História Jogo da Vida - Capítulo 26


Escrita por: ~

Postado
Categorias One Direction
Personagens Harry Styles, Liam Payne, Louis Tomlinson, Niall Horan, Zayn Malik
Tags Drama, One Direction, Rebeldia, Romance, Tortura
Exibições 419
Palavras 1.270
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Colegial, Drama (Tragédia), Romance e Novela, Violência
Avisos: Estupro, Insinuação de sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 26 - Acabou, me esqueça.


Fanfic / Fanfiction Jogo da Vida - Capítulo 26 - Acabou, me esqueça.

Depois que soltei a noticia Harry me encarou e ficou em silencio por alguns segundos.

- Como assim grávida?

- Harry, serio que eu vou ter que te explicar da onde vem os bebes?

- Sem sarcasmos Isa, você não pode ficar grávida.

- Quem disse que não? Eu não posso ter um filho só porque eu sou doente? Só porque eu tenho leucemia eu não posso realizar meu sonho que é ser mãe?

- Não Isa, você não vai ficar com esse filho!

- Eu vou sim Harry e se você que é o pai não quer assumir, eu não vou correr atrás de você, eu nunca precisei depender de garoto e não vai ser agora que vou precisar.

- Quem me garante que eu sou o pai dessa criança? Você vive com o Liam pra baixo e pra cima. – ele insinuou o que eu to pensando? Não, não pode ser!

- Você está falando isso mesmo? – meus dedos estavam coçando já.

- Sim, eu estou, não foi pra ele que você resolveu ligar? Então pronto. – filho da puta! Eu não agüentei e só ouvi o estalo e a marca dos meus cinco dedos em seu rosto.

- Isso é pra você nunca duvidar de mim, não, eu nunca fui pra cama com o Liam, sabe por quê? Porque eu cometi a incrível burrada de amar um trouxa igual a você, você sempre faz merda né? Será quer você não pensa antes de falar ou fazer algo? Sim Harry, esse filho é seu, mas ele ou ela vai ser criado bem longe de você. Eu te peço que se retire da minha casa e que você não volte nunca mais, nunca mais mesmo!

- Você ta terminando comigo? – ele perguntou.

- Sim, eu to e dessa vez é pra sempre, porque eu não posso ficar com um idiota que não confia em mim!

- Eu confio em você.

- Não Harry, não confia se confiasse não ia falar o que você disse ha minutos atrás ia ficar feliz por eu estar feliz e daí que eu posso morrer por causa disso? Eu vou ter essa criança nem que seja a ultima coisa que eu faça e tem mais, ela vai nascer firme e forte, vai nascer muito saudável.

- Como assim pode te matar? – ele perguntou.

- Harry não se faça de burro ok? Eu não posso continuar a quimioterapia se eu tiver grávida, então vou parar até ele ou ela nascer e ninguém vai me impedir, nem você, sabe por quê? Porque você passou a ser um nada pra mim a partir do momento que você duvidou de mim. Agora saia da minha casa antes que eu chame a policia – cheguei à conclusão de que eu não preciso de ninguém pra ser feliz, ele pisou na bola e se tem uma coisa que eu não faria seria trair ele com o Liam, depois de muito insistir pra ficar, Harry acabou indo embora, mas foi porque eu peguei uma vassoura pra bater nele e então ele correu, mas enfim, se eu vivi quase 18 anos da minha vida sem o Harry, eu posso muito bem a aprender a viver sem ele de novo, não vai ser fácil, mas também não vai ser impossível.

 

(...)

 

Narrador:

 

- Eu acho que você fez certo – ele falou.

- Então me diz o porquê de eu me sentir tão arrependido?

- Harry para de ser burro. Tava na cara você não acha? Ela vive com ele pra baixo e pra cima, só dava ele e ela e quando ela foi parar no hospital pra quem ela ligou primeiro? Sim, foi pra ele e agora aparece essa criança e você não tem direito de contestar a paternidade? Para de ser burro cara, você acha mesmo que essa criança vai nascer?

- Mas Louis e se eu for mesmo o pai? Afinal quando a gente se reatou fizemos sexo agora, eu não lembro se usamos camisinha.

- Depois disso ela foi falar com quem? Pois é com ele, então eu acho óbvio que ela tenha um caso com ele, mas ai é com você, mas cara, você é o HARRY STYLES, você pode ter todas a qualquer hora do dia, para de correr atrás dela, ela não te dá valor – Louis estava definitivamente fazendo a cabeça dele.

- Você tem razão eu não devo ficar correndo atrás de quem não me quer e quanto ao filho ele não é meu!

 

(...)

 

- Como assim ele disse que o filho era meu?

- Foi o que ele disse, ele disse que eu passo muito tempo com você então o filho pode ser seu, já que nada garante que eu não tenha ido pra cama com você.

- Ele é um filho da mãe, como ele pode tratar você assim?

- Liam, deixa, eu nem ligo, eu disse que ia ficar com o filho mesmo se o Harry não assumisse certo? Então pronto, é só inventar que o pai morreu em um acidente ou contar a verdade, ela ou ele nunca vai conhecer o Harry então não vai poder sentir falta.

- Isa, eu to preocupado com você.

- Por quê?

- Porque não quero que você me deixe, você é a melhor a amiga que alguém poderia ter, mas eu não posso viver a sua vida por você e sei que você ta fazendo a coisa certa porque eu também faria isso se tivesse em seu lugar.

- Ei Liam – ela disse enquanto levantava a cabeça dele, já que ele tinha olhado pro chão – você não vai me perder ta? Se eu for mesmo, é porque Deus quis assim e você não pode ir contra ele, só fique bem por eu estar bem.

- Eu te amo pequena – disse ele e depois deu um beijo em sua testa.

- Eu também amo você Liam. – e ela o abraçou.

Com tudo isso acontecendo até “esqueceram” por um momento que faltam uma semana pro aniversário de 18 anos da Isa, mas a Fernanda não ia esquecer isso né, afinal é 18 mesmo que pra Isa seja só mais uma idade qualquer, pra Fernanda era motivo de festa mesmo com tudo isso acontecendo e então ela pediu ajuda ao Liam, agora é esperar pra vê qual vai ser a surpresa.

Liam:

Não isso não poderia ficar assim e então fui falar com o Harry, será que ele não cansa de fazer isso?

- Harry, você não cansa não é?

- Canso de que?

- De brincar com a Isa, parece que você pensa que ela é seu brinquedinho, mas não, ela não é!

- Você deveria ta feliz por ela ter terminado comigo, assim vocês podem assumir o filho de vocês e podem ficar juntos sem ser às escondidas.

- Você é burro e estúpido, para com isso, eu e ela nunca fomos pra cama, ela te ama! Mas você não liga né? Pra você foda – se o que ela sente ou deixar de sentir.

- Você ta certo, quero mais é que ela se morra!

- Você não deveria falar assim.

- Porque você liga tanto? Porque se importa? Admite que ama ela cara!

- Porra Harry, eu amo ela sim, mas não é desse jeito, eu amo ela como amiga, mas como mulher, é a Fernanda.

- Aquela puta? – ele riu e daí não aguentei, dei um soco naquele imbecil fazendo com que ele caísse.

- Isso é por você ter brincado com os sentimentos das duas e eu espero que isso não se repita, seu moleque – e fui embora, espero que ele nos deixe em paz.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...