História Jogando com o Coração (malec) - Capítulo 35


Escrita por: ~

Postado
Categorias Shadowhunters
Personagens Alexander "Alec" Lightwood, Clary Fairchild (Clary Fray), Isabelle Lightwood, Jace Herondale (Jace Wayland), Magnus Bane, Personagens Originais, Raphael Santiago, Simon Lewis, Valentim Morgenstern
Tags Malec, Shadowhunters
Exibições 76
Palavras 1.288
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Romance e Novela, Violência
Avisos: Bissexualidade, Insinuação de sexo
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Espero que não esteja muito ruim❤

Capítulo 35 - Revirando o Passado


Fanfic / Fanfiction Jogando com o Coração (malec) - Capítulo 35 - Revirando o Passado

Apos saírem da escola,Isabelle praticamente obrigou Magnus a ir ate a casa dos Lightwood, Maryse hoje estaria no turno da tarde e Max estudava das 7h as18h e por isso não estariam em casa, Magnus apenas seguiu os amigos sem dizer uma palavra, Alec evitava olhar pra Magnus

 

"Ele deve pensar que sou um assassino" pensou Magnus.


Alec não sabia o que pensar, Magnus estava com cara de culpa, Alec se puniu mentalmente por duvidar de Magnus, Alec não devia confiar em Camille ele deveria confiar no homem que ele amava, Mas sempre que ele encarava o olhar de tristeza de Magnus ele sentia uma duvida no ar.


Ao chegar a casa Isabelle logo abriu a porta e entraram Clary, Simon ,Jace, Alec e Magnus ,todos se sentaram no chão e olharam pra Magnus

— O que? - perguntou o asiático

— Conta — Disse Isabelle

— Izzy, você não vai querer saber... — Disse Magnus

— Conta ele era meu melhor amigo , eu o amava tenho esse direto — Exclamou a menina

— Alec? — Magnus logo encarou o namorado que estava sentado num canto sozinho de cabeça baixa. Ao escultar seu nome Alec logo levantou a cabeça assustado e encarou o namorado

— Você esta achando que eu sou um assassino? — perguntou Magnus num tom triste

— Magnus... — Alec se levantou e sentou ao lado do namorado que o encarou surpreso — Eu matei seu padrasto, eu sou um assassino — comentou Alec

— Brian era um monstro — comentou Magnus

— Mas mesmo assim, toda vez que fecho os olhos me vejo atirando nele, eu vejo o corpo dele caido sem vida, e eu sinto a culpa — Alec deixou uma lagrima escorrer 

— Eu não fazia ideia você parecia bem — Magnus comentou 

— Esse é o problema eu matei alguem Magnus e eu to feliz , que tipo de monstro eu sou — desabafou Alec

— Você não é um monstro, Alexander — Magnus pegou levemente a mão do moreno — Eu vou contar o que aconteceu naquele dia

Todos encararam Magnus


*


18 de maio de 2015


Magnus havia acordado a pouco e sentiu uma respiração em sua nuca se virou e viu Camille nua em sua cama, Magnus a principio se assustou não lembrava de quase nada da noite passada,só que havia bebido demais em uma boate , quando resolveu levantar sentiu a loira o puxar pra o beijar

— Camille você tem namorado — resmungou Magnus

— Você não se importou enquanto nossos corpos estavam grudados — Disse a loira

— Eu estava bêbado — disse Magnus desviando de outro beijo 

— Ah por favor só estou com aquele idiota pra provocar Isabelle — confessou Camille que estava enrolada nos lençóis de Magnus

— Camille Kaio também é meu amigo então por favor pega leve — Magnus estava se vestindo 

— MAG nossa eu to com uma dor de cabeça terrível , onde que você guarda os remédios ? — perguntou Camille

— No armário, e se vesti antes da minha mae perceber que não esta no quarto — disse Magnus

Camille logo levantou enrolada nos lençóis e foi em direção ao armário 

— Magnus pra que serve esse vermelho aqui? - perguntou Camille 

— É um remédio pra dormir Camille — respondeu Magnus

— Ouvi falar que não pode exagerar na quantidade não é? — perguntou Camille

— É isso ai , uma quantidade alta pode matar

*

Isabelle logo interrompeu a historia

— Primeiro você praticamente deu os comprimidos de bandeija pra ela!!! — exclamou Isabelle

— E você deu pra ele comprimidos também — Exclamou Magnus

— Segundo... — comentou Alec — Não precisa contar que você transava com ela — Magnus reparou que o moreno ficou irritado

— Que outro jeito ela entraria no meu quarto, estou sendo sincero — Comentou Magnus

— OK Apenas continua — Disse por fim Clary 

Magnus logo continuou

— Eu me lembro da noite ...


