História Jogo da Vida - Capítulo 16


Escrita por: ~

Postado
Categorias One Direction
Personagens Harry Styles, Liam Payne, Louis Tomlinson, Niall Horan, Zayn Malik
Tags Drama, One Direction, Rebeldia, Romance, Tortura
Exibições 630
Palavras 1.269
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Colegial, Drama (Tragédia), Romance e Novela, Violência
Avisos: Estupro, Insinuação de sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 16 - Eu já sei de tudo


Fanfic / Fanfiction Jogo da Vida - Capítulo 16 - Eu já sei de tudo

- Como você ta minha pequena? – perguntei enquanto sentava do lado dela e encostava a cabeça dela no meu ombro.

- Nada bem né, tanto de saúde quanto de sentimentos. – ela respondeu

- O que você vai fazer agora? – perguntei

- Eu vou falar com o Harry – ela parecia decidida

- Tem certeza? – perguntei

- Tenho sim – ela falou

- Então antes disso, tem uma coisa que você precisa saber – eu falei, chegou a hora de toda a verdade.

- O que? – ela perguntou

- Se lembra que eu disse que ia chegar uma hora que você saberia o porquê deu estar aqui, de prometer nunca te deixar cair?

- Sim.

- Então, eu sabia que o Harry ia te seduzir, eu não contei antes porque eu prometi, mas eu nunca fiz parte de nenhum plano deles, pelo contrário, eu tentei te alertar de outro jeito, lembra dos bilhetes? Então minha pequena, eu sempre cuidei de você, mas eu juro que eu não sabia que aconteceria isso com a Fernanda, eles queriam descobrir sobre seu passado e usar isso contra você, foi idéia do Louis, Zayn queria te raptar, te drogar e te tacar numa pista deserta – ela me olhou com uma que de “WTF?”- não liga é o Zayn, voltando ao assunto, eu sempre te achei legal e sempre tentei impedir o mal que eles podiam te fazer, mas sempre foi tudo em vão, mas eu to aqui e se você não quiser mais falar comigo, eu vou entender, mas eu sempre vou cuidar de você.

- Liam, eu te agradeço por tudo e agora eu sei que você sempre quis meu bem e tentou me avisar nos bilhetes que a propósito estão todos guardados em meu quarto, em uma caixinha especial só pra eles, todos os dias eu leio cada um e tinha a esperança de que chegasse mais, só que agora eu sei quem é e te peço obrigada por estar me contando tudo isso e eu nunca deixaria de falar com você, você me fez bem e eu confio em você mais do que em qualquer um agora, eu amo você.

- Eu também te amo pequena – e a abracei, ela é tão pequena perto de mim, ela é tão cheirosa, eu me sinto bem cuidando dela.

- Vou ligar pro Harry e pedir pra ele vir aqui – ela falou

- Quer que eu vá embora?

- Não, fica aqui comigo, eu vou precisar de você, só sobe pro meu quarto quando ele chegar.

- Ok, eu fico.

- E mais uma coisa, não conta pra ninguém que eu tenho câncer, não quero que sintam pena de mim.

- Ta, eu prometo nunca contar pra ninguém.

- Obrigada Liam, não sei o que seria de mim sem você.

- Eu também não sei – brinquei.

- Nada modesto você né.

- Fazer o que, vem ca – e abracei ela.

Depois disso ela ligou pro Harry e uma hora depois a campainha tocou.

- Vai lá, fica no corredor ali em cima e se eu precisar de ajuda você desce, ok? – ela perguntou

- Ok. – e subi, fiquei sentado no corredor, dava pra ouvir tudo.

 

~Isabella narrando:

Depois que Liam subiu, abri a porta.

- Queria falar comigo amor? – ele disse vindo me da um beijo e virei o rosto.

- Sim e não me chame de amor – falei

- O que houve? – ele perguntou

- Não sei Harry, me diz você.  – falei

- Eu não fiz nada – ele falou com aquela cara de santo que ele tinha, santo e sínico.

- Para de ser sínico Harry, eu já sei de tudo.

