada no carpete, lendo um livro.
   Eu não sei oque tinha naquela visão, mas ela era viciante. Suas pernas... São lindas.  Algumas mechas de sua franja caia sobre seu rosto, a deixando bonita de um jeito natural.

   Não sei quanto tempo passei a "admirando", mas sei que foram muitos. Naquela hora, todo aquele medo que eu sentia nos primeiros dias, sumiu. Corei violentamente ao perceber que estava observando as curvas de minha hóspede, tentei disfarçar mas era tarde demais.

   - Oi Jisoo! - Rosé se levantou, virando pra mim e exibindo um sorriso - Oque houve, esta meio palida...

   - N-não é nada. - disse arrumando meu cabelo, eu ainda devia estar corada, mas me lembrei do real motivo de ter vindo até aqui - V-vou preparar algo p-pra comer, você quer? - perguntei amigável, eu iria começar a tentar me aproximar.

   - Éh... - ela me olhou desconfiada. - Não obrigada, estou bem. - ela sorriu e eu assenti, andando apressadamente até a cozinha -

   Peguei um copo, abri a geladeira e o enchi de água. A fechei e me encostei na mesma, passando a mão na testa enquanto bebia a água.

   - Oque diabos esta acontecendo comigo... - disse pra mim mesma após beber a água, respirando pesadamente -

   Coloquei o copo na pia e me concentrei em fazer um bolo de chocolate, logo fui pegando os ingredientes, farinha, ovos, acuçar e cacau em pó. Ja estava batendo a massa quando sinto uma mão no meu ombro. Levo um susto muito grande que pulo, era Rosé.

   - Me desculpe, não quis assustar. - ela disse de cabeça baixa, assenti e voltei minha atenção ao bolo - É de que sabor? - ela perguntou se refirindo ao bolo que eu preparava.

   - Chocolate. - disse baixo, quase em um sussuro. -

   - Waa, adoro chocolate. Posso lamber a panela depois? - Rosé disse como uma criança de 8 anos, ri com o seu pedido - Aigoo, você é tão bonita. Deveria sorrir mais.

   - O-obrigada. - corei muito com seu comentário e passei a bater a massa com mais força do que o normal, acho que estava tensa. -

   - Calma, a massa não vai fugir de você! - disse se sentando em uma cadeira da mesa. - Jisoo?

   - A-ahn? - disse focando no bolo, mas estava com medo do que viria -

   - Oque tem contra mim? - ela parecia ter preocupação e seriedade na voz -

   - N-não é isso Rosé... É que eu sou meio fechada sabe, demora para eu meu me acostumar com as pessoas depois de tudo oque aconteceu.

   - Oque aconteceu? - ela se levantou caminhando até onde eu estava, focando seu olhar na tigela com massa de bolo -

   - N-nada, esquece. - disse colocando a massa na forma, para assar -

   - Okay. Seja oque for que aconteceu, eu sou legal, não precisa quase ter um infarto toda vez que me vê - ela disse e eu me senti ofendida, mas oque ela disse é verdade -

   Antes de colocar a forma no forno, Rosé colocou a ponta de seu dedo na massa e passou em meu nariz. Direcionei um olhar mortal pra mesma, não gostava desse tipo de brincadeira.

   - Aigoo, não me olha assim. Não combina com você. - ela começou a me fazer cocegas, tentei de todas formas conter o riso mas não consegui - Isso, dê seu sorriso bonito!

   - T-ta, ja chega! - disse a empurrando de leve e terminando de colocar o bolo no forno - Não quero comer esse bolo de madrugada. -

   - Tabom rabugenta. - ela disse e eu a olhei com uma cara de "quem te deu essa intimidade?" e ela riu - Desculpe! - disse tentando conter a risada e saiu da cozinha -

   Hoje eu vi que Rosé não parecia ser uma má pessoa, e que ela me provoca coisas muito estranhas e que me deixa feliz, mas ao mesmo tempo tensa e estranha.  Park Chaeyoung, você está fazendo um jogo comigo?!


Notas Finais


É oficial, Chaeyoung tem crush na Jisoo!! ~ comemora ~ Mas será que Jisoo vai cair (ou ja esta caindo) nos encantos de Rosé? Comentem! O dedo de vocês não vai cair :)
Twitter : @twicota
Até o proximo capítulo! ❤


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...