História Jogando com o Coração (malec) - Capítulo 36


Escrita por: ~

Postado
Categorias Shadowhunters
Personagens Alexander "Alec" Lightwood, Clary Fairchild (Clary Fray), Isabelle Lightwood, Jace Herondale (Jace Wayland), Magnus Bane, Personagens Originais, Raphael Santiago, Simon Lewis, Valentim Morgenstern
Tags Malec, Shadowhunters
Exibições 93
Palavras 1.269
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Romance e Novela, Violência
Avisos: Bissexualidade, Insinuação de sexo
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Gente vocês sabem que eu adoro vocês ne❤
Espero que se lembrem💕

Capítulo 36 - Tudo Pela Familia


Fanfic / Fanfiction Jogando com o Coração (malec) - Capítulo 36 - Tudo Pela Familia

Apos contar a verdade aos amigos , Magnus sentia como se eles nunca mais fossem o olhar do mesmo jeito

— Eu não devia ter bebido — Magnus deixou uma lagrima escapar — Se eu não tivesse bebido nada disso teria acontecido — Logo Magnus sentiu o namorado apertar a sua mão

— Não foi culpa sua — Disse Alec

— Não ,Camille conseguiu os remédios comigo, e eu poderia ter chamado a ambulância ,mas não o fiz porque estava bêbado — Magnus queria chorar mais, mas logo segurou as lagrimas.

Alec sentiu o coração apertar 

— Não Magnus, não foi sua culpa — Disse Alec

— Tem razão — afirmou Isabelle — a culpada é Camille , já chega papai vai me escutar — a morena estava furiosa.

— Se acalma Izzy, Camille sempre consegue escapar de tudo — comentou Clary

— O que vamos fazer? — Perguntou Jace

— Acho que o melhor é irmos pra nossas casas, e contar pra nossos pais sobre a suspensão — Sugeriu Simon

— Serio? — perguntou Alec meio manhoso

— O que? — Perguntou Simon

— Eu não queria deixar o Magnus ir pra casa — disse Alec

— Eu tenho que ir amor, minha mãe deve estar preocupada — comentou Magnus — mas antes precisamos conversar 

Magnus viu o brilho no olhar de Alec se apagar.

Todos perceberam o clima e começaram a se retirar da casa , mas de longe escultaram Jace gritar

— Nunca é bom esse " precisamos conversar" ,boa sorte Alec.

Logo todos saíram e Isabelle subiu para o quarto

Alec encarou Magnus em silencio por um bom tempo, ele não sabia o que dizer, Magnus disse que tinham que conversar e ele não dizia nada, Alec sentiu seu coração apertar novamente.

— Por que não me contou? — Perguntou Alec quebrando o silencio

— O que queria que eu dissese? , Oi sou Magnus Bane.... Ah sabe aquele amigo da sua irmã , ajudei a matar — Magnus disse num tom de sarcasmo

— Eu só queria que me dissese a verdade!! — exclamou Alec

— Vamos falar de verdades agora, como anda os pesadelos ? — Perguntou Magnus

— Que .... Que pesadelos? — Alec gaguejava

— Ah por favor Alec.... Isabelle me ligou preocupada, dizendo que estava tendo pesadelos — Contou Magnus

— Ela não tinha esse direito — exclamou Alec

— Vamos falar sobre esses problemas que estamos enfrentando, você matou alguém Alec!!!! — gritou Magnus

Alec ficou branco ao escutar o grito de Magnus, ele se questionou , Magnus nunca tinha aumentado o tom de voz pro moreno

— Você matou alguem ,Alec — Magnus já falava calmamente ao ver o espanto do garoto — e não importa o quanto você diga que esta bem, porque eu sei que não esta — Desabafou Magnus

— Você não sabe como eu me sinto — Exclamou Alec.

— Sim ,eu sei, você se sente um lixo, por ter matado alguem , mesmo que pra salvar minha vida, não importa o mal que Brian fez a nos , você ainda se sente culpado por te-lo matado, por que isso é você Alec, você é bom, e não suporta esse sentimento ruim dentro de você — disse Magnus

  Alec sentiu aquelas palavras caírem como facas rasgando seu coração, o garoto se sentia exatamente assim, Alec estava tendo pesadelos constantes, era como se a cada noite, ele matasse Brian novamente.

