História Jogo da Vida - Capítulo 27


Escrita por: ~

Postado
Categorias One Direction
Personagens Harry Styles, Liam Payne, Louis Tomlinson, Niall Horan, Zayn Malik
Tags Drama, One Direction, Rebeldia, Romance, Tortura
Exibições 399
Palavras 1.027
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Colegial, Drama (Tragédia), Romance e Novela, Violência
Avisos: Estupro, Insinuação de sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Não tinha titulo melhor pra por hueueueh, mas enfim, espero que gostem.

Capítulo 27 - Enfim 18.


Fanfic / Fanfiction Jogo da Vida - Capítulo 27 - Enfim 18.

Harry:

Quem ele pensa que é pra me bater? Ele ta louco, parece que não sabe com quem está lidando, todos vão me pegar um dia, inclusive a Isa, mesmo amando ela agora quero que ela morra por ter me traído. Estou com muita, muita, muita raiva, eles pensam que podem me fazer de bobo, mas não, eles não conhecem o verdadeiro Harry Styles.

 

Isabella:

A chuva tava aumento e eu ainda estava longe de chegar em casa, apertei meus passos e fui andando o mais rápido possível até que resolvo pararem um lugar, tipo um galpão, ele estava abandonado, eu estava toda molhada, minhas roupas estavam grudadas em mim, então entrei nele e fiquei, estava esperando a chuva passar, parecia que eu ia ficar lá por séculos, porque a cada minuto que se passava parecia que ela só aumentava, estava tudo bem até eu ouvir barulhos do outro lado do galpão, tentei me esconder com medo mas adivinha, lá não tinha lugar pra se esconder, então eu só esperei, porém preferi não ter ficado pra saber quem era.

- O que? Como? Porque você? Porque não um estuprador, um serial killer ou sei lá, poderia ser qualquer um menos você – falei.

- Poupe-me Isa, você ainda me ama.

- Para com isso, para de se gabar, para de ser escroto garoto, eu te amei, mas você duvidou de mim então não vou correr atrás de você se é isso que você quer pode ir tirando seu cavalinho da chuva. – falei.

- Sabe o que eu quero? – ele perguntou

- Não quero saber Harry.

- Eu quero que você morra por ter me traído.

- Não precisa se preocupar tenho leucemia lembra? Eu não vou viver muito, agora se me der licença vou sair e encarar essa chuva, pois prefiro pegar um baita de um resfriado do que ficar aqui com você.

- Vai lá. – e me virei, ele é idiota assim mesmo ou andou fazendo cursinho? É impossível alguém ser tão besta.

 

- Dias depois -

- Acorda! – disse Fernanda pulando na minha cama.

- Feliz aniversário dorminhoca – falou o Liam enquanto colocava o meu presente em cima da cama.

- Obrigada Liam – abracei-o.

- Toma o meu também – falou a Fê e logo completou – Enfim 18 né.

- Nada demais. Obrigada pelos presentes gente.

 

(...)

 

Harry:

Hoje é aniversário dela, porque será que estou pensando nisso? Fico pensando se ela esta bem, mas que merda, eu odeio ela, ela me fez de burro, então vou sair e pegar qualquer uma e ser feliz.

- Louis, vamos na balada hoje?

- Não da, combinei de sair com a Els – será que todo mundo ta namorando? Puta que merda.

- Ok, vou chamar o Niall então.

 

(...)

 

Isabella:

- Partiu balada – falou a Fê animada, Liam estava no volante, eu no banco do passageiro e ela no banco de trás, só vim mesmo porque eles me obrigaram, qual é a graça de fazer dezoito anos? Gente meu Deus, nada vê, mas enfim, tomara que saia tudo bem.

- Avisos – falei olhando pros dois – Não fiquem bêbados, obrigada de nada.

- Pode deixar mamãe – falou a Fê e eu dei um riso forçado.

Estávamos lá no meio da pista de dança, dançando como loucos, pois é eu estava me divertindo até que, bom, eu esbarro em alguém.

 

Harry:

Eu acabei indo pra balada sozinho porque adivinha Niall também não podia ir e o Zayn ia sair com a namorada dele, assim que cheguei fui logo pra pista de dança pra vê se encontrava alguma garota que eu ficasse afim, mas assim que eu coloquei o pé lá, esbarram em mim.

- Você? – perguntei espantado – Você não acha que é muita perseguição não?

- Você acha mesmo que eu viria se soubesse que você estaria aqui? – pronto vai começar a discussão.

- Só porque hoje você ta fazendo dezoito não se sinta. – falei

- Eu não me sinto, eu não me acho, eu sou e dois beijo pra você – e ela foi embora então resolvi me vingar, deixei passar certo tempo e quando vi que ela estava olhando pra mim beijei a primeira menina que passou na minha frente, vi que isso mexeu com a Isa porque depois que a olhei já não estava mais lá.

 

Isabella:

Parecia perseguição, acho que tudo que eu faço me leva até a ele e do nada eu me pegava olhando para o mesmo, era sem querer, apenas acontecia sabe? Eu acho que ele percebeu porque acabou ficando com uma garota na minha frente e sabe o que é pior? Isso mexeu comigo e então fui pro banheiro, fui chorar e Fê veio atrás de mim.

- Isa esquece ele pelo amor de Deus, ele não serve – ela estava tentando me consolar.

- E você acha que eu não sei? E você acha que eu não quero esquecer ele? Ele é idiota, mas eu amo ele, só que ele quer que eu morra. – e de repente bateu uma idéia, agora eu já sei, só preciso de tempo pra pensar como fazer e tempo é o que não vai me falta, nesse mesmo instante puis um sorriso no rosto e disse a ela que nada iria me abalar, ela me chamou de bipolar mas logo ficou feliz por eu ter ficado “feliz”, mas é o seguinte, eu preciso ser forte, porque se eu não for, ninguém vai ser por mim, então é assim, caiu levanta. Não vou deixar aquele babaca me abalar, hoje é meu aniversario é um dia especial e nada nem ninguém vai estragar minha felicidade porque afinal é dezoito, finalmente dezoito, a idade do poder, ta bom, exagerei, mas é isso, hoje eu vou me embebedar de suco, nada de álcool, nunca gostei e mesmo se gostasse não posso né, voltei pra pista e fui em direção ao Harry.

- Não é pegando uma garota na minha frente que vai me fazer ficar triste, se toca babaca, eu já te esqueci, me esqueça também. – e sai sem esperar a resposta dele, fui em direção ao Liam e a Fê, essa vai ser a melhor noite de todas e nada vai atrapalhar.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...