História Jogo da Vida - Capítulo 19


Escrita por: ~

Postado
Categorias One Direction
Personagens Harry Styles, Liam Payne, Louis Tomlinson, Niall Horan, Zayn Malik
Tags Drama, One Direction, Rebeldia, Romance, Tortura
Visualizações 603
Palavras 1.130
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Colegial, Drama (Tragédia), Romance e Novela, Violência
Avisos: Estupro, Insinuação de sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


É, acho que perdi um leitor rs', peço desculpas por ter demorado a postar, mas é assim, como algumas leitoras que conversam comigo sabem, o pc não é meu, meu pc ta ruim e minha mãe não quer me dar outro, ela diz que eu já tenho celular e tablet então não preciso de computador, dai só posto quando venho pra minha avó e agora que meu pai ta de férias, vai ser mais difícil postar, desculpa, desculpa por decepcionar vocês.

Capítulo 19 - Novo visual


Fanfic / Fanfiction Jogo da Vida - Capítulo 19 - Novo visual

Sabe quando parece que nada vai da certo? Que ta tudo errado? Pois é, to me sentindo assim, mesmo com os tratamentos, parece que eu não vou viver e talvez eu queira a minha morte, é escroto falar assim? Tipo pedir pra morrer? Quando eu comecei os tratamentos a cerca de 1 semana atrás, o médico pediu para que eu cortasse um pouco do meu cabelo pra me acostumar a ficar sem ele, porque como todo mundo sabe, quimioterapia faz o cabelo cair, é idiota, mas meu cabelo era meu xodó e agora vou perder ele, fui a um salão com o Liam e cortei o cabelo, vou ter que admitir que não ficou tão mal, quando cheguei na escola assim, Harry foi o primeiro a olhar pra mim, mas eu tava estranha mesmo, meu cabelo era longo, batia um pouco antes da bunda e agora ele ta no ombro, é difícil passar a mão nele e vê que ta faltando alguma coisa, tinha anos que eu só mexia na franja do cabelo que era pra cortar ela quando ela ficava grande demais, corta – lo  agora foi a melhor opção que assim eu meio que me acostumo a ficar sem ele.

O Liam me deixou só no intervalo, ele disse que precisava resolver umas coisas na secretaria e eu disse que não haveria problema nenhum, bom uns cinco minutos depois, Harry aparece.

- Pensei que você já tinha me esquecido – falei.

- Não, eu não esqueci só tava criando coragem pra vim falar com você. – ele falou

- Nossa que engraçado, você teve coragem de fazer o que fez comigo e não tem coragem pra vim falar comigo, muito complicado você.

- Porque cortou seu cabelo? Você o ama.

- Nem tudo na vida é pra sempre.

- É porque você ta doente?

- Eu doente? – ri – Jamais, minha saúde é de ferro, eu cortei porque tava na hora de mudar.

- Isa... – eu o interrompi

- Não Harry, não me chame de Isa, você não é intimo meu, nem colega você chega a ser.

- Olha no fundo dos meus olhos e fala que não me ama.

- Harry, eu não te amo – disse fitando aqueles lindos olhos verdes que ele tem.

- Mentira!

- É verdade.

- Isa, eu te conheço, por incrível que pareça eu sei que quando você mente você olha pro chão depois, ou fica sem jeito logo após uma mentira, então não diz pra mim que esse é o nosso fim, me deixa só tentar consertar as coisas, me deixa te provar que eu mudei não me deixa te deixar assim.

- O que você quer saber agora? – perguntei

- Não quero saber nada, eu to tentando consertar a burrada que fiz essa droga de vida perfeita não tem sentindo sem você.

- Pensasse nisso antes.

- Sabe que me afastando de você não vai fazer com que eu pare de te amar né?

- Quem sabe Harry, quem sabe.

- Eu te amo Isa

- Não ama caralho, quem ama cuida, protege, faz a pessoa se sentir amada, arranca sorrisos dela, não deixa nenhuma lagrima do parceiro cair e não destrói, pisa em cima, magoa e faz chorar. Amar é cuida e se dedicar ao outro e não tratar a pessoa como se fosse um objeto seu.

- Eu te amo, não to mentindo.

- Harry troca o CD cara, se amasse não tivesse feito o que fez.

- Precisamos perder pra dar valor.

- Não Harry, precisamos dar valor pra não perder e você pisou em mim, me humilhou e tudo isso pra saber de um segredo idiota e fútil.

- Me da mais uma chance

- Não Harry, eu te confiei o meu destino, te dei todo o meu amor, antes todos os meus pensamentos me levavam a você e hoje, bom hoje, meus pensamentos me levam a outra coisa, que não seja amor.

- Que pensamentos são esses?

- Eu não vou te contar. – nesse momento o Liam chegou.

- Ele ta te incomodando? – perguntou o Liam se referendo ao Harry.

- Não, na verdade ele já estava de saída, né Harry? – perguntei

- Eu posso até ir, mas eu vou voltar.

- Você sempre diz isso, desiste logo. – eu disse

- Não, não vou desistir

-Tchau Harry, vamos Liam – me levantei e fui pro jardim com ele, la tinha uma arvore com uma sombra muito refrescante, era perfeito e ninguém ficava lá.

 

~Harry narrando:

Eu preciso saber o que ela tem, então preciso ser esperto e já sei o que fazer e é agora, eles foram pro jardim, com certeza ia ser falado algo da doença dela e eu estaria lá, atrás da arvore pra ouvir, foi dito e feito, eles sentaram em um lado e eu sentei em outro, não dava pra me vê o tronco dela é bem grande e largo, dali dava pra ouvir tudo perfeitamente, baboseiras e mais baboseiras, até que o celular do Liam toca, quando ele desligou, fiquei sabendo que era um médico, bom chegou à hora de saber toda a verdade.

- Quem era? – perguntou a Isa.

- Era seu médico – ele respondeu

- E o que ele queria?

- Ele disse que sua quimioterapia foi remarcada pra hoje depois da escola, tem problema?

- Não, mas eu vou melhorar da leucemia né? Meu pai morreu disso e se eu morrer também? Eu to com medo.

- Não, você não vai morrer, eu to aqui pequena, vou te ajudar em tudo e você vai ficar curada e me ver fazer shows pelo mundo todo.

- Você é a pessoa que mais me ajudou em todo esse tempo, nem o Harry pensou em mim antes de fazer aquilo, você acha que ele se arrependeu?  - ela perguntou

- Isa, eu conheço o Harry e pelo jeito ele se arrependeu mesmo, mas sei lá, não posso te confirmar isso.

- Devo dar outra chance pra ele?

- Isso quem tem que ver é você, se der outra chance, vai contar pra ele que você tem câncer?

- Ele vai sentir pena de mim, não quero isso.

- Então minha pequena, deixe o tempo resolver isso, se tiver que acontecer, vai acontecer.

- Obrigada Liam. – cara ela tem leucemia, ela ta morrendo, eu não quero perder ela, não quero, ela não pode morrer, ela não vai morrer, eu a quero viva, quero ela aqui, aqui comigo, se ela morrer eu me mato, eu trocaria minha vida pela dela, morreria pra deixar ela vida, eu fui um idiota, tolo e imbecil, eu me odeio, definitivamente eu me odeio, eu sai dali agoniado, desesperado, tava chorando pra falar a verdade, o que eu faço? Eu já sei de tudo e não quero perder ela, eu a amo.


Notas Finais


Mais uma vez, desculpe a demora e desculpa por decepcionar vocês.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...