— Eu sei como é , eu matei Kaio — disse Magnus

— Não ,Magnus,não matou — Disse Alec

— Matei, se eu tivesse chamado a ambulância antes, Ele teria sobrevivido... — Magnus não conseguiu segurar a emoção

 Alec se aproximou do namorado e o abraçou

— Vamos fazer assim, eu cuido de você , você cuida de mim — Alec logo levantou levemente o rosto do namorado pelo queixo — Sem segredos — disse Alec

— Sem segredos — Magnus concordou

Logo os dois aproximaram seus rostos e selaram um beijo apaixonado, Magnus podia sentir os lábios quentes do moreno o beijando com todo o amor do mundo, Magnus não se importaria se o mundo acabasse agora se ele estivesse assim com Alec 


*


Raphael andou pelas ruas sozinho, ate que sem querer esbarrou em alguem

— Eu sinto.... Dylan? — O garoto encarava o irmão surpreso

— Ola, irmão — Disse o garoto

— Lembrou que tem um — Comentou Raphael

— Menos drama Santiago — Comentou o garoto — Soube que foi pro lado dos mocinhos — Disse o menino sorrindo

— Só percebi que tem um jeito melhor de viver a vida — Comentou Raphael

— Você é um vilão, maninho, e vilões não tem finais felizes. — disse Dylan — Bom Camille vai envenenar Magnus — Contou Dylan

— O que???? — Por um momento Raphael pensou estar surdo, ele ouviu direito?. — Porque esta me dizendo isso? — perguntou .

— Vamos fazer um acordo, quero saber o que você prefere , o amor incondicional do seu irmãozinho ou ser fiel aos heróis? — perguntou Dylan

— Eu quero meu irmão — Desabafou Raphael

Raphael só queria reunir a família novamente, não que ele seja mal, mas Raphael nunca se sentiu importante pra ninguém, e ele queria ter o irmão de volta nos jantares de domingo.

O irmão que brincava de esconde-esconde quando eram pequenos, Raphael só queria ser feliz novamente como era naquela época.

— Ótimo — Disse o garoto — Se quer ter seu irmão de volta, seja o vilão que um dia já foi, não trabalhe com heróis.

— O que quer dizer? — perguntou Raphael

— Aqui — Dylan pegou seu telefone do bolso e colocou na mão do irmão — Você tem uma chance se pegar esse telefone e avisar Magnus, saiba que vai me perder, e não terá volta irmão.

  Raphael sentiu o corpo tremer, ele olhava pro telefone e tinha uma vontade imensa de ligar pra Magnus e o avisar, mas se assim fizesse perderia seu irmão pra sempre, e Dylan com certeza ia assumir toda a culpa, se Camille fosse pega.

— O que me diz , Raphael Santiago — Perguntou Dylan sorrindo

— Se esse é o preço pra reunir minha familia, então pagarei — Raphael logo devolveu o telefone ao irmão que sorriu

— Sabia que faria a escolha certa


*


Magnus chegou em casa e subiu pro quarto, mas logo escultou os pasos da mãe.

— Oi filho posso entrar ? — perguntou a mulher batendo na porta

— Entra mãe — Disse o filho 

Regina logo entrou e se sentou na cama ao lado do filho

— Esta tudo bem? — perguntou a mulher

— Sim e com você ? — perguntou Magnus preocupado com a mãe

— A eu só estou com uma dorzinha de cabeça , chata — relatou a mãe

— Espera — Magnus logo abriu a gaveta do quarto e pegou um remédio — Eu tenho algo pra dor de cabeça — Disse o garoto sorrindo pra mãe

— Achei que era pra eu cuidar de você? — Disse Regina pegando o remédio

— A gente cuida um do outro — Magnus pegou um copo e enxeu com a agua que ficava no seu quarto.

Regina sorri pro filho e pega o copo

— Eu te amo filho — Disse Regina — Obrigada

— De nada — Respondeu Magnus

A mulher logo colocou o comprimido na boca e bebeu toda a agua do copo 

 Regina sentiu o liquido descer com um gosto estranho

— Tem certeza que essa agua é pura? — perguntou Regina

— Sim — disse Magnus inquieto

— E que tem um gosto acido e amargo.....

 A mulher sentiu a visão falhar 

— Mãe? — Disse Magnus — mãe a senhora esta bem? — perguntou Magnus preocupado

 A mulher tentou se levantar e Magnus a seguiu

— Eu só estou meio.........

 Regina não conseguiu completar a frase e caiu desacordada no chão 

— Mãe!!!! — Gritava Magnus — Mãeeeeee!!!!! 


Continua




Notas Finais


Gente me perdoem❤
Comentem pra mim continuar ❤


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...