História Jogo da perdição - Capítulo 7


Escrita por: ~

Postado
Categorias DRAMAtical Murder
Tags Dramatical Murder
Exibições 94
Palavras 680
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Bishounen, Ecchi, Famí­lia, Hentai, Lemon, Mistério, Romance e Novela, Shonen-Ai, Shoujo (Romântico), Violência, Yaoi
Avisos: Álcool, Drogas, Estupro, Homossexualidade, Incesto, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas da Autora


Salve seus lindos! espero que gostem! boa leitura.

Capítulo 7 - Segunda rodada


Aoba POV

Ambos relaxaram os corpos um em cima do outro e respiraram ofegantes, isso até Aoba ficar extremamente envergonhado, havia transado com os dois no meio da sala, ao lembrar disso levantou empurrando o loiro que estava repousando nas suas costas. Vestiu suas roupas rapidamente e subiu correndo para o seu quarto. Parou, respirou e sorriu, parecia uma putinha mas gostava daquilo. Começou a despir-se, porém, quando já estava novamente apenas de cueca alguém bateu na porta.

-Quem é? - Deu um passo para trás surpreso, a tal pessoa entrou sem avisar, era Mizuki. - Precisa de algo?

-É que te ouvir gemendo daquele jeito me deixou de um jeito que não dá pra ser resolvido apenas com uma punhetinha. - disse já trancando a porta atrás de si.

-E.. ei... - afastou-se do moreno que chegava mais perto, mas bateu com as costas na parede - Mizuki...

-Vamos tomas um banho juntos? - sussurrava no ouvido do azulado, dando alguns selinhos no pescoço branco - hum? um bem demorado... quentinho... quero ver você todo molhadinho... de joelhos... pra eu gozar no seu rostinho. - a cada pausa ele dava outro beijo, fazendo o azulado arfar.

-Vamos Mizuki... - disse em um gemido suave.

O moreno se afastou e tirou a camisa dando vista ao abdomen definido, logo tirou sua calça também, ficou com a box vermelha e puxou o azulado, agarrou-o por trás e os guiou para o banheiro, onde finalmente tiraram as últimas peças. Aoba ligou o chuveiro e entrou debaixo sentindo o choque térmico da água fria que logo esquentou, ficando em um morno agradável. Ambos entraram na água e começaram a se beijar de modo inicialmente calmo mas que ficou violento, Mizuki passava as mãos pelas nádegas do outro e as apertar. Logo o moreno empurrou o azulado contra a parede com força, depois desceu pelo corpo magro distribuindo beijos até chegar ao membro do azulado que chegava a quase doer de excitação, colocou-o na boca e passou a chupa-lo com vontade, sua língua era ágil embaixo do pênis de forma que fazia o outro gemer alto e ficar ofegante, sua pernas bambas quase não o mantinham em pé, iria se desmanchar ali a qualquer minuto se o outro continuasse. Mas Mizuki parou de chupa-lo e virou-o de costas, enfiando com brutalidade um dedo no anûs de Aoba e o mechendo com dificuldade.

-Sem lubrificante? irá doer... - Mizuki disse no ouvido do outro.

-Cala a boca e mete! - disse sentindo o outro tirar o dedo de dentro de si e encaixar a cabecinha do pau em sua entrada.

-Você quem manda.

Começou a enfiar seu membro no azulado com força, assim que entrou não esperou para se movimentar, movimentos que ficaram cada vez mais rápido sem previsto para cessarem. Aoba sentia choques de prazer quando o outro acertava um certo ponto, era sua segunda vez seguida e com a terceira pessoa diferente só no dia. Sem muita demora desmanchou-se, sujando a parede, sendo seguido por Mizuki e então sentiu-se preenchido novamente no dia. Ele levantaram e tomaram direito seu banho.

.

.

.

No dia seguinte, os garotos se preparavam para a prova, assim que o alarme soou saíram deixando os dois irmãos sozinhos.

-Aoba? - Perguntou Sei, se sentando ao lado do irmão no sofá e pegando em sua mão.

-Sim?

-O que fez ontem com os "gêmeos" - perguntou e Aoba corou violentamente.

-Nós... bem... é... d...

-Transaram? então era tu mesmo... com o Mink também?

-Não, não passei a noite com o Mink...

-Será que ele, o Mizuki e o Clear ficaram juntos?

-O Mizuki ficou comigo... - disse e voltou a corar, o irmão falava daquilo tranquilamente.

-A tá! agora eu entendi... Aoba? você está com febre? - perguntou colocando sua testa contra a do irmão.

-Nã... Não é febre... eu estou bem - sorriu forçado - você é doidinho Sei..

-Somos gêmeos - disse e riu.

-Besta...

-Ainda somos gêmeos - Nesse momento Aoba se irritou, Sei levantou e correu do irmão por toda a casa, rindo muito.


Notas Finais


Obrigado por lerem!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...