- Tudo o que?

- Você pensa que eu sou tão burra assim né? – o encarei por alguns segundos – Mas quer saber, eu não me importo Harry, você quis ficar, quis brincar, me fez te amar, você quis ter tudo e parabéns você conseguiu, agora eu te amo, mas eu te pergunto, valeu a pena? Valeu à pena ter dormido com a minha amiga? Descobriu o que queria?

- Agora eu sei que você não é mais virgem.

- Sim, não sou, mas eu não tive opção, você quer saber do meu passado certo? Então eu vou te contar, eu fui estuprada Harry, fui estuprada quando eu tinha só 15 anos, eu confiei na pessoa errada, a pessoa que eu amava fez isso comigo, eu fiquei grávida Harry, sabe o que é isso? Mas eu fiquei tão mal que acabei abortando, mas não porque eu quis, foi espontâneo , desde esse dia eu jurei que jamais iria me entregar pra alguém, não queria ser ferida, mas eu fui sonsa o suficiente pra acreditar em você e na Fernanda e o que aconteceu?  Me fudi, me fudi bonito, eu criei degraus e subi todos rápido demais e acabei rolando da escada e a queda foi feia Harry, feia e dolorosa, obrigada, você conseguiu me ferir e tudo isso por causa de um ego ferido, por causa de uma vingança boba e fútil, mas Harry você ainda mais sentir minha falta, só que eu não vou sentir mais a sua, você não deu valor a quem te amava e agora eu quero que você vá embora e por favor não volte mais.

- Se você me ama porque não me perdoa e volta comigo? Se você me amasse não estaria fazendo isso.

- Eu te amo Harry, mas eu descobri que não tem como amar por dois, então, por favor, vai embora.

 - Eu não vou – ele é muito teimoso.

- Harry sai daqui, vai embora com todas as suas palavras e suas mentiras, leve consigo todas as suas ilusões e que a sua futura namorada tenha meu cheiro, meus gostos e uma risada parecida com a minha e tomara que a vida te ensine a nunca machucar uma mulher de novo, entendeu? Com coração de uma garota não se brinca, não somos nenhuma Barbie que você brinca e quando enjoa taca fora e compra uma nova como se nada tivesse acontecido, você é um inútil e sem coração, fique sabendo que agora quando eu te ver na escola vou fingir que você não existe, vou trocar de lado e vou te fazer entender que você teve a sua chance, mas tacou fora por causa de uma coisa fútil, eu te odeio. – eu tava ficando tonta já. - Harry sai da minha casa.

- Não!

- Sai Harry!

- Isa, seu nariz...

- O que tem o meu nariz? - eu coloquei a mão nele e quando fui ver tava sagrando

- Ele ta sangrando.

- Liam... – gritei e nesse momento ele desceu as escadas correndo.

 

~Liam narrando:

Eu tava de boas lá escutando a conversa, ai que escuto o grito da Isa, desci correndo, ela ta doente não pode se estressar.

- Liam? - perguntou Harry surpreso

- Harry vai embora, por favor – eu falei, enquanto pegava a Isa, ela tava pálida.

- Liam, me ajuda – ela falou baixinho

- Que ta acontecendo aqui? – perguntou o Harry

- Eu não posso te contar, mas vai embora Harry – eu pedi

- Eu vou, mas eu volto assim como eu voltei das outras vezes, eu vou descobrir o que ta acontecendo aqui. – e o Harry foi embora, sentei a Isa no sofá e fui buscar água pra ela, me corta o coração ver ela doente.

 

~Harry narrando:

Eu não sabia que o passado dela era tão ruim assim, confesso que fiquei surpreso com o Liam ali e eu senti ciúmes, tem mais as palavras que ela me disse nunca doeram tanto, o que será que ta acontecendo comigo? 


Notas Finais


AAAAAAH SAIU MIDNIGHT MEMORIES *-* tão perfeito *-* outro clipe sem nexo deles, morri de rir e amanhã é niver do Hazza awwn *-*


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...