{Continuando a história}


Magnus havia recebido uma mensagem de Camille pedindo para ele ir ate a casa de Kaio, o asiático foi sem perguntar o motivo, mas quando bateu na porta percebeu que ninguém atendia, Magnus viu que a porta estava entreaberta então começou a entrar na casa

— Camille? - O asiático percebeu que a casa estava escura — Kaio? 

 Magnus escutou um barulho baixo e correu ate o quarto

— O que..... — Magnus paralisou ao ver Camille tentando manter Kaio acordado — O que aconteceu ? — perguntou o asiático se jogando no chão 

— Eu fiz ele beber os comprimidos — contou Camille

— Porque? — Perguntou Magnus dando alguns tapinhas no rosto de Kaio, tentando mante-lo acordado.

— Ele é um idiota — Exclamou Camille se levantando

— Camille ele ta morrendo, Kaio, Kaio reage — Magnus ainda tentava reanimar o garoto que resmungava

— Eu to com sono 

Magnus ficou desesperado

— Ele ta morrendo Camille!!!! — Gritou Magnus — Se ele morrer, foi você que o matou.

Camille logo se aproximou

— Eu não fiz nada, Magnus você o matou , os comprimidos eram seus — Dizia a loira

— Você não pode ser tão fria — disse Magnus incrédulo

— Querido eu sou.... Bom... — Camille logo pegou sua bolsa — Se ele acordar me avisa e... Bom... Se ele morrer também... Tanto faz.

Logo a garota se retirou da casa deixando Magnus sozinho.

Magnus ainda estava dando leves tapas no rosto do garoto tentando o manter acordado

— Kaio por favor não fecha os olhos — Magnus sentiu as lagrimas cairem de seu rosto — Kaio .

O garoto tentava manter os olhos abertos mas não conseguia

— Magnus, eu não consigo — Dizia o garoto derrubando algumas lagrimas

— Você tem que ser forte , eu sinto muito Kaio — Magnus não conseguia parar de chorar vendo o menino morrer aos poucos

— Não foi culpa sua,eu só .... To com sono — o menino fechava os olhos devagar 

— Kaio não fecha os olhos!!! — Magnus já estava mais que desesperado 

Logo Magnus escultou Isabelle Lightwood entrando na casa

— Kaio? — Chamava a morena

Magnus se apavorou e se escondeu atrás de um armário.

Isabelle ao entrar se deparou com a cena ,Camille havia dado uns comprimidos misturados pra Kaio, alguns comprimidos de Magnus e outros que estavam esparramados pelo chão .

Isabelle chegou nos ultimos segundos de vida que Kaio ainda tinha, ela viu o garoto morrer em seus braços , Magnus viu a morena chamar a ambulância e correu conseguindo escapar pela janela.


{Fim}


— A Camille matou ele e pos os remédios no chão pra parecer suicídio? — Isabelle parecia incrédula — Os remédios que eu tinha dado pra ele, pra me fazer sentir culpa.

— Sim... — Magnus disse

— Por que nunca me contou que estava lá? — Perguntou Isabelle

— Eu não estava numa posição boa naquela noite — Desabafou Magnus

— Você estava bêbado não é? — disse Isabelle — Se estivesse normal poderia ter ligado pra emergencia. — Exclamou a garota

— Isabelle Camille o envenenou ele ia morrer de qualquer jeito — comentou Magnus

— Eu não acredito que Camille o matou , ela nem senti remorso que horror — Isabelle logo desabou novamente

— Temos que fazer alguma coisa contra ela — Comentou Clary


*


Camille chegou a casa dos Bane , a loira percebeu que Regina avia saido então viu uma oportunidade de colocar seu plano em pratica.

Camille subiu ate o quarto de Magnus e pegou o remédio que Dylan avia lhe dado 

— Bane, Bane você me irritou muito hoje — Dizia a garota pingando algumas gotas do liquido na jara de agua, do lado da cama de Magnus — Você sabe o que acontece com quem me desafia — Camille logo se cansou e jogou o frasco inteiro na agua , o liquido era transparente então com certeza ninguém notaria — Vamos ver se sobrevive a essa Bane.

Camille apos envenenar a aguá de Magnus , a loira saiu sorridente indo para seu quarto 


Continua


Notas Finais


Comentem pra mim continuar❤
Camille Bitch😡💪


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...