História Jogo da Vida - Capítulo 23


Escrita por: ~

Postado
Categorias One Direction
Personagens Harry Styles, Liam Payne, Louis Tomlinson, Niall Horan, Zayn Malik
Tags Drama, One Direction, Rebeldia, Romance, Tortura
Visualizações 465
Palavras 1.046
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Colegial, Drama (Tragédia), Romance e Novela, Violência
Avisos: Estupro, Insinuação de sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Ta demorando muito né? Eu sei e peço desculpas, to fazendo o máximo pra postar o mais rapido possível, já que está quase acabando a fic estou tentando ao máximo me expressar mais e acabar não entregando o final, mas enfim, até mais espero que gostem.

Capítulo 23 - Voltei


Fanfic / Fanfiction Jogo da Vida - Capítulo 23 - Voltei

- Não, para, por favor – implorei enquanto tentava buscar ar em meio de todos os risos causados pelas cócegas que Liam fazia em mim.

- Só se você falar que eu sou o melhor amigo do mundo. – ele falou

 - Liam, você é o melhor amigo do mundo, me solta, por favor – eu não tava conseguindo falar direito, até que ele soltou e respirei aliviadamente.

- Pronto – ele riu

- Você é mal – falei

- Eu sou perfeito, beijo pra você recalcada – ele me fez rir, Liam ficou feliz por saber que eu estou feliz ao lado do Harry, contei pra ele tudo que havia acontecido porque não guardo segredos, conto tudo que acontece comigo pra ele e ele fez o mesmo, contei pra ele da Fernanda também, já fazem 2 dias que liguei pra ela e ela não retornou, não mandou e-mail, chamou no skype, whatsapp, twitter, nada, nenhum sinal de vida, decidi não procurar mais, deixa ela sentir minha falta.

 - E então, no que a senhorita esta pensando em? – Liam perguntou me retirando de meus devaneios.

- Na Fernanda – nesse momento recebi uma mensagem escrito “abra a porta”, era de um numero desconhecido, eu hesitei em abri – la, mas Liam me encorajou e tive uma baita de uma surpresa.

- Fernanda?- perguntei surpresa

 - Eita porra, tu não morre tão cedo – falou o Liam – Vou até me benzer porque meu Deus, isso é macumba só pode. – ele me tirou mais gargalhadas, amo meu best cara.

- Oi, será que posso entrar? – ela perguntou sem jeito.

- Claro que pode né, sinta - se em casa – falei dando espaço pra ela entrar, ela seguiu até o sofá e eu e o Liam fizemos o mesmo.

 - E então, conte o porquê de ter saído de Nova Iorque. - eu estava curiosa.

- Eu acho que você já sabe né, enfim, eu não esperava sua ligação e quando você me ligou pulei de alegria literalmente, porém a noticia que você me deu, aquela sobre você ter câncer foi um baita choque e então comprei minha passagem e vim às pressas pra cá, deixei tudo pra trás, você precisa de mim e se me permitir queria ficar com você, ser sua melhor amiga de novo, ate da apoio e te fazer rir, sei que você não precisa muito porque acho que Liam faz o papel de amiga, amigo, pai e mãe, mas como sei que você da muito trabalho, acho que ele precisa de ajuda – ela riu

 - É mesmo, to precisando é duro ser pai e mãe dela, ta difícil minha situação – ele falou e dei um tapa nele

 - Liam! – repreendi

 - Ai, que foi? Doeu ta!

- Eu não dou tanto trabalho assim – falei

 - Imagina.

- Senti um tom de ironia ai em senhor Liam, mas enfim – dei uma pausa – Fê, claro que te quero aqui comigo, você não sabe a falta que você fez sua vadia – brinquei.

 - Te amo sua cachorra – ela retrucou

 – Liam sua bicha, eu te amo – ele deu uma pausa, pegou o celular pra se olhar e completou – Somos perfeitos juntos, ai me beija – isso fez com que eu e a Fê caíssemos na risada, literalmente eu amo ele e ela.

Depois de muito papo, eu subi pra tomar meu banho e deixei os dois na sala por certo tempo.

 

~Liam narrando:

Depois que Isa saiu meio que ficou um clima no ar e então resolvi puxar assunto, mesmo sem jeito.

- E então – dei uma pausa, ainda não sabia o que eu ia perguntar. – o que você acha deles terem reatado?

- Vou ser sincera, eu quero o melhor pra minha amiga, mas não confio totalmente no Harry, mas já que ele a faz feliz, eu to bem.

- Entendi, mas mudando de assunto, você namora? – perguntei

- Não, nem preciso fazer a mesma pergunta né, se você namorasse estaria estampado nas revistas como era com a Dani – ela riu.

- É verdade, to em busca de alguém que goste de mim pelo que eu sou e não porque faço parte de uma banda que faz sucesso. – falei

- Antes de isso tudo acontecer, eu chegaria em você só porque você é um dos meus ídolos, mas agora não, sei lá, você é mais fofo do que eu imaginava, é mais carinhoso, atencioso do que todas as directioners pensam, agora eu sei disso, agora eu vejo a vida como ela é e não como eu via antes, tipo naquele mundo de fantasia de um dia casar com meus ídolos, de brigar com os haters e de xingar a namorada deles, parei de ser menina e com tudo isso me tornei mulher. – nossa de repente me deu uma vontade de sei lá, ela ta mudada, mais madura, não é aquela garota de bateu aqui há um tempo.

- Posso fazer uma coisa? – perguntei

- Claro que pode – ela falou e então me aproximei, a puxei pela cintura, coloquei minha mão em sua linda e delicada face, a encarei por uns segundos e aqueles olhos verdes que só ela tinha pareciam assustados e surpresos, eu a beijei, mesmo não a conhecendo há muito tempo, sempre a admirei e agora não sei o que deu em mim.

- O que foi isso? – ela perguntou

- Jura que não sabe? – brinquei

- Eu sei, mas eu quero saber o porquê disso.

- Ata, é – pausei – pra falar a verdade, eu não sei, me deu vontade, se eu me excedi peço desculpas.

- Não peça desculpas, eu gostei – ela disse enquanto se aproximava de mim e acabou que dessa vez quem me beijou foi ela, preciso pensar no que houve aqui, to confuso.

- Tenho que ir, manda beijo pra Isa e até mais. – me despedi e tomei o rumo da porta e quando vi já estava fora da casa da Isa, o que aconteceu lá dentro? O que aconteceu comigo? Porque eu senti uma necessidade enorme de beija – la? Meu Deus, que confusão, isso ta complicado.

 

~Fernanda narrando:

Até agora estou sem entender nada, ele me beijou e daí foi embora, ele me deixou confusa qual é o porquê do beijo?  Porque eu senti algo? Isso não pode acontecer, esse beijo não pode ter mexido comigo, isso não é possível. 



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...